Fonte: Globo Esportes


Robinho em ação: a maior contratação da história do Manchester City

O jornal francês “L’Equipe” colocou Robinho no topo do futebol mundial. Mas não como o melhor jogador, e sim como o “maior mercenário”. Na lista, o craque brasileiro deixa David Beckham em segundo lugar.

Para o “L’Equipe”, Robinho mereceu o “título” por ter anunciado que deixaria o Real Madrid para defender o Chelsea, mas acabou acertando com o Manchester City no ano passado.

Beckham foi selecionado por ter trocado o Real pelo Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos, para receber R$ 11 milhões por temporada.

Os outros três jogadores da relação são envolvidos com o futebol francês: Djibril Cissé, que saiu do Sunderland para o Panathinaikos por um salário mensal de R$ 1 milhão; Julien Faubert, que deixou de defender a seleção francesa após trocar o Bordeaux pelo West Ham; e Pascal Feindouno, que deixou o Saint-Etienne para defender o Al-Saad no Qatar.