WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc lauro de freitas

outubro 2012
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  



drupal counter

:: 4/out/2012 . 18:00

Nome do atacante Rafael aparece no BID e o jogador deve estrear no Vitória da Conquista

Por Luciano Pina

O treinador Marcelo Chamusca ganhou mais uma opção para a partida deste sábado (06), contra o Fluminense, no estádio Alberto Oliveira, pela Copa Governador do Estado.

O nome do atacante Rafael foi publicado na tarde de hoje (04), no BID – Boletim informativo Diário da CBF e o jogador fica a disposição para o confronto.

Além de Rafael, os nomes do atacante Paulo Roberto e do meia Thales já haviam sido publicados no BID na tarde de ontem (03).

Na manhã desta sexta (05), o treinador Chamusca comanda um treino recreativo no estádio Lomanto Junior e a noite o elenco embarca para Feira de Santana, local do confronto.

FBF modifica horário de confronto entre Feirense e Atlético

FBF

A Federação Bahiana de Futebol (FBF) anunciou, nesta quinta-feira (4), a modificação do horário da partida entre Feirense e Atlético de Alagoinhas, pela 4ª rodada da Copa Governador do Estado.

O confronto foi antecipado das 20h30 para as 16h do próximo dia 10 de outubro.

O local da partida, o Estádio Joia da Princesa, está mantido. A alteração foi publicada na RDT-27/12.

Fifa pode Barrar comida típica da Bahia na Copa

Galaticos Online

Parece que o patrimônio imaterial dos baianos, o acarajé, ficará de fora da Copa 2014. Isso porque a venda do bolinho é considerada como comércio ambulante, o que deve ser evitado, seguindo as regras da Fifa.

O afastamento do comércio ambulante deve ser em um perímetro de até 2 km das praças dos jogos e não poderá concorrer com os hamburgueres da McDonald’s, patrocinadora oficial da Fifa. Em entrevista ao jornal A Tarde, a presidente da Associação das Baianas de Acarajé e Vendedoras de Mingau (Abam), Rita Maria Ventura, disse que até agora ninguém estabeleceu regras para esse caso. “Ninguém me chamou para conversar sobre a situação das baianas”, reclamou.

Ainda de acordo com a presidente da associação, a proibição é absurda. “Eram oito baianas lá dentro que tiveram que sair devido à obra. Agora que está tudo novo, vão retirar as baianas? Todas tinham carteira”, contou Rita, que mencionou a possibilidade de os acarajés serem levados fritos para o estádio, como já acontece no Barradão. “Alegam que há riscos para os torcedores. Se for assim, era proibido venda de acarajé no carnaval. Nunca soube de ninguém queimado nessas festas”, diz. Vale lembrar, que no estádio de Pituaçu, a venda também é permitida.

A Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 (Secopa), diz que não há certeza sobre onde as baianas ficarão durantes os jogos. “Mas elas serão contempladas”, garantiu a chefe de gabinete Liliam Pitanga.

Presidente da Criptonita declara apoio a candidatura de Herzem Gusmão

Blog da Resenha Geral

Em contato com a reportagem do Blog da Resenha Geral, o presidente da Criptonita, Paulo Henrique, declarou apoio a candidatura a prefeito do peemedebista Herzem Gusmão.

Henrique está a frente da maior torcida organizada da cidade. A Criptonita é conhecida por apoiar a equipe do Vitória da Conquista em todas as partidas realizadas no estádio Lomanto Júnior.

“Acreditamos que Herzem é o melhor nome para governar Conquista, principalmente para uma área tão carente no município, que é o esporte e o lazer”, disse.

Jogadores são regularizados e podem estrear no Vitória da Conquista

Por Luciano Pina

Os nomes do atacante Paulo Roberto (foto) e do meia Thales foram publicados no BID – Boletim Informativo Diário da CBF, na tarde desta quarta (03) e os jogadores ficam a disposição do treinador Marcelo Chamusca para o confronto contra o Fluminense, na tarde deste sábado (06), no estádio Alberto Oliveira, Pela Copa Governador do Estado.

Agora a diretoria do Bode fica na expectativa de conseguir regularizar o também atacante Rafael até a tarde desta sexta (05), para que o mesmo fique a disposição para o jogo.

Na tarde de hoje (04), o treinador Chamusca comanda no estádio Lomanto Junior, o coletivo apronto que define o time que entra em campo para enfrentar o Touro do Serrtão.

A viagem para Feira de Santana, local do jogo está programada para noite de amanhã.

Dividido entre Adriano e recuperação no Brasileiro, Fla recebe ‘arisco’ Bahia

Globo Esportes

Liedson e Zé Roberto, trunfos de Flamengo e Bahia (Foto: Montagem sobre foto da Agência Estado)

Flamengo e Bahia se enfrentam às 21h desta quinta-feira, no Engenhão, em jogo da 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes têm 34 pontos na tabela de classificação e estão sete acima do Sport, que abre a zona de rebaixamento. O jogo pode dar ao vitorioso um alívio na luta para se afastar da zona perigosa. Ao perdedor, a corda pode voltar a ficar perto do pescoço. Depois do Fla-Flu até a véspera do jogo contra o Bahia, o assunto no Flamengo foi Adriano. Um novo deslize do atacante virou tema principal no Rubro-Negro, que viu a preparação do time para a partida desta quinta-feira ficar em segundo plano. O Imperador decidiu continuar a carreira.

Em campo, Dorival Júnior teve de fazer mudanças por conta dos desfalques de Vagner Love e Ramon. O técnico também decidiu fazer uma mexida no meio-campo e sacou o volante Victor Cáceres. O Rubro-Negro tem 34 pontos e está na 11ª posição. Apesar da derrota no clássico, a sensação entre os jogadores é de evolução técnica e emocional, já que a equipe conseguiu fazer uma partida equilibrada contra o líder do Brasileirão.

Saco de pancadas dos cariocas no primeiro turno, o Bahia se recuperou na segunda metade do Brasileirão e já impõe respeito aos adversários do Rio de Janeiro. Nas últimas rodadas, houve triunfos sobre Vasco e Botafogo, desempenho que lembra o da Série A do ano passado, quando o Tricolor ganhou o apelido simbólico de “campeão carioca”. Além disso, o time baiano possui a melhor campanha do segundo turno da Série A. Foram 17 pontos em oito rodadas, aproveitamento de 70% (o Fla, por sua vez, ganhou cinco pontos em oito jogos, um dos piores desempenhos).

Jejum de vitórias e fantasma da degola pressionam Coritiba e Ponte Preta

Uol

O duelo no Couto Pereira promete. De um lado, o Coritiba pressionado por três jogos sem vitória e correndo o risco de encerrar a rodada na degola. Ou seja, a vitória é obrigação para ter um pouco de calma antes da ‘final’ contra o Palmeiras.

Do outro, a Ponte Preta, que não venceu nas últimas cinco rodadas, vem de três partidas sem sequer balançar as redes e também não está totalmente livre do fantasma da queda. Aliás, sua estagnação da tabela coincide com a saída do técnico Gilson Kleina.

Para não correr riscos, Portuguesa desafia instabilidade do Sport

r7

A Portuguesa ainda está separada do Sport, primeiro time dentro da zona de rebaixamento, por seis pontos. Na missão de não deixar a diferença diminuir, a equipe do técnico Geninho abre a 28ª rodada do Campeonato Brasileiro nesta quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), diante do próprio time pernambucano, no estádio do Canindé.

Enquanto a Lusa vem de um empate dentro de casa diante do Atlético-MG – antes disso havia vencido o Santos por 3 a 1, no Pacaembu -, o Sport obteve dois empates, uma vitória e uma derrota em sequência nas últimas rodadas, confirmando uma instabilidade que deixa a equipe na 17ª posição.

Para o confronto no Canindé, a Lusa não terá o volante Ferdinando, que levou o terceiro cartão amarelo contra o Atlético-MG. Dessa forma, Geninho deve promover a estreia de Zé Antônio. Emprestado pelo Botafogo-SP, o volante ficou no banco de reservas nas duas últimas rodadas, mas ainda não entrou em campo, o que deve acontecer nesta sexta-feira.

Do lado do Sport, a ideia é a mesma da que foi apresentada por Geninho: trata-se de uma partida de seis pontos. Focado, o zagueiro Diego Ivo admitiu uma conversa com Waldemar Lemos sobre a importância da vitória nesta quinta-feira: “Temos que entrar concentrados, pois a Portuguesa é muito forte. Já sabemos o que fazer para sair com os três pontos, e para nós esse jogo será uma decisão”.

Após cancelamento, argentinos criticam apagão: “papelão mundial”

Terra

A imprensa argentina não poupou as críticas a respeito da queda de energia que gerou o cancelamento do Superclássico das Américas nesta quarta-feira. Por conta do apagão, Argentina e Brasil não puderam disputar o duelo de volta no Estádio Centenário, na cidade de Resistência.

Após a suspensão ser confirmada, o diário esportivo Olé publicou “Partida suspensa. Papelão mundial”. O jornal classificou ainda a situação como “insólita”. Isto porque os jogadores das duas seleções ficaram 40 minutos se aquecendo no gramado e tiveram de voltar para o vestiário.

O La Nación e o Clarín seguiram a mesma linha e destacaram o fato como “um papelão”. Ambos os veículos ainda citaram a baixa possibilidade de a partida ser remarcada. O motivo é falta de datas nos calendários dos dois países.

Falta de luz cancela jogo da Seleção, que requisita taça do Superclássico

Globo Esportes

A falta de luz no Estádio Centenário de Resistência suspendeu a realização do confronto entre Brasil e Argentina, nesta quarta-feira, pela decisão do Superclássico das Américas. Enquanto a imprensa local divulgou que o apagão teria acontecido por causa de um incidente envolvendo o ônibus do time canarinho, os organizadores do evento deram duas versões para o cancelamento do duelo: o horário do voo da Seleção, marcado para 1h30m (de Brasília), e que os refletores teriam sido acesos com antecedência e acabaram não suportando até o início do jogo.

O goleiro Jefferson falou da decisão tomada pela organização da partida. – Foi uma decisão unânime do grupo. Eles nos consultaram, e esperamos ate o último minuto – afirmou o goleiro na saída do estádio.

Com o cancelamento da partida, os jogadores aproveitaram para comer no vestiário pizzas pedidas de uma das lanchonetes do estádio. Em seguida, o grupo seguiu para o aeroporto de Resistência para retornar ao Brasil. No regulamento do Superclássico, independentemente de o Brasil ter vencido a partida de ida (2 a 1, em Goiânia), o campeão do torneio será decidido em comum acordo entre a CBF e a AFA.

Estreante no exterior, Dragão perde para Universidad Catolica

Gazeta Esportiva

Se em 2010 Artur Neto levou o Goiás à final da Copa Sul-americana mesmo com o time rebaixado para a Série B, neste ano a missão será ainda mais difícil com o Atlético-GO, que já se conforma com a queda no Brasileirão. Na primeira partida em solo estrangeiro, a equipe goiana teve atuação discreta e acabou derrotada pela Universidad Catolica por 2 a 0.

Depois de um primeiro tempo equilibrado, com poucas chances de gol, os chilenos voltaram mais acessos na segunda etapa e passaram a arriscar chutes de fora da área. Em um deles, Francisco Silva acertou o ângulo de Márcio, que ainda falhou no final da partida e permitiu o gol de Álvaro Ramos, sacramentando a vitória em Santiago.

No jogo de volta, que está marcado para o dia 24 de outubro, às 19h30 (de Brasília), no Serra Dourada, uma vitória do Dragão por 2 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Para passar direto, os brasileiros precisam vencer por três gols de diferença.

pmvc




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia