WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

agosto 2015
D S T Q Q S S
« jul   set »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  



drupal counter

:: 29/ago/2015 . 12:24

CBF divulga ofício e determina parada técnica em partidas realizadas às 11h

Globo Esportes

rib6457

A CBF divulgou, nesta sexta-feira, um ofício com orientações de atendimento médico emergencial e outras recomendações à arbitragem no futebol brasileiro. O documento traz dez itens, dentre os quais um se destaca. A entidade determinou que nos jogos disputados às 11h deve haver uma parada técnica em cada tempo de jogo. As paralisações devem ter três minutos e ocorrerão aos 30 minutos de cada etapa. O árbitro não poderá parar o cronômetro e deve acrescer o tempo aos acréscimos.

Apesar do ofício, os árbitros já tinham adotado essa prática nas últimas rodadas do Brasileirão. Nas partidas Palmeiras x Atlético-PR, Vasco x Joinville, Ponte Preta x Grêmio e Palmeiras x Flamengo, disputadas no horário, houve paralisação em cada tempo. A recomendação surge após algumas críticas de jogadores e técnicos ao jogo no domingo pela manhã, principalmente devido à alta temperatura. Após a vitória sobre o Flamengo, o técnico Marcelo Oliveira pediu uma reavaliação sobre a novidade.

Segundo o documento divulgado pela CBF, as paradas não serão realizadas quando a temperatura na hora do jogo for inferior a 28ºC, ou se estiver chovendo. O ofício ainda diz que será permitida a entrada de dois profissionais de saúde em cada equipe para auxiliar os procedimentos durante a parada. A Série B e a Série C também contaram com partidas no horário.

No mesmo documento, a Comissão Nacional de Arbitragem também reforça algumas orientações sobre algumas regras do futebol. O ofício reitera que os árbitros devem seguir as recomendações da Fifa no que se refere “toque de mão deliberada”. O cartão deve ser dado quando o jogador “assume o risco do contato” ao se jogar na frente da bola. O documento também pede mais rigor nas punições para as confusões na área em cobranças de bola parada e reitera o movimento para impedir as intensas reclamações. Entretanto, o documento diz que “não é proibido falar com a arbitragem”.

Ponte Preta e Maru buscam título inédito da LCDT neste domingo

Por Luciano Pina

Juliana Amaral, Marcos Roberto e Edimar Almeida, vão comandar o jogo

Juliana Amaral, Marcos Roberto e Edimar Almeida, vão comandar o jogo

Ponte Preta e Maru irão disputar na manhã deste domingo (30), no estádio Edvaldo Flores, o título de campeão do Campeonato Municipal de Futebol 2015, promovido pela LCDT.

Nos últimos anos a Ponte tem feito boas campanhas, porém, sempre foi desclassificada nas fases finais. Já o Maru chegou bem perto no ano passado, mas acabou perdendo a final para a equipe do Beira-Mar.

Agora as duas equipes tem a oportunidade de levar o tão sonhado título da mentora conquistense.

Na tarde desta sexta (28), a LCDT definiu o trio de árbitros responsaveis pelo confronto. Apita Marcos Roberto Gonçalves, auxiliado por Juliana Amaral e Edimar Almeida. Os reservas serão Andreia Lima, Amarildo Nunes e Edmundo Souza.

O torcedor deverá levar 01 kg de alimento não perecível, que será doado a Casa do Amor (Casa do Cancer).

Flu de Feira busca dois zagueiros para fechar elenco

Jornal Folha do Estado

36966-2

O Fluminense está em busca de dois zagueiros para completar o elenco que começa a trabalhar no próximo dia 8 de setembro, com vistas a Copa Governador do Estado, que vai acontecer entre os meses de outubro e novembro próximos e dará ao campeão o direito aos dois primeiros colocados vaga na Copa do Brasil ou Campeonato Brasileiro da Série D.

Até o momento, o clube contratou o goleiro Jair; o volante Fausto, os meias Everlan e Luizinho e os atacantes Bawa e Filipe. Do elenco que disputou a 2ª divisão e que permanece para a Copa Estado estão os seguintes jogadores: Janilson (goleiro); Edson, Iaçu, Junior e Neném (laterais); Igor e Luanderson (zagueiros); Marcelo, Caique e Raudinei (volantes) Mica, Robinho e Alessandro Azevedo (meias); Deon, Dadai, Baloteli e Matiel (atacantes). “Os zagueiros são uma necessidade porque temos somente dois para uma posição que requer uma boa quantidade de atletas por circunstâncias como suspensões e contusões. Devem ter certa experiência porque assim teremos um setor equilibrado como os demais”, ressaltou Luiz Paolilo Filho.

O tricolor feirense tentou a contratação do zagueiro Josemar, que foi indicado pelo treinador Paulo Salle. “Conversamos com o atleta, que também tinha interesse de jogar aqui, mas por força de contrato que ele tem em vigor com a Juazeirense a sua vinda ficou inviabilizada”, afirmou o dirigente.

O clube está em contato com outros jogadores. “Já temos algumas indicações de nomes, estamos analisando já mantendo contatos e esperamos fechar as negociações até o final da próxima semana, para que estes atletas estejam aqui na reapresentação do elenco no próximo dia 8 de setembro”, informou Luiz Paolilo Filho.

Contra a Ponte Preta, São Paulo joga para reconquistar a torcida no Morumbi

O Estadão

Ceara_x_Sao_Paulo-Ceni_comemora_LANIMA20150826_0173_48

As duas derrotas seguidas (Goiás e Ceará, este pela Copa do Brasil) transformaram os jogos no estádio do Morumbi, na capital paulista, em um pequeno trauma para o São Paulo. Por isso, a partida deste sábado contra a Ponte Preta, às 21 horas, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro, é uma chance de o time se reencontrar dentro de casa.

Um dos pontos de efervescência do Morumbi é o comportamento da torcida. Contra o Goiás, houve tentativa de agressão aos jogadores na saída do estádio; contra o Ceará, só o policiamento reforçado impediu novos tumultos. Para este sábado, nem o técnico colombiano Juan Carlos Osorio sabe o que pode acontecer.

“Na América do Sul existe a tendência de cobrar quando o time perde, achando que é falta de comprometimento. Não nos falta raça, faltam outras coisas. Do torcedor, acredito que o certo é apoiar até acabar o jogo e depois cobrar. Mas não sei o que esperar”, disse. O treinador acha que o time está aprendendo a lidar com os “adversários que se fecham e jogam por uma bola” e afirma que o principal problema da equipe são as finalizações.

A escalação deve ter poucas mudanças em relação à partida contra o Ceará. Osorio afirmou que vai diminuir o rodízio por falta de qualidade do elenco. “Quando o elenco é forte, é muito mais fácil para escalar um time e fazer um rodízio. Agora é difícil. Com todo respeito ao elenco, alguns jogadores não estão no mesmo nível. Isso me preocupa isso porque alguns estão cansados. Mas agora não tenho como fazer o rodízio”.

unimarc-modelo-4

Embalados pelo mata-mata, Vasco e Figueira fazem duelo de vida ou morte

Globo Esporttes

17782097331_c971b2052c_o

O Vasco testa mais uma vez nesta noite no Maracanã o efeito da vitória – e agora também da eliminação do maior rival – sobre adversários do Brasileiro. E o desafio é contra um time que vem embalado, também em classificação emocionante na Copa do Brasil, mas que inspira cuidados na competição de pontos corridos. A grosso modo, o jogo das 18h30 no Maracanã reúne duas equipes que vêm embaladas de mata-mata atrás de uma sobrevida e esperança no Brasileiro.

O time do técnico Jorginho, que tenta motivar os jogadores vascaínos a cada dia, não vence no Brasileiro desde a 14ª rodada – no dia 19 de julho o treinador ainda era Celso Roth – e busca, mais uma vez, a arrancada para a missão que para muitos é impossível: escapar do terceiro rebaixamento para a Série B em oito anos.

– O time quer fazer esse jogo, aquele que a gente vai olhar e falar “esse mudou a história”, “daqui para frente a coisa vai mudar”. Estamos focados em reagir, precisamos levantar nesse torneio e não abandonar a luta – disse Martín Silva, o goleiro uruguaio, que ao seu modo é um dos líderes deste grupo vascaíno.

A classificação heroica na Copa do Brasil aumentou e muito a confiança dos catarinenses. Com pouco tempo para treinar e mais na conversa com René Simões, o Figueirense busca somar pontos no Rio de Janeiro para abrir distância do Z-4 e, de quebra, dificultar a vida de um rival que luta pela permanência na primeira divisão.

Seis jogos fecham a 21ª rodada da Série B

CBF

20150723003712_0

Neste sábado (29), seis partidas completam a 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Cinco delas terão início às 16h30: Paraná-PR x Santa Cruz-PE, Paysandu-PA x Bragantino-SP, Náutico-PE x Boa Esporte-MG, Atlético-GO x Ceará-CE. Às 21h, Mogi Mirim-SP e Bahia-BA fecham a rodada.

16h30 – Paraná-PR (16º) x Santa Cruz-PE (8º) – Durival Britto, Curitiba (PR)
Confronto do primeiro turno: Santa Cruz 4×1 Paraná
Em situações opostas no campeonato, o Paraná tem a proposta de buscar os três pontos para fugir da zona de rebaixamento. O time está empatado com o Boa Esporte, com 23 pontos. A equipe mineira é o primeiro time em direção ao descenso. Já o time pernambucano quer colar no grupo dos quatro primeiros da tabela e confia em Grafite, que já marcou três gols em quatro jogos, para sair de Curitiba com a vitória.

16h30 – Macaé-RJ (14º) x Sampaio Corrêa (4º) – Cláudio Moacyr, Macaé (RJ)
Confronto do primeiro turno: Sampaio Corrêa 3×1 Macaé
Depois de um início promissor na Série B, figurando entre os quatro primeiros colocados, o Macaé perdeu força no torneio e, no momento, ocupa a 14ª posição. E neste sábado, o clube encara o Sampaio Corrêa, que está no G4, em quarto lugar. O time do Maranhão quer os três pontos para não desgrudar do líder vitória, enquanto o clube Alvianil, que vem de derrota para o Santa Cruz por 1 a 0, quer a vitória para se reabilitar neste início de segundo turno.

16h30 – Paysandu-PA (6º) x Bragantino-SP (10º) – Mangueirão, Belém (PA)
Confronto do primeiro turno: Bragantino 1×0 Paysandu
As duas equipes, que venceram na abertura do returno, se enfrentam no Estádio Mangueirão, em Belém, às 16h30. O Paysandu, eliminado da Copa Sadia do Brasil na última quarta (26) ocupa a 6ª posição. O Papão tem 33 pontos, está a um do G4, e vai se dedicar à luta pela classificação na Série A. O Bragantino, por sua vez, em 10º na tabela, vai a jogo com a intenção de repetir o feito do primeiro turno, no qual venceu por 1 a 0 o time Alviceleste. O retorno do atacante e artilheiro Jobinho, que já soma oito gols no Campeonato, enche o torcedor do Massa Bruta de esperança de conquistar mais três pontos fora de casa.

16h30 – Náutico-PE (7º) x Boa Esporte-MG (17º) – Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata (PE)
Confronto do primeiro número: Boa Esporte 0x1 Náutico
A Arena Pernambuco será palco do jogo entre Náutico-PE e Boa Esporte-MG, em São Lourenço da Mata (PE), às 16h30. As duas equipes se enfrentaram no primeiro turno no Estádio Municipal de Varginha (MG) e o time pernambucano conquistou os três pontos fora de casa. Agora, o Náutico – segundo melhor mandante da Série B, com oito vitórias e dois empates, em dez jogos – espera confirmar as estatísticas e alegrar sua torcida, que acompanhou a goleada sofrida para o Luverdense por 5×1, em Mato Grosso. O Boa Esporte com 23 pontos, é o primeiro time na zona do rebaixamento, e vai apostar na cautela e posse de bola em busca da vitória.

16h30 – Atlético-GO (15º) x Ceará-CE (19º) – Serra Dourada, Goiânia
Confronto do primeiro turno: Ceará-CE 2×0 Atlético-GO
No Serra Dourada, às 16h30, um jogo importante na luta contra o rebaixamento. Buscando se distanciar da zona, o Atlético-GO recebe o Ceará-CE, vice-lanterna. Apesar das posições na tabela, as duas equipes buscam manter o bom retrospecto dos últimos jogos. O Dragão está invicto há sete rodadas e o Vozão vem de duas vitórias seguidas na competição.

21h – Mogi Mirim-SP (20º) x Bahia-BA (5º) – Romildo Ferreira, Mogi Mirim (SP)
Confronto do primeiro turno: Bahia-BA 4×1 Mogi Mirim-SP
Fechando a 21ª rodada da Série B, Mogi Mirim e Bahia se enfrentam às 21h, no Estádio Romildo Ferreira, em Mogi (SP). Lanterna da competição, a equipe paulista tenta encerrar o jejum de seis jogos sem vitórias. Já o tricolor baiano, em quinto lugar, vem de três empates e briga para retornar ao G-4.

CRB vence o Botafogo e respira; Alvinegro perde chance de ser líder

Globo Esportes

crb_x_botafogo

Segue a invencibilidade do técnico Mazola Júnior no Estádio Rei Pelé. Desde que chegou ao time, o CRB ainda não perdeu em casa – são quatro vitórias seguidas. Nesta sexta-feira, venceu o Botafogo por 2 a 1 e deu uma respirada na tabela – segue em 11º, mas agora abre cinco pontos de vantagem sobre o Z-4.

O Alvinegro, por outro lado, novamente perdeu a chance de voltar à liderança da Série B. Pior: pode até sair do G-4, se Sampaio Corrêa, Bahia e Paysandu vencerem no sábado.

O CRB está na 11ª posição, com 28 pontos. O Botafogo se mantém na segunda colocação da Série B, com 36 pontos, mas pode ser ultrapassado por outros times no restante da rodada.

Na próxima rodada, o CRB viaja a Salvador, onde enfrenta o Bahia na Fonte Nova, terça-feira, às 20h30. O Botafogo recebe o Atlético-GO no Nilton Santos, às 21h30 do mesmo dia

América-MG perde a segunda seguida em casa e pode deixar o G4

Gazeta Esportiva

richarlison1

Sem perder no Independência durante grande parte da Série B, o América-MG conheceu, nesta sexta-feira, sua segunda derrota consecutiva em casa. Após perder para o Botafogo, na 19ª rodada, o Coelho desta vez foi surpreendido pelo Luverdense que venceu por 2 a 1, com dois gols de Tozin. Richarlison descontou.

Com o resultado, o América-MG pode deixar o G4 da competição ao final da rodada. O Luverdense, por outro lado, segue em curva ascendente após golear o Náutico por 5 a 1, no sábado passado, e já ocupa a 11ª posição.

Na próxima rodada, o América-MG pega o Santa Cruz, na próxima terça-feira, às 20h30 (de Brasília, no estádio do Arruda. No mesmo dia e no mesmo horário, o Luverdense encara o ABC, no estádio Passo das Emas.
Richarlison marcou o único gol do América-MG na derrota por 2 a 1 para o Luverdense (Foto: Carlos Cruz/América-MG)

468x60_simonassi127

pmvc




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia