FBF

Foi aberto na manhã desta segunda-feira (3), em Salvador, o Curso de Avaliação de Riscos para Estádios de Futebol. O evento é realizado pelo Ministério do Esporte, em parceria com a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e apoio da Federação Bahiana de Futebol.

Até a próxima quinta-feira (6), o curso reunirá, no auditório da entidade, representantes dos órgãos envolvidos na segurança e gestão dos estádios nos estados da Bahia, Paraíba, Sergipe, Alagoas e Espírito Santo. Na oportunidade, também serão capacitados Policiais Militares, delegados das federações de futebol e gestores.

O projeto tem como objetivo criar um protocolo de atuação das forças policiais especializadas em segurança nos estádios. Para as Federações de futebol, servira para que atuem de maneira integrada, sistematizada, padronizada e eficaz no combate à violência nas arenas de futebol, com vistas aos jogos do Campeonato Brasileiro, bem como para Copa América 2019, a ser disputada no Brasil.

Quem ministra o curso é o coordenador geral de Governança, Gestão e Segurança em Eventos Esportivos (Coges) do Ministério do Esporte, o ex-árbitro da FIFA e coronel da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Aristeu Leonardo Tavares. “Primeiro é um prazer estar mais uma vez aqui na Federação Bahiana de Futebol, desta vez em nome do Ministério de Esportes. Das outras vezes estive aqui como árbitro, instrutor e presidente da Comissão de Árbitros da CBF, e sempre fui bem recebido, com fialguia, educação, respeito e muitoo carinho pela FBF, que tem como presidente Ednaldo Rodrigues e, a partir de meados de janeiro do próximo ano, será presidida pelo Ricardo Lima, a quem eu desejo êxito na missão, à frente deste importante cargo do futebol baiano”.

A abertura do evento contou com a presença do vice-presidente da FBF, Ricardo Lima, que assumirá o comando da entidade a partir de 16 de janeiro de 2019. Além do dirigente, participaram da cerimônia autoridades da Polícia Militar da Bahia, Ministério do Esporte e Agência Brasileira de Inteligência (ABIN).