Globo Esportes

Encerrada a fase de grupos, apenas 16 seleções mantêm o sonho de conquistar a Copa do Mundo de 2018. E o Brasil já enfrentou metade delas desde que Tite assumiu o comando da equipe há dois anos. Em 10 jogos contra oito rivais que se classificaram para as oitavas de final na Rússia, apenas uma derrota e 70% de aproveitamento.

Foram quatro confrontos pelas eliminatórias sul-americanas, cinco amistosos e um jogo pelo Grupo E da Copa. A única derrota foi para a Argentina, em amistoso realizado há pouco mais de um ano, na Austrália: 1 a 0. O mesmo rival, no entanto, foi batido facilmente nas eliminatórias por 3 a 0.

A Seleção também enfrentou a Colômbia duas vezes, ambas pelas eliminatórias – a reportagem não levou em conta o amistoso no Engenhão, em janeiro de 2017, disputado apenas por jogadores que atuavam no Brasil. No total, a equipe de Tite acumulou seis vitórias, três empates, uma derrota, 19 gols marcados e seis gols sofridos (todos os gols sofridos sob o comando do treinador foram contra esses rivais) diante de oito seleções classificadas para as oitavas.

O último confronto foi já pelo Mundial. Na estreia, a Seleção empatou com a Suíça por 1 a 1 em Rostov. Desde então, apresentou evolução contra as já eliminadas Costa Rica e Sérvia.
Os confrontos

Brasil 2 x 1 Colômbia
Brasil 3 x 0 Argentina
Uruguai 1 x 4 Brasil
Brasil 0 x 1 Argentina
Colômbia 1 x 1 Brasil
Brasil 3 x 1 Japão
Inglaterra 0 x 0 Brasil
Rússia 0 x 3 Brasil
Brasil 2 x 0 Croácia
Brasil 1 x 1 Suíça