Fonte: Globo Esportes


Jogador do Viana se prepara para marcar um dos
11 gols do time sobre o Chapadinha

A última rodada da Segunda Divisão do Campeonato Maranhense foi marcada por um resultado suspeito, que está sendo encarado com um verdadeiro escândalo no estado. A goleada de 11 a 0 do Viana sobre o Chapadinha, na tarde desta quinta-feira, impediu que o Moto Club retornasse à Série A. Dos 11 gols, nove foram marcados nos nove minutos finais da partida. No primeiro turno, as equipes empataram sem gols.

Tradicional clube do futebol local, com 24 títulos estaduais, o Moto, em casa, derrotou o Santa Quitéria por 5 a 1, em partida com cinco pênaltis (quatro para o Moto – um perdido – e outro para o visitante) e cinco jogadores expulsos (três do Santa Quitéria e dois do Moto). Mas este acabou eliminado no saldo de gols (por 11 a 2). Viana e Santa Quitéria (campeão do turno) garantiram vaga na Primeira Divisão.

Empatadas com três pontos, as quatro equipes disputavam o título do returno da Série B, que assegurava um lugar na elite. Rebaixado na Série A deste ano e incluído logo na Segunda Divisão, o Moto tinha o pior saldo de gols (-2 contra 2 do Chapadinha, e zero de Viana e Santa Quitéria).