Isto É

O presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, deu uma declaração polêmica ao citar que os campeonatos estaduais vêm se tornando pouco atrativos aos olhos do público e dos patrocinadores. Em webinar transmitido na última segunda-feira pelo canal de YouTube do LANCE!, o dirigente do Galo fez duras críticas à falta de organização do Campeonato Carioca.

– Pelo que vimos agora no Carioca, uma vergonha, vamos falar a verdade, né?! Pô, no Rio, acaba tudo em esculhambação. Vão flexibilizar a pandemia aí vimos o que vimos no Leblon (em referência às aglomerações em bares do bairro da Zona Sul) – e, em seguida, falou sobre os efeitos da ruptura de contrato da Rede Globo com os clubes e de como as equipes lidaram com a pandemia do novo coronavírus:

– A bagunça que foi o final do Campeonato Carioca transmissão por SBT, FlaTV, com pichação de muro. Clubes que tinham voltado há muito tempo mesmo contra as orientações das autoridades sanitárias, outros que não voltavam e tinham de colocar em campo clube com duas semanas de treinamento arriscando lesões graves… – completou.

Em seguida, o mandatário do Galo fez um contraponto com a organização para o retorno do Campeonato Mineiro. – Aqui em Minas não. Sempre conversando com o Serginho (Sérgio Rodrigues, presidente do Cruzeiro), com o Salum (Marcos Salum, presidente do América-MG). A Federação Mineira andou de uma forma “mineira”, tranquila, sem criar nenhum alarde. A verdade é que os estaduais já não têm mais interesse para as grandes emissoras – declarou.

O LANCE! procurou a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), que não quis se manifestar sobre a declaração de Sette Câmara.