Globo Esportes

Fifa e Conmebol optaram pela manutenção em outubro do início das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022. A decisão foi tomada após uma reunião virtual das duas entidades nesta terça-feira. Os dirigentes chegaram a essa conclusão mesmo com as incertezas sobre as condições sanitárias e logísticas para as viagens de jogadores que atuam na Europa e em outros continentes.

Porém, a perspectiva é de novas discussões porque há divergências entre as associações. O ge apurou que Argentina, Paraguai e Venezuela não aceitam começar as eliminatórias sem os atletas do exterior. CBF e Conmebol desejam iniciar a competição na data prevista.

A Fifa se comprometeu a exigir dos clubes a liberação dos atletas, mas a entidade não tem como garantir a permissão de entrada e saída de cada país dentro das janelas de tempo necessárias. Em nota, a Conmebol informou que haverá nesta quinta-feira uma nova reunião de acompanhamento sobre o assunto.

O Brasil estreia nas Eliminatórias contra a Bolívia, em 9 de outubro. O jogo seria realizado na Arena Pernambuco, mas foi transferido para na Neo Química Arena. Corinthians e Santos têm o clássico agendado para o dia 7. Na sequência, no dia 13, a Seleção encara o Peru, fora de casa.

Com isso, CBF deve confirmar convocação de Tite para sexta-feira. Limite para enviar a lista é domingo (20).