Site Oficial do Clube

dsc_0017

Já diz o ditado popular: “brasileiro só fecha a porta depois de roubado”, outra da inteligência do povo; “Antes tarde do que nunca”. E assim Givanildo sentiu o drama que para conquistar um ponto era só ser mais precavido nos dois jogos em que perdeu. Tanto em Juazeiro como em Itabaiana, o time foi muito audacioso. Se o empate nos classifica vamos ter precaução e isso não aconteceu com o time rubro.
 
Agora o treinador mostra que aprendeu a lição e tenta se recuperar. No primeiro coletivo da semana, realizado na tarde da quarta-feira no João Hora, Givanildo mostrou que por enquanto esqueceu o 4-3-3 e vai para um esquema mais defensivo, o 3-5-2, como jogam as grandes equipes do futebol brasileiro.

No coletivo apronto, o treinador mexeu mais uma vez na equipe que iniciou os treinamentos e colocou o volante Fernando Pilar entre os titulares. A equipe foi composta por Pablo, Emerson, Cláudio Baiano, Moisés; David, Magno, Wallace, Rodrigo, Fernando Pilar; Lucão e Kível.

Como se vê, é neste time cheio de modificações que estão depositadas todas as esperanças dos sergipanos, em ver a equipe do Sergipe vencer ou empatar o jogo de domingo contra o ECPP Vitória da Conquista e assegurar a classificação para a próxima fase do Brasileiro da Série D.