Fonte: Globo Esportes

O técnico Ricardo Silva ainda tenta esconder, mas já deu pistas claras do time do Vitória que entra em campo contra o Santos, nesta quarta-feira, às 21h50m (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Depois do treino desta terça, em Mogi das Cruzes, o comandante acabou com as duas dúvidas que tinha para escalar a equipe que jogará a primeira partida da final da Copa do Brasil. No meio de campo, Fernando ganhou a disputa com Bida. No ataque, o melhor momento de Schwenck pesa e ele deve substituir Júnior.

Ricardo Silva tem o time na cabeça e vai comunicar aos jogadores quando o grupo se reunir para assistir à reprise de Santos x São Paulo, jogo realizado no domingo passado. No entanto, ele faz questão de dizer que não há nada definido, mesmo “entregando” em alguns momentos. Perguntado sobre a dúvida no setor ofensivo, ele brincou.

– O momento do jogador importa muito, e quem estiver em melhor momento vai jogar. Não vou falar mais do que isso, vocês já deram um chute, creio eu, acertado (falando de Schwenck). Só dou o time se me falarem a escalação do Santos – despistou o técnico, aos risos.

Se é o momento que vale, Schwenck deve formar a dupla de ataque com Elkeson. Afinal, o atacante vem fazendo gols no Campeonato Brasileiro – já foram cinco. No meio, o experiente Fernando é titular há algum tempo e homem de confiança na bola parada. Tanto que, na atividade desta terça, ele e Ramon passaram mais de meia hora treinando cobranças de falta e escanteios.

Os outros nove titulares já estão definidos. Assim, o time que enfrenta o Peixe deve ser formado por Lee, Rafael Cruz, Wallace, Anderson Martins e Egídio; Vanderson, Neto Coruja, Fernando e Ramon; Elkeson e Schwenck.