WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC IPTU

maio 2018
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  



drupal counter

:: 20/maio/2018 . 7:43

Atlético leva vantagem para o Carneirão

FBF

Com o empate por 0 a 0 na tarde deste sábado (19), no Estádio de Pituaçu, a decisão do Campeonato Baiano da Série B está em aberto, mas, no próximo sábado (26), às 16h, no Estádio Antônio Carneiro, em Alagoinhas, o Atlético basta empatar com o PFC-Cajazeiras para conquistar o título e o acesso à Série A de 2019. Ao Lobo Guará só a vitória interessa. A torcida do Carcará, no entanto, promete fazer a diferença e lotar o Carneirão.

Apesar de jogar em seu mando de campo, o PFC-Cajazeiras não criou muitas oportunidades de gol no primeiro tempo. Seu lance mais perigoso foi provocado pelo zagueiro adversário Alysson, que cabeceou para trás e a bola bateu na trave. Antes, Vitinho chutou com perigo à direita do gol de Jair.

O Atlético foi mais incisivo e, aos 22 minutos, após cruzamento da direita de Gustavo, o goleiro Jair tirou errado a bola e, na confusão feita na área, Michael quase abre o placar. Depois, aos 44, na sobra dentro da grande área, novamente Michael chutou forte sobre o travessão.

No segundo tempo, o PFC-Cajazeiras poderia ter aberto o placar aos 7 minutos, quando o zagueiro Alysson derrubou Vitinho na área. Roberto cobrou no canto esquerdo de Jair, que fez a defesa parcial. O próprio Robert pegou o rebote e bateu para nova intervenção salvadora do goleiro do Carcará.

O Atlético ainda incomodou a zaga do PFC-Cajazeiras em lances do atacante Helton, que entrou no lugar de Michael. No primeiro, ele cabeceou e João Paulo tocou para escanteio. Depois, a bola foi cruzada da esquerda por Vicente e o camisa 19 quase marca na dividida com o goleiro adversário. E, aos 32, Helton cabeceou forte e João Paulo defendeu em dois tempos. Guga anda fez uma boa jogada, mas concluiu fraco para a defesa de Jair.

Juazeirense vence Náutico no Adauto Moraes e se reabilita na Série C

Bahia Notícias

Depois de sofrer um revés por 5 a 0 para o Atlético-AC na semana passada, a Juazeirense se reabilitou na Série C e venceu o Náutico por 2 a 0, neste sábado (19), no Estádio Adauto Moraes, em jogo válido pela sexta rodada do certame nacional. Jussimar e Victor Sapo anotaram para o Cancão de Fogo.

Com o resultado, o time baiano chegou aos nove pontos e agora ocupa provisoriamente a terceira colocação do Grupo A. O próximo compromisso da Juazeirense é contra o Salgueiro, sábado (26), no Estádio Cornélio de Barros.

Em jogo de quatro expulsões, Fla e Vasco empatam, e rubro-negros perdem liderança

Globo Esportes

Uma confusão que terminou com quatro expulsões – Cuellar, Rhodolfo, Breno e Riascos – marcou o empate por 1 a 1 no clássico entre Flamengo e Vasco neste sábado, no Maracanã. O duelo, válido pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro, teve gols de Vinicius Junior e Wagner.

O time de São Januário foi melhor no primeiro tempo, o Flamengo superior no segundo, mas não o suficiente para garantir a vitória que o manteria na liderança, agora dominada pelo Atlético-MG, que venceu o clássico com o Cruzeiro.

Com o resultado, o Flamengo chega aos 11 pontos, sendo ultrapassado pelo Atlético-MG, agora líder com 13. O time ainda pode perder o segundo lugar para o Corinthians, que enfrenta o Sport neste domingo, no Recife. Já o Vasco soma oito pontos, mas tem um jogo a menos.

Bahia é goleado pelo Palmeiras e segue na zona de rebaixamento

Atarde

Antes da viagem para São Paulo, a promessa de Guto Ferreira e do elenco do Bahia era de um time diferente das últimas atuações fora de casa pelo Brasileirão. Mas o que se viu em campo, na derrota por 3 a 0, neste sábado, 19, para o Palmeiras, foi um time perdido no lado defensivo, falhando nos três gols palmeirenses, todos marcados no 1º tempo, além de um ataque inofensivo, que não soube marcar nas oportunidades que teve.

Assim, o Bahia retorna a Salvador estacionado na zona de rebaixamento, na 17ª posição, com apenas cinco pontos. O Esquadrão ainda deve perder uma posição na rodada, e será superado por Vitória ou Ceará, que se enfrentam neste domingo, 20.

Agora, o Esquadrão desliga do Brasileirão e foca na partida decisiva desta quarta, contra o Blooming, da Bolívia, na Fonte Nova, no jogo de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. No jogo de ida, o Tricolor foi derrotado por 1 a 0 e agora precisa vencer por dois gols em Salvador para avançar na competição.

Galo bate o Cruzeiro no clássico mineiro e assume a liderança do Brasileirão

Gazeta Esportiva

Seis rodadas. Esse foi o tempo que o atacante Roger Guedes precisou para sair do inferno e ir ao céus. Ele comprovou seu crescimento na tarde deste sábado, com a vitória do Atlético sobre o Cruzeiro, por 1 a 0, no Independência, dando ao time alvinegro a liderança do Campeonato Brasileiro, com 13 pontos. A Raposa tem sete pontos, na nona colocação. O Galo só perde a ponta em caso de vitória do Corinthians nesse domingo, já que o Flamengo não passou de um empate com o Vasco também nesse sábado.

Na primeira rodada do Brasileirão, Roger Guedes não era presença garantida entre os titulares e “entregou” o segundo gol do Vasco, que deu o triunfo, de virada, ao time carioca. Após aquela partida, foi necessário líderes atleticanos irem até a diretoria para solicitarem uma nova oportunidade ao jogador. A decisão naquele momento era devolver o atleta.

Roger Guedes hoje é personagem principal. Uma das peças importantes do Atlético de Thiago Larghi, o jogador é o artilheiro do Campeonato Brasileiro, com cinco gols feitos.

No duelo contra o Cruzeiro, Roger Guedes voltou a marcar. Após um bom primeiro tempo do Galo, com mais imposição de força, na etapa complementar, com um jogador a mais, o Atlético conseguiu ser muito superior e sobrou para Guedes dar a vantagem no placar.

O Atlético volta a campo no próximo sábado, às 21h (de Brasília), no Independência, contra o Flamengo. O Cruzeiro enfrenta o Racing, na terça, pela Copa Libertadores. Pelo Brasileirão, a Raposa enfrenta o Santos, no domingo, às 16h.

SÉRIE B: Ponte Preta perde, Oeste derruba Vila Nova-GO e São Bento leva empate no fim

Futebol Interior

Não faltaram emoções neste sábado pelo campeonato Brasileiro da Série B, em sua sexta rodada. A Ponte Preta perdeu outra como mandante, enquanto o Oeste quebrou a invencibilidade do Vila Nova-GO.

O São Bento deixou escapar a vitória no último minuto diante do Paysandu, ainda sem perder na competição. O CSA é vice-líder e o Boa Esporte somou seu primeiro ponto. O G4, zona de classificação tem: Fortaleza (16), CSA (15), Vila Nova-GO (13) e Paysandu (12 pontos).

A Ponte Preta sofreu sua terceira derrota como mandante, só que desta vez mandou seu jogo no Nabizão, em Bragança Paulista. Não deu certo: levou a virada do Atlético-GO, por 3 a 1. Antes tinha perdido para Paysandu e Londrina, ambos por 1 a 0.

Com a nova derrota, a Macaca continua com sete pontos, em 14.º lugar. O Atlético-GO subiu para sétimo, com 10.

Na Arena Barueri, em noite inspirada de Mazinho, o Oeste venceu o Vila Nova-GO, por 2 a 0, dando uma respirada na tabela.

Chegou aos oito pontos, em 11.º lugar. O time goiano, até então invicto, permanece com 13 pontos, em terceiro lugar.

Os jogadores e os dirigentes do São Bento reclamaram muito do pênalti sofrido no minuto final em Belém, que decretou o empate, por 1 a , com o Paysandu. Os dois times continuam invictos.

O time de Sorocaba, dirigido por Paulo Roberto Santos, soma 10 pontos, em oitavo, enquanto o Papão segue no G4, com 12 pontos, em quarto lugar.

O time alagoano foi até o norte do Paraná e ganhou do tubarão, por 2 a 1, somando sua quarta vitória sguida, a quinta na competição. Invicto e com 15 pontos, fica na vice-liderança e na cola do Fortaleza, líder com 16. O Londrina continua com oito pontos, em décimo.

EM Varginha, finalmente, o Boa Esporte somou seu primeiro ponto ao empatar com o Coritiba, por 1 a 1. Sinal de que o time mineiro ainda vai melhorar. E precisa para deixar a zona de rebaixamento.

Mesmo não perdendo, o Boa soma um ponto e segura a lanterna. O Coxa segue fora do G4, com 11 pontos, em sexto lugar.

Vivendo um novo momento sob o comando do técnico Roberto Fonseca, o Sampaio Corrêa venceu o Brasil, em Pelotas (RS), por 2 a 1, no final da noite, fechando a rodada debaixo de muito frio.

Este triunfo foi importante ao time do Maranhão, que passou a somar sete pontos, em 13.º lugar, deixando o time gaúcho com cinco pontos, em 17., abrindo a zona de rebaixamento.

Abaixo do Brasil estão Goiás (2), Criciúma (1) e Boa Esporte (1).





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia