Futebol Interior

A disputa de posições dentro do G6 do Brasileirão envolve rivalidades paulistas nas duas extremidades. Neste domingo, nas sequência da 14ª rodada, o Palmeiras perdeu a oportunidade de encostar líder Santos, enquanto o Corinthians não conseguiu retomar a posição que havia sido roubada pelo São Paulo no último sábado, quando o Tricolor venceu o Santos por 3 a 2.

O Palmeiras ficou no 2 a 2 com o Bahia, em plena Arena Palmeiras, em jogo que rendeu muitas reclamações palmeirense a respeito do VAR.

Com o resultado, o time alviverde chegou aos 29 pontos e segue na vice-liderança, agora a três pontos do Peixe, distância que seria de um ponto no caso de uma vitória.

O Corinthians também empatou, no melhor seu melhor, com um zero a zero sem graça diante do Internacional, no Beira-Rio. Em sexto lugar, com 24 pontos, o time de Fábio Carille precisava ter vencido para ficar à frente do São Paulo, que termina a rodada em quinto lugar porque vence o rival no saldo de gols, apesar de estar com a mesma pontuação. O inter é o oitavo, com 21.

Do confronto direto na zona de rebaixamento, Avaí e Cruzeiro saíram de campo, totalmente insatisfeitos.

O empate em 2 a 2 manteve as duas equipes com seus longos jejuns de vitória em um jogo que acabou sendo definido pelo VAR.

Do lado catarinense, são apenas seis pontos que deixam a equipe de Alberto Valentim na lanterna do campeonato, sendo ainda o único time que não venceu.

Já para os mineiros, foi a 11ª vez seguida sem sair de campo com os três pontos no Brasileirão, cuja tabela aponta um lugar nas últimas colocações devido aos escassos 11 pontos para a equipe de Belo Horizonte.

No Nilton Santos, o Botafogo foi buscar uma virada para se aproximar da zona de classificação da Copa Libertadores. O time alvinegro venceu o Athletico-PR, por 2 a 1, subiu para o sétimo lugar, com 22 pontos, um a mais que o Internacional e dois atrás do Corinthians.

O Athletico-PR é apenas o 11.º com 19, mas atuou com um time alternativo porque no meio da semana conquistou no Japão a Copa Levain ao vencer o Shonan Bellmare, por 4 a 0.

A rodada vai ser fechada na segunda-feira à noite, quando o CSA vai receber o Fortaleza, agora sem Rogério Ceni, novo técnico do Cruzeiro.