WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte




vitoria da sorte

agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul   set »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  



drupal counter

:: 26/ago/2020 . 17:29

Lyon vence PSG e enfrentará Wolfsburg na grande final da Liga dos Campeões feminina

Globo Esportes

Deu a lógica. No duelo entre Paris Saint-Germain e Lyon, pela semifinal da Liga dos Campeões feminina, a equipe hexacampeã europeia levou a melhor. Wendie Rennard fez o gol da vitória por 1 a 0 sobre o rival conterrâneo. O adversário da final, marcada para domingo, será o Wolfsburg, que venceu o Barcelona.

O PSG não se acuou diante do favoritismo do atual tetracampeão Lyon e fez um primeiro tempo equilibrado. Ambos os times conseguiram criar boas oportunidades, mas não foram felizes na finalização.

O segundo tempo foi marcado por mais movimentação. Lucy Bronze driblou duas jogadoras e, quando ia tentar passar por Geyoro, sofreu falta de Geyoro. A camisa 8 do PSG levou o segundo amarelo e foi expulsa. Antes da falta ser cobrada, Formiga, de 42 anos, entrou em campo para reforçar a equipe parisiense.

Na cobrança, Majri jogou a bola na área e Renard, com seus 1,87 de altura, subiu sem dificuldades e mandou para o gol. O Lyon também ficou com menos uma em campo após Nikita Paris fazer falta em cima da goleira Endler e levar o segundo amarelo.

O PSG tentou o empate até os últimos minutos. Nos acréscimos, o time inteiro foi para a área adversária, até a goleira, mas o gol não veio. O apito final gerou intensa comemoração do Lyon, que disputa a nona final europeia de sua história.

A decisão da Liga dos Campeões feminina será entre Wolfsburg e Lyon no domingo, às 15h (de Brasília). Assim como na edição masculina, a final terá um time alemão e um francês. As alemães tentam o terceiro título, enquanto as francesas querem o pentacampeonato consecutivo.

Time empresta elenco inteiro para maior rival continuar existindo

Uol

Iranduba e 3B, dois times do Amazonas, têm uma das maiores rivalidades do futebol brasileiro. A necessidade de salvação, porém, uniu os dois times. Depois de tomar um calote do seu patrocinador, o Iranduba perdeu praticamente todo o elenco que disputa o Brasileirão. Seria o fim do projeto se o 3B, que está na segunda divisão, não oferecesse jogadoras, comissão técnica, centro de treinamento e tudo mais que for necessário.

Na prática, é o 3B que vai entrar em campo no sábado contra o Vitória, em Salvador, pela sétima rodada do Brasileirão Feminino, representando o Iranduba. “Emprestamos o time todo, a comissão técnica toda, a estrutura toda, alojamento. Salário pago por mim. É um time do estado que iria pegar W.O. e resolvemos dar essa ajuda. Por mais que o Iranduba seja nosso maior rival, é em prol do futebol amazonense”, diz Bosco Brasil Binda, o dono do 3B.

O 3B, que disputa a segunda divisão nacional, a Série A-2, não chegou a parar de treinar, nem durante o período mais grave da pandemia em Manaus. Praticamente o elenco inteiro foi infectado depois de Bosco Brasil pegar a Covid-19 e continuar frequentando o CT, como contou o Olhar Olímpico. Tudo para que o clube brigasse pelo acesso.

A situação do Iranduba, porém, é oposta. De acordo com o clube, que em 2017 bateu diversas vezes o recorde de público no futebol brasileiro feminino, seu patrocinador master, a VeganNation, parou de pagar ainda no ano passado. Reclamando da falta de responsabilidade do patrocinador, abriu uma vaquinha na internet, buscando arrecadar 900 mil reais. Recebeu menos de R$ 5 mil em doações

O caminho natural seria abandonar o Brasileirão Feminino no meio e arcar com as consequências. Mas aí veio a ajuda do B3, que só volta a campo dia 25 de outubro, porque a Série A-2 ainda vai levar mais dois meses para recomeçar. Durante esse período, o B3 vai representar o arquirrival Iranduba, que só tem quatro jogadoras registradas no BID, das quais apenas duas, as jovens Ana Paula e Thamires, estão em Manaus.

O problema será se o time jogar bem. O Iranduba é hoje o 12º colocado num campeonato de 16 times em que quatro serão rebaixados e oito passam à segunda fase. A fase de classificação, em turno único, acaba dia 18 de outubro, uma semana antes de o B3 voltar a jogar na Série A-2. O objetivo deverá ser brigar contra o rebaixamento. Quando a competição parou, Audax, Vitória e Ponte Preta tinham zero pontos e, por isso, são cotadas para cair.

Documento falso de Ronaldinho foi feito pelo próprio governo paraguaio, afirma advogado de gaúcho em entrevista

Epoca

O advogado Sérgio Queiroz pousou às 22h da noite desta terça-feira em Porto Alegre, depois de meses morando em Assunção liderando a defesa de Ronaldinho Gaúcho e de seu irmão Roberto Assis da acusação de uso de documento falso. Entre exausto e aliviado, Queiroz decidiu revelar os bastidores do processo do ídolo brasileiro, que deixou o Paraguai com um forte sentimento de que foi injustiçado.

“Ronaldo foi a vítima. Ele foi usado como cortina de fumaça pelas autoridades paraguaias para encobrir algo maior”, afirmou Queiroz à coluna, em uma entrevista exclusiva.

Disse mais: os documentos adulterados foram produzidos pelo próprio governo paraguaio. E afirma que Ronaldinho foi coagido e abordado por intermediários que pediram até US$ 1 milhão para acabar com o processo.

Com Argentina e Uruguai, Conmebol tem aval de todos países para volta da Libertadores e Sul-Americana

Globo Esportes

A Conmebol obteve, nesta terça-feira, a aprovação dos governos da Argentina e do Uruguai para o seu protocolo sanitário de volta das competições continentais. Os dois países eram os únicos do bloco que ainda não haviam dado o aval para o procedimento estabelecido pela entidade para os retornos da Libertadores e da Copa Sul-Americana.

A Conmebol divulgou a decisão do governo argentino, mas deve comunicar a aprovação dos uruguaios apenas nesta quarta-feira por um motivo burocrático: é feriado no Uruguai nesta terça, e o documento com a aprovação do protocolo ainda não foi enviado. O governo brasileiro deu o seu aval no último dia 17, com algumas observações feitas pela Vigilância Sanitária.

Voos comerciais entre os 10 países do continente ainda estão suspensos, mas a Conmebol obteve licença de cada nação para fazer os deslocamentos. A entidade custeará os voos fretados das equipes visitantes.

O protocolo sanitário para a volta das competições prevê controle rígido das delegações dos clubes antes da viagem, durante o deslocamento e na chegada ao local das partidas. Os times visitantes não poderão ficar mais do que 72 horas no país em que forem jogar.

Os testes de coronavírus serão constantes. O jogador ou funcionário do clube que se recusar a fazer o exame será proibido pela Conmebol de participar da partida.

A Libertadores volta no dia 15 de setembro, com quatro jogos, entre eles Jorge Wilstermann x Athletico-PR e Santos x Olimpia. A Copa Sul-Americana, que vai para sua segunda fase, retorna apenas no dia 27 de outubro.

Pia vê empenho da CBF por liga forte, salienta necessidade de ter “chefe” e põe missão: “Achar a nova geração”

Globo Esportes

O calendário de futebol feminino está de volta no país com a retomada do Brasileiro feminino Série A1. O movimento da CBF de manter as disputas e a competitividade das competições é algo que chama a atenção de Pia Sundhage, técnica da seleção brasileira. Em entrevista ao blog Dona do Campinho, a treinador comentou que vê as tentativas da Confederação na evolução da modalidade e ressalta a importância, por sua experiência, de ter uma entidade por trás trabalhando em prol do esporte.

– O que eu vejo é que a CBF está tentando criar uma liga competitiva. E com toda a experiência que eu tenho, sei que você precisa da confederação por trás de você para começar algo em que acreditar. E leva tempo. Eu compreendo isso. Quando eu for comparar os campeonatos, Champions League, por exemplo, que eu acho que a velocidade das jogadoras é um pouco mais alta comparado com a liga sueca, temos diferentes times de diferentes culturas, mas não tão alto na Copa do Mundo. Temos diferentes degraus. A liga brasileira, eu não sei porque tenho que esperar e ver, mas o que sei é que se você criar um ambiente competitivo, as técnicas e habilidades irão evoluir e criar um ótimo futebol. Eu gosto do fato de que a CBF tenta fazer coisas para o futebol feminino. É rápido o suficiente? Bom o suficiente? Não sei. Mas eu realmente gosto do movimento da CBF tentando dar suporte e dando suporte ao futebol feminino – afirmou Pia Sundhage, que soma até o momento 11 jogos com o Brasil com seis vitórias, quatro empates e uma derrota.

Mesmo com a movimentação em relação à volta das atividades, a CBF ainda não encontrou um nome para substituir Marco Aurélio Cunha, que até o começo de junho era o diretor de seleções femininas e acabou deixando o cargo com o objetivo, na época, de concorrer à eleição presidencial do São Paulo. A treinadora mostra preocupação com o tema e comentou que necessita de “um chefe” até mesmo para cuidar da parte administrativa. Mas ressalta a confiança de que a Confederação fará o movimento correto.

– É muito importante para mim fazer meu melhor e para isso eu preciso de um chefe, por assim dizer. Eu acredito que a CBF vai fazer a coisa certa. Eu não sou uma administradora, não sei como fazer isso. Mas sei que eles me contrataram e tenho certeza absoluta que o presidente da CBF vai achar alguém que trabalhe bem com todos nós. E ao invés de somente pegar alguém é importante escolher a pessoa certa. Quando essa pessoa estiver no lugar isso fará diferença para todos nós – afirmou. :: LEIA MAIS »

Fãs do Barcelona protestam em frente ao Camp Nou contra possível saída de Messi

Super Esportes

Muitos torcedores do Barcelona se posicionaram em frente ao estádio Camp Nou, nesta terça-feira, para protestar contra uma possível saída do argentino Lionel Messi da equipe catalã. Os fãs pediam a permanência do craque e a saída do presidente Josep Maria Bartomeu.

Durante a manifestação, a diretoria do Barcelona estava reunida para tratar da renovação que deverá ser feita no elenco. Além de Messi, o atacante Suárez é outro que deve deixar o clube. Melhor amigo do craque argentino, o uruguaio foi informado que não está nos planos do novo técnico Ronald Koeman.

Há 20 anos no clube da Catalunha, o craque pretende exercer a cláusula de seu contrato que o permite sair de graça após o término de cada temporada. Neste ano, por causa da pandemia do coronavírus, o prazo foi prorrogado até o fim de agosto, quando terminaram as competições europeias.

Por outro lado, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, já manifestou que conta com a presença do argentino para a próxima temporada. De acordo com o mandatário, Messi só poderá deixar o clube catalão se alguma equipe pagar a sua multa rescisória, avaliada em 700 milhões de euros (R$ 4,6 bilhões na cotação atual).

Brasileiro Feminino volta com reedição de final, técnico livre do câncer e incerteza no Amazonas

Terra

Após mais de cinco meses paralisado em função da pandemia do coronavírus, o Campeonato Brasileiro Feminino será retomado nesta quarta-feira com a disputa dos três jogos que vão concluir a 5ª das 15 rodadas da fase inicial e algumas atrações. O torneio, afinal, retorna com a repetição da final de 2019 – Corinthians x Ferroviária – e um técnico que superou uma grave doença durante o período de pausa, o santista Guilherme Giudice, mas também com a preocupação sobre as condições financeiras do Iranduba, um tradicional participante.

O torneio não tinha jogos desde 15 de março, voltando nesta quarta com os duelos Santos x Audax (14h, na Vila Belmiro), Internacional x Flamengo (15h30, no Sesc Campestre) e Corinthians x Ferroviária (19h30, no Parque São Jorge).

O time de Araraquara é o líder do campeonato e volta nesta quarta-feira ao estádio e diante do rival a quem superou, nos pênaltis, na decisão do Brasileirão de 2019. No Corinthians, três atletas testaram positivo no retorno dos trabalhos, uma a mais do que a Ferroviária, clube que se reforçou com a lateral-direita Daiane, que estava no Benfica e venceu pelo clube a Libertadores de 2015. “Espero corresponder da melhor forma possível, jogar em alto nível e ganhar títulos, esse é o meu foco”, afirmou.

Assim como a Ferroviária, o Santos também ganhou todas as partidas que disputou no Brasileirão. E terá uma grande atração no banco de reservas nesta quarta, com a presença do técnico Guilherme Giudice, que superou um câncer.

A previsão da CBF é que a etapa inicial do Brasileirão chegue ao fim em 18 de outubro. As quartas de final tem as datas-base de 25 de outubro e 1º de novembro, com as semifinais em 8 e 14 de novembro e as finais em 22 de novembro e 6 de dezembro.

Confira os próximos jogos do Brasileirão Feminino:

Quarta-feira

14h – Santos x Audax

15h30 – Internacional x Flamengo

19h30 – Corinthians x Ferroviária

Com prejuízo de R$ 2,6 mi, clubes articulam volta da torcida aos estádios

Uol

O assunto é tratado com cautela porque vai depender da regressão de casos e mortes por Covid-19 nos próximos meses e, claro, do aval governamental — e cada estado está com regras diferentes em relação à reabertura econômica. Mas a volta de público aos estádios, inicialmente com limitação de 30% a 50% da capacidade, está na pauta dos clubes.

O motivo principal para o tema entrar nas conversas apesar de a pandemia ainda estar bem ativa no Brasil é um número negativo: até a 4ª rodada da Série A, os 20 clubes da elite acumularam prejuízo de R$ 2,63 milhões com a organização das partidas. São pagos taxas de arbitragem, aluguel de campo, testes para exame antidoping e para a Covid-19 com zero de receita já que não há venda de ingresso.

O tema é espinhoso, será alvo de críticas por causa de possíveis aglomerações e por isso não há plano de fazer nada antes de novembro, quando se inicia o segundo turno do Campeonato Brasileiro — no fim de semana do dia 8. Isso se estenderia para as partidas de Libertadores e Sul-Americana e também para a Copa do Brasil. Como houve pressão sobre autoridades pela volta dos jogos, também deverá haver para o retorno dos torcedores, com lobby inclusive na esfera federal.

Dirigentes alegam que ficará insustentável bancar a competição por 38 rodadas sem a entrada de receita de ingressos e sem a ativação de sócios-torcedores. O Flamengo projetava faturar mais de R$ 100 milhões em 2020 com venda de bilhetes e operação do Maracanã (bares, lojas, etc).

Com impostos maiores e despesas operacionais dos estádios também mais altas, os clubes do Rio, por exemplo, estão gastando mais de R$ 100 mil em média para organizar uma partida nesta temporada.

Se estuda montar um relatório com experiência em outros países. A Alemanha pretende voltar a Bundesliga com limitação de público e a Uefa anunciou que a Supercopa entre Bayern de Munique e Sevilla, campeões respectivamente da Liga dos Campeões e da Liga Europa, terá torcida em Budapeste, no dia 24 de setembro. 30% da capacidade e será uma espécie de teste.

A CBF ouvirá os clubes, mas que seguirá as normas e recomendações dos órgão governamentais. O que pode ocorrer é algum estado liberar a presença de público antes de outro e aí a entidade pode ficar com um problemão para resolver: liberar para alguns times terem torcida enquanto outros não podem? Isso pode desequilibrar tecnicamente a competição.

Ronaldinho Gaúcho e Assis voltam ao Brasil, e advogado fala em pedir reparação ao Paraguai

GE

Ronaldinho Gaúcho está de volta ao Brasil. Ele, o irmão Roberto Assis e o advogado Sérgio Queiroz desembarcaram na tarde desta terça-feira no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, vindos de Assunção, no Paraguai. Eles devem ir para suas casas, num condomínio na Barra da Tijuca. O ex-Barcelona se limitou a dizer que estava “tranquilo” ao ser questionado pelos vários repórteres que acompanharam sua chegada.

Em entrevista à Rádio Gaúcha nesta terça-feira, Queiroz, o advogado da dupla, afirmou que avalia a possibilidade de pedir uma reparação judicial ao Estado paraguaio, por causa das “injustiças” sofridas por seus clientes. O advogado confirmou a intenção ao ge.

Ronaldinho e Assis passaram 171 dias presos na capital paraguaia, acusados de portar passaportes falsos. Nesta segunda-feira, uma decisão judicial permitiu que eles voltassem ao Brasil. Antes disso, passaram mais uma noite em Assunção esperando uma autorização sanitária para deixar o país.

Antes de embarcarem num avião fretado no aeroporto de Assunção — o mesmo onde começou a confusão que os manteve quase seis meses presos no Paraguai — Ronaldinho foi cercado de pessoas em busca de um autógrafo ou um uma foto com o ex-jogador da seleção brasileira.

BRASILEIRÃO: Corinthians tenta embalar e São Paulo foca em entrar no G4

Futebol Interior

Duas partidas, de rodadas distintas, movimentam às disputas do Brasileirão na noite desta quarta-feira (25). Embalado após uma vitória sobre o Sport fora de casa, o São Paulo recebe o Athletico-PR, no Estádio do Morumbi, às 19h, focado em entrar de vez na briga pelo G4. Um pouco mais tarde, às 21h30, o Corinthians encara o Fortaleza, em Itaquera, e tenta embalar.

O duelo entre Corinthians e Fortaleza, é válido pela quinta rodada e seria disputado no último final de semana, mas foi remarcado para essa quarta-feira, para atender a um pedido da emissora de televisão que tem os direitos de transmissão. Com quatro pontos ganhos, o time paulista aparece na 14ª colocação, enquanto os cearenses vem logo atrás em 16ª com o mesmo número de pontos.

Já o jogo entre São Paulo e Athletico-PR, que seria disputado apenas em setembro, foi adiantado para essa quarta-feira, já que naquelas datas, a equipe tricolor entra em campo pela Libertadores. Com sete pontos, o time paulista está na quinta colocação – um ponto atrás do Palmeiras, primeiro time dentro do G4. Já o Furacão tenta se recuperar após três derrotas seguidas. Atualmente, a equipe está na décima colocação com seis pontos.

Grêmio e Caxias disputam a única faixa em jogo do futebol gaúcho em 2020

Gauchozh

Muito já foi dito sobre este fatídico 2020. Mas muito mais se falará dele no futuro. Gerações e gerações olharão para trás e apontarão o ano em que o planeta viu-se metido em uma pandemia causada por um vírus que matou milhões e isolou bilhões de pessoas.

E, no calendário esportivo soterrado por avalanches de suspensões, raras competições terão sobrevivido — graças a rigorosos protocolos, que incluem testes recorrentes de todos os envolvidos nas partidas, sejam eles bons da bola ou craques da sanitização. Entre os torneios de futebol está o Gauchão, o único na qual participa a dupla Gre-Nal que terá seu desfecho dentro da temporada correspondente. Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores só serão finalizadas em 2021.

O Estadual sobreviveu ao coronavírus justamente no ano em que acontece a centésima edição. Criado em 1919, não foi disputado apenas em 1923 e 1924. As disputas foram canceladas, primeiro devido à Revolução entre Maragatos e Chimangos e, depois, em função da Revolta Tenentista.

Portanto, Grêmio e Caxias estufem o peito: começa a ser decidida nesta quarta-feira (26) a única faixa possível nesta temporada em termos de elite do futebol gaúcho. Às 21h30min, o Centenário será palco da partida de ida. Domingo (30), às 16h, o duelo derradeiro será na Arena. Como vivemos tempos de reclusão e de combate à aglomeração, não haverá público nas arquibancadas. Nem os bancos de reservas estarão plenos. Em vez de 11 atletas, apenas seis, todos de máscara e respeitando o distanciamento.

Na decisão do primeiro turno, em casa, ganhou por 1 a 0, garantindo seu passaporte para esta final. Ou seja: nem gol levou do time da Capital, que na época contava com Everton e Diego Souza. Aliás, o time de Renato só perdeu três vezes em 2020 — além das duas para o clube grená, foi derrotado pelo Aimoré por 2 a 1. Só neste Estadual, a equipe gremista venceu três Gre-Nais, o último deles valeu lugar na decisão.

Atlético-MG esquece Brasileirão e começa a decidir Estadual diante do Tombense

Terra

O Atlético-MG esquece as duas derrotas seguidas que sofreu no Campeonato Brasileiro e se concentra nas finais do Campeonato Mineiro diante do Tombense. O primeiro jogo da decisão é nesta quarta-feira, às 21h30, no Mineirão. O duelo que definirá o campeão está marcado para o próximo domingo, às 16h.

O Tombense entra em campo nesta quarta com a vantagem de jogar por dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols para levar o título inédito. O Atlético não menospreza o Estadual e quer usar a competição para se reabilitar na temporada, já que vem de reveses para Botafogo e Internacional.

“É um jogo importantíssimo, é uma final de campeonato e vamos buscar esse título aí, vamos fazer o nosso trabalho no dia a dia antes desse jogo e vamos nos preparar para essa final e espero que tudo ocorra bem até esse dia, esse momento especial”, disse o lateral Mariano.

O Tombense tem como principal arma para surpreender o Atlético o atacante Rubens, artilheiro do Estadual com seis gols, e maior goleador da equipe na temporada, com nove tentos anotados.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia