WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

abril 2020
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  



drupal counter

:: 4/abr/2020 . 10:52

CBF isenta clubes de taxas e estima economia de R$ 1,3 milhão por mês

MSN

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta sexta-feira uma medida para ajudar financeiramente os clubes durante a paralisação do esporte devido à pandemia do coronavírus. A entidade decidiu isentar todos os clubes de taxas relativas ao registro de contratos e à transferência de jogadores por tempo indeterminado.

De acordo com a CBF, a estimativa é de que esta medida gere uma economia de R$ 1,3 milhão por mês aos clubes brasileiros. A decisão, publicada no site da entidade, inclui “isenção de valores relativos à registro de contratos definitivos, de contratos de empréstimo, de renovação, prorrogação ou rescisão contratual, além das transferências de atletas”.

Com a pandemia do coronavírus, as competições nacionais e estaduais foram suspensas por tempo indeterminado, o que tem gerado prejuízo financeiro aos clubes. Por isso, alguns clubes deram 20 dias de férias coletivas aos atletas e comissões técnicas.

Fifa adia todos os jogos internacionais previstos para junho

Atarde

Um grupo de trabalho da Fifa recomendou nesta sexta-feira, 3, o adiamento de todos os jogos internacionais agendados para junho devido à pandemia de coronavírus, que forçou a interrupção de praticamente todos os campeonatos nacionais de futebol em todo o mundo.

“O grupo de trabalho criado pelo escritório do conselho da Fifa para avaliar as consequências da pandemia da COVID-19 aprovou por unanimidade uma série de recomendações após sua primeira reunião, organizada por videoconferência”, afirmou a Fifa em um comunicado.

Entre suas recomendações, que serão adotadas pela Fifa, estão o adiamento das partidas masculinas e femininas, marcadas para junho, uma decisão que a Uefa já tomou na quarta-feira.

A força-tarefa também recomendou que os critérios de elegibilidade dos jogadores para o torneio olímpico masculino dos Jogos de Tóquio, adiados de 2020 para 2021 devido à disseminação do coronavírus, permanecessem inalterados, com toda a lista de nascidos após 1º de janeiro de 1997, exceto três jogadores por equipe, não sujeitos a esta regra.

Além disso, com relação aos fundos de emergência que a Fifa deseja criar para ajudar equipes, clubes e ligas em dificuldade, a entidade indicou que “cada confederação continental designaria uma pessoa para coordenar as discussões sobre o assunto”.

Por fim, a Fifa lembrou em seu comunicado que “no atual contexto difícil, a saúde deve sempre ser a prioridade e o primeiro critério para a tomada de decisões”.

Presidente da Uefa ameaça afastar futebol belga de futuras competições

Super Esportes

Aleksander Ceferin, presidente da UEFA, criticou, nesta sexta-feira, a decisão da liga belga de encerrar a temporada e declarar o Brugge como campeão por causa da pandemia do coronavírus. O time tinha uma vantagem de 15 pontos no topo da classificação com uma rodada pela frente antes do início dos playoffs, envolvendo os seis principais clubes do torneio.

“Eu acho que não é esse o caminho. Solidariedade não é algo em uma só direção. Você não pode pedir ajuda e depois tomar uma decisão por conta própria”, disse Ceferin, em entrevista à imprensa alemã. “Além disso, devo dizer que os belgas e outros que podem estar pensando em algo semelhante, comprometem sua participação em competições europeias na próxima temporada.”

Em uma carta às federações europeias, Ceferin aconselhou às ligas a não encerrarem seus campeonatos, confiante de que nos próximos meses será possível jogar futebol novamente. “Qualquer decisão de encerrar competições nacionais neste momento é apressado e injustificado”, afirmou o dirigente na carta.

Ceferin aposta reiniciar as competições europeias e as ligas nacionais em julho ou agosto, mesmo que você tenha que jogar sem público nos estádios. “Futebol sem espectadores não é o mesmo que futebol com espectadores, mas em qualquer caso, é melhor ter futebol sem um público, mas com televisão, do que não ter futebol.”

O presidente não aprova manter a temporada, caso o calendário se estenda. “Em setembro ou outubro não há condições.” Este posicionamento contraria, por exemplo, o que pensa Karl Heinz Rummenigge, presidente do Bayern de Munique. O dirigente alemão sustenta a opção de terminar a temporada mesmo que a próxima tenha início no inverno europeu.

Globo estuda exibir outros jogos antigos se reprise do penta der audiência

Uol

Muita gente foi pega de surpresa com a decisão da Globo de reprisar a decisão da Copa do Mundo de 2002 no próximo domingo de Páscoa, às 16h, em alternativa para ocupar a grade em tempos de paralisação do futebol na crise do coronavírus. Mas outras partidas podem ser exibidas na mesma faixa, caso a tentativa agrade ao público.

Segundo apurou o UOL Esporte, tudo vai depender do retorno de audiência e repercussão de Brasil 2 x 0 Alemanha. Se for melhor do que a Globo espera, a emissora carioca estuda fixar a faixa para mostrar jogos históricos.

Além de ser uma forma de movimentar o seu departamento de Esporte – ou quem ainda está trabalhando nele -, a exibição das reprises também ajuda a Globo a ter uma pós-entrega interessante para os parceiros do futebol, que serão citados na transmissão especial.

O próprio Galvão Bueno é um defensor nos bastidores da continuidade das reprises. Para alguns chefes, o narrador afirmou que a faixa de jogos clássicos no domingo à tarde seria um alento aos fãs do futebol em meio a tanta notícias ruins. A direção de Esporte da Globo concorda com a narrador.

Com o avanço da Pandemia do Covid-19, o Grupo Globo tem usado de reprises também em seu canal esportivo. O SporTV tem mostrado jogos clássicos durante o dia inteiro, aproveitado alguns horários também para promover uma votação popular para saber qual jogo merece reprise.

A exibição da final da Copa do Mundo de 2002 será mostrada com narração original de Galvão Bueno, com comentários de Paulo Roberto Falcão, Casagrande e Arnaldo Cezar Coelho. Antes, um pré-jogo de 30 minutos com Cléber Machado e Casagrande vai trazer curiosidades sobre a partida.

Fifa aumenta prazo de idade, e Gabriel Jesus e outros podem jogar Olimpíada

MSN

Com o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021, a Fifa decidiu aumentar o limite de idade dos jogadores no futebol masculino. Se mantivesse a regra dos 23 anos, com três exceções, por país classificado, muitos atletas não seriam elegíveis para atuar no ano que vem.

Dessa forma, a Fifa mantém os jogadores que estariam elegíveis para esse ano, nascidos em 1997, para o ano que vem. Essa medida beneficia várias estrelas do futebol mundial, como Gabriel Jesus (Manchester City), Gerson (Flamengo), Lucas Paquetá (Milan), David Neres (Ajax) e Richarlison (Everton), nascidos em 97.

Do time de André Jardine que participou do Pré-Olímpico, os jogadores que foram beneficiados com a medida da Fifa são:

Cleiton (goleiro, Red Bull Bragantino), Lucas Perri (goleiro, São Paulo), Ayrton Lucas (lateral esquerdo, Spartak Moscou), Caio Henrique (lateral esquerdo, Grêmio), Lyanco (zagueiro, Torino), Luiz Felipe (zagueiro, Lazio), Gabriel (zagueiro, Lille), Wendel (volante, Sporting), Matheus Henrique (volante, Grêmio), Maycon (volante, Shakthar Donetsk), Lucas Paquetá (meia-atacante, Milan).

As outras estrelas mundiais que seguem elegíveis para disputar a Olimpíada no ano que vem com esta medida são: Dembelé (França, Barcelona), Lautaro Martínez (Argentina, Inter de Milão) e Theo Hernandéz (França, Milan).

Um mês depois, Ronaldinho segue preso no Paraguai e sem perspectiva de sair

Globo Esportes

Exatamente um mês atrás, no dia 4 de março, acompanhado de seu irmão, Roberto Assis, Ronaldinho Gaúcho desembarcou no aeroporto internacional Silvio Pettirossi em Luque, na grande Assunção. Foi recebido como o popstar que é, duas vezes eleito o melhor jogador do planeta, campeão do mundo, da Liga dos Campeões, da Copa Libertadores. De óculos escuros, boina preta, camiseta branca e o sorriso característico, Ronaldinho cometeu naquele aeroporto um erro pelo qual paga até hoje: seguiu para um sala VIP, onde lhe entregaram um passaporte paraguaio com seu nome, seus dados, sua foto, mas ainda sem sua assinatura – lacuna que ele preencheu ali mesmo, naquela sala VIP, com uma caneta que também lhe chegou as mãos, como se estivesse dando mais um dos incontáveis autógrafos que distribuiu ao longo da carreira.

Neste sábado, 4 de abril, Ronaldinho Gaúcho amanheceu pela trigésima vez num cela da Agrupación Especializada, um quartel da Polícia Nacional do Paraguai transformado em cadeia em Assunção. O passaporte adulterado que ele e Assis usaram para entrar no Paraguai – e que custaram R$ 30 mil reais cada um – foram o ponto de partida de uma investigação do Ministério Público e do Ministério de Tributação (o equivalente a Receita Federal do Brasil) que já resultou na prisão de 15 pessoas e começou a desvendar um esquema milionário de evasão de divisas, lavagem de dinheiro e produção de documentos falsos.

O “Caso Ronaldinho”, que um mês atrás começou em ritmo vertiginoso, hoje se move com lentidão. Na noite daquele mesmo 4 de março, Ronaldinho e Assis receberam no hotel a visita de autoridades paraguaias. Passaram a noite sob custódia e, no dia seguinte, contaram ao Ministério Público tudo o que sabiam. Admitiram que tentaram entrar no país com aqueles documentos, mas que não sabiam serem falsos. O MP paraguaio enquadrou os irmãos Assis numa figura jurídica chamada “critério de oportunidade”, que a grosso modo permite aos réus não serem acusados formalmente pelos crimes que cometeram, desde que consigam reparar o dano causado. Na prática: Ronaldinho e Assis seriam submetidos a uma “pena social” – uma doação para uma ONG, por exemplo – e poderiam deixar o Paraguai.

Na audiência em que seria definida o tamanho dessa “pena social”, houve uma reviravolta. A justiça não aceitou dar o “critério de oportunidade” para Ronaldinho e Roberto. O Ministério Público mudou sua posição e pediu a prisão preventiva dos irmãos Assis. As 22h de sexta-feira, 6 de março, quando estavam num hotel próximo ao aeroporto, os irmãos Assis foram detidos e levados para a Agrupación Especializada. Desde então três recursos apresentados pela defesa de Ronaldinho foram negados pela Justiça. Os advogados de defesa não conseguiram nem mudar os irmãos Assis para uma prisão domiciliar, e nem anular a prisão preventiva, que no Paraguai pode durar até seis meses. O argumento para manté-los presos foi sempre o mesmo: soltá-los poderia prejudicar o andamento das investigações.

Barcelona prometeu a Neymar que iria fazer de tudo para contratá-lo

Terra

Neymar sonha com o retorno cada vez mais próximo ao Barcelona desde a última janela do verão europeu. Na época, o clube blaugrana prometeu ao brasileiro que iria fazer de tudo para trazê-lo para a temporada 2020/2021, visto as dificuldades que o Paris Saint-Germain estava impondo. O objetivo também foi afastar o interesse do Real Madrid que também chegou a conversar com os franceses sobre o atacante.

Representantes do jogador, liderado pelo próprio pai do atleta, também estiveram na Catalunha para discutir questões judiciais com os mandatários do gigante espanhol em um hotel da cidade. Ao concordarem em realizar um pacto, o entorno do brasileiro gostaria que os culés fizessem um acordo por escrito sobre o retorno do camisa 10 do PSG. Embora não haja nada assinado, pois isto poderia gerar uma reclamação na Fifa e punição ao time, o acerto verbal já existe.

Há um ano, o perigo dos merengues levarem o craque era alto e a prova de que havia conversar entre Florentino Pérez e Nasser Al-Khelaifi foi a troca realizada entre Keylor Navas e Areola. Neymar, que chegou a ver casas para morar na Catalunha, é visto como um atleta com alto valor estratégico e que poderia gerar retorno com a sua volta apesar da crise provocada pela COVID-19.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia