Terra

micaleorienta

Os treinos da primeira semana de preparação da Seleção Brasileira para a disputa da Olimpíada já deixaram fortes indícios de qual deve ser a escalação do time para a estreia, dia 4 de agosto, contra a África do Sul, em Brasília. As dúvidas do técnico Rogério Micale surgem basicamente no meio de campo e tendem a diminuir quando Renato Augusto se apresentar ao grupo no dia 27.

A posição que desponta como a mais indefinida é a de primeiro volante, na qual Thiago Maia, Rodrigo Dourado e Wallace travam um duelo por uma vaga. Há um leve favoritismo para a escolha de Thiago, que, no momento, é quem goza da preferência do técnico. Os treinos desta segunda, terça e quarta, quando se encerram as atividades da equipe em Teresópolis, provavelmente vão elucidar a questão.

Renato Augusto é o nome para atuar como segundo volante, mesmo com sua apresentação tardia. Isso porque não teria o menor sentido que o atleta, um dos três com mais de 23 anos, fosse convocado para figurar entre os reservas. Para compor o meio, Micale ainda precisa decidir entre Felipe Anderson e Rafinha.

Está claro que o Brasil começará a competição com três atacantes e as duas companhias de Neymar no setor devem ser Gabigol e Gabriel Jesus, embora Luan tenha se saído bem nos treinos. Para o restante do time, mudanças só se houver imprevistos. O goleiro Fernando Prass vai ter na defesa os laterais Zeca e Douglas Santos e os zagueiros Marquinhos e Rogério Caio.

Aos poucos, a equipe vem sendo desenhada por Micale e, pelo meno no papel, se apresenta como uma das mais fortes para tentar a medalha de ouro olímpica.