Futebol Interior

Três jogos movimentaram as disputas da fase de grupos da Copa Libertadores, na noite dessa terça-feira, feriado do Dia do Trabalho. Destaque para o Santos que foi até o Uruguai e acabou derrotado pelo Nacional, mas mesmo assim conseguiu garantir a classificação antecipada para às oitavas de final, por conta do outro resultado do Grupo 6. Além disso, o Grêmio recebeu e não tomou conhecimento do Cerro Porteño, goleando pelo placar de 5 a 0 para seguir firme na briga pelo bicampeonato.

Em partida válida pelo Grupo 6, o Santos acabou derrotado mas mesmo assim, com os demais resultados da rodada, garantiu classificação para às oitavas de final da competição. Jogando fora de casa, no Estádio Parque Central, a equipe paulista não atuou bem e perdeu para o Nacional-URU, pelo placar de 1 a 0, em partida válida pela quinta rodada.

Apesar do resultado negativo, o Santos continua na liderança da chave com nove pontos ganhos e não pode mais ser alcançado por Estudiantes-ARG e Real Garcilasso-PER, que ficaram no empate sem gols nessa terça-feira e ambos tem cinco pontos. As equipes fizeram um jogo bastante disputado, mas não conseguiram balançar as redes nessa terça-feira. Já o time uruguaio, segue em segundo com oito pontos, próximo da classificação.

O Grêmio fez o que dele se esperava: usou o fator casa para vencer o Cerro Porteño, pela quarta rodada, com muita tranquilidade e assumir a liderança do Grupo 1. Os meias Ramiro e Cícero e os atacantes Everton (duas vezes) e Jardel foram os autores dos gols do 5 a 0 da partida disputada na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Com mais três pontos, o Tricolor Gaúcho chegou aos oito, um a mais do que o próprio Ciclón, vice-líder com sete. O uruguaio Defensor é terceiro, com quatro. O venezuelano Monagas fecha a chave com três. Os dois primeiros avançam ao mata-mata, enquanto o antepenúltimo vai à Copa Sul-Americana. O lanterna se despede de qualquer sonho continental.