WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

julho 2020
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



drupal counter

:: 2/jul/2020 . 19:31

Prefeitura de Salvador já discute retomada dos jogos de futebol na capital

Galáticos Online

O prefeito de Salvador, ACM Neto, revelou, durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (1), que já avalia a possibilidade de retomar os jogos de futebol na capital baiana.

Neto também informou que já houve reunião com os presidentes de Bahia e Vitória, além de representantes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), para discutir a realização de partidas no âmbito da Copa do Nordeste em Salvador.

“Estamos convencidos de que a prática do futebol pelos clubes profissionais com os protocolos que definimos não é um vetor que traga sério risco de contaminação do coronavírus. […] Já sentei pra conversar com o presidente do Bahia e do Vitória. Estamos conversando com a CBF a respeito de Salvador sediar as partidas da Copa do Nordeste. Não há decisão nesse sentido, porém, hipótese e possibilidade existe”, disse o prefeito.

Também tem sido levadas em consideração as condições de alojamento das delegações dos clubes de outras cidades que viriam para Salvador.

Em 15 de junho, os times de futebol que treinam em Salvador foram liberados para voltar às atividades. Antes de os treinos começarem, os clubes foram obrigados a testar os funcionários e vacinar contra a H1N1. Os treinos foram retomados cumprindo algumas exigências, como: proibição de atividades em ambiente fechado, obrigatoriedade de medir temperatura diariamente e a proibição da presença de convidados, torcedores e imprensa nos treinamentos.

Times da Série C pedem início do torneio e fazem novo apelo financeiro à CBF

Futebol Interior

Os 20 clubes da Série C do Campeonato Brasileiro, em videoconferência, elaboraram um protocolo, enviado à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pedindo o início da competição nos mesmos moldes das Séries A e B. As agremiações entendem que o torneio irá minimizar os danos financeiros causados pela paralisação do esporte devido ao novo coronavírus.

“Diante da situação de incerteza vivenciada pelos clubes que disputam o Campeonato Brasileiro da Série C, representantes dos 20 times, em comum acordo, se reuniram e elaboraram um protocolo encaminhado junto à CBF, comunicando que todos são favoráveis ao retorno da competição na mesma data prevista para os clubes das Séries A e B”, falou o documento divulgado pelos clubes à imprensa.

“Reforçando que nossa principal preocupação é a saúde dos atletas, nos comprometemos a seguir com responsabilidade os protocolos de higienização, bem como cumpriremos as exigências estabelecidas pela CBF para a rotina de treinos e jogos’, completou.

Além do início da competição, em agosto, os clubes pedem também um novo aporte financeiro da CBF, que já fez um repasse, em abril, de R$ 200 mil para cada clube da divisão.

“Comunicamos também a solicitação de uma nova ajuda financeira, tendo em vista as adversidades enfrentadas pelos gestores para o pagamento dos salários de atletas, funcionários e colaboradores, nos meses de junho e julho. O pedido se embasa no entendimento da própria CBF, ciente das dificuldades de honrarmos os contratos e compromissos, já que tivemos grande perda de receita (patrocínios e sócios, etc). Sabendo de que podemos contar com mais esse apoio, aguardamos o retorno da CBF sobre o documento caminhado”, finalizou em nota.

‘Na nossa visão, o pedido é pertinente, tanto para o início da competição, junto com as demais divisões, quanto para o pedido de auxílio financeiro, uma vez que todos os clubes estão passando por muitas dificuldades financeiras por conta da pandemia”, falou o presidente do Manaus, Luis Mitoso.

Vasco e Botafogo estudam transmitir jogos; Fluminense decide não fazer

Futebol Interior

Com a decisão da Rede Globo de não transmitir mais o Campeonato Carioca, outros clubes estudam a possibilidade de transmitir os jogos restantes no YouTube. Vasco, Botafogo e Fluminense afirmaram ter condições de transmissão. Os dois primeiros estão avaliando com seus departamentos jurídicos, enquanto o Tricolor já decidiu por não realizar a transmissão.

Vasco e Fluminense jogam nesta quinta-feira. O Vasco é mandante no confronto com o Madureira, mas o presidente Alexandre Campello disse estar analisando o cenário jurídico pois entende que a rescisão da Globo é muito recente. Além disso, a emissora ainda pagará as cotas de 2020.

O Fluminense já decidiu por não transmitir. Caso quisesse, teria que entrar em acordo com o Macaé, pois o Tricolor joga como visitante.

O Botafogo, que já jogou na rodada, tem posição parecida com a do Vasco e analisa juridicamente a situação.

A tendência é de que nenhum clube transmita os jogos.

Conmebol cria protocolo para retomada, mas diz: ‘Não será do dia pra noite’

Uol

A Conmebol afirmou que criou um protocolo com especialistas para a retomada de seus campeonatos, mas afirmou que isso não acontecerá “do dia para a noite”. Entre as medidas, está previsto que o retorno aconteça em partidas sem público.

Durante a Cúpula do Mercosul, o presidente da entidade, Alejandro Domínguez, afirmou que a vida dos jogadores, comissão técnica, árbitros e torcedores é a prioridade no momento, mas deu argumentos econômicos para que se pense na volta das partidas, depois da paralisação por conta do coronavírus.

“São tempos difíceis, que exigem decisões enérgicas, mas também equilíbrio. Desde o início, a prioridade é a vida das jogadoras, jogadores, árbitros, técnicos e torcedores”, afirmou Domínguez. Ele defendeu em seu discurso que o futebol é “um alívio nas tensões sociais, é um canalizador de energias que dissipam o mal-estar e reanimam o espírito. Em circunstâncias como vivemos, o retorno do nosso esporte fica mais importante”. Abordou também a importância econômica e os empregos gerados pelo futebol.

O presidente da Conmebol ainda afirmou que a saúde vem primeiro, mas estes outros fatores precisarão ser considerados. Segundo Domínguez, a volta depende dos presidentes dos países envolvidos.

“Nós, da Conmebol, queremos estar preparados para o dia da volta. Para isso, uma equipe de especialistas elaborou um protocolo para treinamentos, viagens, competições, assim como um manual operativo de saída e chegada de voos de delegações”, explicou ele.

“Ele foi concebido para um primeiro momento que começará com partidas sem público. Nossa intenção não é voltar da noite para o dia. O futebol precisa voltar com total segurança, quando vocês, senhores presidentes, com suas autoridades sanitárias, considerarem seguro”, concluiu.

Assinantes revoltados prometem ir ao Procon e processar a Globo

R7

Primeira reação após a desistência da Globo de transmitir os jogos do Campeonato Carioca.

Nas redes sociais, torcedores que pagaram a assinatura do pay-per-view Premiere prometem procurar seus direitos na Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor, o Procon. Afinal, pagaram pela transmissão do Carioca e não poderão assistir.

Ainda hoje, no site oficial do Premiere, consta o anúncio que o canal mostra os principais estaduais, jogos do Brasileirão A e B e um canal 24h de futebol nacional. E uma foto com destaque de Nenê, do Fluminense.

No ano passado, o Procon já havia notificado a Globo por começar o Brasileiro sem os jogos do Palmeiras.

Agora, a situação é mais radical. Na fase final, na decisão do Carioca, a emissora avisa que o seu canal pay-per-view não mostrará os jogos que tinha direito. Menos o do Flamengo, por não ter contrato.

A pandemia já havia feito com que o Premiere perdesse 20% de seus assinantes. Foram cerca de 350 mil desistências. Restaram ainda um milhão e meio de pessoas.

Entre esse universo, várias estão revoltadas. E já começam a procurar o Procon, depois do anúncio da rescisão de contrato com o Carioca.

A situação jurídica é complicada. O Procon analisará a posição dos consumidores. E avaliará se foram lesados ou não. A Globo poderá sofrer processos.

O Carioca trazendo mais problemas à emissora…

Flamengo enche os cofres com transmissão no canal oficial e receita anima Landim nos bastidores

Uol

O Flamengo venceu o Boavista por 2 a 0 na primeira transmissão ao vivo que realizou em seu canal oficia (FlaTV). A partida contou com 14 milhões de acessos no geral, 2,11 milhões simultâneos no YouTube e 148 mil no Facebook. Foi um grande recorde se tratando de transmissões esportivas online. Mesmo diante de uma partida que não teria tanto apelo, a torcida flamenguista “compareceu” em peso.

O Portal UOL Esporte informou que o Rubro-Negro estima receber só com “ingressos virtuais” R$ 800 mil. Os números ainda são preliminares e essa projeção pode aumentar. O Flamengo ainda contabiliza valores de quanto vai receber pela exibição da marca de alguns patrocinadores, além da receita que vem do exterior, onde os flamenguistas pagaram oito dólares (R$ 42,4 na cotação atual) e a monetização do próprio conteúdo.

Com isso, a diretoria do Mais Querido do Brasil acredita que as cifras totalizadas podem chegar próximo a R$ 2 milhões e o clube fica ainda mais forte para negociar com a Globo um acordo que acha justo. As conversas neste momento estão emperradas, mas existe a chance de um acordo sair. Executivos da emissora devem realizar novas reuniões com a alta cúpula do Flamengo.

O presidente Rodolfo Landim não abre mão de receber um valor que ele entende ser apropriado para o Rubro-Negro. Como o torneio está em fase final, as conversas seguem para o Fla receber por cada jogo e, assim, receber o montante “cheio” no Campeonato Carioca da próxima temporada. Vale lembrar que para o Campeonato Brasileiro nada muda e o Mengão segue tendo contrato com a Globo.

Torcida é expulsa após recusa para manter o distanciamento na final da Copa da Dinamarca

Iasto É

Meia hora depois da bola rolar na final da Copa da Dinamarca, o jogo foi interrompido porque os torcedores do Aalborg se recusarem a obedecer as regras de distanciamento social na arquibancada. A partida decisiva era contra o SonderjyskE, em Esbjerg, e ficou paralisada por cerca de 15 minutos para que os torcedores respeitassem o distanciamento social. Não deu certo. A torcida organizada foi expulsa do estádio.

Para a final, segundo o globoesporte.com, foram disponibilizados 725 ingressos para cada equipe. Os fãs poderiam acompanhar a partida, desde que respeitassem a distância de um metro entre eles. Os ultras – como são conhecidas as torcidas organizadas europeias – do Aalborg se aglomeraram. A comissão técnica do clube e os próprios jogadores até que tentaram convencer os torcedores, mas os apelos foram em vãos.

Até o momento da confusão, o Aalborg era melhor na partida, mas perdeu a decisão por 2 a 0. Anders Jacobsen marcou os dois gols do SonderjyskE, jovem equipe de 16 anos, que conquista o seu primeiro título nacional da história.

A Dinamarca, que controlou a pandemia, teve cerca de 12 mil casos confirmados de coronavírus e registrou 600 mortes, de acordo com os dados mais recentes da Universidade Johns Hopkins.

Na briga entre Flamengo e Globo, quem perdeu foi o Vasco

Uol

A Globo rescindiu o contrato de transmissão do Caixão 2020. Alega que ele é superior e anterior à MP assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, que permite ao clube mandante ser o “dono” de seu jogo e negociá-lo com quem quiser.

A MP foi assinada após uma vistos de Landim, presidente do Flamengo, e Campello, presidente do Vasco a Jair Bolsonaro.

O Flamengo, forte financeiramente, tentou vender o direito de seus jogos para a televisão aberta. Não conseguiu e transmitiu, ele mesmo, o jogo, com a sua televisão no YouTube.

Foi um sucesso. Mais de 2 milhões de pessoas acompanharam. Como um show de Henrique e Juliano, reis das lives.

E o dinheiro? O Flamengo não precisa do dinheiro do Carioca. Está usando a transmissão para acumular forças diante da próxima negociação com a Globo.

E o Vasco, que está seguindo os argumentos do Flamengo? Vai ficar sem jogos na Globo. E não vai dar retorno a seus patrocinadores. Vai explicar como?.

O Vasco pensou ser forte como o Flamengo e saiu sem nada. Deveria ter percebido isso ao aceitar ser coadjuvante do grande rival.

Na briga do rochedo contra o mar, o Vasco foi um insignificante marisco.

Globo rescinde contrato de transmissão do Campeonato Carioca

Globo Esportes

A Globo rescindiu nesta quinta-feira o contrato de transmissão do Campeonato Carioca. A decisão foi tomada após quebra da exclusividade prevista no compromisso assinado com 11 clubes que disputam a competição – a exceção é o Flamengo – e a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj).

Apesar da rescisão, a emissora vai manter os pagamentos previstos para este ano. Os clubes com contrato e a Ferj foram informados da decisão na manhã desta quinta.

Leia na íntegra a nota da Globo:

“A Globo anunciou hoje que não vai mais transmitir o Campeonato Carioca. A emissora rescindiu o contrato que mantinha com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro e com os Clubes, mas manterá os pagamentos desta temporada.

No entendimento da Globo, o contrato foi violado ontem, quando a FlaTV exibiu ao vivo a partida entre Flamengo e Boavista. De acordo com o contrato, a Globo tinha exclusividade na transmissão dos jogos do Campeonato Carioca. A Federação e onze Clubes assinaram o compromisso. A exceção foi o Flamengo. Na ocasião da assinatura e por várias temporadas em que o contrato foi cumprido, a legislação brasileira previa que, para a transmissão de qualquer partida, era necessária a obtenção de direitos dos dois Clubes envolvidos. Legalmente, ninguém poderia transmitir os jogos do Flamengo no Carioca e só a Globo poderia transmitir os demais. :: LEIA MAIS »

Clubes do interior divergem sobre volta do Campeonato Baiano

Galáticos Online

Paralisado desde 17 de março, o Campeonato Baiano pode retornar neste mês. Mesmo ainda diante da pandemia da Covid-19, que assola o país, cartolas do Estado já vislumbram a volta da competição a partir de 15 de julho.

Organizadora do certame, a Federação Bahiana de Futebol ainda não se pronunciou oficialmente, mas informações de bastidores dão conta de que essa também é a data trabalhada pela entidade para o retorno. Tudo depende, porém, do Governo do Estado e prefeituras das cidades com clubes envolvidos na disputa.

A realização de eventos esportivos na Bahia está suspensa por decreto, até a próxima segunda-feira (6). A expectativa é de que a autorização para realização das partidas, sem público nos estádios, seja dada no mesmo dia.

Porém, o retorno sequer é unanimidade entre os protagonistas do campeonato. Dos dez clubes participantes da Série A estadual, apenas Bahia, Vitória e Bahia de Feira já voltaram aos treinos. O Jacuipense deve se juntar ao trio na próxima segunda.

Tremendão e Leão do Sisal, assim como a dupla Ba-Vi, defendem a volta do Baiano neste mês. Mas, eles não têm o apoio das demais equipes.

O Galáticos OnLine ouviu presidentes e representantes de seis dos oito clubes do interior na competição. Quatro se posicionaram contra a retomada dos jogos. O Atlético de Alagoinhas não enviou seu posicionamento. Já o Fluminense de Feira não atendeu nem retornou as tentativas de contato.

O Estadual ainda tem seis rodadas a serem realizadas. Duas delas são válidas pela fase de classificação e as quatro restantes pela semifinal e final.

Salvador ganha força para sediar reta final da Copa do Nordeste

Atarde

Após o Governo de Pernambuco decidir por adiar o retorno do futebol no estado, a cidade de Recife ficou com chances remotas de ser uma das sedes para a retomada da Copa do Nordeste. A medida da atual gestão se dá pelo avanço do coronavírus nas regiões do Agreste e Sertão do território pernambucano.

De acordo com a Liga do Nordeste, entidade que organiza a competição, a capital em questão não está descartada, mas novas possibilidades podem surgir até o final desta semana.

“Estamos aguardando a mesma coisa que a CBF, algum dos municípios e estados liberarem o decreto para o retorno do futebol. Até agora nenhum liberou. Feito isso, o município, através da federação estadual, vai enviar (o planejamento) para a CBF e, aquele que enviar primeiro, imagino que terá chance […] Evidente que vão ter outras condições a serem analisadas, mas o fato de já ter a liberação vai chamar muito a atenção. Tenho impressão que até sexta-feira poderemos ter alguma novidade”, disse o presidente da Liga, Eduardo Rocha.

Anteriormente, a disputa para sediar a reta final do torneio estava entre as capitais baianas, cearense e pernambucana, mas com vantagem para Recife por ter a situação da pandemia do novo coronavírus em um controle um pouco maior. Mesmo sem confirmação oficial, Bahia e Ceará trabalharam para um retorno oficial a partir da segunda quinzena de julho.

Em suas redes sociais, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), falou pela primeira vez sobre a possibilidade da capital sediar o Nordestão. “Estamos em análise dos protocolos, quais seriam condições dos alojamentos de outras delegações que viriam para Salvador. É possível que nós venhamos sediar, mas essa decisão não foi tomada”.

A expectativa é de que Salvador envie, ainda esta semana, uma resposta à CBF para sediar o torneio, tendo grandes chances de ser escolhida.

CBF reforça que Brasileiro deve mesmo começar em 8 e 9 de agosto

Super Esportes

A CBF reafirmou que as datas de início do Brasileiro das Séries A e B serão, respectivamente, nos dias 9 e 8 de agosto. A entidade reforçou a decisão de estabelecer o cronograma das competições, tomada em conjunto com representantes da Comissão Nacional de Clubes (CNC), na semana passada. Os campeonatos terão 38 rodadas e deverão se prolongar até fevereiro de 2021.

Alguns clubes da Série B solicitaram o adiamento da primeira rodada para 16 de agosto e término em janeiro. Entretanto, de acordo com o secretário geral da CBF, Walter Feldman, a intenção é cumprir o cronograma acertado com a CNC, a não ser que haja impedimento por decisão das autoridades de saúde, em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

“A decisão foi tomada em reunião com a Comissão Nacional de Clubes, com a participação do presidente (da CBF) Rogério Caboclo. E sinalizou a data do dia 9 de agosto para o início da Série A e do dia 8 para a Série B. O desejo da CBF é cumprir integralmente o calendário, sem suspensão ou cancelamento”, afirmou Feldman, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Walter Feldman disse que as datas reservadas para os jogos da Copa do Brasil dependerão de uma definição da Conmebol sobre as competições continentais. “Vamos fazer um ajuste necessário com a espera do anúncio da Conmebol sobre a Libertadores e a Sul-Americana. Há um desejo não de concomitância, mas de proximidade de início do Brasileiro e da Copa do Brasil”, explicou o secretário.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia