WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out   dez »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



drupal counter

:: 19/nov/2019 . 15:41

Definidos os confrontos das quartas de final do Campeonato de Futebol da Zona Rural

Da Redação

Foram definidos no último fina de semana as equipes classificadas para as quartas de final do Campeonato de Futebol da Zona Rural.

Confira os jogos de ida:
Domingo (24)
Aspirante

14:30
Cabeceira x Paraguai
Estrela x Caiçara
Goiás x Itapirema
Flamengo x Cruzeiro
Titular
15:30
Cachoeira dos Porcos x Verdinha
Roseira x Flamengo
Cachoeira das Araras x Periquito
Guigó x Baixa do Cedro

Os jogos de volta acontecem no outro domingo (1º), invertendo o mando de campo.

Wanderson fala sobre a queda de rendimento do Bahia na reta final do BR-19

Lance

Um dos destaques do Bahia no empate contra o Palmeiras no fim de semana foi o zagueiro Wanderson. Com apenas dois jogos pelo Esquadrão de Aço, o defensor foi elogiado pelo técnico Roger Machado e pode ganhar espaço na reta final.

Nesta terça-feira, ele foi o escolhido para conversar com a imprensa no Fazendão e falou sobre a disputa de posição no setor defensivo.
‘No meu ponto de vista, Juninho e Lucas vem fazendo um grande campeonato. Até comentei com Claudinho que, quando a gente chega em uma certa idade, tem que respeitar os companheiros. É dessa forma que eu vejo. Eu continuei trabalhando, assim como Xandão, Ignácio e Ernando, e estamos respeitando eles, que estão em um momento muito bom. É continuar trabalhando e, quando surgir a oportunidade, aproveitar. Só que ganha com isso é o Bahia’, declarou.

Sem fugir da responsabilidade, Wanderson também analisou a queda de rendimento da equipe, que chegou a sonhar com a Libertadores, mas atualmente está distante do G6.

‘A gente tem consciência disso, mas a gente sabe que está fazendo o melhor. A gente tem um grupo trabalhador. Depois da partida, a gente conversou. E temos que fazer o nosso trabalho. Tentar melhorar a cada dia, elevar nosso nível. Essa partida foi difícil, contra um adversário difícil, que é o 2º colocado. É continuar trabalhado para os resultados voltarem a acontecer’, concluiu.

Com gol de camisa 10 e de falta, Brasil volta a vencer

Globo Esportes

A série negativa ficou para trás. A seleção brasileira venceu com tranquilidade a Coreia do Sul por 3 a 0 – gols de Lucas Paquetá, Philippe Coutinho e Danilo – no estádio Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Depois da derrota para a Argentina, o time de Tite venceu seu último compromisso do ano.

A série negativa ficou para trás. A seleção brasileira venceu com tranquilidade a Coreia do Sul por 3 a 0 – gols de Lucas Paquetá, Philippe Coutinho e Danilo – no estádio Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Depois da derrota para a Argentina, o time de Tite venceu seu último compromisso do ano.

O Brasil agora só volta a campo em compromisso oficial, nas eliminatórias, em março do ano que vem. O sorteio para a definição da tabela, em pontos corridos, será realizado em Cartagena, na Colômbia, dia 3 de dezembro.

Vitória pega o Operário precisando só empatar para garantir permanência na Série B

Bahia Notícias

O Vitória encara o Operário nesta terça-feira (19), às 21h30, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR), pela penúltima rodada da Série B. Para se livrar de qualquer chance de rebaixamento, o Leão precisa de apenas um empate. O time rubro-negro tem 42 pontos e ocupa a 14ª posição.

Para o duelo, o técnico Geninho conta com reforços. Os laterais Van e Thiago Carleto estão de volta após cumprirem suspensão na rodada anterior.

Geninho pediu que sua equipe jogue de forma ofensiva, mas sem “afobação”. “Em cima dos últimos resultados da rodada, se você fizer um ponto, está livre dessa ameaça. Temos seis pontos para fazer um. Claro que vamos buscar mais, tentar como sempre buscar a vitória, mas ter a consciência de que as coisas não precisam ser feitas de maneira afobada, porque basta um empate e está livre”, afirmou em entrevista coletiva.

Com 49 pontos, o Operário aparece na nona posição e já está garantido na Série B do ano que vem. O técnico Gerson Gusmão quer usar o jogo para deixar uma boa impressão aos torcedores.

“Vamos encerrar o ano jogando pela última vez em casa, sabemos da importância do resultado positivo, para deixar uma boa impressão para nosso torcedor. Foi um ano de muito aprendizado, coisas novas para o clube e para a própria torcida, então temos que terminar da melhor maneira possível. Um adversário difícil, que melhorou na competição, mas a gente deve isso ao nosso torcedor”, disse Gusmão.

Elias e André Borges retornam ao Vitória da Conquista para temporada 2020

Da Redação

A diretoria do Vitória da Conquista acertou o retorno do treinador Elias Borges e do preparador físico André Borges para comandar a equipe na temporada 2020.

Elias foi o responsável por levar o Bode à quarta colocação do Baianão 2019 e conquistar a vaga para Serie D.
Elias esteve no comando do Doce Mel, no qual foi campeão da segunda divisão estadual.

Já André Borges esteve à frente da preparação física do elenco vice-campeão baiano de 2015, sendo eleito o segundo melhor preparador físico da competição.

André acumula passagens por clubes como Serrano F.C, Sport Club Santa Rita, F.C Marau, PRS Rio Grande do Sul e o Sport Clube Gaúcho, seu último clube.

O Vitória da Conquista estreia no Campeonato Baiano, contra a Jacuipense, no dia 15 de janeiro, as 20h30, no estádio Lomanto Junior.

Campello se mostra tranquilo sobre “caso Clayton” e afirma: “Vasco não é a Portuguesa”

Globo Esportes

Além do empate amargo com o Goiás, o Vasco teve outro susto na noite desta segunda-feira: recebeu a notícia do “caso Clayton”, envolvendo uma possível irregularidade sobre o atacante ter atuado por três clubes diferentes em uma mesma temporada, o que não é permitido de acordo com o regulamento geral de competições da CBF. Porém, em entrevista ao GloboEsporte.com, o presidente cruz-maltino Alexandre Campello se mostrou tranquilo e garantiu que não há irregularidades:

– Do ponto de vista jurídico, nós não temos a menor dúvida de que não existe qualquer irregularidade. Isso me parece muito mais uma tentativa de virada de mesa de quem corre o risco de cair. E virada de mesa é algo que não cabe mais nos dias de hoje. Além do que, o Vasco não é a Portuguesa – afirmou o dirigente, fazendo alusão à Lusa, que acabou rebaixada nos tribunais em 2013.

Clayton pertence ao Atlético-MG. Mas começou o ano (e o Campeonato Brasileiro) emprestado ao Bahia. Neste Brasileirão, ele esteve dez vezes no banco de reservas do Bahia. E entrou em campo uma vez: no dia 28 de julho, contra a Chapecoense, na Arena Condá. Jogou 16 minutos.

No início de agosto, Clayton deixou o Bahia e foi devolvido ao Atlético-MG. Em duas ocasiões, o então técnico Rodrigo Santana o levou ao banco de reservas. No dia 17 de agosto, ele assinou a súmula com a camisa número 95 na derrota por 1 a 0 para o Athletico-PR na Arena da Baixada. Uma semana depois, repetiu a situação no Independência, contra o próprio Bahia. Nos dois jogos, ele não entrou em campo e não levou cartões.

No fim de agosto, o Atlético-MG o emprestou para o Vasco. Pelo time carioca, Clayton estreou contra o… Bahia (no dia 7 de setembro, em São Januário). Com a camisa número 20, entrou no lugar de Ribamar no segundo tempo. Ou seja, no mesmo campeonato, Clayton vestiu três camisas diferentes. Mas só jogou com duas delas.

O artigo 46 do Regulamento Geral das Competições (RGC) diz:

– O atleta que já tenha atuado por 2 (dois) outros Clubes durante a temporada, em quaisquer das competições nacionais coordenadas pela CBF e integrante do calendário anual, não pode atuar por um terceiro Clube, mesmo que esteja regularmente registrado.
A dúvida é: ao ficar no banco nos dois jogos pelo Atlético-MG, Clayton “atuou”? O artigo 11 do regulamento específico do Campeonato Brasileiro diz:

– Um atleta poderá, após o início do Campeonato, se transferir para outro clube da Série A, desde que tenha atuado em um número máximo de 6 (seis) partidas pelo clube de origem, sendo permitido que cada atleta mude de clube apenas uma vez.
Outros clubes já foram punidos em situações parecidas — mas não iguais. Em 2014, o Vila Nova perdeu 14 pontos na Série D do Campeonato Brasileiro por ter escalado um jogador (Tiago Azulão) que havia atuado antes em outros dois times na temporada. E o América-MG, em 2014, perdeu seis pontos na Série B por conta da escalação do lateral Eduardo, que antes atuara por São Bernardo e Portuguesa.

A diferença é que, em todos esses casos, os atletas tinham entrado em campo pelos três times — tinham “atuado”, na definição do Regulamento Geral de Competições. A CBF foi procurada pela reportagem, mas não comentou sobre o tema. Mesmo caso o Vasco seja denunciado e punido, não há unanimidade sobre qual punição poderia ser aplicada.

Vasco cede empate ao Goiás no fim; Bahia permanece em 9º

Galáticos Online

O Vasco teve tudo para encostar de vez no G-7. Até os 51 minutos do segundo tempo, o Cruzmaltino vencia o Goiás, em São Januário, por 1 a 0.

Mas, no último minuto, após ida do goleiro adversário para a área, Henríquez tentou desviar e mandou a bola para o próprio gol cedendo o empate.

O 1 a 1 beneficiou o Bahia, que se manteve na 9ª colocação, com 44 pontos. O time carioca foi aos mesmos 44, em 10º. Já o Esmeraldino, com 43, ficou em 11º.

Na outra partida da noite, Cruzeiro e Avai empataram pelo placar d zero a zero. Com o resultado o Avai está rebaixado.

pmvc




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia