WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  



drupal counter

:: 10/set/2020 . 20:00

Por que TVs estão pedindo jogos do Brasileirão após às 20h de domingo

Uol

Quem acompanha mais de perto as rodadas do Campeonato Brasileiro notou que TVs estão exibido jogos cada vez mais tarde nas noites de domingo, principalmente após às 20h. O movimento foi iniciado pela Turner, que colocou Bahia x Ceará às 20h no dia 23 de agosto porque transmitiu a final da Liga dos Campeões no mesmo dia. Nesse domingo (6), Goiás x Sport e Coritiba x Atlético-MG foram jogados para mais tarde a pedido do Grupo Globo.

Segundo apurou o UOL Esporte, executivos das emissoras notaram que, com as partidas sem público, a demanda pelo Brasileirão aumentou consideravelmente a audiência da TV por assinatura. E a faixa das 20h30 é mais “nobre” do que a das 18h ou a das 19h, quando os jogos das 16h ainda estão repercutindo. Sem deslocamento até os estádios, o torcedor não se prejudica com o novo horário.

No próximo fim de semana, o horário terá sua partida de maior apelo até aqui. O clássico entre Botafogo e Vasco vai começar às 20h30 de domingo (13). Palmeiras x Sport, inicialmente marcado para as 19h45, também deve ser ajustado.

As emissoras também acreditam que os clubes gostam dessa faixa. Além do horário com clima mais agradável para se jogar futebol, existe a vantagem da exibição para o mercado internacional, que voltou neste ano com os direitos de transmissão vendidos para streamings de sites de apostas. Na América Latina, a faixa das 20h30 é a da grande maioria dos jogos das ligas, e o fuso ajuda.

Mas o maior motivo é mesmo a briga por audiência na TV por assinatura. A Turner tem tentado fugir do confronto direto com jogos do Sportv no Brasileirão, principalmente no fim de semana, e pediu por este horário mais tardio para oferecer uma alternativa ao público.

Até aqui, a aposta dado resultado. Bahia x Ceará foi líder de audiência na TV paga. Ceará x Santos, exibido às 21h desse sábado (5), ficou em primeiro com tranquilidade.

O Grupo Globo percebeu o movimento e decidiu escalar algumas partidas para tentar dividir a atenção do público, mesmo que os jogos tenham sido exibidos só no Premiere. Houve boa aceitação, e o confronto direto pode ser restabelecido a depender dos próximos passos da Turner.

SBT assina contrato e abre transmissões da Libertadores com Palmeiras

UOL

O SBT fechou a compra dos direitos de transmissão da Copa Libertadores da América para TV aberta. A notícia foi antecipada pelo UOL Esporte na última segunda-feira (7). O contrato foi assinado na manhã de hoje (7) pelo vice-presidente da emissora de Silvio Santos, José Roberto Maciel, e representantes da Conmebol, a entidade máxima do futebol sul-americano. A primeira transmissão será entre Bolívar e Palmeiras, pela terceira rodada da fase de grupos, na próxima quarta-feira (16/9).

A partir de agora, a emissora de Silvio Santos irá tomar providências para a montagem de sua equipe. Nessa operação, o SBT conta com um trunfo. Como a Conmebol se responsabiliza pelo aspecto técnico das transmissões (equipamentos, especialistas etc), o canal pode usar mais recursos na contratação dos profissionais à frente das câmeras.

Os primeiros nomes estudados para a narração são os de Téo José e de André Henning. O primeiro trabalha para a Disney e foi emprestado ao SBT para comandar a transmissão do Fla-Flu que decidiu o Carioca deste ano, em julho. O segundo é o nome titular da Turner em transmissões do Brasileirão e da Liga dos Campeões da Europa. Ambos estão com contrato perto do fim com seus empregadores.

Conmebol reúne associações na segunda para debater possível novo adiamento das Eliminatórias

Globo Esportes

Uma reunião na próxima segunda-feira, convocada pela Conmebol, vai avaliar novo adiamento das Eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2022, no Catar. Ainda há reticência entre dirigentes da confederação sul-americana, mas a realização de jogos em outubro é considerada uma incógnita.

Os primeiros confrontos estão previstos entre 8 e 13 de outubro e já mobilizam as preparações de seleções – o técnico da seleção brasileira, Tite, esteve nessa quarta-feira no Maracanã para acompanhar Fluminense 1 x 2 Flamengo e tem programação para convocar na próxima sexta, dia 18 -, mas as associações já trabalham com a possibilidade de novo adiamento. Até mesmo a data Fifa de novembro é considerada incerta.

As condições distintas de países para controle e prevenção da Covid-19 são desafio de logística – boa parte dos atletas vêm de países europeus -, mas há também questões de geração de renda das partidas. Os jogos do Brasil, geralmente, têm rendas altíssimas. O que se repete em outros países.

Premier League tem nova ‘febre’ brasileira; Veja o crescimento de jogadores ano a ano

Ogol

Jogadores brasileiros e Premier League: esse é um casamento que segue em alta ano após ano. A temporada 2020/21 será de novo recorde em relação ao número de atletas do país a disputarem a liga mais rica do mundo, que entre as principais do futebol europeu foi a que levou mais tempo para se render ao talento vindo do Brasil.

Neste momento, 25 jogadores brasileiros integram os elencos de 13 clubes que vão disputar a elite inglesa na temporada – Burnley, Crystal Palace, Fulham, Leeds United, Leicester, Sheffield e Southampton não têm atletas do país. Esse número poderia ser ainda maior caso entrasse nessa lista os naturalizados Rodrigo, Jorginho e Emerson Palmieri, que defendem as seleções espanhola e italiana, respectivamente.

Essa realidade atual sobre o número de brasileiros na Premier League pode não surpreender muita gente (e com razão) devido ao histórico recente. Há uma tendência desde 2018 de forte crescimento nesse sentido, entretanto, existiu um tempo em que nem se pensava em falar de brasileiros no futebol inglês.

Essa realidade atual sobre o número de brasileiros na Premier League pode não surpreender muita gente (e com razão) devido ao histórico recente. Há uma tendência desde 2018 de forte crescimento nesse sentido, entretanto, existiu um tempo em que nem se pensava em falar de brasileiros no futebol inglês.

Para entender toda essa evolução é preciso voltar para o período entre o final da década de 1980 e o início da década de 1990. O futebol inglês vivia um momento de descrédito total desde a tragédia de Heysel, ápice do hooliganismo. Para mudar essa imagem a federação do país decidiu criar a Premier League na temporada 1992/93. E foi um sucesso completo desde o início: clubes receberam um grande aporte financeiro, puderam contratar estrelas internacionais e não demorou para os times do país chegarem no topo da Europa e do mundo. A Inglaterra voltou a ser moda, mas curiosamente enquanto Espanha e Itália, principalmente, se aproveitavam de talentos como Romário, Bebeto, Djalminha, Rivaldo, Ronaldo, Amoroso e tantos outros mais, esse movimento não ocorria por lá.

Os 25 brasileiros na Premier League 2020/21: David Luiz, Gabriel Magalhães, Willian e Gabriel Martinelli (Arsenal) ;Douglas Luiz e Wesley Moraes (Aston Villa); Bernardo Junior (Brighton); Thiago Silva (Chelsea); Allan, Bernard e Richarlison (Everton); Alisson, Fabinho e Firmino (Liverpool); Ederson, Fernandinho e Gabriel Jesus (Manchester City); Fred e Andreas Pereira (Manchester United); Joelinton (Newcastle); Lucas Moura (Tottenham); Matheus Pereira (West Bromwich); Felipe Anderson (West Ham); Marçal e Leo Bonatini (Wolverhampton).

Texto retirado de ogol.com.br
https://www.ogol.com.br/news.php?id=296381

Vice da CBF, Ednaldo Rodrigues descarta fim dos Estaduais: ‘Não existe a mínima condição’

Bahia Notícias

Durante a participação na live do Bahia Notícias nesta quinta-feira (10), o vice-presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, descartou o fim dos campeonatos estaduais. O dirigente destacou a importância dessas competições.

“Os estaduais existem antes das federações serem fundadas, não são apenas competições, são instituições. Quando vai para a questão técnica, os estaduais acessam a Série D, que por sua vez acessam a Série C, B, A, Libertadores e Mundial de clubes. Os estaduais acessam a Copa do Brasil que acessa a Libertadores e o Mundial de clubes. Para ver a importância dos estaduais. Considerando as 27 federações, que também tem segunda divisão, envolvem 600 clubes com média de inscrição de 24 mil atletas. Terminando os estaduais esses 24 mil que só jogam os estaduais estão desempregados. Muito se fala, a gente escuta, respeita, porém os estaduais têm acontecido sempre sendo reformados para que possam ter uma competitividade maior, maior agrado aos torcedores e tenha empregabilidade. Não existe a mínima condição e situação dos estaduais serem extintos”, discursou em entrevista ao BN.

Para apimentar a disputa dos Estaduais, Ednaldo sinalizou que o ranking da CBF, que garante uma parte das vagas na Copa do Brasil do ano seguinte pode ser extinto.

“O critério técnico dentro de campo é o salutar. Essa situação vem sendo avaliada pela CBF e envolvem contratos ainda em vigor. Mas no futuro a gente entende que pode acontecer sim”, afirmou. “Quando o acesso passa a ser técnico, a competição ganha maior relevância”, completou.

Um dos pontos defendidos por quem é contra a realização dos Estaduais é o impacto no calendário do futebol brasileiro. Ednaldo minimizou a questão, disse que ele é de responsabilidade dos clubes e que a CBF apenas organiza as datas.

“Principalmente os treinadores que não alcançam os resultados falam que é por causa do calendário. Mas eles são feitos pelos clubes. A CBF traduz o que os clubes querem. O Brasileirão tem 38 datas, tem contrato de patrocínios e com a TV. Os clubes que estão participando são pagos pelos 38 jogos. Então, a CBF adequa as datas no calendário. A Copa do Brasil, do início até o final são mais 14 datas, o clube recebe para jogar cada fase e a final. Já viu algum clube abrir mão da Copa do Brasil para descansar? O calendário é nada mais nada menos do que os clubes querem. Os clubes recebem muito bem pela participação na Libertadores. Da fase de grupos até a final são 13 jogos. O clube assinou e quer jogar a competição, portanto vai colocar no calendário. Eles não falam dos jogos da Libertadores, Copa do Brasil, falam dos estaduais que é a base da pirâmide”, destacou.

Em 2021, os campeonatos estaduais vão acontecer em 16 datas entre os dias 28 de fevereiro e 25 de maio.

Vitória da Conquista anuncia atacante cria da base do Internacional-RS

Da Redação

O Vitória da Conquista segue se reforçando para a disputa do Campeonato Brasileiro da Serie D. Na tarde desta quarta (8), a diretoria anunciou a contratação do atacante Abu.

Dionathan Abu, de 24 anos, foi formado nas categorias de base do Internacional de Porto Alegre e possui passagens pelo Goiânia, Aimoré e Luverdence. O atleta chega nos próximos dias para se integrar ao elenco.

A equipe do Bode segue treinando forte e em dois períodos no estádio Edvaldo Flores, visando a estreia na competição, que acontece no próximo dia 20, contra o Coruripe, às 16 horas, no estádio Lomanto Junior.

O treinador Joaquin Monastério já começou a dar uma cara a equipe e começa a definir os 11 titulares para o confronto

Em busca de amistoso, Vitória da Conquista segue se preparando para a estreia na Serie D

Da Redação

O Vitória da Conquista segue intensificando a preparação visando a estreia no Campeonato Brasileiro da Serie D, que acontece no próximo dia 20, contra o Coruripe, às 16 horas, no estádio Lomanto Junior.

Durante esse inicio de semana o elenco participou de treinos físicos, táticos e técnicos no estádio Edvaldo Flores, sob o comando do treinador Joaquin Monastério, do auxiliar Guilhermino Lima e do preparador físico André Borges.

Segundo a diretoria devido a dificuldade de encontrar equipes para fazer amistoso, a comissão técnica vai tentar remarcar outro jogo treino contra os jogadores profissionais da cidade. Caso o jogo se confirme será realizado na tarde desta sexta (11), no estádio Edvaldo Flores.

Mano Menezes expôs impressões positivas sobre o Bahia durante negociação

Bahia Notícias

Uma semana após demitir Roger Machado, o Bahia anunciou a contratação do experiente Mano Menezes para comandar a equipe até dezembro de 2021. O processo de negociação foi marcado por impressões positivas vindas do profissional.

De acordo com apuração do Bahia Notícias, Mano disse que o Tricolor “tem um objetivo e dá estrutura para que esse objetivo seja cumprido”. Além disso, o treinador se mostrou agradado com o grupo de atletas à disposição

Apesar de gostar do elenco, o novo treinador questionou o clube sobre a possibilidade de contratações e a diretoria citou a situação financeira complicada em virtude dos impactos da pandemia do novo coronavírus. No entanto, Mano Menezes indicou a ideia de contratar jogadores que não vem sendo utilizados por outros clubes e que estejam dentro da atual realidade financeira. A resposta da cúpula tricolor foi positiva.

Para fechar com o Esquadrão de Aço, Mano Menezes aceitou reduzir metade do salário que ganhava no Palmeiras e no Cruzeiro. Os vencimentos do novo treinador serão similares aos de Roger.

Mano Menezes e sua equipe chegam a Salvador nesta quinta-feira (10) e estarão no estádio de Pituaçu para assistir o jogo contra o Grêmio, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. A estreia da comissão técnica será contra o Atlético Goianiense, no domingo (13), no mesmo local.

Champions vai definir ‘ataque’ do Benfica a jogadores do Flamengo

IG Esportes

O Benfica de Jorge Jesus não desistiu de Gerson e Bruno Henrique , como já havia sido confirmado pelo próprio Flamengo .

De acordo com informações do jornal “Record”, de Portugal, o ex-técnico do rubro-negro ainda sonha em levar os dois jogadores para os Encarnados e a estratégia já está definida.

Segundo o portal, apenas dinheiro não é suficiente para convencer os jogadores a se mudaram a Lisboa. E é por isso que os portugueses aguardam a definição na Liga dos Campeões para voltarem à carga pelos astros do Rubro-Negro.

No próximo dia 15, o Benfica encara o PAOK , da Grécia, fora de casa, pela terceira fase eliminatória da Liga dos Campeões , em jogo único. Em caso de vitória, o time de Jorge Jesus avança ao playoff da Champions , que é a última etapa antes da fase de grupos.

Caso chegue na fase de grupos, os lisboetas devem receber cerca de 15 milhões de euros (aproximadamente R$ 94 milhões). A ideia dos portugueses é contratar a dupla do time carioca por 40 milhões de euros (R$ 250 milhões).

Jornalista inglês detona postura de Gabigol: ‘Ele é um pouco idiota’

Lance

As especulações que aproximam o atacante do Flamengo Gabigol e o time inglês Leicester geraram comentários do jornalista da “BBC” no Brasil Tim Vickery, que faz participações recorrentes no “SporTV”. Na opinião de Tim, Gabigol ainda é uma incógnita na Europa por sua característica como ponta em campo, além de, na visão dele, o camisa 9 ser “idiota” em algumas ações dentro do jogo.

– Ele é um problema em termos de gestão de grupo. Ele é um pouco idiota. Até quando ele está fazendo muitos gols, toma tantos cartões quanto. Quando ele esteve na Inter de Milão e no Benfica, ficaram desapontados com seu temperamento – disse ele, sobre a dificuldade do atacante em evitar cartões.

Além disso, Gabigol também foi avaliado por sua marca decisiva em campo. Autor de dois gols na final da Copa Libertadores 2019, onde o Rubro-Negro bateu o River Plate, da Argentina, por 2 a 1, o camisa 9 não conseguiu superar a defesa do Liverpool, da Inglaterra, na final do Mundial de Clubes no mesmo ano.

– Um jogador que te traz duas dúvidas e uma certeza. Uma dúvida é: onde ele irá jogar? Ele não é exatamente um centroavante, mas não é um ponta. Ele atuou muito bem pelo Flamengo no ano passado no esquema 4-4-2 como um atacante com mais liberdade. Outra dúvida é: o quão bom ele é? Quando ele subiu de patamar, a Inter de Milão não conseguiu tirar nada dele. O Benfica não conseguiu tirar nada dele. No Mundial, diante do Liverpool, ele não conseguiu se dar bem contra o Van Dijk. Então, quão bom ele é? Aos 24 anos, você não recebe tantas chances de jogar na Europa – apontou Tim.

Mundo Deportivo: ‘Os grandes clubes voltam à dura realidade’

Terra

A aristocracia do futebol europeu acertou o diagnóstico mais pessimista causado pela pandemia em um cenário que ainda não tem saída. A situação financeira de clubes como Juventus, Barcelona, Real Madrid, PSG, Bayern e o os gigantes da Premier League afirmam abertamente que, assim como a economia global, eles foram altamente punidos. A indústria do futebol terá de se reinventar para resistir à queda na realidade anterior, disse Andrea Agnelli, presidente da European Club Association (ECA). O presidente “bianconero” estimou que os clubes deixarão de ganhar 4 bilhões de dólares nos próximos dois anos, uma perda de receita que afetará os orçamentos e o mercado de transferências.

Agnelli anunciou outro golpe econômico para os líderes: menor receita vinda da TV devido à diminuição nos jogos para reorganizar as oitavas de final da Liga dos Campeões e da Liga Europa. A redução obriga a UEFA a devolver 575 milhões, parte do que recebe das cadeias de TV que detêm os direitos e que distribui aos clubes. A volta do público nos estádios ainda não tem data, apesar dos anúncios de uma vacina contra a Covid-19 no início de 2021. Enquanto isso, a bilheteria, parte dos patrocínios e um mercado de transferências que caiu entre 20-30% foram perdidos. O Barça deixou de 150-200 milhões de euros na última temporada e o próximo orçamento cairá de 1 bilhão para 800 milhões.

Os casos de Neymar e Messi são exemplos. O brasileiro, que por várias vezes tentou deixar o PSG, anunciou publicamente na revista do clube, após a final da Liga dos Campeões, que ficaria. Nenhum clube se candidatou e Ney assumiu a realidade da Covid-19: resolveu a questão com um aperto de mão com o xeque Al-Khelaïfi. Messi descobriu que, mesmo sendo o melhor jogador da história, o City considerou apenas assinar um contrato desde que fosse a custo zero. O seu histórico, os seus 33 anos e a determinação do Barça em não colocar um preço na sua estrela, afastaram a pretensão do supercraque.

Tite marca presença no Fla-Flu, que tem protesto dos atletas antes da bola rolar

MSN

O início do clássico desta quarta-feira, no Maracanã, foi marcado pelo protesto contra a invasão da torcida no Orlando Scarpelli, no último sábado, quando jogadores e funcionários do Figueirense foram agredidos. Os jogadores do Fluminense e do Fluminense ficaram de braços cruzados por cerca de 20 segundos assim que o Raphael Claus apitou o início do jogo pelo Brasileirão.

O gesto foi repetido em outros jogos da nona rodada da Série A do Brasileirão.

Fora das quatro linhas, o destaque ficou por conta da presença do técnico Tite. O treinador da Seleção Brasileira esteve acompanhando o confronto em um dos camarotes do estádio junto com o preparador físico Fábio Mahseredjian.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia