WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc abrinq vitoria da sorte


vitoria da sorte

março 2014
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  



drupal counter

:: 26/mar/2014 . 23:58

Serrano cede o empate para o Bahia e tem que vencer o jogo de volta

Por Luciano Pina

gol_serrano_

O Serrano perdeu a oportunidade de reverter à vantagem na partida de volta ao ceder o empate para o Bahia, pelo placar de um a um, na noite desta quarta (26), no estádio Robertão, em Teixeira de Freitas, pelas semifinais do Campeonato Baiano

O Serrano abriu o placar aos quarenta e dois minutos do primeiro tempo, através do atacante Todinho (foto) que mandou a bola para o fundo da rede, após um cruzamento de Jadilson.

O Bahia chegou ao empate aos vinte e quatro minutos, da etapa complementar com o atacante Jeam, que aproveitou um rebote do goleiro Gil, depois de uma cobrança de falta de Talisca. Aos quarenta e sete Fábio Gama marcou para o Serrano, porém,o árbitro assinalou impedimento de Marcone.

O Rubro-Verde agora precisa de uma vitória simples para chegar a final.

Serrano atuou com: Gil, Bruno (Lucas Fieta), João Vinícius, Ronan e Jadilson, Leandro, Fábio Azevedo, Marcone, Narciso (Fábio Gama), Sidnei (Roberto) e Todinho.

O time mongoio volta a enfrentar o Esquadrão de Aço, no próximo sábado (29), às 16 horas, na Arena Fonte Nova.

468x60_simonassi127

Vitória da Conquista 1 x 2 Vitória – Campeonato Baiano

Youtube

Vitória da Conquista perde de virada para o Vitória e se complica no Baianão

Por Luciano Pina

DSC_0415

O Vitória da Conquista perdeu de virada para o Vitória, pelo placar de dois a um, na noite desta quarta (26), no estádio Lomanto Júnior, pelas semifinais do Campeonato Baiano.

Depois de um primeiro tempo bastante movimentado, aos quarenta e dois minutos, Paulo Vitor cobrou escanteio e o zagueiro Sílvio subiu mais alto que a defesa do Vitória e escorou de cabeça fazendo o gol para o Bode.

Na etapa complementar, aos vinte e dois minutos, Dinei foi à linha de fundo e cruzou para Ayrton mandar para o fundo da rede empatando o jogo para o Rubro-Negro e aos trinta e dois, William Henrique invadiu a área e virou o jogo para o Vitória.

Com a derrota o Bode terá que vencer por uma diferença de dois gols para ficar com a vaga na final.

Vitoria da Conquista atuou com: Augusto, Lorran (Fabinho), Mota Sílvio e Paulo Vitor, Edimar, Ramires, Moisés, Carlinhos (Candinho), Tatu e Índio (Elcimar).

3.258 torcedores pagaram ingressos proporcionando uma renda de R$63.540,00.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo (30), às 16 horas, no estádio de Pituaçu.

Jogo de volta entre Bahia e Serrano será sábado às 16 horas

FBF

1716,fbf-altera-horario-da-semifinal-bahia-x-serrano-0

À pedido da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), a Federação Bahiana de Futebol (FBF) teve que alterar, mais uma vez, o horário da partida de volta da semifinal do Baianão 2014, entre Bahia e Serrano. O duelo, que anteriormente havia sido adiado para as 18h30, também à pedido da PM, em conjunto com a Prefeitura de Salvador, foi antecipado novamente para as 16h do próximo sábado (29), na Arena Fonte Nova.

A PM-BA, através do comandante Cel Paulo Fernando Cunha Bomfim enviou um ofício à entidade nesta quarta-feira (26) e alegou que a necessidade do retorno do jogo ao horário das 16h se deve à “multicidades de eventos para o período de 28 a 31 de março, a exemplo do Festival da Cidade, encontro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Festa de Arembepe”.

Além disso, o show de gravação do DVD da Banda Cheiro de Amor, também no sábado (29), no Dique do Tororó, em comemoração aos 465 anos da Capital baiana, que tinha previsão de início para o período da tarde, foi confirmado para as 18h30, após o encerramento da partida.

Por fim, o retorno do duelo para as 16h também atende aos interesses da emissora de TV fechada detentora dos direitos de transmissão da competição.

Assim como na categoria profissional, o confronto entre Bahia e Serrano, pela rodada de volta da Semifinal do Baianão Sub-20, também retornou para o seu horário de origem, às 13h30, no mesmo estádio. As duas mudanças foram publicadas na RDI-07/14.

unimarc-modelo-4

Vereador Ricardo Babão indignado com a FBF

Ascom da Câmara

sessaoordinaria26_mar_14_31

Na Sessão, que foi realizada na manhã desta quarta (26), no Plenário Carmem Lúcia, o vereador Ricardo Babão mostrou-se indignado com a Federação Bahiana de Futebol/FBF que divulgou, nesta segunda-feira (24), a Resolução sobre a segunda vaga da Bahia na Série D do Brasileirão 2014.

Como resposta à problemática envolvendo os times do Serrano e Jacuipense, o vereador afirmou que os conquistenses estarão presentes no jogo do Conquista e Vitória, hoje a noite, como resposta a decisão da Federação.

“Tenho certeza que no jogo de hoje o estádio vai lotar”, afirmou o Parlamentar.

A festa do futebol amador conquistense começa neste final de semana

Por Luciano Pina
Foto Eliezer Oliveira

IMG_0059

A grande festa do futebol amador, terá inicio neste sábado (29), quando as equipes do Kadija e Santos entram em campo, em busca do título da competição, organizada pela Liga Conquistense de Desportos Terrestres.

A rodada segue na manhã do domingo (30). com o Simonassi enfrentando o Maru e o Vila Nova fazendo sua estreia da elite do amador contra a tradicional equipe do Grêmio.

O Campeonato Municipal de Futebol pode ser tratado como um gerador de renda, integração, mobilidade social e também como uma proposta de mudança de vida, pois, a partir dele muitos têm a possibilidade de buscar novos horizontes e perspectivas. Além disso o futebol amador representa fonte geradora de novas relações na sociedade, que reflete diretamente em sua economia, lazer, cultura, enfim, criando um novo mapa dentro da cidade, revelando, por todos os lados a sua influência e cumplicidade com a população

O Campeonato da Mentora Conquistense pode ser tratado como um gerador de renda, integração, mobilidade social e também como uma proposta de mudança de vida, pois a partir dele muitos têm a possibilidade de buscar novos horizontes e perspectivas.
Do futebol amador saiu vários jogadores que brilharam no futebol profissional a exemplo de Piolho, Naldo, Nego, Jaimilton, Nade, Djalminha, Kel, Zó, Tidão, João Cavalinho, Pena e outros que ainda brilham como Kleber, Sílvio, Rafael da Granja, Edimar, Radar, Renilton e tantos outros.

Além de tudo isso, o futebol amador tem engrandecido o nome da cidade no cenário futebolístico do estado.

Neste final de semana o torcedor tem um encontro marcado no Estádio Municipal da Zona Oeste, o popular Murilão.

Segundo Leonesio Alves, presidente da Mentora Conquistense, a partir da segunda fase a competição deverá ser realizada no renovado estádio Edvaldo Flores.

Conquista e Serrano: menos respeito, mais ofensividade

Danilo Pereira
Futebol Bahiano

serrano

Vocês não fazem ideia de como foi difícil arrumar um pré-tema pra escrever sobre os dois clubes do interior que estão na semifinal do Campeonato Baiano, mas por serem semifinalistas, os clubes precisam alimentar a mídia esportiva. O campeonato vem repetindo o mesmo filme, e repetindo a fórmula dos últimos anos, Bahia, Vitória e mais dois pequenos, a injustiça estampada na classificação final, onde quem pontua entre os quatro melhores não está entre os quatro classificados, assim caminha o campeonato baiano.

Que o Vitória da Conquista que vinha muito bem, tem decepcionado, especificamente nas duas últimas partidas, é inegável, não soube matar o Bahia no 1 tempo, no Lomantão, e quem pagou a conta foi o goleiro Alex, e no último domingo perdeu pro Serrano, que dias antes levou uma sacolada de 5 de um clube desclassificado, mas no perrengue, na labuta e numa sorte incrível, passaram de fase, tanto o Conquista quanto o Serrano, é bom que fique claro, o Serrano não manda mais seus jogos em Vitória da Conquista, o clube foi naturalizado e agora serve a cidade de Teixeira de Freitas, parece que a relação tem sido boa.

Por falar no assunto, vamos falar sério disso, uma cidade como Vitória da Conquista não tem a menor condição de ter 2 times profissionais. Isso é um absurdo, que mesmo que a cidade tenha crescido bastante, não vejo essa possibilidade nem em 2030, o futebol não consegue dividir o pouco que a cidade tem a realidade do futebol hoje é um tanto complicada, ninguém mais quer ir ao estádio na quarta e no domingo, imagine quarta, quinta, sábado e domingo, semana sim, outra semana também, tem muita coisa pra ser vista na TV e na internet, realidade cruel, Serrano fez bem em fazer a mala e pegar a estrada, tem provado isso.

O Serrano tem uma parada dura pela frente, pega o Bahia embalado, que vem de uma vitória em clássico, mas o Serrano que ressurgiu das cinzas, ta empolgadão com o melhor momento desde o retorno ao futebol e pode dar trabalho ao Bahia, apesar de ganhar vaga em série D, o Serrano deve aproveitar essa chance pois o resto do calendário após o Baianão é de uma improdutividade econômica dramática, daquelas que fazem qualquer clube repensar se ele realmente conquistou(?) uma vaga.

Sem desmerecer, desprezar ou enfraquecer a equipe do Vitória, que mesmo tendo sido derrotado pela Bahia, chegou na semi por méritos e com folga, não vejo favoritismo na primeira partida contra o Vitória da Conquista. Enfrentar Bahia ou Vitória, nas semifinais, sempre é um obstáculo a ser vencido se quiser levantar o caneco, mas quem acompanha o Vitória da Conquista sabe que não adianta fingir, é melhor que seja o Vitória.

Tanto o Vitória da Conquista quanto o Serrano precisam aprender a priorizar o futebol ofensivo e a falta de respeito contra os grandes da capital.

468x60_simonassi127

Serrano confiante para encarar o Bahia na noite desta quarta

Por Luciano Pina
Foto Wesley Morau

1962848_10202342556024968_588972318_n

O Serrano provou no último domingo (23), ao se classificar para as semifinais do Campeonato Baiano deste ano, que é possível derrotar o Bahia, na noite desta quarta (26), no estádio Robertão, e jogar com vantagem na partida de volta que acontece neste sábado (29), as 18h30, na Arena Fonte Nova.

Para buscar a vitória, o treinador Marivaldo Miranda deverá mandar a campo a mesma formação que derrotou o Vitória da Conquista: Gil. Lucas Brito, João Vinícius, Ronan e Jadílson, Masquerano, Fábio Azevedo, Marcone, Narciso, Sidnei e Todinho.

O elenco está concentrado na cidade litorânea de Alcobaça onde só sairá horas antes da partida.

No Bahia, o técnico Marquinhos Santos vai repetir a escalação da equipe titular pela primeira vez no ano, com os meias Talisca e Lincoln se revezando entre a armação de jogadas e o ataque. Mesmo após o corte no rosto, Rhayner segue como o atacante de velocidade pelas beiradas.

O time vai a campo com: Marcelo Lomba; Diego Macedo, Demerson, Titi e Guilherme Santos; Fahel, Uelliton, Pittoni, Lincoln e Rhayner; Talisca

Bahia e Serrano já se enfrentaram em 49 jogos entre amistosos e Campeonato Baiano. O Bahia venceu 31 vezes, o Rubro-Verde 7 e aconteceram 11 empates. O Tricolor marcou 76 e o time mongoio 32.

Vitória da Conquista enfrenta o Vitória para reverter vantagem na partida de volta

Por Luciano Pina

512

O Vitória da Conquista enfrenta o Vitória na noite desta quarta (23), no estádio Lomanto Júnior, em busca de um resultado positivo para reverter a vantagem na partida de volta que será realizada no próximo domingo (30), no estádio de Pituaçu.

A boa notícia é que os jogadores Rafael Córdova, Ramires, Moisés, Rafael da Granja e Tatu, que não participaram do treino que aconteceu na tarde de ontem (25), estão concentrados e enfrentarão o Rubro-Negro.

A provável equipe que inicia a partida deve ser: Rafael Córdova, Lorran. Sílvio, Mota e Paulo Vitor, Edimar, Ramires, Moisés, Rafael da Granja, Tatu e Índio.

No Vitória o treinador Ney Franco não poderá contar com os jogadores Luis Gustavo e José Welison que estão lesionados. Nos seus lugares vão entrar Lucas Zen e Matheus Salustiano. Juan que não enfrentou o Bahia retorna a equipe. Já o atacante Souza fará a sua estreia formando a dupla de ataque com Dinei.

O Vitória deve iniciar a partida com: Wilson; Ayrton, Matheus Salustiano, Rodrigo Defendi e Juan; Lucas Zen, Cáceres e Hugo; Marquinhos, Dinei e Souza.

Vitória da Conquista e Vitória já se enfrentaram em vinte oportunidades. O Leão venceu 9, o Bode 6 e aconteceram 5 empates. O rubro negro marcou 34 gols e o Alviverde 25.

Diante do Vélez, Atlético-PR luta para manter a liderança do grupo 1

Gazeta Esportiva

t_109479_atleticanos-esperam-repetir-contra-o-velez-a-boa-atuacao-diante-do-universitario-per-na-ultima-quinta-feira

Com campanhas idênticas no grupo 1 da Libertadores da América, Atlético Paranaense e Vélez Sarsfield-ARG disputam nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), na Vila Capanema, a liderança isolada, além de um passo fundamental para a classificação. No primeiro confronto entre as equipes, em Buenos Aires, os argentinos levaram a melhor.

A vitória sobre o Universitario-PER, na última rodada, afastou as desconfianças em torno do Furacão, que tem a melhor campanha entre os brasileiros na competição. Agora, o técnico Miguel Ángel Portugal pode ainda ganhar pelo menos um reforço para montar o time. O atacante Marcelo está recuperado e entra na briga com Douglas Coutinho e Bruno Mendes por um lugar entre os titulares. O meia Felipe é mais um que está de olho em uma vaga e pode ser novidade. Adriano, mais uma vez, é dúvida, e dificilmente será opção.

Para o goleiro Weverton, o importante será manter a mesma pegada, independentemente da formação, mostrando que em casa o Rubro-Negro precisa se impor. “A obrigação de ganhar é nossa. O Atlético precisa se impor. Somos a equipe mandante e queremos ganhar para classificar. Precisamos fazer aquela pressão no início da partida, sufocar o adversário desde o início, como fizemos contra o Universitario”, analisou.

unimarc-modelo-4

PAULISTÃO: Grandes tentam confirmar favoritismo e “caipiras” surpreender

Futebol Interior

0002048171583_img

Agora é para valer. Depois de uma primeira fase insossa, monótona e sem grandes emoções, o Campeonato Paulista deve começar a ficar legal nesta quarta-feira, quando tem início a disputa das quartas-de-final, com três jogos. Enquanto Santos e São Paulo tentam confirmar o favoritivos, Ituano e Botafogo duelam para saber quem será o penetra do interior nas semifinais.

Nesta etapa do Paulistão, os times se enfrentam em jogo único contra adversários dentro do grupo da primeira fase. Os líderes das chaves A, B, C e D terão a vantagem de jogar dentro de casa. Esta será a única vantagem. Em caso de empate no tempo normal, a decisão do classificado será decidido nos pênaltis.

Dois duelos abrem as quartas no começo da noite, às 19h30. Na Vila Belmiro, na Baixada Santista, o Santos, melhor time da primeira fase, recebe a Ponte Preta. No mesmo horário, o Botafogo, um dos melhores mandantes, encara o Ituano, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Um pouco mais tarde, quem entre em campo ao São Paulo. Depois de começar o Paulistão aos trancos e barrancos, o Tricolor se estabilizou e entrou embalado para enfrentar o Penapolense, às 22 horas, no Estádio do Morumbi, em São Paulo. O time de Muricy Ramalho foi o primeiro colocado do Grupo A, com 27 pontos, enquanto o CAP ficou logo atrás com 19.

Nesta quinta-feira, um jogo encerra às quartas-de-final. No Estádio do Pacaembu, em São Paulo, o Palmeiras tenta manter o favoritismo contra o Bragantino, às 21 horas. Os dois times estavam no Grupo D e, portanto, não se enfrentaram na primeira fase.

Cabofriense x Fla: por final, sonho do pequeno contrapõe drama do grande

Globo Esportes

untitled-324863

O confronto de um grande contra um pequeno no futebol sempre é recheado de histórias de Davi e Golias. O desta quarta-feira, às 22h (de Brasília), no Maracanã, válido pelo jogo de ida das semifinais do Campeonato Carioca, vai além. Enquanto a Cabofriense vive a chance de realizar um sonho de verão para chegar à final, o Flamengo entra em campo pressionado por um risco de eliminação precoce na fase de grupos Libertadores. Embora o Rubro-Negro só decida sua sobrevivência na competição sul-americana na semana que vem, contra o Emelec no Equador, perder a vaga na decisão estadual poderá criar uma crise na Gávea.

Até por isso, a classificação para a final é encarada como motivação a mais para que o elenco busque a reação no torneio continental. Para ajudar, o Rubro-Negro, por ter tido a melhor campanha da Taça Guanabara, terá a vantagem de dois empates para avançar. Uma vitória e uma derrota pelo mesmo placar levará a decisão para os pênaltis. Sem salto alto, o Fla espera por dificuldades bem maiores do que na rodada passada, quando uma equipe formada na maioria por reservas aplicou 5 a 3 sobre a Cabofriense.

Já o time da Região dos Lagos almeja entrar para uma seleta lista. Desde 2006, quando o Madureira perdeu a final do estadual para o Botafogo, uma equipe de menor expressão não chega à decisão. O último a conquistar o título foi o Bangu, em 1966. Dos clubes do interior do Rio de Janeiro, o Americano, em 2002, e o Volta Redonda, em 2005, já foram vice-campeões. A Cabofriense luta para ser mais um a surpreender, no entanto, precisará uma sequência negativa de cinco jogos sem vitórias na competição.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia