WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc abrinq vitoria da sorte


vitoria da sorte

julho 2020
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



drupal counter

:: 20/jul/2020 . 19:00

Campeonato Baiano volta sem torcida e com equipes em reconstrução

G1

Quatro meses depois, a bola vai voltar a rolar no Campeonato Baiano. A partir do dia 23 de julho, próxima quinta-feira, o estadual volta a ser disputado, permeado, porém, por mudanças.

A princípio, os clubes podem estranhar alguns elementos, como, por exemplo, a ausência da torcida nas arquibancadas, importante para evitar o risco de contágio pelo coronavírus. O condicionamento físico dos atletas e entrosamento também não devem ser os mesmos. Entretanto, não devem faltar vontade e emoção.

A última partida antes da pausa do Baianão foi disputada no dia 15 de março, com triunfo do Jacuipense sobre o Vitória, por 1 a 0, no estádio Valfredão. Depois disso, os primeiros casos da Covid-19 apareceram, e nada mais foi o mesmo na Bahia. Hoje, o estado soma mais de 100 mil casos da doença, com mais de 2.500 mortes.

A duas rodadas do fim da primeira fase, o Bahia lidera a competição, com 15 pontos, seguido por Jacuipense, com 12, e Bahia de Feira e Vitória, ambos com 11, mesma pontuação do Atlético de Alagoinhas. Na parte de baixo da tabela, Jacobina e Doce Mel briga para não ser rebaixados.

Diante do crescimento no número de casos do coronavírus em algumas regiões da Bahia, o estadual não terá partidas nas cidades de Ipiaú, Jacobina e Alagoinhas. Assim, Doce Mel, Jacobina e Atlético de Alagoinhas deverão atuar em Salvador ou Feira de Santana. Na capital, a Arena Fonte Nova, onde fica instalado um hospital de campanha, também não vai receber partidas.

Desta forma, estão liberados para os jogos no Baianão os seguintes estádios:

Joia da Princesa e Arena Cajueiro – Feira de Santana;
Pituaçu – Salvador;
Barradão – Salvador;
Adauto Moraes – Juazeiro;
Lomanto Júnior – Vitória da Conquista.
Últimos confrontos da primeira fase

A duas rodadas do fim da primeira fase, o Campeonato Baiano tem situação indefinida. Oito clubes estão na briga pelo G-4. Na lanterna e a três pontos do penúltimo, Jacobina tem situação dramática contra o rebaixamento.

8ª rodada da primeira fase
Quinta
16:00
Fluminense de Feira x Jacuipense;
Vitória x Bahia de Feira;
Juazeirense x Vitória da Conquista;
Jacobina x Doce Mel;
Atlético de Alagoinhas x Bahia.

Conmebol divulga nova tabela da Libertadores

Uol

A Conmebol divulgou hoje a nova tabela de jogos da primeira fase da Copa Libertadores após a paralisação por causa da pandemia do coronavírus

A competição continental volta em 15 de setembro com dois times brasileiros em campo: o Santos enfrenta o Olimpia-PAR, na Vila Belmiro, enquanto Athlético-PR pega o Jorge Wilstermann-BOL fora de casa.

No dia seguinte, é a vez de Internacional, Grêmio e Palmeiras irem a campo contra América de Cali-COL, Universidad Catolica-CHI e Bolivar-BOL, respectivamente.

São Paulo e Flamengo jogam no dia 17 de setembro contra River Plate-ARG e Independiente Del Valle-EQU.

Até a parada por causa da pandemia, em março, as duas primeiras rodadas da fase de grupos haviam sido jogadas.

Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo podem ocorrer na Europa

IG Esportes

Embora a FIFA tenha estabelecido que, no mês de setembro, as eliminatórias Sul-Americanas para a próxima Copa do Mundo, que será realizada no Catar em 2022, começarão a ser disputadas, a ideia de que os jogos ocorram na Europa não estão descartada, principalmente pela pandemia do novo coronavírus ter como foco atual o continente.

O jornal uruguaio Ovación divulgou as informações sobre essa possibilidade e acrescentou que existem várias razões que ajudariam a tornar isso realidade. Uma delas é que a maioria dos jogadores das equipes nacionais jogam na Europa.

Na reportagem é apontado que a única equipe prejudicada seria a Bolívia, levando em conta que poucos jogadores do país jogam fora daquele país e que, se essa situação ocorrer, os atletas bolivianos teriam que viajar antes para o cumprir o isolamento.

O jornal também aponta que a mudança poderia evitar problemas com a liberação dos jogadores pelos times europeus. Isso porque, se os jogos ocorrerem na América do Sul, o retorno dos atletas aos clubes demoraria mais tempo do que o habitual, já que os jogadores precisariam cumprir os respectivos protocolos de segurança e isolamento dos países.

Jogar as eliminatórias na Europa também permitiria a cada equipe jogar três jogos em sete dias e, assim, impedir que o calendário se acumulasse ainda mais. Além disso, evitaria o estabelecimento de diferentes protocolos de segurança em cada cidade que os atletas teriam que visitar para realizar as partidas. Isso, na teoria, criaria menos riscos.

Segundo o jornal, outro ponto que ajudaria a dar o aval à ideia é que, levando em conta o que aconteceu com a final da Copa Libertadores 2018, disputada em Madri, e que gerou um grande impacto no território europeu, a participação nos playoffs poderia gerar interesse muito mais amplo para o futebol sul-americano.

Por enquanto, porém, a FIFA programou as duas primeiras rodadas entre 2 e 10 de setembro. O Brasil faz sua primeira partida no dia 4, contra a Bolívia, no Maracanã.

6 times da Série A que foram mal no Estadual

MSN

Se o Estadual serve de treino para o Campeonato Brasileiro, muitos clubes precisar estar para lá de preocupados. Afinal, a performance é bem longe da considerada ideal. Abaixo, o 90min lista seis times da elite nacional que, em campo, deixam (ou deixaram) muito a desejar em termos de desempenho na competição que, em teoria, é a que deveria trazer menos dor de cabeça.

1. Vasco da Gama
O Vasco não passou da fase classificatória nos dois turnos do Estadual carioca. Na Taça Guanabara, somou sete pontos em seis jogos e ficou na quarta colocação do Grupo B. Na Taça Rio, foi terceiro da chave, com oito pontos em cinco partidas.

2. Botafogo
Não se classificou à semifinal da Taça Guanabara, ficando em terceiro lugar do Grupo A com nove pontos em seis jogos. Na Taça Rio, melhorou e avançou, mas caiu no mata-mata diante do Fluminense. Ou seja, em nenhum momento o Fogão brigou pelo título.

3. Sport
De volta à elite do Brasileirão em 2020, o time pernambucano, ao perder em casa o clássico do último domingo diante do Santa Cruz por 2 a 1, terminou a fase classificatória do Estadual na 7ª colocação (foram apenas duas vitórias em nove partidas) e disputará um quadrangular contra o rebaixamento. Seus adversários serão Petrolina, Decisão e Vitória.

4. Corinthians
O Timão está fortemente ameaçado de sequer se classificar às quartas de final. Faltando duas rodadas para o término da primeira fase do Paulistão, tem 11 pontos (duas vitórias, cinco empates e três derrotas), e ocupa a terceira posição do Grupo D. Não depende mais de si para obter a vaga, uma vez que tem cinco pontos a menos que o Guarani, segundo colocado.

5. Internacional
Sequer chegou à decisão do primeiro turno, sendo derrotado pelo Grêmio na semifinal. Agora, o Colorado corre atrás do prejuízo na segunda etapa do torneio para tentar a vaga restante à final.

6. Grêmio
Quando todos esperavam que sobraria em campo, o Tricolor enfrentou dificuldades e, ao ter a chance de se garantir na final por antecipação, sucumbiu. Perdeu a decisão do primeiro turno para o Caxias e, se quiser ir atrás do terceiro título consecutivo do Gauchão, precisa ganhar o segundo turno.

Federação Gaúcha comunica adiamento do clássico Bra-Pel

Terra

A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) comunicou em caráter oficial no último domingo que o clássico entre EC Pelotas e Brasil de Pelotas, programado para a próxima quarta-feira (22) em rodada que marca o retorno do Gaúchão, será adiado.

Inicialmente, o confronto havia ficado sem a possibilidade de ser realizado no estádio Boca do Lobo por determinação da Prefeitura de Pelotas. A decisão teve base no fato de que um jogador do Alvianil testou positivo para COVID-19 sendo que o mesmo teve contato com os companheiros nos treinos coletivos da última semana.

Além disso, em entrevista a ‘Rádio Gaúcha’, a prefeita da cidade em questão, Paula Mascarenhas, detalhou quais foram os procedimentos do poder público logo depois do resultado do teste atestar a infecção pelo novo coronavírus:

– Na sexta (17), saiu o resultado do teste PCR: positivo. O que indica que o vírus está ativo. Portanto, no treino de quarta ele pode ter infectado outros atletas. Isso mudou tudo. Nosso protocolo, que vale para qualquer segmento, é de que, quando a pessoa testa PCR positivo, todos que tiveram contato com ela devem se isolar por 14 dias e fazer o teste. E foi isso que comunicamos ao Hocsman (presidente da Federação) e ao presidente Gilmar (do Pelotas). Todos que participaram do treino coletivo deverão se isolar e testar. Não é uma decisão sobre o Bra-Pel, é sobre esse acontecimento.

Globo faz propaganda de jogo “sem cobrar”, mas maioria das partidas é paga

Uol

De olho na volta do Campeonato Paulista, a Globo fez uma propaganda para promoção da competição em que faz referência ao seu modelo de televisão supostamente gratuito em detrimento a outros pagos. Essa citação ocorre em momento de disputa da emissora com o Flamengo, relacionado ao Campeonato Carioca e a transmissões recentes de streaming. A questão é que a empresa também cobra pela maioria dos jogos.

O texto da propaganda da Globo diz o seguinte: “Quando seu time brilhou muito além de São Paulo, no Brasil, na América, a Globo estava lá. Para garantir sempre o melhor lugar para você. Sem cobrar nada”.

Em seguida, a emissora ressalta que seus patrocinadores garantem o acesso gratuito a esses jogos para os torcedores. Assim, contrapõe o modelo de streaming pago às suas exibições, que o telespectador assiste de graça na TV aberta.

Só que a empresa dá acesso gratuito à menor parcela dos jogos a que tem direito. A maior parte das partidas é paga, sim – seja por assinatura de canais fechados, seja em pacotes de pay-per-view.

No Paulistão, a Globo só vai exibir um jogo em TV aberta por rodada. Em algumas semanas, nem isso chegou a acontecer. Segundo levantamento do blog, cerca de 90% das partidas foram transmitidas no Sportv ou no sistema de pay-per-view. Em outras palavras, a maioria exigia pagamentos.

No Campeonato Brasileiro, outro produto que tem a maior parte dos direitos de transmissão ligados à emissora, são exibidos de dois a três jogos na TV aberta por rodada. Apenas um para São Paulo. Assim, um percentual entre 70% e 80% das partidas da Série A só pode ser visto por quem pagar, seja na TV fechada ou no pay-per-view.

Na Libertadores, há mais jogos nas TVs pagas (Sportv e Fox Sports) do que na Globo em TV aberta – esta exibe dois por rodada. O Facebook, com jogos nas quintas-feiras, também é gratuito.

Ceará e Fortaleza embarcam no mesmo voo para jogos na Bahia

Globo Esportes

Após avançarem às finais do Campeonato Cearense, Ceará e Fortaleza terão pela frente a conclusão do calendário previsto para a Copa do Nordeste, que será disputada de 21 de julho a 4 de agosto, em sede única, na Bahia. Passados os compromissos na competição estadual, os clubes viajam no mesmo voo a Salvador, onde permanecem até o fim dos jogos regionais.

As equipes embarcaram nesta segunda-feira (20), às 12h25, em voo com previsão de chegada em Salvador às 14h10. O Ceará treina na terça-feira (21), às 15h30, no CT do Bahia. O Vovô reestreia na competição na quarta (22), às 20h, diante do CRB, no Barradão. Contratações recentes, os jovens atacantes Cléber e Vitor Jacaré, que não podiam atuar com a camisa alvinegra no Cearense, estão aptos a estrear.

O Fortaleza treinou na manhã desta segunda ainda na capital, no CT Alcides Santos. Uma das novidades é o retorno de Osvaldo, recuperado de desconforto na panturrilha esquerda. O atacante viajou com restante da delegação Tricolor. A baixa fica por conta do lateral-direito Tinga, substituído no Clássico-Rei com dores no púbis, e fora da semifinal do Cearense. O Tricolor atua contra o América-RN, também no Barradão, na terça-feira (21).

Revista francesa cancela a Bola de Ouro de 2020, prêmio aos melhores jogadores

Bahia Notícias

A Bola de Ouro 2020 foi cancelada nesta segunda-feira (20). O anúncio foi feito pela revista francesa France Football, organizadora da premiação. Para o veículo de comunicação, a interrupção do calendário de disputas em março e as mudanças nas regras afetaram a credibilidade e legitimidade da eleição.

“Acreditamos que um ano tão único não pode – e não deve – ser tratado como um ano comum. No nível esportivo, apenas dois meses (janeiro e fevereiro), dos 11 geralmente necessários para formar uma opinião e decidir entre os melhores, é muito pouco para avaliar e julgar, uma vez que os outros jogos ocorreram – ou ocorrerão – em outras condições (portões fechados, cinco substituições, quartas de final da Liga dos Campeões em uma única partida) que estão muito longe do panorama usual. Essa escolha “não nos encanta”, mas tem como objetivo proteger a credibilidade e legitimidade de tal prêmio”, diz o comunicado.

A Bola de Ouro é dada aos melhores jogadores futebol do mundo, nas categorias masculino, feminino, goleiro e sub-21. A premiação foi criada em 1956. Apesar de não escolher os melhores de 2020, a France Football vai organizar uma votação com 180 jurados para a seleção dos 11 jogadores que se destacaram em suas posições, incluindo a revelação do ano.

Na edição de 2019, o atacante argentino Lionel Messi conquistou sua sexta Bola de Ouro, se tornando o recordista da premiação. Ele é seguido pelo português Cristiano Ronaldo, que soma cinco. Nas demais categorias, a meia-campista americana Megan Rapinoe foi escolhida a melhor do futebol feminino. O goleiro brasileiro Alisson ficou com o Troféu Yashin e o zagueiro holandês Matthijs De Ligt, que na época atuava pelo Ajax e hoje é da Juventus, conquistou o Troféu Kopa, dado ao melhor sub-21.

Entre 2010 e 2015, o prêmio da France Football foi unificado com o Fifa The Best, premiação organizada pela entidade controladora do futebol mundial. Inclusive, a Fifa ainda não confirmou sua eleição deste ano. Em maio, a entidade anunciou que cancelou apenas a festa do evento, realizada pela última vez em setembro.

Na história da Bola de Ouro, quatro brasileiros conquistaram o prêmio. Ronaldo Fenômeno foi o escolhido em 1997 e 2002, enquanto Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho e Kaká, foram os eleitos respectivamente em 1999, 2005 e 2007.

Presidente do Jacobina reforça decisão de entrar na justiça contra o retorno do Campeonato Baiano

Galáticos Online

Após o Rafael Damasceno, vice-presidente do Jacobina, afirmar que o Jacobina é contra o retorno do Campeonato Baiano no meio da pandemia do novo coronavírus, o presidente do clube, Erenaldo Benício, reafirma a posição tomada pelo clube do interior.

Em entrevista à rádio Cidade FM, de Feira de Santana, o presidente volta a criticar a Federação Baiana e cita falta de respeito com os clubes do interior. Para Erenildo, Bahia e Vitória não fazem questão da existência do Campeonato Baiano e os clubes do interior fazem o futebol baiano sobreviver.

“O momento agora é muito ruim, temos que focar na saúde. O Jacobina não está preocupado com rebaixamento, se for pra cair a gente cai. O medo que tenho hoje é de perder alguém da minha família, algum amigo”, exclamou.

“Quando o Campeonato foi paralisado, nós estávamos na véspera de um jogo decisivo nosso. A gente ia jogar em casa, com o apoio da nossa torcida, jogadores tinham sido recuperados, vinhamos de uma boa partida contra o Bahia de Feira e o time vinha numa evolução com o novo treinador”, falou.

“Você tem o estado com 80% dos leitos sendo usados, recorde de casos a cada 24h, nossa cidade tendo muitos casos por dia. A gente não pode nem treinar, quanto mais jogar em casa. Não é porque amenizou o problema em Salvador, que a Bahia resolveu o problema. Jacobina é Bahia, Juazeiro é Bahia, Conquista é Bahia. Não temos perspectiva nenhuma de quando as coisa vão melhorar”, disse.

“No dia 16 de março foi o presidente do Bahia que anunciou a paralisação do campeonato, agora no retorno, ele que anunciou de novo e o presidente confirmou o retorno. Não ouvem os clubes do interior? Se fosse por Bahia e Vitória o campeonato já teria acabado e eles só jogariam o Brasileiro”, afirmou.

“Nós do interior, que fazemos o Campeonato Baiano somos desrespeitados. Na reunião quando ficou definido que o campeonato voltaria no dia 22 o Jacobina foi logo contra, porque não teríamos condições de jogar. A única condição que nos deram foi de entrar na justiça. Se os outros clubes do interior tiverem condições de jogar, nós respeitamos, mas o Jacobina não tem condições nenhuma de jogar”, comentou.

“Caso o TJ-BA não dê apoio ao pleito do Jacobina eu penso em entrar numa instância superior, não entrarei na justiça comum porque não ajuda o clube em nada”, completou.

PARANAENSE: Coritiba bate Paraná; Londrina e Athletico ficam no empate

Futebol Interior

A primeira mão das quartas de final do Campeonato Paranaense foi finalizada neste domingo com dois jogos. O Coritiba saiu na frente do Paraná, enquanto Londrina e Athletico-PR ficaram no empate.

Mesmo atuando na Vila Capanema, o Coritiba saiu na frente do Paraná por uma vaga na semifinal ao ganhar por 1 a 0. Na volta, que ainda não tem data para acontecer, o Coxa tem a vantagem do empate. O Tricolor precisa de uma vitória por dois ou mais de diferença.

Paraná e Coritiba foram para o intervalo deixando a desejar. Parece que os dois times sentiram a longa paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus e praticamente não criaram no primeiro tempo.

O Coritiba voltou com tudo para o segundo tempo. Depois de William Matheus levar perigo em cabeçada, Robson aproveitou cruzamento de Igor Jesus e abriu o placar aos cinco minutos.

Na outra partida deste domingo, Londrina e Athletico-PR ficaram no empate por 1 a 1 no Estádio Ubirajara Medeiros. A cidade foi realizada em Cornélio Procópio porque a prefeitura de Londrina vetou jogos na cidade.

Quem vencer a volta, que ainda não tem data para ser realizada, se garante na semifinal do Paranaense. Em caso de um novo empate, a decisão vai para os pênaltis.

O primeiro tempo pareceu um treinamento de ataque contra defesa. O Athletico-PR deu 12 finalizações contra nenhuma do Londrina. Nikão foi o protagonista pelo lado rubronegro, enquanto o goleiro Matheus Albino se destacou pelo Tubarão.

Logo aos dois minutos do segundo tempo, Léo Cittadini desarmou Felipe Camillo e bateu colocado para abrir o placar para o Athletico-PR. O gol rubronegro acabou acordando o Londrina.

Aos 24, Júnior Pirambu desperdiçou a chance do empate ao cobrar pênalti e Santos defender. O atacante, porém, se redimiu aos 43 minutos quando aproveitou sobra e estufou as redes do Athletico-PR.

Assim como nesta temporada, Campeonato Brasileiro virou uma bagunça há 20 anos

Ogol

Incerteza sobre realização do Campeonato Brasileiro, calendário apertado, movimentos políticos e uma decisão só disputada no ano seguinte. Embora a descrição pareça se referir ao cenário atual, marcado pela pandemia do novo coronavírus, na verdade se trata de uma das edições mais confusas da competição nacional. Há 20 anos, o mês de julho foi marcado por uma enorme reorganização e pelo lançamento da Copa João Havelange, utilizada na ocasião como o Brasileirão do ano 2000. Foi o único campeonato da história a não ter sido organizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O Estadão buscou conversar com personagens da época e pesquisou informações antigas para explicar os motivos de tantos elementos inusitados. A origem de toda essa confusão está em 1999. Naquele ano, a CBF decidiu que a média de pontos dos anos anteriores seria utilizada para definir a classificação final. Por esse modelo, o Gama foi rebaixado, mas a equipe se sentiu prejudicada por causa de um fator inusitado ligado ao São Paulo.

O clube do Morumbi escalou em partidas de 1999 contra Botafogo e Internacional o atacante Sandro Hiroshi. O jogador atuou com a idade adulterada nos seus documentos de registro, esquema conhecido como “gato”. O São Paulo acabou punido com a perda dos pontos conquistados nessas duas partidas e graças à mudança no resultado, o Botafogo se livrou do rebaixamento e sobrou para o Gama ter de ficar nas últimas posições. Mas o time do Distrito Federal não se conformou.

Disposto a se manter na elite, o Gama acionou a Justiça Comum contra a CBF. A entidade acabou punida e ficou impedida de organizar o Brasileirão de 2000. O clube teve apoio político do então senador José Roberto Arruda na empreitada. Até meados de julho daquele ano, não se tinha a certeza de como o Brasileirão seria disputado. Ou seja, foi uma grande bagunça. “Foi um enorme impasse para todos. Até chegou a ser ameaçada a realização do campeonato”, contou ao Estadão o presidente do Grêmio na época, José Alberto Guerreiro.

O impasse foi solucionado pelo Clube dos 13. A organização criada em 1987 para defender o interesse político das equipes assumiu a responsabilidade de cuidar da competição, diante da impossibilidade da CBF em encarar essa missão. Em maio de 2000, o Clube dos 13, presidido por Fábio Koff, anunciou que iria planejar o torneio. Mas até os jogos começarem, no fim de julho, foram dezenas de reuniões, ações na Justiça e acordos nos bastidores. :: LEIA MAIS »

Alemanha estuda volta do público aos jogos em setembro

IG Esportes

A Alemanha planeja o retorno do público às arquibancadas dos estádios de futebol na próxima temporada. Porém, isso seria feito sob condições estritas e capacidade reduzida, após o encerramento da Bundesliga acontecer com portões fechados.

“Com o distanciamento social e um conceito de higiene, eventos esportivos poderiam ser realizados com público”, disse o ministro das Relações Exteriores, Helge Braun, ao popular jornal “Bild am Sonntag”.

O ministro adverte que multidões devem ser evitadas, que não podem ser postos à venda todos os bilhetes disponiveis e que a participação da torcia deve ser “bem organizada e controlada”.

Atualmente, Braun lidera as negociações sobre a pandemia entre a chanceler Angela Merkel os governos locais responsáveis pela implementação das medidas acordadas, sejam elas restrições ou flexibilização.

Na última quarta-feira, a Liga Alemã de Futebol (DFL) enviou aos 36 clubes da primeira e segunda divisão da Bundesliga, as diretrizes de comportamento para a próxima temporada. O início dos jogos será no dia 18 de setembro.

Agora, cada time deve apresentar um planejamento bem desenvlvido em que garante o cumprimento das medidas de proteção exigidas pela liga.

Além disso, a autorização para o público entrar ou não nos estádios dependerá dos níveis regionais de infecção da Covid-19.

Até o momento a Alemanha 201.372 casos confirmados, e um total de 9.083 mortes, segundo dados do Instituto Robert Koch.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia