WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

maio 2016
D S T Q Q S S
« abr   jun »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  



drupal counter

:: 4/maio/2016 . 8:24

Após golear no Morumbi, São Paulo se apoia em sua história para confirmar vaga

r7

622_1eb5ad20-9f12-3dd1-abb1-ddec5bac4dd6

Somente se sofrer sua maior goleada de sua história em Copas Libertadores o São Paulo será eliminado, nesta quarta-feira, diante do Toluca, no México, a partir das 19h15 (no horário de Brasília). Com tanto otimismo pela vaga nas quartas de final, a equipe tomou precauções para não se acomodar e deve jogar com uma formação cautelosa, com três volantes.

A vitória por 4 a 0 na semana passada, no Morumbi, dá ao time paulista a comodidade de apenas ser eliminado da competição em caso de uma desvantagem inédita em 18 participações. As maiores derrotas do São Paulo em Libertadores foram por três gols de diferença, placar limite para garantir a vaga na próxima fase.

O técnico Edgardo Bauza não quer correr o risco de vexame e vai armar uma formação mais defensiva. O meia Ganso fica no banco. No lugar dele, Wesley entra na equipe para formar um trio de volantes no meio-campo. O esquema é similar ao usado em La Paz, contra o The Strongest, na rodada final da fase de grupos da Libertadores.

O Toluca faz nesta quarta-feira o último jogo sob o comando do técnico José Cardozo. O paraguaio anunciou no domingo, depois da eliminação do clube no campeonato local, que vai deixar o cargo após o confronto com o São Paulo. “Nem tudo está perdido. Restam 90 minutos e a equipe tem que se entregar ao máximo. No futebol tudo pode acontecer”, disse o zagueiro Gamboa.

Turbinado com CR7, Real recebe City sem “pilar” Casemiro por final caseira

Globo Esportes

gettyimages-527572190

Muitos idealizam uma decisão espanhola, a revanche para o Atlético de Madrid em Milão dois anos depois do sofrimento em Lisboa. Mas, para isso acontecer, o Real Madrid precisará derrotar o Manchester City, nesta quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), no Santiago Bernabéu, seja no tempo normal, prorrogação ou pênaltis. O empate sem gols no jogo de ida dá a vantagem aos ingleses de qualquer igualdade desde que marque um gol.

O Real está turbinado pelo retorno de seu melhor jogador. Cristiano Ronaldo ficou fora dos últimos três jogos por conta de uma lesão na coxa direita, mas treinou bem e está recuperado. Seus 47 gols na temporada (16 na Champions, um a menos que o próprio recorde de 2013/14) contribuem para um time que sofreu contra o Real Socidad, sábado, pelo Espanhol – vitória magra graças ao gol de Bale.

O Manchester City também tem mudanças no time. A saída de David Silva é anunciada – o espanhol sofreu uma lesão muscular. Em seu lugar deve entrar o marfinense Yaya Touré, mesmo sem estar 100% depois de um problema na coxa. Assim, De Bruyne ocuparia mais o lado esquerdo de ataque dos Citizens, que já vivem uma experiência inédita nesta fase da Champions

Bragantino supera o Avaí no jogo de ida

CBF

gol

Começou a segunda fase da Copa do Brasil 2016. Pelo primeiro jogo da atual fase da competição nacional, o Bragantino recebeu o Avaí no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), às 21h30, e venceu por 1 a 0. Com gol de Leandro Oliveira, a equipe paulista saiu na frente do duelo contra a equipe catarinense e leva vantagem para o jogo de volta marcado para a próxima terça-feira (10), na Ressacada, em Santa Catarina.

Jogando em casa, o Bragantino iniciou a partida propondo o jogo. Dominando as ações, o time paulista ocupou o campo adversário na maior parte do tempo, mas esbarrava no forte bloqueio montado pelo Leão. Apesar da pressão dos donos da casa, o placar se manteve inalterado até o intervalo.

Na segunda etapa, o Bragantino precisou de apenas um minuto para balançar as redes. De fora da área, Leandro Oliveira chutou colocado e fez 1 a 0. Mesmo em desvantagem, o Avaí não conseguia reagir e pouco assustava o gol do goleiro Felipe. Com mais posse de bola, a equipe de Bragança Paulista teve chances para ampliar, mas pecou nas finalizações e o placar terminou em 1 a 0.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Pumas pressiona Táchira, consegue a vantagem que precisa e vai às quartas

Globo Esportes

pumas_2_x_0_tachira_reuters

O Pumas martelou o tempo inteiro e acabou recompensado. Jogando diante de sua torcida, a equipe mexicana derrotou na noite desta terça-feira (já madrugada no Brasil) o Deportivo Táchira-VEN por 2 a 0 e conseguiu a diferença necessária para se classificar às quartas de final da Taça Libertadores.

Como perdera o confronto de ida por 1 a 0, a UNAM precisava de um triunfo por no mínimo dois tentos de frente para despachar os venezuelanos, seguir adiante na competição continental e enfrentar River Plate ou Independiente del Valle, que se encontram quarta em Buenos Aires. Por ter vencido o embate de ida por 2 a 0, a equipe equatoriana pode até perder por um de diferença (ou até dois, desde que com placar superior ao do primeiro jogo) que avança à próxima fase.

Eduardo Herrera abriu a conta aos 12 minutos da etapa inicial com uma cabeçada mortal. Ismael Sosa centrou da direita e o camisa 15 testou sem chances para José Contreras, que seria a melhor figura em campo.

Batalhando em busca do gol que poderia valer a vaga, o Pumas pressionou e obrigou o goleiro rival e praticar grandes defesas. O Táchira, por sua vez, jogava por uma bola para surpreender os locais, empatar a luta e dar um passo gigantesco rumo à classificação. Porém, aos 35 do segundo tempo, o time asteca deu o golpe fatal. Fazendo perfeito trabalho de pivô, Herrera retribuiu a assistência na abertura do placar rolou para o chute certeiro de Sosa, que liquidou a fatura no Olímpico Universitário.

Atlético Nacional sofre, mas vence Huracán e avança às quartas

Gazeta Esportiva

000_A756S

O Atlético Nacional está nas quartas de final da Copa Libertadores. Nesta terça-feira, os colombianos receberam o Huracán, no Atanasio Girartod, e conseguiram a classificação com uma vitória por 4 a 2 em um jogo extremamente movimentado.

Os colombianos foram melhores na primeira etapa, porém, foram para o intervalo apenas com um empate em 1 a 1 que dava, momentaneamente, a classificação ao Huracán. No segundo tempo, porém, os argentinos perderam Mancinelli expulso e não conseguiram segurar o ímpeto do Atlético Nacional, que conseguiu construir a vantagem e consolidar a goleada por 4 a 2.

Com a classificação, o Atlético Nacional aguarda agora o vencedor do duelo entre Grêmio e Rosario Central para saber quem enfrentará nas quartas de final. Como foram a melhor equipe da fase de grupos, os colombianos terão a vantagem de jogar o segundo jogo em casa independentemente do adversário.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia