Terra

festafigueirathiagopedrofp

Não deu desta vez. Acostumado a reviravoltas históricas em competições eliminatórias, o Atlético-MG experimentou a frustração de ser eliminado da Copa do Brasil nos minutos finais diante do Figueirense, no Orlando Scarpelli, nesta quarta-feira. Marcão, aos 44min do segundo tempo, marcou o gol da classificação que decretou a vitória por 2 a 1 que classificou o time catarinense.

Com um a menos durante todo o segundo tempo e enfrentando um campo encharcado, o Galo chegou a abrir o placar logo após a expulsão de Leonardo Silva, no primeiro tempo, com Edcarlos. No segundo tempo, o time atleticano não suportou a pressão e acabou sofrendo a virada em dois lances de bola parada marcados por Leandro Silva e Marcão.

A situação do Atlético-MG parecia que ficaria complicada aos 35min do primeiro tempo, quando Clayton aproveitou a bobeira da zaga atleticana e disparou, sozinho, em direção ao gol de Victor. Leonardo Silva, porém, parou com falta o atacante e acabou recebendo o cartão vermelho. No entanto, aos 44min, o Galo abriu o placar mesmo com um a menos. Giovanni Augusto levantou bola na área, e Edcarlos desviou de cabeça para o fundo das redes.

Na volta do intervalo, a pressão catarinense só deu resultado aos 26min, no momento em que Marquinhos Pedroso bateu cruzamento, e Saimon escorou para Leandro Silva completar de cabeça: 1 a 1. E a virada finalmente veio aos 44min do segundo tempo, de novo após cruzamento batido por Marquinhos Pedroso. Marcão subiu mais alto que a defesa atleticana e decretou o segundo gol do Figueira.

468x60_simonassi127