WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC IPTU

fevereiro 2017
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  



drupal counter

:: 8/fev/2017 . 22:40

Gol do zagueiro Ricardo Braz dá a primeira vitória da Juazeirense no Baianão

Esporte Total

RicardoBraz-zagueiro-juazeirense-300x167

Na estreia do técnico Paulo Sales, a Juazeirense conquistou a primeira vitória na temporada ao bater o Flamengo de Guanambi na noite desta quarta-feira 8, no Estádio 2 de Julho, em partida válida pela terceira rodada do campeonato baiano de futebol.

O gol, de autoria do zagueiro Ricardo Braz, foi marcado no início do primeiro tempo, após jogada do meia Everlan, que colocou a bola caprichosamente na cabeça do companheiro.

Pelo estadual, a Juazeirense volta a campo no próximo dia 15, no Adauto Moraes, quando recebe o Atlântico, às 20h30. Antes, encara o Sampaio Corrêa no domingo 5, no Castelão (MA), pela Copa do Nordeste. Já o Flamengo visita o Vitória, no Barradão, na quarta-feira, em jogo válido pela quarta rodada do Baianão.

Vitoria da Conquista empata com o Coritiba e fica fora da Copa do Brasil

Por Luciano Pina

img_0882_-_copia_3_8q6KBbR

Mesmo atuando bem, o Vitória da Conquista empatou com o Coritiba, pelo placar de 1 a 1, na noite desta quarta (8), no estádio Lomanto Junior.

Todinho em uma bela jogada abriu o placar para o Alviverde. Porem, Werley escorando de cabeça empatou para o Coxa Branca.

Com o resultado o Bode foi eliminado da Copa do Brasil e agora foca no Campeonato Baiano.

O time foi a campo com a seguinte formação: Rodolfo, Fieta, Emílio, Lucivaldo e William Santos, Maicon, Diego Aragão, Kleber (Wander), Dionísio (Dinda), Cacá (Silvio) e Todinho.

Matheus Galdezani pelo Coritiba e Emilio no Vitória da Conquista foram expulsos da partida.

3.142 torcedores pagaram ingressos proporcionando uma renda de R$55.702,50.

No final do jogo o torcedor soube reconhecer o esforço dos jogadores e aplaudiu a equipe.

O Vitória da Conquista volta a campo contra o Galícia, neste sábado (11), as 18h30, no estádio de Pituaçu, pela terceira rodada do Baianão.

20160809_182410

Vitória confirma favoritismo, bate o Luziânia e avança na Copa do Brasil

A Tarde

750_201728203826541

O Vitória venceu o frágil Luziânia sem dificuldade na noite desta quarta-feira, 8, no estádio Lago da Serra, em Luziânia, no jogo de estreia da Copa do Brasil.

Com o novo regulamento da competição, o Leão tinha a vantagem do empate, mas não se acomodou: foi pra cima, e, fez 2 a 0 no time da casa, com gols de Cleiton Xavier e do goleiro Dida, contra.

Agora, o Vitória terá pela frente o vencedor da partida entre Anápolis x Bragantino, que será realizado na próxima quarta, 15, no estádio Jonas Duarte, em Anápolis, às 19h30 (horário da Bahia).

Bahia massacra o Bahia de Feira e assume liderança do Baianão

Tribuna da Bahia

thumbnail

O Bahia goleou o Bahia de Feira, na noite desta quarta-feira (08/02) no estádio de Pituaçu, em Salvador.

O primeiro gol saiu logo ao 6 minutos do primeiro tempo. Allione limpou dois marcadores na direita e cruzou na para Gustavo. O atacante pulou e finalizou de cabeça, sem chances para o goleiro. Bahia 1 x Bahia de Feira 0.

O Bahia de Feira acabou escondido em campo e a partida foi dominada pelo time de Guto Ferreira. Aos 14 minutos, Diego Rosa fez o segundo gol do Bahia. Bahia 2 x Bahia de Feira 0.
E o Tricolor Baiano ganhou ainda mais forças com o placar. Apesar de perder algumas chances de gol, o Bahia brilhou em campo e aproveitou para fazer o terceiro já no finalzinho do primeiro tempo. Gol de Diego. Bahia 3 x Bahia de Feira 0.

O atacante Allione também sacudiu as redes. No início do segundo tempo, aos 5 minutos, o jogador dominou a bola no peito, cortou dois marcadores e fez o quarto gol do Bahia. Bahia 4 x Bahia de Feira 0.

O Bahia de Feira seguiu com dificuldade para atacar. Aproveitando a oportunidade, Diego Rosa fez o seu segundo gol da partida, com a ajuda de Gustavo. Bahia 5 x Bahia de Feira 0.

E o sexto gol do Bahia saiu aos 33 minutos do segundo tempo. Kaynan recebeu passe de Éder, chutou no gol e o goleiro Rudi defendeu. Éder pegau a sobra e cruzou na área do Bahia de Feira. Kaynan apareceu de novo e, meio de coxa, meio de cabeça, finalizou no gol.

O Bahia de Feira chega a segunda derrota em três partidas. O Bahia fica na liderança com bom saldo de gols.

Guerra nos bastidores e futuro em jogo: entenda a situação do Maracanã

Por: Martín Fernandez e Vicente Seda(Globo Esporte)

2017-01-12t112241z_1908185969_rc1937617ad0_rtrmadp_3_soccer-brazil-maracana

Abandonado e cheio de problemas, o Maracanã terá seu futuro decidido nas próximas semanas. A Odebrecht decidiu vender sua concessão, válida por mais 31 anos, e há duas interessadas: Lagardére e a GL Events. Nos bastidores, as empresas estão em guerra.
E um fator, no momento, pesa na disputa. A Lagardére quer verificar o estado atual do estádio para descontar eventuais reformas antes de pagar o preço de R$ 60 milhões, mesmo valor que vem sendo oferecido pela GL, que não faz tal exigência. Topa assumir o estádio do jeito que ele estiver.
Em janeiro, reportagem de “O Globo” revelou que o estádio está abandonado e com incontáveis problemas. O GloboEsporte.com ouviu todos os envolvidos na disputa e nenhum deles consegue estipular quanto dinheiro será preciso investir para deixar o estádio pronto para receber jogos.

Após o fim da cessão do estádio ao Rio 2016, a Odebrecht não aceitou de volta o Maracanã por considerar que não estava nas mesmas condições que entregou. Contas atrasaram, luz foi cortada, segurança reduzida a poucos indivíduos para um complexo enorme, e os furtos começaram já nos primeiros dias de dezembro.

A empreiteira acabou obrigada a reassumir a gestão por força de uma liminar em janeiro. Porém, apesar de dois pedidos da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) para responder sobre a possibilidade das semifinais da Taça Guanabara acontecerem no Maracanã, não houve resposta da Odebrecht. A Ferj entrou na Justiça.
Disposto a agilizar o processo, já que não tem condições de reassumir o imóvel em meio a uma grave crise financeira, o governo deve concluir até esta sexta-feira a análise da documentação das concorrentes – para verificar a capacidade financeira e outros aspectos. A partir daí, a decisão é da Odebrecht.

As turbulências nessa disputa, que já se arrasta por meses – a Odebrecht comunicou oficialmente ao governo o desejo de deixar a concessão em julho de 2016 -, provocaram alterações nos planos dos concorrentes. A Lagardére excluiu do processo a BWA, sua parceira no Castelão e no Independência, os dois estádios que ela administra no Brasil.
A parceria da Lagardére com a BWA é inicialmente o motivo de o Flamengo não querer fechar acordo com os franceses. O clube já tem um acordo com a dupla GL Events e CSM, mas anunciou que não fará o mesmo se o outro grupo vencer.

A cúpula do clube ainda se posiciona de forma cética à saída definitiva da BWA do negócio. Não deverá acontecer um acerto com a Lagardére antes de a decisão da Odebrecht ser anunciada, mas, sem a BWA, pode ocorrer uma negociação com se os franceses vencerem a disputa. O Fluminense, por sua vez, tem acerto com ambos os concorrentes.

2017-01-12t114840z_989603253_rc1d3a93b780_rtrmadp_3_soccer-brazil-maracana
Patrimônio do Estado do Rio de Janeiro, o Maracanã era antes da reforma para a Copa do Mundo de 2014 operado pela Suderj, um órgão estadual. Desde 2013, está nas mãos de um consórcio, formado por Odebrecht (95%) e AEG (5%), e que quer se livrar do estádio.
Inicialmente, a IMX, de Eike Batista, também tinha sua fatia de 5%, percentual que foi comprado pela empreiteira. No período, o estádio acumulou prejuízo de R$ 173 milhões. Por isso, o consórcio quer vender o que falta de seu contrato de concessão.

Diferenças entre as propostas

A francesa Lagardére quer administrar sozinha o Maracanã. Tanto é assim que a empresa não levou para a briga do Maracanã a BWA, sua parceira no Independência e no Castelão. Porque esse é seu negócio: a empresa gere cerca de 60 estádios no mundo, entre eles os de Atlético de Madrid, PSG e Borussia Dortmund. O governo estadual confirmou que não há documentação da BWA no processo de análise das concorrentes.

Do outro lado, a brasileira GL Events lidera um consórcio do qual também faz parte a inglesa CSM. A GL administra a Rio Arena, ginásio usado no torneio de basquete do Jogos Pan-Americanos de 2007. A GL conta com consultoria da Amsterdam Arena e com a preferência do Flamengo.

Segundo o GloboEsporte.com apurou, as duas empresas pretendem oferecer valores parecidos para assumir o contrato da Odebrecht (cerca de R$ 60 milhões). Mas há uma diferença importante: a Lagardére condiciona os pagamentos ao fato de conhecer em detalhes o estado em que o Maracanã se encontra. Ou seja, não pretende incluir no preço valores de eventuais reformas que tenham de ser feitas para que o estádio volte a receber jogos e eventos. Como a concorrente não faz tal exigência, a Odebrecht considera a proposta da GL mais palatável.

esp1015434
Relação com os clubes

O Flamengo já deixou claro em mais de uma ocasião que está do lado da GL/CSM. O presidente Eduardo Bandeira de Mello chegou a afirmar que, se a Largarére vencer a concorrência, seu time não jogaria no Maracanã.

Para contornar esse obstáculo, a Lagardére entende ser possível fazer o Maracanã dar (pouco) lucro sem o Flamengo, e transformar o estádio no “palco do futebol carioca”. Para isso, teria que preencher o calendário com jogos dos outros três grandes. Há conversas em andamento. A saída da BWA do cenário, contudo, pode mudar a posição dos rubro-negros que, por ora, ainda se mostram descrentes de que a empresa não fará parte da operação se os franceses vencerem a concorrência.

A GL acena com uma relação muito mais próxima com Flamengo e Fluminense – e a garantia de que os dois clubes mandariam seus jogos no estádio. A empresa ficaria com a parte de entretenimento, incluindo visitas guiadas, em faria em conjunto com a CSM a exploração de propriedades comerciais e camarotes. A gestão do futebol será feita diretamente pelos clubes. Ingressos, custos diretos de operação, acesso, envolvimento total das equipes nessa parte.

É justamente a isso a que Bandeira de Mello se refere quando afirma que só aceitará um modelo em que o Flamengo seja “protagonista”. O Fluminense, por outro lado, não aceita grandes mudanças no seu atual contrato, com vigência de 35 anos. Já acertou com ambos os concorrentes ao Maracanã. O acordo atual é bastante vantajoso para o clube, e deficitário para a concessionária – estima-se prejuízo em torno de R$ 6 milhões por ano.

A assinatura desse contrato chegou a gerar discussões internas na Odebrecht. O Fluminense fica com toda a bilheteria dos setores norte e sul, os populares, que mais vendem, não tem participação em receitas de bar, mas também não tem responsabilidade sobre despesas. Na prática, fica com um estádio para 40 mil pessoas praticamente a custo zero. A concessionária fica com as áreas centrais e mais nobres, que não vendem no mesmo ritmo em jogos de médio ou pequeno porte, e arca com todo o custo operacional.

O contrato da concessionária com o Flamengo, que já se encerrou, previa participação do clube nas receitas de bar e até camarotes, mas também uma boa parte do pagamento da despesa operacional.
11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1-300x74

Seleção Sub-20 encara a Argentina em busca de vaga no Mundial

Galaticos Online

brasilll

Restando apenas dois jogos para o fim do Sul-Americano 2017, Brasil e Argentina se enfrentam às 22h30 (de Salvador), nesta quarta-feira (8), em um duelo que vale muito para as duas seleções.

Na quarta posição, ocupando a última vaga de classificação para a Copa do Mundo, com 4 pontos somados, o Brasil encara a Argentina que está na quinta colocação, apenas um ponto atrás da Canarinho.

Se vencer, o Brasil sela sua classificação e joga o desespero para o lado argentino. Para continuar sonhando com o título, a Seleção Brasileira precisa torcer por um tropeço do Uruguai, que não pode ganhar da Venezuela.

Vitória da Conquista estréia contra o Coritiba na Copa do Brasil

Por Luciano Pina
Com informações do site do ECVC

bahia-e1486058123460

O Vitória da Conquista começa hoje (8), a sua quarta participação em Copas do Brasil, enfrentando o Coritiba no Estádio Lomanto Júnior. A partida será as 18:15h (horário local) e pelo novo regulamento da competição, por estar numa posição inferior no ranking da CBF, o Bode precisa vencer a partida para seguir na Copa.

Os ingressos poderão ser comprados nas bilheterias do Lomantão, ao preço de R$ 30 a arquibancada e R$ 15 a meia entrada. Quem comprou antecipado pagou R$ 20.

Nas participações anteriores o Bode enfrentou o Sport em 2013, o Palmeiras em 2015 e em 2016 enfrentou Náutico e Santa Cruz.
O time encerrou a preparação na manhã de ontem (7) para a partida que está sendo chamada pelo treinador como “jogo da vida do clube”.

Segundo Eduardo Bahia, ” o Coritiba é um dos grandes clubes do futebol brasileiro, é um clube de Série A, com um elenco muito forte, mas vai enfrentar um time decidido a fazer história nesta partida. Claro que o favoritismo é do Coritiba, mas isso não significa que o ECPP não tenha condição de vencer e se classificar.

Ainda segundo o técnico, “o mais importante agora é ter equilíbrio para fazer nosso jogo com eficiência. Quanto menos errarmos, mais chances temos de ter sucesso na partida. Contra uma equipe de Série A não se pode errar muito. Vamos em busca desta perfeição para surpreender”.

Vitória faz primeiro jogo decisivo do ano contra Luziânia pela Copa do Brasil

A Tarde

750_20172720203187

Agora é para valer: depois de quatro jogos oficiais, o Vitória estreia nesta quarta-feira, 8, na Copa do Brasil contra o Luziânia, às 18h30 (horário da Bahia), com a obrigação de mostrar resultado pela primeira vez na temporada.

Isso é porque, de acordo com as novas regras da competição, o time que joga fora de casa só avança se vencer ou, pelo menos, empatar. Se perder, é eliminado.

O cronograma do treinador Argel Fucks já tinha colocado a estreia da Copa do Brasil próxima do prazo máximo para a equipe se entrosar e mostrar resultado em campo.

De certa forma, de todos os jogadores do Leão, apenas o volante Bruno Ramires e o zagueiro Renê Santos, ambos recém-contratados, não foram testados. Todos os outros atletas foram utilizados nas primeiras partidas.

“Precisamos de uns seis jogos para ter entrosamento, para que os jogadores tenham condição física aceitável. temos um time organizado, cada um sabe sua função, os jogadores têm uma resposta muito boa. O treinamento parece que é jogo, tamanha a dedicação dos jogadores”, previu o técnico na semana passada.

Mas a tarefa se mostra um pouco mais dramática porque equipe não vem de um bom momento fora de casa – perdeu por 4 a 2 para o Botafogo-PB na Copa do Nordeste – e deve jogar sob pressão.

De olho na liderança do Baianão, Bahia enfrenta o xará de Feira em Pituaçu

Bahia Notícias

IMAGEM_BAHIA_5

Quatro dias após vencer o Moto Club pela Copa do Nordeste, o Bahia e a sua torcida terão mais um encontro nesta quarta-feira (8), no estádio de Metropolitano de Pituaçu, onde a equipe comandada por Guto Ferreira enfrenta o Bahia de Feira pela terceira rodada do Campeonato Baiano.

Com quatro pontos conquistados no estadual, o Bahia pode ser líder se vencer a partida, já que o arquirrival Vitória, com seis pontos, não vai atuar na rodada.

O destaque da partida é mais um revezamento entre os atletas do elenco. Em relação ao último jogo, apenas o goleiro Jean e o meia-atacante Allione devem permanecer entre os onze titulares. O jogador argentino, inclusive, falou sobre o adversário.

“Quando eu estava em São Paulo, não tinha chance de assistir ao Baiano, porque lá não passavam os jogos. Então, pelo que me falaram nesta semana, sei que é um time que marca parecido com o Moto Club, que a gente enfrentou agora. Então a gente vai assistir aos vídeos para olhar como eles jogam”, declarou.

Na quarta posição, com três pontos conquistados, o Bahia de Feira espera um jogo complicado. É o que afirma o técnico Quintino Barbosa, que citou o rodízio utilizado pelo adversário.

“O rodízio do Bahia não muda nada para o adversário. São jogadores aptos para jogar e que lutam para jogar pelo Bahia. É a oportunidade deles jogarem. Dificulta até para a gente. O jogo é complicado. Todos são atletas de qualidade”, disse, em entrevista ao Bahia Notícias.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n-300x81





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia