WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

fevereiro 2016
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829  



drupal counter

:: 2/fev/2016 . 13:48

Janela acaba com mais de R$ 670 milhões em negócios com brasileiros

MSN

BBp10SD

Enfim, as novelas de transferências acabaram. Pelo menos em relação ao continente europeu. Na última segunda-feira, a janela de mercado se encerrou com um dado interessante: somente os brasileiros, alvos de países alternativos no mundo do futebol como a China, movimentaram mais de R$ 670 milhões em pouco mais de um mês.

Segundo dados do site Transfermkt, especializado no mercado futebolístico, os atletas nascidos no Brasil somaram pouco mais de R$ 679 milhões em transferências (tanto definitivas quanto por empréstimos).

Do grupo de atletas destaca-se o meio-campista Ramires, que deixou o Chelsea para se aventurar no Jiangsu Suning. O clube chinês pagou R$ 120 milhões, ou 17% do valor total dos atletas nascidos em território nacional.

O Corinthians encerrou janeiro como o grande ‘mercado’ entre os grandes clubes brasileiros. Entre os dez atletas mais valorizados nas vendas de janeiro, quatro pertenciam ao elenco campeão nacional em 2015: Gil (6º – R$ 36 milhões para o Shandong Luneng-CHN), Renato Augusto (7º – R$ 34 mi para o Beijing Guoan-CHN), Jadson (8º – R$ 21 mi para o Tianjin Quanjian-CHN) e Malcom (9º – R$ 21 mi para o Bordeaux-FRA).

Apesar da valorização do elenco campeão, o Corinthians não ficará com toda a quantia movimentada. Em relação a Malcom, por exemplo, o clube de Parque São Jorge possui apenas 35% dos direitos econômicos; fora que o Bordeaux comprou apenas 50% do ‘antigo passe’ com os 5 milhões de euros pagos ao atual campeão nacional.

A China, principal algoz corintiana, se destacou por pinçar atletas brasileiros no mercado. Além do trio corintiano e de Ramires, mais dois nomes do top-10 entre os mais valorizados se transferiram para o país: Geuvânio para o Tianjin Quanjian e Elkeson, que deixou o Guangzhou para defender o Shangai por quase R$ 80 milhões.

A Europa, por outro lado, termina o mercado de janeiro com apenas dois ‘grandes investimentos’ em atletas brasileiros. A Roma adquiriu Gerson por quase R$ 70 milhões e o emprestou para o Fluminense, clube que o revelou. Outro destaque a deixar o país foi o zagueiro Jemerson, ex-Atlético-MG, comprado por R$ 48 milhões pelo Monaco.

Atleta do Vitória da Conquista sofre lesão e está fora do Baianão 2016

Blog Eliezer Oliveira

E2A0046-560x373

Durante o treino de ontem (01) realizado no Country Club, o meia Erivélton sofreu uma contusão no tornozelo, ao ser levado para exames mais detalhados, foi constatada uma fratura, o atleta será operado ainda hoje (02);

O prazo previsto para recuperação fica em torno de 90 dias, com isso o atleta fica fora do Baiano, Copa do Nordeste e Copa do Brasil.

O clube está dando toda assistência ao atleta para que sua recuperação aconteça antes do previsto.

O restante do elenco segue se preparando para o confronto contra o Vitória, que será realizado no próximo dia 10/02, às 21 horas, no estádio Mário Pessoa, em Ilhéus,

Presidente da Juazeirense ataca arbitragem: “Fomos prejudicados”

Galáticos Online

roberto carlos(1)(1)

O Baianão 2016 mal começou e as polêmicas com arbitragem já surgiram. O primeiro alvo de reclamações foi Diego Pombo, que comandou o triunfo do Bahia sobre a Juazeirense por 3 a 2, neste domingo (31).

Após o duelo, em Pituaçu, o presidente do Cancão de Fogo, Roberto Carlos atacou o árbitro. “O Bahia não precisa de proteção de ninguém. O Bahia tem jogadores de qualidade suficiente para nos vencer. Hoje, a Juazeirense não ganhou porque foi prejudicada por terceiros”, disse à Equipe dos Galáticos.

O deputado estadual mostrou insatisfação com as marcações da arbitragem. “O juiz deu sete cartões para nossa equipe só no primeiro tempo. Ele tentou nos intimidar. Ele inverteu diversas faltas e ainda expulsou nosso zagueiro num pênalti onde ele dividiu a bola com o jogador do Bahia”.

O dirigente colocou em dúvida a legalidade de um dos gols do Tricolor. ” Não foi bom e vocês viram a maneira que aconteceu. Não foi um jogo normal. Tem dúvida no terceiro gol do Bahia e no nosso terceiro gol anulado. Recebi mensagens de pessoas que viram pela televisão me confirmando isso”.

Roberto Carlos revelou, ainda, que irá analisar se entrará com uma representação contra Diego Pombo na Federação Bahiana de Futebol (FBF). “Vamos assistir todo o vídeo da partida, analisar lance por lance e decidir se vai valer a pena entrar com a representação na Federação”, concluiu.

‘O resultado poderia ser bem melhor’, disse Lira

Jornal Folha do Estado

b5be05_44eff41031b644bba0a49bf7c0e934d9

O Fluminense poderia obter um resultado melhor do que o empate conseguido ontem, diante do Colo-Colo, na largada do Campeonato Baiano, em jogo que aconteceu ontem no Estádio Mário Pessoa, na cidade de Ilhéus. Esta foi a opinião do treinador Arnaldo Lira, após o confronto com os ilheenses.

Para o comandante durante os 90 minutos, o Fluminense foi superior. “Tivemos bem mais volume de jogo, tocamos muito bem a bola, a nossa marcação foi muito boa, porém pecamos muito porque não concluímos as chances de gol criadas. Durante a partir foram pelo menos quatro chances claríssimas de gol e não aproveitamos”, destacou Arnaldo Lira.

O técnico já adiantou que não pretende fazer grande mudanças para a próxima partida do Fluminense, no dia 11 de fevereiro, em Riachão do Jacuípe diante da Juazeirense. “Mesmo porque se você mexe demais no time, você pode se perder completamente. O que temos que fazer é analisar o jogo detectar as nossas deficiências e trabalhar em cima delas para os próximos jogos”, comentou Arnaldo Lira.

Ainda destacou o treinador que o conjunto foi o ponto forte do seu time dentro de campo. “O entrosamento, mesmo com a entrada de alguns novatos, foi muito bom e só pecamos no aspecto das conclusões, que vamos trabalhar para na próxima partida as coisas serem diferentes”, observou o comandante.

unimarc-modelo-4

Estreante na elite, Fla de Guanambi celebra empate em casa: ‘A cidade está eufórica’

Bahia Notícias

IMAGEM_NOTICIA_5

O Flamengo de Guanambi empatou com o Vitória da Conquista por 0 a 0, no último domingo (31). Em jogo realizado no estádio 2 de Julho, a equipe rubro-negra estreou na elite baiana. Mesmo tendo empatado em casa, Armando Filho, diretor do clube, celebrou o resultado.

“Foi bom porque pegamos o vice-campeão baiano. Uma equipe mais tradicional. Tivemos problemas com chuva, não treinamos no estádio que jogamos, mas em Caetité. O estádio só foi liberado no sábado. Então foi muito proveitoso, mesmo com o empate”, disse Armando, em entrevista ao Bahia Notícias.

Além disso, ele revelou que a cidade está ‘eufórica’ com o time. “O estádio, que tem capacidade para 2.500 pessoas estava lotado. Tivemos que colocar um telão do lado de fora, para que a torcida assistisse ao jogo”, comentou.

O próximo adversário do Fla de Guanambi será o Bahia, no dia 11 de fevereiro. O jogo será realizado na Fonte Nova, às 20h30.

Brasileirão deste ano deverá contar com vídeo para corrigir erros de arbitragem

O Estadão

IMAGEM_NOTICIA_5

O Campeonato Brasileiro deste ano deverá ser o primeiro da história a contar com o auxílio do vídeo para corrigir erros de arbitragem que não envolvam interpretação. A CBF espera uma autorização da International Football Association Board (IFAB), entidade que rege as regras do futebol, para implantar um sistema próprio. A ideia é ter um árbitro em uma cabine com poder de reverter marcações no campo que forem notoriamente equivocadas.

“Se possível, vamos implantar no Brasil a partir da Série A, em maio”, afirmou Sergio Corrêa, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF. “Vamos iniciar na A, a não ser que a Fifa determine que não seja na principal divisão. Mas a nossa vontade, o nosso pleito, é na Série A.”

A definição sairá no próximo encontro da IFAB, nos dias 4 e 5 do próximo mês. “Em março haverá a reunião definitiva, e acredito que teremos a aprovação pelo menos do experimento no Brasil, Estados Unidos, Alemanha e alguns outros países que pediram para realizar”, explicou Corrêa.

Quem comanda o projeto do Árbitro de Vídeo – nome dado ao sistema que vem sendo desenvolvido na CBF – é Manoel Serapião Filho, ex-juiz de futebol e atual diretor técnico da Escola Nacional de Árbitros de Futebol (ENAF). “Há determinados erros de arbitragem que fogem da capacidade humana de percepção e isso pode subverter o resultado de um jogo”, defende.

Pelo projeto de Serapião, a ideia é que árbitros e até mesmo ex-árbitros atuem cuidando do vídeo. “Eles teriam que ser bem treinados para isso”, considera Serapião. O árbitro de vídeo ficaria em uma cabine e teria poder de alterar a decisão do juiz de campo nos erros que não tivessem a ver com a interpretação – como uma saída de bola não marcada ou um pênalti assinalado cuja falta ocorrera fora da área.

Nesta segunda-feira (1º), Serapião apresentou o projeto do Árbitro de Vídeo na sede da CBF, durante seminário que reúne chefes das comissões de arbitragem das federações. O evento acontece desde o domingo e se estende até quarta-feira. Os encontros contam com palestras e debates e têm como objetivo realizar um planejamento para aprimoramento do quadro de árbitros do País para os próximos quatro anos. Um dos principais palestrantes é o espanhol José Maria Garcia-Aranda, ex-chefe do departamento de arbitragem da FIFA.

Liga Sul-Americana de clubes chama brasileiros e quer ser ‘protagonista’ 4

Uol

clubes-criam-a-liga-sul-americana-e-convidam-brasileiros904

A convite do Boca Juniors, os grandes times brasileiros foram convidados para a fundação da Liga Sul-Americana de clubes, que será discutida em reunião na quarta-feira em Buenos Aires. O objetivo da entidade é que as equipes tenham voz ativa em questões como a organização da Libertadores, distribuição de cotas de televisão, entre outros assuntos.

Seria mais um grupo independente com participação de clubes brasileiros após a criação da Primeira Liga que criou um torneio e enfrentou a CBF. Agora, o alvo é a Conmebol, que foi alvo de seguidos casos de corrupção e é criticada pelas baixas cotas pagas aos times. Estão confirmados no encontro times como Grêmio, São Paulo e Internacional, e a há previsão como Atlético-MG e Corinthians.

O blog teve acesso ao convite feito pelo Boca Juniors aos times. “Nesta oportunidade, serão discutidos o estatuto e o regulamento que servirão como base para fundação da Liga Sul-Americana de Clubes de Futebol, cujos detalhamentos serão debatidos nesta reunião”, diz o texto do convite.

Está descrito ainda que os clubes de outros países explicarão quais os resultados da primeira reunião com a Conmebol, em 25 de janeiro. Embora só seja fundada oficialmente agora, a liga sul-americana já vem sendo articulada pelos grandes da América do Sul desde o final do ano passado, incluindo Boca Juniors, River Plate, Penãrol, Universidad do Chile, entre outros.

Faltava a adesão dos times brasileiros que já tinham sido sondados em dezembro, mas não participaram das primeiras reuniões. Pelo texto do convite feito pelo Boca Juniors, é clara a intenção de dar força aos clubes e revolucionar as relações com a Conmebol.

“Inicialmente, podemos adiantar que a dita organização terá como objetivo representar os clubes de futebol sul-americanos, garantindo e impulsionando seus interesses para que eles ganhem participação mais ativa nas atividades que englobam nosso esporte”, diz a carta. “É o meu desejo que esse seja o início de uma nova maneira de trabalhar entre clubes a partir de uma organização e protagonismo inovadores.”

Lembrança: a Europa já conta com uma entidade que reúne seus clubes mais fortes há vários anos. O grupo tem enfrentado a UEFA e a Fifa em questões delicadas, e estuda até lançar uma Superliga para substituir a Liga dos Campeões.

pmvc




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia