WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

maio 2016
D S T Q Q S S
« abr   jun »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  



drupal counter

:: 10/maio/2016 . 16:58

Vitória da Conquista está definido para encarar o Santa Cruz

Da Redação
Foto Elias José

IMG-20160510-WA0006

No coletivo que foi realizado na tarde desta terça (10), no estádio Lomanto Júnior, o treinador Sérgio Araújo definiu o time do Vitória da Conquista que inicia a partida contra o Santa Cruz, na noite desta quarta (11), as 21h45, pela segunda fase da Copa do Brasil.

O comandante do Bode fará apenas uma mudança em relação a equipe que eliminou o Náutico, a entrada de Diego Aragão no lugar de Dimas.

Caso não ocorra nenhum imprevisto de últrima hora, o Alviverde inicia a partida com a seguinte formação: Carlos Roberto, Artur, Sílvio, Leandro Cardoso e Tiaguinho, Edimar, Maicon, Diego Aragão, Kleber, Tatu e Zé Paulo.

No Santa Cruz, sem espaço para uma semana de treinos a comissão técnica resolveu aliviar a vida dos titulares, que ficaram no Recife e optou por escalar uma equipe reserva.

Apita o confronto o serginano Eduardo de Santana Nunes. Os assistentes serão Vaneide Vieira de Goes e Ailton Farias da Silva. O 4º árbitro será o conquistense Marielson Alves Silva.

Árbitro conquistense Marielson Alves Silva é promovido a Aspirante FIFA

Da Redação
Fonte FBF

marielson gazeta press

A arbitragem baiana, mais uma vez, é destaque no futebol nacional. Nesta terça-feira (10), dois nomes do grupo de árbitros do estado que integra o quadro da CBF deram um importante salto na carreira.

O conquistense Marielson Alves Silva e Elicarlos Franco de Oliveira foram promovidos pela entidade nacional a árbitros Aspirantes FIFA. A novidade coloca a dupla no caminho para chegar ao seleto quadro internacional de arbitragem.

O árbitro central Marielson Alves Silva vem se destacando ano a ano, desde seu ingresso no quadro nacional. Em 10 de setembro de 2014, o baiano de Vitória da Conquista fez sua estreia na Série A do Brasileirão ao apitar o confronto entre Botafogo e São Paulo, pela 20ª rodada do Brasileirão daquele ano.

Desde então, ele não parou mais de crescer. Ainda em 2014 apitou mais seis jogos da Série A e ainda estreou em uma partida internacional, ao ser escalado como quarto árbitro do amistoso entre Croácia e Austrália, no estádio de Pituaçu, na preparação das duas Seleções para a Copa do Mundo.

Em 2015, Marielson atuou em 14 partidas da elite do Brasileirão, além de jogos da Copa do Brasil, Série B e Série C. Já neste ano, o árbitro de 33 anos já foi escalado para oito jogos de competições nacionais, entre elas a Copa do Brasil e Copa do Nordeste.

Por sua vez, o árbitro assistente Elicarlos Franco de Oliveira, de 34 anos, não fez diferente. Assim como o companheiro, vem traçando um caminho vitorioso na arbitragem brasileira.

unimarc-modelo-4

Confira os times que mais terminaram o Brasileirão entre os 4 primeiros na história

Futirinhas

brasileirao-20143

Confira quais foram as equipes que, de 1959 a 2016, mais vezes terminaram a Série A do Campeonato Brasileiro de Futebol* entre os quatro primeiros:

1- São Paulo – 19 vezes
Primeiro lugar – 1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008
Segundo lugar – 1971, 1973, 1981, 1989, 1990 e 2014
Terceiro lugar – 2003, 2004 e 2009
Quatro lugar – 1993, 1999, 2012 e 2015
2 – Palmeiras, Cruzeiro, Internacional, Grêmio e Corinthians – 18 vezes
Palmeiras
Primeiro lugar – 1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993 e 1994
Segundo lugar – 1970, 1978 e 1997
Quarto lugar – 1964, 1965, 1968, 1979, 2004, 2005 e 2008
Cruzeiro
Primeiro lugar – 1966, 2003, 2013 e 2014
Segundo lugar – 1969, 1974, 1975, 1998 e 2010
Terceiro lugar – 1968, 1973, 1989, 1995, 2000 e 2008
Quatro lugar – 1967, 1970 e 2009
Internacional
Primeiro lugar – 1975, 1976 e 1979
Segundo lugar – 1967, 1968, 1988, 2005, 2006 e 2009
Terceiro lugar – 1962, 1972, 1978, 1980, 1997 e 2014
Quatro lugar – 1973, 1974 e 1987
Grêmio
Primeiro lugar – 1981 e 1996
Segundo lugar – 1982, 2008 e 2013
Terceiro lugar – 1959, 1967, 1984, 1990, 2002, 2006, 2012 e 2015
Quatro lugar – 1963, 1967, 1988, 2000 e 2010
Corinthians
Primeiro lugar – 1990, 1998, 1999, 2005, 2011 e 2015
Segundo lugar – 1976, 1994, 2002
Terceiro lugar – 1967, 1969, 1993 e 2010
Quatro lugar – 1971, 1972, 1982, 1984 e 2014
3 – Santos – 17 vezes
Primeiro lugar – 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968, 2002 e 2004
Segundo lugar – 1959, 1966, 1983, 1995, 2003 e 2007
Terceiro lugar – 1974 e 1998
Quatro lugar – 2006
4 – Atlético MG – 16 vezes
Primeiro lugar – 1971
Segundo lugar – 1977, 1980, 1999, 2012 e 2015
Terceiro lugar – 1970, 1976, 1983, 1986, 1991 e 1996
Quatro lugar – 1985, 1994, 1997 e 2001
5 – Fluminense – 15 vezes
Primeiro lugar – 1970, 1984, 2010 e 2012
Terceiro lugar – 1960, 1975, 1988, 2001 e 2011
Quatro lugar – 1966, 1976, 1991, 1995, 2002 e 2007
6 – Vasco da Gama – 12 vezes
Primeiro lugar – 1974, 1989, 1997 e 2000
Segundo lugar – 1965, 1979, 1984 e 2011
Terceiro lugar – 1968, 1992
Quatro lugar – 1959 e 1978
7 – Botafogo – 11 vezes
Primeiro lugar – 1968,1995
Segundo lugar – 1962, 1972 e 1992
Terceiro lugar – 1963, 1971
Quatro lugar – 1969, 1981, 1989 e 2013
8 – Flamengo – 8 vezes
Primeiro lugar – 1980, 1982, 1983, 1992 e 2009
Segundo lugar – 1964
Terceiro lugar – 1987 e 2007
Quatro lugar – 2011
9 – Bahia, Guarani, Náutico e Atlético PR – 5 vezes
Bahia

Primeiro lugar – 1959 e 1988
Segundo lugar – 1961 e 1963
Quatro lugar – 1990
Guarani
Primeiro lugar – 1978
Segundo lugar – 1986 e 1987
Terceiro lugar – 1982 e 1994
Náutico
Segundo lugar – 1967
Terceiro lugar – 1965 e 1966
Quatro lugar – 1961 e 1968
Atlético-PR
Primeiro lugar – 2001
Segundo lugar – 2004
Terceiro lugar – 1987 e 2013
Quatro lugar – 1983
10 – Coritiba e São Caetano – 3 vezes
Coritiba

Primeiro lugar – 1985
Terceiro lugar – 1979
Quatro lugar – 1980
São Caetano
Segundo lugar – 2000 e 2001
Quatro lugar – 2003
11 – Sport, Bragantino, Fortaleza, Goiás, Portuguesa, Santa Cruz, Vitória, América (RJ) e Bangu – 2 vezes
Sport

Primeiro lugar – 1987
Quarto lugar – 1962
Bragantino
Segundo lugar – 1991
Quarto lugar – 1992
Fortaleza
Segundo lugar – 1960 e 1968
Goiás
Terceiro lugar – 2005
Quarto lugar – 1996
Portuguesa
Segundo lugar – 1996
Quarto lugar – 1998
Santa Cruz
Quarto lugar – 1960 e 1975
Vitória
Segundo lugar – 1993
Terceiro lugar – 1999
América-RJ
Terceiro lugar – 1961
Quarto lugar – 1986
Bangu
Segundo lugar – 1985
Quarto lugar – 1987
12 – Ponte Preta, Brasil de Pelotas, Ceará , Londrina e Operário (MS) – 1 vez
Ponte Preta

Terceiro lugar – 1981
Brasil de Pelotas
Terceiro lugar – 1985
Ceará
Terceiro lugar – 1964
Londrina
Quarto lugar – 1977
Operário-MS
Terceiro lugar – 1977

* Levamos em consideração a Taça Brasil (1959–1968), Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1967–1970), Campeonato Nacional de Clubes (1971–1974), Copa Brasil (1975–1980), Taça de Ouro (1981–1983), Copa Brasil 1984–1986, Copa União 1987–1988 e a Copa João Havelange (2000)

Tite critica futebol às 11h da manhã: ‘Daqui a pouco alguém morre’

r7

28xapvjjpc_4ja02gwzl2_file

A menos de uma semana da estreia no Campeonato Brasileiro, Tite, técnico do atual campeão Corinthians, criticou duramente as partidas marcadas para as 11 horas de domingo. O treinador chegou a apontar até mesmo risco de vida para os atletas. O Corinthians já tem dois jogos agendados para às 11h de domingo, diante do Sport, na Arena Pernambuco, pela quarta rodada, e em casa, com o Botafogo, na nona.

“Não (gosto de jogos às 11h). Absolutamente não. E não pelo lado familiar. É um risco que se corre, muito grande. Se você pega um jogo com menos de 72 horas (de descanso) e você joga às 11h, nós todos estamos correndo o risco de daqui a pouco algum problema de saúde e de alguma morte”, afirmou o treinador, logo após participar de encontro com técnicos na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

O período maior de descanso é a maior bandeira do treinador. “Para mim, excelência de trabalho está em ser cobrado, mas com o mínimo de 72 horas (entre os jogos). Não sou fisiologista e não sou médico, mas não quero ser partícipe de jogos às 11h ou de menos de 72 horas de tempo, que daqui a pouco um atleta precisa morrer para que a gente possa rever conceitos. Isso eu não quero.”

Carioca em 2017 pode ter clubes grandes direto na segunda fase

Lancenet

573175ef28082

Durante a festa de encerramento do Campeonato Carioca na noite da última segunda-feira, Rubens Lopes, presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro afirmou que a competição em 2017 tende a mudar. Segundo o dirigente, os quatro clubes grandes (Vasco, atual campeão, Botafogo, Flamengo e Fluminense) podem começar a disputa direto na segunda fase, sendo apenas a primeira realizada por clubes considerados de menor investimento.

A ideia inicial de Rubens Lopes é de manter na edição do Campeonato Carioca da próxima temporada o número de 16 participantes (os quatro considerados grandes e 12 pequenos). Na primeira fase, somente os pequenos (12) iriam a campo, com quatro sendo eliminados antes do início da segunda fase, quando Vasco, Botafogo, Flamengo e Fluminense entrariam na disputa – totalizando 12 nesta fase também, desta vez sendo oito pequenos e os quatro grandes.

Esta proposta será discutida entre os clubes filiados à Federação do Rio com o passar dos meses, e o martelo deve ser batido somente no próximo arbitral. Caso a medida seja aprovada, a edição de 2017 do Campeonato Carioca seria desta forma com os quatro grandes entrando na segunda fase por conta de ocuparem a classificação final do torneio em 2016 nos quatro primeiros lugares. Se no próximo ano um dos grandes ficar fora dos quatro primeiros no geral, teria que disputar a primeira fase na edição de 2018, por exemplo.

– Uma palavra final sobre o assunto será dada pelos clubes que são os nossos filiados em um momento oportuno. Mas uma das ideias iniciais que temos para o Carioca da próxima temporada é o de ter os quatro melhores deste ano classificados para a segunda fase, no caso são os quatro grandes, com a primeira sendo disputada sem eles e já com quatro eliminados. E em 2017 para 2018, os quatro melhores no geral seguiria o modelo… Manteríamos também os 16 participantes na competição – afirmou Rubens Lopes durante a festa.

Outras medidas estão sendo estudadas pela Federação do Rio para aplicação no Campeonato Carioca de 2017, mas serão divulgadas mais para frente, de acordo com o presidente Rubens Lopes. Nos bastidores, inicialmente, a ideia agradou os dirigentes do Vasco. Botafogo, Flamengo e Fluminense ainda não têm uma conclusão sobre a ação, mas também tendem a ver com bons olhos.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n

Confira quais são os jogadores mais valiosos do Brasileirão

Terra

56c8efd7ea9a5

Os estaduais acabaram e não há tempo para descanso. No próximo fim de semana começa o Campeonato Brasileiro de 2016. Reforços devem chegar e alguns clubes podem perder jogadores, mas até lá, listamos quais são os mais caros do torneio, segundo o Transfermarkt

Aos 19 anos, o atacante Gabigol já tem histórico na seleção de base e agora foi chamado para disputar a Copa América nos EUA. Avaliado em 12 milhões de euros, ele é o valioso do Brasil e deve ser ainda mais valorizado com o torneio de seleções.

Em segundo lugar, outro jovem. Revelado pelo Fluminense, Gérson, de 18 anos, foi vendido à Roma, mas emprestado ao clube das Laranjeiras. Ele é avaliado em 10 milhões de euros. Pelo mesmo valor, aparece Maicon, zagueiro do Porto emprestado ao São Paulo. Aos 27 anos, o defensor é um dos responsáveis pelo bom momento do Tricolor, mas seu contrato termina dia 30 de junho.

Dois meias dividem a quarta posição do ranking. Ganso e Lucas Lima são avaliados em 9 milhões de euros. O primeiro é presença constante em listas nacionais de mais caros, mas segue no São Paulo. Já Lucas Lima, que acaba de ganhar outro Paulista, costuma frequentar listas de possíveis negócios do Santos.

Atual campeão do Brasileirão, o Corinthians tem apenas o sexto mais caro do torneio deste ano. Elias é avaliado em 8 milhões de euros, mas perderá alguns jogos do time por causa da Copa América.

A seguir, aparecem dois argentinos. O meia Mancuello, do Flamengo, e o atacante Calleri, do São Paulo, são avaliados em 7,5 milhões de euros.

Fecham o top-10 o goleiro Jefferson (6,5 milhões de euros), do Botafogo, e quatro atletas avaliados em 6 milhões de euros, Marcos Rocha, Dudu, Dedé e Arrascaeta.

Campeão, Vitória domina lista dos melhores do Campeonato Baiano 2016

Bahia Notícias

IMAGEM_NOTICIA_5

Dona do título do Campeonato Baiano de 2016, a equipe do Vitória foi representada em sua maioria na seleção do certame estadual, que foi divulgado na noite desta segunda-feira (9), durante evento realizado em Salvador. A escolha foi feita a partir dos votos de membros da imprensa da Bahia.

O rubro-negro baiano teve sete representantes na seleção: o goleiro Caíque, o zagueiro Ramon os volantes Amaral e Willian Farias, o atacante Marinho, o preparador físico Ângelo Alves e o técnico Vagner Mancini.

O Bahia, que foi o vice-campeão, contou com três nomes da sua equipe: o volante Juninho e os atacantes Hernane Brocador e Edigar Junio.

O “craque da galera” do certame estadual foi o atacante Marinho, do Vitória. O rubro-negro também ganhou o prêmio de gol mais bonito, feito por Diego Renan, contra a Juazeirense, pelas semifinais da competição.

Confira a lista dos melhores do Campeonato Baiano 2016:
Goleiro: Caíque (Vitória)
Lateral-direito: Edson (Fluminense de Feira)
Zagueiro: Alysson (Fluminense de Feira)
Zagueiro: Ramon (Vitória)
Lateral-esquerdo: Diego Renan (Vitória)
Volante: Amaral (Vitória)
Volante: Willian Farias (Vitória)
Meia-direita: Juninho (Bahia)
Meia-Esquerda: Marinho (Vitória)
Atacante: Hernane (Bahia)
Atacante: Edigar Junio (Bahia)
Técnico: Vagner Mancini (Vitória)
Demais premiações:
Artilheiro: Nino Guerreiro (Juazeirense)
Craque da galera: Marinho
Revelação: Caíque (Vitória)
Preparador físico: Ângelo Alves (Vitória)
Gol mais bonito: Diego Renan (Vitória)
Melhor árbitro: Emerson Ricardo
Melhores auxiliares: Carlos Eduardo Bregalda Gussen e Marcos Welb
Árbitro revelação: Ricarly Gustavo
Time Fair Play: Galícia
Goleiro menos vazado: Jair (Fluminense de Feira)
Melhores torcidas do interior: Guanaraça (Flamengo de Guanambi) e Jegue de Ouro (Jacobina)
Melhores torcidas da capital: Bamor (Bahia) e Imbatíveis (Vitória)

Dois jogos movimentam o maior mata-mata do país

CBF

20160509105720_0

Nesta terça-feira (10), dois jogos movimentam o maior torneio mata-mata do país: a Copa do Brasil. Em Santa Catarina, o Avaí recebe o Bragantino pelo segundo jogo da segunda fase, enquanto a equipe do Londrina entra em campo contra o Cruzeiro, pelo primeiro dos dois jogos entre os clubes. As duas partidas serão disputadas às 21h30 (de Brasília).

Duelo decisivo em Santa Catarina movimenta a terça de Copa do Brasil. Na Ressacada, o Avaí recebe o Bragantino pelo jogo de volta do torneio. No primeiro embate entre as equipes, o Massa Bruta venceu por 1 a 0, gol de Leandro Oliveira, e levou a vantagem do empate para Florianópolis. Caso vença, também se classifica. Se o Leão da Ressacada ganhar por 1 a 0, a vaga será decidida nos pênaltis. Dois ou mais gols de diferença dá a vaga para o Avaí. O retrospecto em partidas oficiais dá o tom entre as equipes: jogando em casa, o time catarinense venceu cinco vezes o Braga, empatou uma e perdeu apenas uma. Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ / CBF-1) apita a partida, com Dibert Pedrosa Moises (RJ / ESP) e João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ / CBF-1) como assistentes.

14 anos depois, Londrina e Cruzeiro se encontram numa competição oficial. No Estádio do Café, as duas equipes se enfrentam às 21h30 (de Brasília), pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. O Tubarão vem de conquista: venceu o PSTC no último domingo e sagrou-se campeão paranaense do interior. Já o Cruzeiro vem de um período sem jogos, já que estava eliminado do Campeonato Mineiro, e reforçou o seu elenco com o lateral Lucas e o meia Robinho, que devem estar em campo nesta terça. No último embate entre as equipes, na Copa do Brasil de 2002, o Londrina venceu o primeiro jogo por 1 a 0, gol do angolano Johnson. Na volta, a Raposa fez valer o mando de campo e venceu por 2 a 0, avançando para as oitavas de final. O árbitro da partida será Marcio Henrique de Gois (SP / CBF-2), com os assistentes Marcia Bezerra Lopes Caetano (SP / FIFA) e Alex Ang Ribeiro (SP / CBF-1).

outdoor_pq

Confira os resultados do futebol amador

Da Redação

futebolamador_117096342_961998422_425435359_6899857731

Confira os resultados dos jogos que foram realizados neste final de semana válidos pelo futebol amador conquistense.

Campeonato Municipal de Futebol
Santos 3 x 0 Vila Nova
Simonassi 0 x 1 Vitória da Conquista
Maru 1 x 1 Vila da Conquista
Grêmio 2 x 2 Ponte Preta
Copa Sub-18 do Ibirapuera
Periquito 2 x 1 Alto Maron
Siriguela 1 x 2 Desportivo Junior
União da City 2 x 3 Catados
Copa Creche
Os Malas 2 x 1 Maritimos
AABB 0 x 3 Nossa Senhora de Lourdes
BR Rodas 0 x 0 JardimSudoeste
Estrela Junior 1 x 5 Gaviões do Jurema
PFC Sem Vergonha 0 x 0 Santa Helena
Rancho Alegre 0 x 3 Desportivo
Campeonato do Periperi
CSB 1 x 2 Tchimbur
Posto Macaubense 2 x 2 Bisnaguinha Aninha
Campeonato da Urbis VI
Milan 3 x 1 Barcelona
União 1 x 0 Portuguesa
Real Madrid 0 x 1 Real Adrenalina
Turma da Vila 0 x 3 Gaviões do Jurema
Campeonato de Futebol da Zona Rural
Em Inhobim
Internacional 4 x 2 Juazeiro (asp)
Na Lagoa Suja
Lagoa Suja 1 x 0 Cachoeira (tit)
Na Lagoa das Flores
Flamengo 5 x 0 Ribeirão (asp)
No Iguá
Iguá 0 x 0 São Sebastião ( asp )
Iguá 0 x 2 Cabeceira (tit)
No Batuque
União 0 x 1 Cabeceira (asp )
No São Joaquim
São Joaquim 2 x 3 Real Barça (tit)
Em José Gonçalves
José Gonçalves 2 x 1 Serrano (asp)
No Simão
Palmeiras 1 x 0 Baixão (asp )
Palmeiras 1 x 1 União (tit)
Na Limeira
Brasil 0 x 1 Lazio (tit)
Na Gameleira
Cruzeiro 3 x 0 Goias (asp )
Na Baixa do Cedro
Baixa do Cedro 0 x 0 Ribeirão (tit)
No Baixão
Baixão 3 x 0 Independente (tit)
Em Xavier
Xavier 3 x 0 Portuguesa (asp)
Em Itapirema
Itapirema 7 x 0 Baixa do Cedro (asp )
Na Vereda
Boca Junior 1 x 4 Itapirema (tit)
No Periquito
Periquito 4 x 2 Xavier (tit)





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia