WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

julho 2016
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  



drupal counter

:: 27/jul/2016 . 9:09

1º Evolution Champions Fighter será neste final de semana

Da Redação

e9e06abd-4f08-4c42-bf48-4be9c2ac5a04

Acontecerá em Vitória da Conquista neste domingo (31), a partir das 17 horas no Ginásio de Esporte Raul Ferraz, o 1º Evolution Champions Fighter.

Serão 12 super combates, 3 de MMA 1 delas disputa de cinturão, 1 luta de Muay Thai profissional também disputa de cinturão e (revanche ) 2 combates (femininos) de Muay Thai amador e 6 combates de Muay Thai amador masculino.

A pesagem e encarada dos atletas será no dia 30 de julho no Shopping Conquista Sul, às 18h mais informações pelo whatsapp (77) 99950-4104 prof. Thiago Barbosa.

Venha ajudar no crescimento do esporte, ingresso com preço popular de R$ 10 reais arquibancada e R$ 30 reais com cadeira próxima ao octógono.

Campeonato Society do Guarani começa neste domingo

Da Redação

12119109_830111447103481_8115879224258923781_n-300x199

Começa neste domingo (31), o Campeonato de Futebol Society do Guarani, organizado por Isaias Mendonça e equipe. A competição terá a participação de 10 equipes dividas em dois grupos.

Grupo A: Real Adrenalina, Clube Social, Íris Sport. RP Pax e Vitória – Grupo B: Guanari, Flamenguinho, Nossa Senhora Aparecida, Ponte Preta e Simonassi.

Confira a 1º rodada:
Domingo (31/07)
09:45
RP Pax x Ponte Preta
11:10
Real Adrenalina x Guarani
Quinta (04/08)
Íris Sport x Nossa Senhora Aparecida

Maru e Beira-Mar disputam uma vaga na final do municipal da Serie A

Da Redação
Foto Esportes do Sudoeste

o41-bubeta-500

O primeiro finalista do Campeonato Municipal da Serie A, promovido pela LCDT sairá do confronto entre Maru e Beira-Mar, que acontece neste sábado (30), as 15h45, no estádio Edvaldo Flores.

Como venceu o jogo de ida pelo placar de 3 a 1, a equipe do Maru poderá até perder por uma diferença de dois gols que estará na final.

Já o Beira-Mar necessita vencer por uma diferença de três gols para chegar a finalíssima.

A outra vaga será decidida entre as equipes do Santos e Vitória da Conquista, que jogam no domingo (31), as 10h45, no mesmo local.

No duelo de ida os times empataram pelo escore de 1 a 1. Um novo empate dará a vaga para o Santos.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Pesquisa diz que brasileiro torcerá, mas preocupado com organização do Rio-2016

O Estadão

Ingressos-olimpiadas-rio-2016-4

Os brasileiros estão mais preocupados com o sucesso da organização da Olimpíada do Rio do que estavam com a Copa do Mundo de 2014, mas têm sentimentos mais negativos em relação ao evento deste ano e acham que os Jogos Olímpicos trarão mais prejuízos que benefícios ao Brasil. Os dados são de uma pesquisa do Ibope divulgada com exclusividade pelo jornal O Estado de S.Paulo e revelam com detalhes o ânimo do País às vésperas do início da competição olímpica.

Em 2014, antes do início da Copa do Mundo, 51% dos brasileiros diziam que o mais importante era que o Brasil saísse campeão do torneio de futebol e apenas 24% colocavam a organização do evento no topo das prioridades. Já hoje, a pouco mais de uma semana do início da Olimpíada, esses dois lados se inverteram: 59% querem que os Jogos sejam um sucesso, enquanto que só 31% acham que o Brasil estar bem colocado no quadro de medalhas é mais importante que isso.

Toda essa preocupação, no entanto, não significa que a expectativa sobre o legado dos Jogos seja alta. Pelo contrário: enquanto 43% achavam em 2014 que a Copa do Mundo traria mais benefícios e 40% mais prejuízos – um empate técnico dentro da margem de erro da pesquisa -, hoje apenas 32% acreditam que os Jogos Olímpicos trarão mais benefícios para o País, ante 60% que esperam mais prejuízos.

“As pessoas estão preocupadas com a imagem do País no exterior. Na Copa, se a organização não tivesse funcionado e o Brasil tivesse ganho, ninguém estaria nem aí. Mas na Olimpíada não é assim”, afirmou Márcia Cavallari, CEO do Ibope Inteligência. Uma diferença crucial nesse caso, segundo ela, é que a disputa no torneio de futebol é mais acirrada para os brasileiros na Copa do Mundo e a maioria queria que o Brasil fosse campeão.

Já na Olimpíada, o clima é mais de integração, união, confraternização, e a população acha mais importante que a organização do evento seja um sucesso. Segundo Márcia, o fato da Olimpíada ocorrer majoritariamente no Rio também afeta a opinião dos brasileiros em relação aos Jogos. “A percepção de benefício para o País é bem menor do que na Copa do Mundo, que envolveu várias cidades do Brasil”, disse.

TEMPERATURA – O Ibope também usou uma terceira pergunta para medir o ânimo do brasileiro em relação a esses eventos. É o chamado “termômetro”: uma escala que vai de “gelado” a “fervendo” é mostrada a cada entrevistado, que deve apontar qual é o seu nível de empolgação com as competições. Quanto mais quente, maior o interesse e animação com o início das disputas.

Nessa escala, os brasileiros que dizem ter sentimentos “frios” em relação à Olimpíada são 48% – o mesmo número, dentro da margem de erro, dos que dizem ter sentimentos “quentes” (47%). Essas proporções, no entanto, eram bem diferentes quando foi organizada a Copa do Mundo. Uma semana antes do início das partidas do torneio de 2014, 58% dos entrevistados estavam “quentes” e só 39% diziam estar “frios” em relação à competição.

De acordo com Márcia, a tendência é de que o termômetro “esquente” no decorrer da competição, fenômeno que pôde ser observado em 2014. “Após o início da Copa, o lado quente passou para 74%. É esperado que logo que começarem os Jogos Olímpicos, o termômetro vá esquentar mais”, afirmou. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas em todas as regiões do País entre os dias 14 e 18 deste mês.

Times divididos entre Copa do Brasil e Sul-Americana definem futuro nesta quarta

Futebol Interior

BBuQOOs

Mais seis times vão se classificar para as oitavas de final da Copa do Brasil nesta quarta-feira e se juntarão a Cruzeiro, Vasco da Gama, Botafogo-PB, Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Atlético-MG, Grêmio e Internacional, que já estão garantidos. A última vaga será preenchida na quinta-feira com o duelo entre Fortaleza e América-MG.

O curioso é que todos os primeiros jogos do confronto desta quarta terminaram empatados e alguns times – Atlético-PR, Chapecoense, Ponte Preta, Figueirense, Botafogo-RJ, Santos e Fluminense – terão que decidir se continuam na Copa do Brasil ou vão para a Sul-Americana. Se optarem pela competição internacional, eles precisam cair na nacional.

Sem alguns de seus principais jogadores – Zeca, Thiago Maia e Gabriel estão na Seleção Olímpica Brasileira, enquanto Lucas Lima, Victor Ferraz e Ricardo Oliveira são dúvidas -, o Santos recebe o Gama na Vila Belmiro e precisa de uma simples vitória para avançar. Como a partida de ida terminou em 0 a 0, o time candango se classifica com qualquer empate desde que haja gols.

De volta para a zona de rebaixamento do Brasileiro, o Botafogo recebe o Bragantino no Estádio Luso Brasileiro e o técnico Ricardo Gomes ainda não definiu se vai mandar a campo um time reserva. Em Bragança Paulista, o duelo terminou empatado em 2 a 2. Quem vencer se classifica, enquanto os cariocas avançam com empates por 0 a 0 ou 1 a 1.

Apesar da pressão dos torcedores em disputar a Sul-Americana, a Ponte recebe o Figueirense no Moisés Lucarelli e Eduardo Baptista deve escalar o que tem de melhor. Empate com gols beneficia o time catarinense, assim como o Atlético-PR, que vai até Chapecó enfrentar a Chapecoense na Arena Condá. Os quatro times estão divididos entre a competição nacional e a internacional.

Após empatarem sem gols em Caxias do Sul, Paysandu e Juventude voltam a se enfrentar na Curuzu e quem ganhar se classifica, enquanto o time gaúcho passa em caso de empate com gols. Em Erechim, no Estádio Colosso da Lagoa, o Fluminense vai de força máxima em busca da classificação contra o Ypiranga e para isso precisa de uma simples vitória. No Rio de Janeiro, os times ficaram no 1 a 1.

Com elencos baratos, Nacional e Del Valle driblam mais ricos até a final

Globo Esportes

636046676629076691_InbqUgC

A edição deste ano da Taça Libertadores mostrou que altos gastos para a montagem de elenco não são a fórmula para o sucesso na competição. Em meio a equipe com bom valor de mercado, como os gigantes brasileiros e argentinos, Atlético Nacional e Independiente del Vale surgiram como surpresas e tomaram para si o protagonismo, gastando muito menos que os times mais temidos da América. Os dois clubes fazem a grande final nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em Medellín.

De acordo com o site Transfermarkt, especializado na avaliação de jogadores no mercado, os elencos de Del Valle e Nacional valem, respectivamente, € 18,9 milhões (R$ 67,9 milhões) e € 19,1 milhões (R$ 68,6 milhões) – cifras que representam até quatro vezes menos os valores dos elencos brasileiros que participaram da edição deste ano da Libertadores. Os mais atletas mais valiosos são o atacante equatoriano Sornoza, que vale € 2,4 milhões (R$ 8,6 milhões), e o volante colombiano Sebastián Pérez, avaliado em € 1,1 milhões (R$ 3,9 milhões).

O Palmeiras, por exemplo, tem seu elenco avaliado em € 83,3 milhões (R$ 299 milhões), mas não conseguiu passar da fase de grupos, ficando atrás de Rosario Central e Nacional do Uruguai. Os jogadores Atlético-MG valem, somados, de acordo com o site, € 78 milhões (R$ 280 milhões) – mas o Galo caiu nas quartas de final, diante do São Paulo, avaliado em € 71,7 milhões (R$ 257,7 milhões). Os elencos de Corinthians e Grêmio valem € 67,5 milhões (R$ 242,6 milhões) e € 66,1 milhões (R$ 237,6 milhões).

O vencedor da final desta quarta-feira ganhará vaga para o Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão. Lá, Del Valle ou Nacional poderão ter como adversário em uma possível final o Real Madrid, vencedor da Liga dos Campeões, que tem elenco avaliado em € 783,3 milhões (R$ 2,8 bilhões) atualmente – 41x mais que os finalistas da Libertadores.

r3fUvZA-300x172

SÉRIE B: Goiás se afunda e Avaí frustra o Londrina na Ressacada

Futebol Interior

57982236c2dc0

Dois jogos abriram a 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro nesta terça-feira. O Goiás tropeçou em casa e se complicou na briga contra o rebaixamento, enquanto o Avaí freou as pretensões do Londrina de se aproxima do G4.

No Serra Dourada, em Goiânia, o Goiás abriu o placar logo no início do jogo com o experiente centroavante Marcão, anotando seu primeiro gol com a camisa d time esmeraldino, mas o Luverdense foi buscar o empate aos 40 minutos da etapa final com Douglas Baggio.

Com o resultado, o time da casa segue perigosamente perto da zona do rebaixamento. Com 19 pontos, o Goiás é o primeiro time fora do Z4 e tem apenas dois pontos a mais do que Bragantino e Joinville, que entram em campo apenas no sábado. O Luverdense, com 23, é o 12º colocado.

A outra partida da noite foi disputada na Ressacada, em Florianópolis e o Avaí bateu o Londrina por 1 a 0 com gol de Diego Jardel. A vitória levou o time da casa aos 23 pontos, se afastando da zona do rebaixamento, mas freou os paranaenses, que com 25 pontos, ficam estacionados na sexta colocação.

A rodada da Série B dá uma pausa por alguns dias, mas retorna na próxima sexta-feira, com mais duas partidas. O CRB recebe o Brasil de Pelotas no Rei Pelé, em Maceió (AL), e o Náutico enfrenta o Tupi na Arena Pernambuco, em Recife (PE). No sábado, outros seis jogos concluem a rodada.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia