Globo Esportes

Nem o talento de Nilmar, nem o fim do jejum rubro-negro. A primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil entre Flamengo e Internacional foi marcada pela inoperância ofensiva dos cariocas e a cautela dos gaúchos, mas também o brilho dos dois goleiros. Lauro e Bruno se destacaram em lindos lances. O resultado: empate por 0 a 0, no Maracanã, na noite desta quarta-feira.

Com Taison, Nilmar e D´Alessandro anulados pelo quarteto defensivo formado por Willians, Aírton, Ronaldo Angelim e Toró, o Internacional segurou a igualdade fora de casa diante de um Flamengo que se manteve no campo de ataque por quase 90 minutos, mas esbarrou na própria incompetência, na trave, por duas vezes, e no arqueiro colorado. A torcida rubro-negra, que compareceu em bom número (53.479 pessoas), deixou o estádio irritada com o ataque, principalmente Obina, que entrou no segundo tempo e foi vaiado e xingado. A estreia de Adriano é aguardada desesperadamente.

Na próxima quarta-feira, no Beira-Rio, a dupla volta a se encontrar para decidir a vaga na semifinal. Quem vencer terá o direito de encarar Coritiba ou Ponte Preta. Empate com gols dá a vaga ao Rubro-Negro, e se o placar novamente ficar em branco, a decisão será nos pênaltis.