WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

junho 2020
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  



drupal counter

:: 3/jun/2020 . 17:01

La Liga terá ”aplauso infinito” de torcidas durante as partidas para homenagear médicos e jogadores

Globo Esportes

Aplausos para os ídolos em campo e para os heróis nos hospitais do país. Desse jeito, a Liga Espanhola vai quebrar o silêncio das arquibancadas vazias quando os jogos da primeira divisão voltarem no dia 11 de Junho, com o clássico da região da Andaluzia entre Sevilha e Bétis. A campanha #AplausoInfinito vai garantir a presença virtual dos torcedores dos 20 principais clubes do país nos estádios no reinício do campeonato espanhol.

A Liga criou uma página na internet onde as torcidas podem gravar áudios e vídeos com aplausos para ajudar os jogadores em campo e também homenagear os profissionais da saúde nos hospitais. Aos 20 minutos de cada partida, uma versão editada desse conteúdo será exibida pelos telões e sistemas de som dos estádios da primeira divisão.

– É um projeto fantástico, principalmente nessa situação em que os fãs não podem ir aos estádios. Pelo menos de alguma forma nós vamos conseguir ouvi-los. Vai ser incrível escutar no vigésimo minuto de cada jogo o apoio dos torcedores do mundo inteiro – disse Luís Garcia, ex-atacante do Atlético de Madri, do Barcelona, e da seleção espanhola.

A escolha do minuto 20 não é aleatória. Desde Março, a cada dia, às 20h, o país inteiro passou a aplaudir os profissionais de saúde da Espanha que trabalham na linha de frente do combate à Covid-19. Dessa forma, a luta contra a epidemia transformou os aplausos numa nova rotina dos espanhóis.

Júlio Baptista, ex-meio-campo do Sevilla, do Real Madri e do Málaga, atualmente é um dos embaixadores da Liga Espanhola. Na manhã desta quarta-feira, durante a entrevista coletiva de relançamento do campeonato, o brasileiro aplaudiu a ideia de aproximar a torcida dos jogadores de algum jeito diante da nova realidade. No entanto, ele destacou as dificuldades que vão surgir nos outros 89 silenciosos minutos de partida.

– Eu nunca tive a oportunidade de jogar num estádio vazio. É um novo cenário que os jogadores vão precisar enfrentar, porque o peso do fator campo deixará de existir sem a torcida ali empurrando o time. Eles vão precisar se preparar pra enfrentar essa nova realidade – disse Júlio Baptista.

Clubes de futebol podem retomar treinos ainda este mês em Salvador

Galáticos Online

Clubes de futebol que treinam em Salvador poderão retonar às atividades ainda este mês, a depender da finalização de um protocolo que é desenhado pela prefeitura da capital baiana em conjunto com as associações esportivas. A informação foi divulgada na manhã desta quarta-feira (3) pelo prefeito ACM Neto, durante a inauguração de uma unidade de Saúde da Família, no bairro de Vila Canária. Os treinos estão suspensos desde março, em razão da pandemia do coronavírus.

Segundo ACM Neto, equipes da prefeitura e representantes de clubes têm dialogado sobre a volta dos treinos. Apesar da possibilidade de retorno ainda em junho, ainda não é possível estabelecer a data. A decisão cabe à prefeitura.

A medida beneficiárá o Esporte Clube Vitória. O presidente do Leão, Paulo Carneiro, pretende retomar as atividades em 10 de junho, mas precisa do aval da gestão municipal. O mandatário disse no canal do rubro-negro no Youtube que o protocolo enviado à prefeitura recebeu algumas alterações, que foram aceitas pelo clube.

“Nós encaminhamos um protocolo. A prefeitura enviou de volta com algumas alterações e nós vamos aceitar sem discutir. Estamos encaminhando a resposta à prefeitura para que a gente possa treinar, de forma presencial, a partir do dia 10 de junho. Espero que a gente não precise mais adiar”, disse Carneiro. O Vitória paralisou as atividades em 17 de março e faz treinamentos online desde a volta das férias dos atletas.

O Bahia não será contemplado com o retorno porque o centro de treinamento fica em Dias D’Ávila, Região Metropolitana de Salvador.

PSG e Lyon planejam amistosos e final de “esquenta” para Liga dos Campeões

Uol

Paris Saint-Germain e Lyon se unem nos bastidores na tentativa de retomar o futebol na França antes do estipulado pelo governo do país. Com o Campeonato Francês já encerrado, a ideia dos clubes é realizar amistosos entre eles e até a final da Copa da Liga Francesa. O foco é encontrar ritmo de jogo para a conclusão da Liga dos Campeões.

Os clubes já sabem do posicionamento da Uefa, que indica que a competição continental será finalizada em campo no mês de agosto. O PSG está classificado para as quartas de final, e o Lyon vai realizar o jogo da volta das oitavas, contra a Juventus – o time francês venceu a ida por 1 a 0.

As diretorias dos clubes franceses entendem que estão em desvantagem em relação aos demais times da Liga dos Campeões porque as autoridades locais decidiram encerrar a temporada. Já se discute com o Ministério dos Esportes a volta do futebol logo no primeiro dia de agosto, quando PSG e Lyon decidiriam a Copa da Liga Francesa. A final pode ser o primeiro jogo oficial de Neymar pós-pandemia do novo coronavírus.

Mas plano dos clubes além da decisão, e já se discute a possibilidade de amistosos serem jogados em julho. De acordo com o jornal francês “Le Parisien”, Lille e Saint-Etienne foram consultados para a realização de um torneio quadrangular no mesmo mês.

PSG e Lyon traçam o mesmo plano para a volta do futebol. Os clubes colocaram seus elencos de férias por vinte dias e marcaram o retorno às atividades para a dia 22 de junho. A data deixa clara a diferença de preparação física em relação aos grandes clubes da Europa, já que as principais ligas do continente (Espanhol, Inglês, Alemão e Italiano) estarão em andamento nessa data.

CBF comunica aos clubes sobre o formato dos campeonatos nacionais

CBF

O secretário-geral da CBF, Walter Feldman, abordou sobre diversos assuntos relacionados ao possível retorno do futebol no segundo semestre e entre os temas o dirigente falou sobre o formato dos torneios nacionais que ainda não começou por causa da pandemia pela Covid-19. Para o dirigente, ainda não tem data para os torneios acontecerem.

A entidade deixou a cargo de cada federação estadual com relação as voltas dos torneios estaduais, mas questionado se à Série A, B, C e D mudariam os formatos. Walter Feldman garantiu que não terá mudança e que aconteceria do mesmo jeito que ocorreu ano passado.

“Nós não temos a data onde isso pode acontecer (o início dos campeonatos nacionais), até porque a logística da competição nacional é muito mais complexa, o sistema aéreo está praticamente paralisado. Não há Série C, Série B e Série A sem uma malha aérea muito consistente”, explicou Walter Feldman à Rádio Sagres 730.

Por fim, o dirigente negou que tenha qualquer chance de cancelamento no momento: “Nesse momento, não há nenhuma alteração estrutural no modelo. Os ajustes que eu digo são aproveitamento de datas que podem ser feitas no final do ano, período em que normalmente que não tem jogo que é entre natal e ano novo, quem sabe utilizar algumas datas em janeiro e fazer uma redução do espaço entre as partidas. Mas cancelamento ou mudança estrutural em campeonato nacional, não temos no nosso ângulo de visão”, projetou.

População deve evitar a prática de atividades físicas coletivas

Secom PMVC

É muito importante, principalmente, durante a pandemia do coronavírus, se manter fisicamente ativo tanto para a saúde mental quanto do corpo. Porém, seguir algumas recomendações é essencial para não se expor ao risco da contaminação e nem transmitir o vírus para outras pessoas, no caso dos assintomáticos.

A principal orientação das autoridades de saúde é evitar a prática de atividades físicas coletivas, como as partidas recreativas de vôlei, basquete e de futebol (o famoso “baba”). “Estas são atividades que proporcionam aglomeração e contato físico. Então, a probabilidade de contaminação é muito maior”, comentou o coordenador de Esportes, Márcio Brito.

“Tudo isso vai passar. Mas, para que possamos voltar à rotina o mais breve possível, o distanciamento social é o principal foco no momento”, reforçou o coordenador. Por isso, o ideal é que as pessoas pratiquem exercícios em casa, com o apoio, por exemplo, de videoaulas de profissionais disponíveis na internet.

Mas há outras opções já conhecidas e praticadas por muitas pessoas, como dançar e pular corda. O importante é sempre respeitar os limites do corpo; se possível, procurar uma orientação profissional; e, principalmente, não deixar a saúde de lado durante esse período.

Atraso salarial emperra negociação para Júnior Todinho ficar no Guarani

Isto É

Apesar do otimismo adotado pelo Guarani em um desfecho positivo para conseguir a renovação do contrato com Júnior Todinho, o empresário Diogo Silva explicou o motivo pelo qual a situação ainda não foi definida.

De acordo com declaração do representante, em entrevista à Rádio Bandeirantes de Campinas, o Guarani ainda precisa acertar os salários atrasados antes de sacramentar um novo acordo, para sequência da temporada.

“A situação está parada. O Guarani tem que acertar alguns valores para só depois disso a gente poder conversar sobre uma futura renovação. Na semana passada, foi pago 60%. Ou seja, tem um mês e 40% do segundo salário atrasados. Aí é inevitável”, declarou.

Durante o período de pandemia, Todinho ainda aproveitou para entregar o apartamento onde residia em Campinas e se encontrou com o agente, no último final de semana, para definir o futuro da carreira.

Com dificuldades financeiras e problemas de fluxo de caixa, o Guarani ainda não conseguiu quitar todas as pendências referentes a março e iniciou a semana com expectativa de pagar o mês de abril a elenco e funcionários até a próxima sexta-feira.

Preocupado com as finanças, o time campineiro divulgou, no início de maio, corte de 25% nos vencimentos dos atletas, medida já adotada por outros participantes da Série B.

Após determinação da Justiça, mais de R$ 500 mil são desbloqueados em favor do Vitória

Galáticos Online

Não é novidade que o Vitória vive uma crise financeira, causada pelas más gestões que passaram pelo clube e agravada com a pandemia do novo coronavírus. Mas uma notícia boa foi publicada nesta segunda-feira (1º), no Diário da Justiça do Estado da Bahia (DJBA), onde um pagamento feito pela Rede Globo, que estava penhorado, foi liberado em favor do Leão.

Uma dívida com a empresa ‘Performance Marketing Esportivo Ltda.’ fez com que o Vitória não recebesse os R$ 657 mil que foram pagos pela Rede Globo, valor que ficou bloqueado até o Rubro-Negro conseguir através da Justiça, a liberação de 80% do valor citado, que chega a R$ 525 mil, e os outros 20% (R$ 131 mil) foram destinados à ‘Performance’. A informação fou publicada inicialmente pelo Bahia Notícias e confirmada pelo Galáticos Online.

Recentemente foi divulgado que o Vitória segue devendo salários das atletas do futebol feminino. O diretor jurídico do Vitória, Dilson Júnior, revelou que o valor pago pela Globo, destinado ao futebol feminino, segue bloqueado e o clube trabalha para liberar uma porcentagem dele.

“Esse que teve do futebol feminino estamos fazendo um acordo para liberar parte do valor. Não vamos conseguir liberar tudo, mas gira em torno de uma porcentagem do valor penhorado”, disse ao Bahia Notícias.

Bahia tem queda de receita de quase R$ 10 milhões durante pandemia

Correios

A projeção de prejuízo idealizada pelo Bahia no início da pandemia do novo coronavírus já começou a se confirmar. Com a paralisação das atividades no futebol, o tricolor viu as suas receitas caírem de forma drástica nos últimos meses.

De acordo com o fluxo financeiro dos primeiros meses de 2020 divulgados pelo clube, a diminuição na receita durante o mês de abril chegou a cerca de R$ 10 milhões na comparação com março.

Se entre os meses de janeiro, fevereiro e março os recebimentos do clube oscilaram entre R$ 15 milhões e R$ 13 milhões por mês, em abril a conta ficou em pouco mais de R$ 3,7 milhões. Essa queda está basicamente ligada com as receitas de televisão.

Atualmente, o tricolor conta com dois contratos para a transmissão das suas partidas no Campeonato Brasileiro: um com a Turner (jogos em canais fechados) e outro com a Globo (partidas em TV aberta, pay per view e outras plataformas). O problema é que, sem o início do Brasileirão e consequentemente a não transmissão de jogos, as empresas decidiram fazer cortes nos repasses aos clubes.

Enquanto a Turner parou de fazer os pagamentos ao tricolor pelo contrato vigente, a Globo cortou o rapasse em 70%. Assim, se em março os cofres receberam cerca de R$ 4,5 milhões referentes a contratos de televisão, em abril o registrado foi de apenas R$ 151 mil, por exemplo.

“A Turner suspendeu o pagamento, não pagou nada que estava previsto. Tínhamos que receber R$ 2,5 milhões da Turner em abril e não recebemos nada, também não recebemos em maio. A Globo descontou 70% da fatura, então a nossa receita de televisão foi para quase zero. Era R$ 4,5 milhões”, explicou o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, em live realizada pelo grupo Mais um, Baêa!.

Fifa pede “bom-senso” à Bundesliga por homenagens de jogadores a Floyd

Atarde

Diante dos gestos de alguns jogadores na Alemanha para homenagear George Floyd, que em princípio poderia ser penalizado, a Fifa pediu nesta terça-feira, 2, “bom senso” e que se leve em conta o “contexto”, um dia após o anúncio de uma investigação por parte da Bundesliga.

A Fifa “entende perfeitamente a profundidade dos sentimentos e preocupações expressos por vários jogadores de futebol após as trágicas circunstâncias do caso George Floyd”, o americano de 46 anos que foi assassinado pela polícia de Minneapolis na segunda-feira passada durante sua detenção.

A Fifa, que “mostra repetidamente sua oposição a todas as formas de racismo e discriminação”, lembrou a aplicação das regras do jogo aprovadas pela Ifab: “Deixar os organizadores das competições, que devem mostrar bom senso e levar em consideração o contexto que envolve os eventos”.

A Comissão Disciplinar da Federação Alemã de Futebol (DFB) determinará se os gestos em homenagem a Floyd podem levar a uma penalidade, anunciou a próprio DFB na segunda-feira.

A entidade estudará “nos próximos dias” a situação de Weston McKennie (Schalke 04), Jadon Sancho (Borussia Dortmund) e Achraf Hakimi (Borussia Dortmund), que manifestaram sua indignação em relação às circunstâncias da morte de Floyd, a primeira com um mensagem na braçadeira de capitão e os outros com textos nas camisas.

A DFB disse que o cartão amarelo a Sancho não foi aplicado devido à mensagem política, mas porque ele levantou a camisa sobre a cabeça. “Isso é definido na regra número 12 como um comportamento claramente contrário às normas e independente de qualquer mensagem política”, disse Lutz Michael Froehlich, chefe da unidade de árbitros de elite da DFB.

Já o atacante do Borussia Mönchengladbach, Marcus Thuram, que apoiou um joelho na grama, reproduzindo um gesto popularizado pelo jogador de futebol americano Colin Kaepernick para denunciar a violência policial contra a população negra nos Estados Unidos, não está incluído na lista de possíveis sanções.

“Tenho um grande respeito pelos jogadores que demonstraram solidariedade. Precisamos de jogadores responsáveis e tenho orgulho deles”, disse o presidente da DFB, Fritz Keller.

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse por sua vez que “para evitar mal-entendidos sobre as competições da Fifa, os recentes protestos de jogadores em jogos da Bundesliga merecem aplausos e não penalidade”.

“Temos que dizer não a todas as formas de racismo e discriminação”, acrescentou Infantino em declarações transmitidas à AFP na terça-feira.

“Temos que dizer não à violência e a todas as formas de violência”, insistiu.

Campeonato da Bósnia é mais um a ser encerrado na Europa

Ogol

Há mais um campeonato encerrado na Europa. A Federação Bósnia de Futebol (NS/FS BiH) anunciou, nesta terça-feira, que o campeonato nacional foi dado como terminado e que o FK Sarajevo é o novo campeão, pelo segundo ano consecutivo.

Faltando apenas duas rodadas para o fim do certame, o Saravejo liderava com 45 pontos, três a mais do que o segundo classificado, o Zeljeznicar.

No mesmo sentido, também a Copa da Bósnia, que já tinha os quatro semifinalistas definidos, também foi concluída.

No que diz respeito à próxima temporada, a Federação admitiu ainda que o retorno da competição está previsto para o dia 1 de agosto.

Dificuldades e perspectivas do Vasco no campo, na política e nas finanças

Terra

O drama financeiro do Vasco passa longe de ser novidade. E também parece aumentar a cada dia. Ao mesmo tempo, o clube tenta reiniciar os trabalhos relativos ao time, em campo, passando alguma normalidade possível. Tudo isso com o pano de fundo da política, que nunca para no clube de São Januário.

Tem eleição no horizonte. O pleito está previsto para o fim deste ano. A atual diretoria tenta ampliar as pautas positivas. Além das avaliações iniciadas na última segunda-feira, a construção do novo centro de treinamentos, a campanha de renovação e associação (ambas corroboradas pela torcida) e conteúdos nas redes sociais. Porém, minimizar os atrasos de salários é urgente.

– Essa questão financeira é sempre um assunto delicado, mas é importante de abordarmos e falar com clareza e transparência. Não é segredo para ninguém que, esse ano, grande parte do elenco ainda não recebeu seus vencimentos. Eu, particularmente, uma parte daquilo que recebo estou desde agosto do ano passado sem receber. Digo isso para que o torcedor perceba o nível de comprometimento que esses atletas tem com o clube, com causas objetivo e projeto de reestruturação – explanou o goleiro Fernando Miguel, à Vasco TV, na última terça-feira. E prosseguiu:

– É um momento extremamente complicado. Temos trabalhado em prol um do outro, temos visto os que necessitam mais. Não falo só dos atletas, mas, nos últimos tempos, temos tido mais contato com José Luis Moreira, vice de futebol que assumiu agora. Ele nos trouxe uma segurança de que traria alguma solução a curto prazo. Em cima disso estamos esperando, criamos expectativa de que avance para amenizar as dificuldades que todos enfrentam. Às vezes, as pessoas acham que os atletas são abastados financeiramente. Não é a realidade de todos. Então a gente preza por cuidar de todos e, em prol do Vasco, a gente espera que as coisas voltem à normalidade – detalhou o goleiro.

José Luis Moreira, citado por Fernando Miguel, é outro personagem importante do Vasco atual. Cooptado pelo atual presidente para o comando do futebol cruz-maltino, ele tem conversado com torcedores ilustres e antigos parceiros de auxílio ao clube. O objetivo é tentar minimizar os problemas financeiros junto ao departamento, como o goleiro explicou. Reforços não são prioridades na pauta vascaína da hora.

Marco Aurélio Cunha deixa CBF para tentar ser presidente do São Paulo

MSN

A Confederação Brasileira de Futebol confirmou nesta terça-feira que Marco Aurélio Cunha não é mais o coordenação das seleções brasileiras femininas. A saída ocorre após cinco anos e, segundo comunicado da CBF, em comum acordo. A entidade exalta que o dirigente teve atuação fundamental na reestruturação e consolidação da seleção e do futebol feminino no país. MAC vai concorrer ao cargo de presidente do São Paulo na eleição do final do ano.

“O Marco Aurélio fez um trabalho admirável no desenvolvimento do futebol feminino, que hoje é uma prioridade dentro da CBF. Fui testemunha de sua competência, dedicação e do seu comprometimento ao longo desses anos de convivência”, afirmou o presidente da CBF, Rogério Caboclo, em comunicado da entidade.

“Sabemos que o Marco tem outros projetos e entendemos conjuntamente que havia chegado o momento dele sair. Fica o meu agradecimento, com a certeza de que suas qualidades pessoais e profissionais ficarão marcadas na seleção brasileira feminina”, acrescentou Rogério Caboclo.

Projeto citado por Rogério Caboclo é buscar ser eleito presidente do São Paulo. A eleição acontece no final do ano. Atual mandatário, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, não pode tentar a reeleição.

Oficialmente, Marco Aurélio ainda não confirmou sua candidatura. O único candidato já confirmado é o ex-diretor de marketing Julio Casares, que tem apoio de grupos da situação e também da oposição, como o ex-presidente José Eduardo Mesquita Pimenta. O atual vice-presidente, Roberto Natel, é outro nome que surge entre os conselheiros para o pleito. Ele é rompido com Leco desde 2018.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia