WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

maio 2016
D S T Q Q S S
« abr   jun »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  



drupal counter

:: 6/maio/2016 . 15:22

Árbitro da CBF apita decisão do 3º lugar em Juazeiro

Esporte Total

Arbitro-FBF-CBF-Gleidson-Santos-Oliveira

A Comissão de Arbitragem da Federação Bahiana de Futebol divulgou nesta quinta a escala dos árbitros que atuarão na partida entre Juazeirense e Fluminense, que decide o terceiro lugar da competição.

Gleidson Santos Oliveira, dos quadros da CBF, foi o sorteado para apitar o clássico, enquanto José Carlos Oliveira dos Santos e Claudio Antonio Dias Aragão, ambos da CBF, serão os assistentes 1 e 2, respectivamente.

A partida está marcada para o domingo 8, às 16 horas, no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro-BA.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Antônio Pena é eternizado com nome no troféu do Baianão 2016

FBF

pena (2)

Não há como falar da história do futebol baiano e não lembrar de Antônio Pena. Durante seus 86 anos de vida, o baiano de São Sebastião do Passé dedicou grande parte ao esporte mais amado pelos brasileiros.

Em 1º de janeiro de 1974, ele fundou a Associação Desportiva Catuense, um dos clubes mais tradicionais do estado, que mais tarde, em 2001, passou a se chamar Catuense Futebol S/A. Como presidente e presidente de honra. Pena ajudou o clube a conquistar uma Taça Estado da Bahia, em 2001; uma Taça Cidade de Salvador, em 1987, e um Campeonato Baiano do Interior, em 2004, e uma Segunda Divisão do Baianão, em 1980.

Ainda com a incansável luta do ex-dirigente, a Catuca, como é carinhosamente chamada por seus torcedores, ficou conhecida nacionalmente ao chegar ao 4º lugar de uma Série B de Campeonato Brasileiro, em 1989 e 1990, e um 4º lugar de Série C do Brasileiro, em 1994

Mas, a Catuense brilhou ainda mais e colaborou com o futebol ao formar atletas. De lá, saíram craques como Bobô, Sandro, Luiz Henrique, Vandick, Zanata, Naldinho e Renna.

Além do futebol, Pena também nutriu amor pela política. Ele foi prefeito de Catu em dois mandatos. Já como empresário, foi dono da empresa de transportes Viação Catuense.

Querido por todos no futebol baiano, Antônio Pena deixou um sentimento de saudade no coração de muitos dirigentes e torcedores, que se tornaram seus amigos, no dia 6 de fevereiro de 2016. Após 15 dias de internamento em um Hospital de Salvador, ele faleceu vítima de um acidente de carro.

A história de brilho e sucesso de Pena no futebol lhe rendeu algumas homenagens ainda em vida. A principal delas foi a inauguração do Estádio que levou seu nome, Antônio Pena, em Catu, em 1996. Na partida de inauguração, a Catuense venceu o Peñarol, do Uruguai, por 2 a 1.

Mas, chegou a hora de homenagear e eternizar Antônio Pena in memoriam, no maior campeonato Estadual do Norte/Nordeste do país. A diretoria da Federação Bahiana de Futebol decidiu dar à taça de Campeão Baiano de 2016 o nome de “Troféu Antônio Pena (in memoriam)”.

Uma homenagem simples, mas significativa para sua família, sua viúva, Maria Pena, os quatro filhos e nove netos, entre eles Roberto Pena, atual presidente da Catuense. “É o mínimo que poderíamos fazer para homenagear esse grande homem, político e desportista que foi Antônio Pena. Um grande amigo, que colaborou e muito com o futebol baiano. Ele merece todas as formas de homenagens”, disse o presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues.

Arbitragem para o Campeonato de Futebol da Zona Rural

Da Redação

Índice

Confira a escala de árbitros para os jogos que serão realizados na tarde deste domingo (8), válidos pelo Campeonato de Futebol da Zona Rural, promovido por Reinaldo Freitas.

Em Inhobim
14:30
Internacional x Juazeiro (asp)
Árbitro: Jailton Filho
Na Lagoa Suja
15:30
Lagoa Suja x Cachoeira (tit)
Árbitro: Armando Prado
Na Lagoa das Flores
14:30
Flamengo X Ribeirão (asp)
Árbitro: José Carlos Santos
No Iguá
14:00
Iguá x São Sebastião ( asp )
Árbitro: Leandro David
15:30
Iguá x Cabeceira (tit)
Árbitro: Ocimar Freitas
No Batuque
14:30
União x Cabeceira (asp )
Árbitro: Mauricio Jose
No São Joaquim
15:30
São Joaquim x Real Barça (tit)
Árbitro: Ednilson Oliveira
Em José Gonçalves
14:30
José Gonçalves x Serrano (asp)
Árbitro: Marcelo Carvalho
No Simão
14:00
Palmeiras x Baixão (asp )
Árbitro: Marcio Roberto de Jesus
15:30
Palmeiras x União (tit)
Árbitro: Paulo Henrique Lopes
Na Limeira
15:30
Brasil x Lazio (tit)
Árbitro: Carlos de Jesus
Na Gameleira
14:30
Cruzeiro x Goias (asp )
Árbitro: Idalicio José
Na Baixa do Cedro
15:30
Baixa do Cedro x Ribeirão (tit)
Árbitro: Wanderlei Porcena
No Baixão
15:30
Baixão x Independente (tit)
Árbitro: Marcos Roberto Gonçalves
Em Xavier
14:30
Xavier x Portuguesa (asp)
Árbitro: Milton Marinho
Em Itapirema
14:30
Itapirema x Baixa Do Cedro (asp )
Árbitro: Ednilson Brito
Na Vereda
15:30
Boca Junior x Itapirema (tit)
Árbitro: Delanio Monteiro
No Periquito
15:30
Periquito X Xavier (tit)
Árbitro: Nildiomar Almeida

LCDT divulga arbitragem para a rodada do municipal no fim de semana

Da Redação

Índice

A LCDT anunciou na manhã desta sexta (6), a escala de árbitros para os jogos que acontecem no estádio Edvaldo Flores, neste final de semana válidos pelo Campeonato Municipal de Futebol.

Na partida entre Santos e Vila Nova, que será realizada neste sábado (7), apita Nildiomar Almeida, auxiliado por Marildo Queiroz e Naiara Pereira. O 4º árbitro será Amarildo Nunes.

No jogo Simonassi e Vitória da Conquista, no mesmo dia, as 17h45, a arbitragem será de Ednilson Oliveira, tendo como assistentes Marcelo Carvalho e Marildo Queiroz. O 4º árbitro será Amarildo Nunes.

O confronto Maru e Vila da Conquista, que será realizado no domingo (8), as 08h45, terá o comando de Germinio Vieira, assistido por Marcelo Carvalho e Amarildo Nunes. O 4º árbitro será Gilson Pereira.

Já o embate entre Grêmio e Ponte Preta, as 10h45, será comandado por Francisco Almerindo Cruz (foto), auxiliado por Edimar Almeida e José Carlos dos Santos. O 4º árbitro será Gilson Pereira.

Confira a classificação:

13139184_565809216929894_5261757798024996596_n

outdoor_pq

CBF lança Brasileirão 2016 e anuncia jogos nas noites de segunda-feira

Globo Esportes

20160505212246_0

Pela primeira vez a CBF organizou uma festa para lançar uma edição do Campeonato Brasileiro, e o evento contou com uma grande novidade: um novo horário de jogos. A partir deste ano, as noites de segunda-feira terão partidas encerrando as rodadas, às 20h. Apresentador do SporTV News, Fernando Saraiva apresentou a cerimônia, que contou com a presença do técnico da seleção brasileira, Dunga, e do presidente do CBF, Marco Polo Del Nero, entre outras personalidades.

Com a novidade, nenhum dia da semana ficará sem jogos pela competição nacional. A Série A terá jogos às segundas, quartas, quintas, sábados e domingos, enquanto a Série B completa também com jogo às terças e sextas, além dos sábados.

O diretor de Competições da entidade, Manoel Flores, disse que a nova data já era estudada e foi inspirada em competições de outros países, especialmente na Europa. Ele espera que a novidade seja bem recebida pelo público.

– Era um projeto antigo nosso. É um horário de sucesso em outros campeonatos mundo afora. Obviamente, vamos tentar entender como será recebida essa dinâmica aqui, mas nossa expectativa é a melhor possível. Sempre um jogo fechando a rodada às segundas. A ideia é levar cada vez mais público para os estádios e convocamos o torcedor a comparecer nesse novo horário – declarou Manoel.

A CBF já detalhou as 11 primeiras rodadas e nenhuma conta com partidas às 20h de segunda-feira. A 12ª rodada está prevista para o meio de semana. Portanto, a nova data deve começar a ser utilizada apenas na 13ª rodada.

Outra novidade foi a apresentação do hino do Campeonato Brasileiro, nos moldes do hino da Liga dos Campeões da Europa. Apresentada no fim do evento, a música-tema contou com a participação de ex-jogadores representando cada um dos 20 clubes da elite do futebol nacional.

Começou a competição mais disputada do mundo!

CBF

20150922181217_1

A bola só rola no próximo dia 14, mas o campeonato mais competitivo do mundo já começou. Cheio de novidades, o Brasileirão 2016 foi lançado oficialmente na noite desta quinta-feira (5), em São Paulo, em evento de gala, que reviveu grandes momentos da história da competição e reuniu personagens marcantes para o torneio.

Diretor de Competições da CBF, Manoel Flores, explica a série de mudanças que têm sido realizadas no Brasileirão desde 2014, com a introdução do protocolo de acesso ao gramado e da imprensa. Em 2015, os protocolos foram ajustados, o nível de exigência aumentou, e todas essas informações passaram a constar no Regulamento Específico do Campeonato Brasileiro da Série A.

A partir de reuniões e avaliações com emissoras de televisão, agências de notícias internacionais e nacionais, empresas ligadas ao futebol, clubes e jogadores, a CBF concluiu que precisava observar os detalhes para agregar valor a seus campeonatos. E a inédita Festa de Lançamento é apenas uma das novas iniciativas.

– Com esses feedbacks, no segundo semestre de 2014, com a consolidação do formato da Série A, passamos a focar nos detalhes do nosso maior produto, tendo como referências as principais competições do futebol mundial – afirma Flores.

Para este ano, outros itens foram incorporados ao protocolo: utilização de coletes padronizados para a imprensa, criação de zona mista específica para radialistas, credenciamento para prestadores de serviço, dentre outros.

O objetivo é entregar um campeonato melhor, mais valorizado e, consequentemente, mais atraente para torcedores, patrocinadores e mídias nacional e internacional.

– Nós analisamos os principais campeonatos do mundo, pincelamos o melhor de cada um deles e adequamos à nossa realidade. Assim conseguimos anunciar essas novidades para a edição 2016. Todas elas têm o objetivo de organizarmos um produto melhor e internacionalizar a competição que é a mais disputada e competitiva do mundo – reforça o diretor de Marketing da CBF, Gilberto Ratto.

As novidades, que prometem valorizar ainda mais o Brasileirão, não param por aí. Confira a lista completa:

Festa de Lançamento do Brasileirão, que será realizada sempre na cidade da casa do atual campeão;

Cerimônia de abertura do Brasileirão, na estreia do atual campeão no campeonato;

Álbum oficial do Brasileirão, em parceria com a Panini;

Música tema do Brasileirão;

Patch para o atual campeão da competição;

Retomada da Festa de Encerramento do Brasileirão;

Novo horário para o campeonato: segunda-feira, às 20h.

Cruzeiro flerta com zebra, mas bate Campinense e classifica

Terra

cruzeiroarrascaetadanielteobaldofp

Nesta quinta-feira, o Cruzeiro chegou a flertar com a “zebra” no Mineirão, mas, mesmo jogando mal, venceu a equipe mista do Campinense por 3 a 2, no Mineirão, garantindo vaga na próxima fase da Copa do Brasil, quando pegará o Londrina. A classificação, contudo, não impediu que a torcida protestasse após o término da partida.

Na primeira partida sem o técnico Deivid, demitido há pouco mais de uma semana, o Cruzeiro mostrou pouca evolução e seguiu sofrendo com os mesmos problemas apresentados quando comandado pelo ex-treinador. Apesar de sair na frente no placar, o time celeste repetiu a inoperância ofensiva de partidas anteriores, irritando a torcida com trocas de passes infrutíferas e poucas finalizações a gol. O futebol burocrático do Cruzeiro acabou propiciando o gol de empate do Campinense, no final do primeiro tempo, o que deixou a equipe mista com uma surpreendente classificação no intervalo.

Muito pressionado na etapa complementar, o Cruzeiro conseguiu o segundo gol logo nos primeiros minutos, porém o futebol ruim da equipe permaneceu, gerando fortes vaias da torcida. Apesar de não mostrar um bom desempenho em campo, o time celeste confirmou a vitória com Willian, amenizando as críticas das arquibancadas. No final, o Campinense ainda diminuiu, porém, apesar de certo sufoco, a Raposa mineira conseguiu segurar a classificação.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Ponte Preta vence o Genus, mas não elimina jogo de volta na Copa do Brasil

Gazeta Esportiva

ponte

A Ponte Preta foi até Rondônia encarar o Genus em primeira partida da segunda fase da Copa do Brasil. Na estreia do técnico Eduardo Baptista, que chegou para substituir Alexandre Gallo, o novo comandante conseguiu sua primeira vitória, por 1 a 0, mas não eliminou o jogo de volta.

Com o resultado, a Macaca terá que enfrentar o Genus em um segundo jogo, desta vez, no Moisés Lucarelli. A partida ocorre na próxima quinta-feira (12/05). O time paulista tem a vantagem do empate.

O Genus disputava a partida de sua vida, apertando a saída de bola da Ponte no começo de jogo. Em uma primeira etapa movimentada, os paulistas custavam a criar jogadas, com pouca criatividade no meio-campo. Após os 20 minutos, a Macaca conseguiu chegar com perigo ao gol defendido por Tiago Rocha: primeiro, Elton, de cabeça, exigiu defesa elástica, na sequência, Reinaldo arriscou de perna direita, mas viu a bola sair pela linha de fundo. Apesar da pressão, o Genus foi quem teve a melhor chance dos primeiros 45 minutos. Depois de cobrança de bola parada, o zagueiro Juninho apareceu bem posicionado e acertou a trave.

Na volta do intervalo, prevaleceu a premissa do primeiro tempo com a Ponte pressionando e o Genus se defendendo como podia – apostando, também, no contra-ataque. Felipe Azevedo aparecia como o jogador mais perigoso da Macaca, enquanto o goleiro Tiago Rocha seguia salvando o time da casa. Aos 30 minutos, porém, a pressão da Ponte surgiu efeito. Wellington Paulista fez jogada pela esquerda e cruzou para Felipe Azevedo que, livre de marcação, apenas rolou para o fundo das redes. Antes do final da partida, duas chances claras para cada equipe, mas desperdiçadas, permanecendo o placar de 1 a 0 e forçando o jogo de volta.

LIBERTADORES: Em dia bem argentino, Grêmio é o terceiro brasileiro a dar adeus

Futebol Interior

728x486

As quartas de final da Copa Libertadores da América foi definida nesta quarta-feira. O dia foi dos argentinos. Atuando em casa, o Rosário Central fez o que quis diante do Grêmio e goleou a equipe brasileira pelo placar de 3 a 0. No fim da noite, o Boca Juniors sofreu, mas conseguiu bater o Cerro Porteño por 3 a 1, com dois gols nos últimos 15 minutos de partida.

Considerado o ‘bicho papão’ da Libertadores, o Boca não conquista a taça desde 2007, quando superou o Grêmio. A equipe de Buenos Aires quer voltar a conquistar a América, mas encara um adversário duro e multicampeão pela frente, o Nacional, do Uruguai, carrasco dos brasileiros Corinthians e Palmeiras.

O Rosário Central, por sua vez, deixou o Grêmio para trás e agora enfrenta o invicto Atlético Nacional. O Tricolor Paulista foi o terceiro brasileiro a deixar a competição. Continuam vivos apenas Atlético-MG e São Paulo, que se enfrentam nas quartas de final.

Confira os confrontos das quartas de final:
Rosário Central-ARG x Atlético Nacional-COL
Atlético-MG x São Paulo-SP
Pumas-MEX x Independiente del Valle-EQU
Nacional-URU x Boca Juniors-ARG





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia