Globo Esportes

Tormento para torcedores que veem seus times no topo da tabela, as convocações da seleção brasileira para partidas durante o Campeonato Brasileiro estão com os dias contados. Segundo Juninho Paulista, coordenador da seleção principal masculina e convidado do “Bem, Amigos!” desta segunda-feira, o calendário da CBF será como os da Europa e, nas datas Fifa, não terá competições sendo realizadas ao mesmo tempo que uma partida da seleção brasileira.

– No ano que vem, isso acaba (…). Nas datas Fifa, serão cinco, não vai haver jogos conflitantes. Enquanto a seleção brasileira jogar não vai haver jogos conflitantes. O planejamento do calendário em 2020 não contemplava uma copa América. Ela foi lançada em junho deste ano. No ano que vem vamos conviver com esse problema e também com a Olimpíada. Em 2021, 2022, 2023, esses problemas acabaram. Isso vai acontecer. Estou te falando com propriedade. Isso nas datas Fifa (sem contar a Copa América).

futebol brasileiro neste ano e que ainda vão desfalcar seus clubes durante o Brasileiro, Juninho Paulista afirmou que a CBF usou de bom-senso na hora de escolher quem vestirá a camisa da Seleção nos amistosos contra Senegal e Nigéria. De acordo com o ex-jogador, é um pensamento diferente quando se disputa uma competição de mata-mata do que quando o time está em um torneio de pontos corridos.