Futebol Interior

vascojorgerodriguesagenciaelevengp4

Seis partidas encerraram a 17ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Mesmo sem contar com sua principal estrela, Nenê, o Vasco fez o suficiente para se manter na ponta. O Ceará também conquistou importante vitória para seguir no G4. Já o CRB sofreu empate contra o Paysandu em jogo de arbitragem polêmica. Bahia e Tupi também venceram e respiram.

Foi com dificuldades que o Vasco venceu o Bragantino por 2 a 1, em São Januário, no Rio de Janeiro. O triunfo, de virada, após um primeiro tempo ruim, mantém a equipe na liderança ao término da 17.ª rodada, com 35 pontos. O revés encerra uma série de duas vitórias seguidas do Braga, que continua na zona do descenso. O time paulista soma apenas 17 pontos, ocupando a 17ª colocação. Tem um ponto a menos que o Goiás, primeiro fora do Z4.

O Ceará assumiu a vice-liderança ao vencer o Vila Nova-GO, por 4 a 3, na reinauguração do estádio Onésio Brasileiro Alvarenga – OBA – em Goiânia. A vitória foi justa pelo maior volume de jogo cearense e pelas falhas defensivas goiana. Mas a torcida viu um bom jogo, movimentado e com sete gols. O Vozão fica com 32 pontos de olho no acesso, enquanto o Vila Nova continua com 21 pontos, no 12º lugar.

O Bahia passou pelo Luverdense ao fazer 1 a 0, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Com o resultado, o Tricolor foi para 24 pontos, contra cinco do Atlético-GO, primeiro time dentro do G4. O LEC, por sua vez, que conheceu seu quinto tropeço seguido, ficou com 22, no meio da tabela de classificação.

O Tupi deu mais um passo para sair da zona de rebaixamento quando derrotou o Atlético-GO pelo placar de 1 a 0, no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora. Apesar da vitória, o Galo segue penúltimo, com 15 pontos, apenas na frente do Sampaio Corrêa. O Dragão perdeu a chance de colar nos líderes, mas ainda segue no G4, com 29.

Com um gol de Domingues aos 47 minutos do segundo tempo, o Paysandu buscou o empate com o CRB, por 2 a 2, após sair perdendo por 2 a 0 mesmo atuando dentro da Curuzu, em Belém (PA). O Papão segue invicto há 10 jogos na competição e mais dois na Copa do Brasil, mas o goleiro Emerson foi vazado após 1105 sem buscar a bola nas duas redes. Com 21 pontos, o Paysandu ocupa a 14.ª posição, contra 32 pontos do CRB, que perdeu uma posição para o Ceará, com 33, e fica com a terceira posição, mas dentro do G4 – zona de acesso.

O destaque negativo foi o árbitro “padrão Fifa” Sandro Meira Ricci. Ele cometeu uma lambança que poderia ter liquidado o jogo a favor do CRB. O goleiro bicolor Emerson perdeu a cabeça com o atacante Zé Carlos aos 32 minutos do primeiro tmepo que ficou na sua frente numa reposição de bola. Mas quando o artilheiro do CRB já tinha saído de perto dele e deixado a área, o goleiro chutou a bola em Zé Carlos. A bola tocou nas suas nádegas e entrou no gol. Longe do lance, o juiz, com muito atraso, marcou falta do alagoano, gerando muitos protestos.

Meira Ricci é árbitro da Fifa e foi o único brasileiro a participar da Copa do Mundo do Brasil, em 2014, esteve na Copa Centenário e está indicado como único ‘apitador’ na Olimpíada do Rio de Janeiro. Depois deste lance ele também se abalou emocionalmente e cometeu, pelo menos, mais dois erros infantis. Este foi seu primeiro jogo na Série B e não foi bem.

Na briga para se reaproximar do G4, o Londrina vacilou dentro do estádio do Café, no Paraná, e ficou apenas no 1 a 1 com o Sampaio Corrêa,. O placar deste sábado levou o time da casa aos 25, ainda muito distante do Atlético-GO, que tem 29. Do outro lado, o Sampaio se mantém na lanterna, com apenas 12, e ainda distante do Goiás, primeiro time fora com 18.