WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago   out »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  



drupal counter

:: 18/set/2020 . 17:19

Prefeitura e Ferj trabalham por liberação de público em estádios do Rio a partir de 4 de outubro

O Globo

Em reunião nesta sexta-feira no RioCentro, Zona Oeste do Rio, a Prefeitura e demais autoridades municipais, estaduais e até federais se posicionaram a favor da volta de um terço do público aos estadios cariocas. O encontro foi para iniciar o debate e implementar um protocolo para essa autorização, por intermédio da Federação de Futebol do Rio. A meta de volta do público é 4 outubro, no jogo entre Flamengo e Athletico. Mas a confirmação desse cenário depende de um entendimento com a CBF.

Marcaram presença o presidente da Ferj, Rubens Lopes, a secretária municipal de saúde do Rio, Ana Beatriz Busch, além de integrantes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, CET-Rio e outros órgãos,, como a Vigilância Sanitária.

Em nota, a Ferj confirmou a perspectiva de data. “A Prefeitura do Rio de Janeiro e a Ferj, após reunião com todos os órgãos competentes, decidiram trabalhar com a possibilidade de abertura dos jogos com a presença de público para o dia 4/10 entre Flamengo x Athletico. Nova reunião será realizada na próxima semana”, escreveu a entidade.

O secretário de ordem pública do Rio, Gutemberg Fonseca, participou por videoconferência, e esteve de acordo com a implementação do protocolo. Os secretários Ronaldo Lima, de Futebol e Estatuto do Torcedor, e Marcelo Magalhães, de Esportes, representaram o Governo Federal, e apoiaram a medida.

O Consórcio Maracanã, que é gerido por Flamengo e Fluminense, colocou o estádio como parâmetro inicial para receber o protocolo. Vasco e Botafogo tambem foram convidados e citados no encontro. A CBF, por sua vez, recebeu convite, mas não compareceu à reunião.

A entidade máxima do futebol brasileiro aguarda as decisões das autoridades. Mas já tem um protocolo para ser elaborado e implementado quando houver autorização para o uso no Brasileiro. Inclusive, já enviou o documento para o Ministério da Saúde.

Série D: Atlético de Alagoinhas, Bahia de Feira e Vitória da Conquista buscam acesso

Bahia Noticias

A partir deste sábado (19), começa a primeira fase da Série D do Campeonato Brasileiro. Os baianos Atlético de Alagoinhas, Bahia de Feira e Vitória da Conquista vão brigar para repetir os feitos da Juazeirense, em 2017, e do Jacuipense, no ano passado, que conquistaram o acesso à Série C. Subir de divisão é o primeiro grande objetivo dos clubes participantes, que devem buscar o título apenas depois que a vaga estiver assegurada.

Para este ano, a competição veio com um novo formato de disputa distribuído num calendário maior, começando no início de setembro e a finalíssima prevista para 7 de fevereiro, ao contrário do que acontecia nas edições anteriores. A fase preliminar definiu as quatro últimas vagas, que ficaram com Ji-Paraná, Baré-RR, Real Noroeste-ES e Brasiliense, vencedores dos confrontos. Outro grande detalhe é a Covid-19. A doença será mais um adversário das equipes, que poderão perder jogadores, já que o protocolo de saúde da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) exige que os exames sejam feitos sempre antes dos jogos e os infectados terão de cumprir um período de isolamento.

O primeiro time baiano a entrar em campo será o Tremendão, que saíra de Feira de Santana para encarar o Tupynambás, no Mario Helênio, em Juiz de Fora. O jogo está marcado para começar às 16h do sábado. No mesmo dia, mas um pouco mais tarde, às 20h30, será a vez do Carcará receber o Gama, no Antônio Carneiro. Enquanto o Bode abre os portões do Lomanto Júnior, para enfrentar o Coruripe no domingo (20), às 16h.

Flamengo: Jornais portugueses citam ‘humilhação’ na Libertadores e falam de Jorge Jesus ‘bem presente’

ESPN

A goleada sofrida pelo Flamengo para o Independiente del Valle por 5 a 0 pela Conmebol Libertadores na última quinta-feira repercutiu com força na imprensa portuguesa. Afinal de contas, o clube rubro-negro era comandado por Jorge Jesus até meados de 2020, mas o treinador decidiu voltar ao Benfica.

“Flamengo humilhado no Equador”, destaca o diário A Bola, citando que “o campeão em título da Taça dos Libertadores sofreu a maior derrota de sempre em competições internacionais, batido por cinco golos sem resposta”.

O Record mancheta “Brasil não esquece Jorge Jesus: ‘Flamengo é muito grande para cara que dava treino'”, colocando aspas para a declaração da jornalista Marília Ruiz sobre o atual treinador, Domènec Torrent, no UOL.

Ao chamar para o vídeo dos gols do jogo, o jornal escreve: “Assim foi a humilhação do Flamengo: cinco golos sem resposta e a pior derrota de sempre na Libertadores”.

“Jesus bem presente e Torrent debaixo de fogo: ‘O Flamengo é muito maior do que ele'” é o que diz O Jogo.

“Recorde-se que Jorge Jesus deixou o Flamengo para regressar ao Benfica, depois de ter conquistado as principais competições no Brasil, entre elas, o Brasileirão”, continua a mídia.

Só no ESPN.com.br!

Os melhores vídeos, entrevistas exclusivas, as grandes análises e as últimas notícias do mundo dos esportes. TUDO no ESPN.com.br! Clique e veja!

No Correio da Manhã, a reportagem lembra que “o Flamengo, que conquistou quase tudo o que era possível com Jorge Jesus – Taça Libertadores, campeonato, Supertaça sul-americana e Supertaça brasileira -, contratou no final de julho o treinador espanhol Domenec Torrent, ex-adjunto de Pep Guardiola”.

“Torrent chegou para substituir Jorge Jesus, que renovou com o clube, mas acabou por regressar a Portugal e ao Benfica, mediante o pagamento da cláusula de rescisão, mas não tem conseguido grande resultados”.

“No campeonato brasileiro, o Flamengo está também longe do desempenho de Jorge Jesus, com três derrotas e dois empates em 10 jornadas, ocupando o quinto lugar”, continua.

Jornal espanhol destaca vexame do Flamengo: ‘sombra do que era com Jesus’

IG Esportes

A humilhante derrota sofrida em Quito pelo Flamengo ganhou páginas nos jornais do continente europeu.

O jornal espanhol “AS” da terra dos treinadores tanto do clube carioca, quanto do clube equatoriano, exibiu as suas impressões sobre o massacre válido pela Libertadores . Além dos elogios ao Del Valle , a publicação avaliou a queda de rendimento do atual campeão sul-americano.

“Os equatorianos passaram por cima dos brasileiros como um rolo. Eles não lhes deram escolha. Eles cumpriram o planejado do começo ao fim. Os jogadores estiveram à altura das circunstâncias e mostraram que Mengão é apenas uma sombra do que foi no ano passado com Jorge Jesus “, afirmou.

O jornal chama o Del Valle de “melhor time da América do Sul” e faz mais elogios à equipe comanda por Miguel Ángel Ramírez .

“Todos têm o mesmo peso na equipe e todos têm espírito de gol; qualquer um pode surpreender e marcar. Além disso, todos eles se sacrificam na defesa. A divisão de tarefas é muito clara, mas para todos é claro que se um de seus colegas falhar, a responsabilidade é do grupo por não poder ajudá-los”, disse.

Gabriel Menino é a novidade de Tite em convocação para início das Eliminatórias

Globo Esportes

Mais de seis meses depois da última convocação, em março, que terminou cancelada pelo adiamento das eliminatórias, o técnico Tite convocou nova lista para iniciar a classificatória para a Copa do Mundo de 2022, no Catar.

A grande novidade – e único estreante – é Gabriel Menino, convocado para a lateral direita. Entre as mudanças da lista de março – foram sete ao todo – e a divulgada hoje também estão:

Alisson, recuperado de lesão, e Santos. Na anterior, foram chamados, Ederson, do City, e Ivan, da Ponte.
Na defesa, convocou Rodrigo Caio e tirou da lista Eder Militão.
Menino e Alex Telles na lateral, antes foram convocados Daniel Alves e Alex Sandro.
Douglas Luiz voltou a ser lembrado. Antes, o nome de Tite foi Arthur.
No ataque, entrou Rodrygo. Saíram Gabriel Barbosa e Bruno Henrique.

A seleção brasileira masculina enfrenta a Bolívia, dia 9 de outubro, na Arena Neoquímica Corinthians, em São Paulo, e o Peru, dia 13, em Lima.

Treinador do Vitória da Conquista fala sobre início de trabalho e estreia na Serie D

Da Redação
Fonte Diário Esportivo

O Alviverde conquistense entrará em campo no próximo domingo (20) contra o Coruripe-AL, a partida marca a estreia da equipe no Campeonato Brasileiro da Série D. Neste ano, a competição terá mais partidas em relação aos anos anteriores, serão 14 jogos só na primeira fase.

O Bode terá como adversários no Grupo A4: ABC-RN, Central-PE, Coruripe, Frei Paulistano-SE, Itabaiana-SE, Jacyobá-AL e Potiguar-RN.

Há aproximadamente três semanas no cargo de técnico do Vitória da Conquista, o técnico boliviano Joaquín Monastério, de 36 anos, teve tempo para transferir a sua ideia de jogo para os atletas. Foram três jogos-treino, um contra o Itapetinguense (1×0) e dois com um selecionado de jogadores de Vitória da Conquista (1×0 e 2×1).

Joaquín vê o trabalho como bom no tempo que foi disponível para treinar e também avaliou o grupo do ECPP: “É um pouco incerto tudo referente aos rivais, a pandemia afetou a todos nós. Espero que possamos aproveitar do trabalho que fizemos ao longo da competição. Desejamos que os jogadores tenham capitado a ideia de jogo que nós pretendemos”.

Em relação ao seu estilo de jogo, o comandante do Bode espera que seu time seja intenso: “A intensidade é primordial para nós. Com a combinação de jogadores experientes e de jovens vai ser importante ser vertical para jogar para a meta adversária. Tratar de chegar na área com muitos jogadores e ter maiores possibilidades de fazer o gol”. Além disso, Monastério destaca que sua equipe terá posse de bola e marcação para recuperar o mais rápido possível quando perdê-la.
Ademais, Joaquín falou sobre sua adaptação ao Brasil e também à Vitória da Conquista: “Foi muito positiva, dos jogadores, da gente, do pessoal que trabalha aqui no clube. Eu me senti muito bem tratado, não tive problema em praticamente nada, só foquei em trabalhar e conhecer os jogadores o mais rápido possível. Gostei da cidade, muito tranquila.

Sobre as metas para a equipe conquistense na Série D, Joaquín revela que ainda espera ver mais desse time, no entanto, pensa que a equipe pode ir bem no Grupo A4: “Estamos trabalhando para isso, acredito que será um desempenho de menor para maior, com o decorrer dos jogos vamos tratar de chegar na melhor forma física e futebolística. O objetivo principal é a classificação para a segunda fase, vamos trabalhar para isso. Todas as partidas serão tratadas como uma verdadeira final”.

Vitória da Conquista e Coruripe se enfrentam no domingo (20) às 16h, no Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista. A partida terá transmissão da UESB FM 97,5.

Conquistense Marielson Alves apita Fortaleza e Internacional neste sábado (19)

Da Redação

O árbitro conquistense Marielson Alves Silva vai apitar o jogo entre Fortaleza e Internacional, que acontece neste sábado (19), às 19 horas, na Arena Castelão, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Serie A.

Ele será auxiliado por Alessandro Álvaro Rocha de Matos e Jucimar dos Santos Dias. O quarto árbitro será o cearense Luciano da Silva Miranda Filho.

O Fortaleza ocupa a décima colocação com doze pontos. Enquanto o Corinthians é o décimo quinto com nove.

No último final de semana, Marielson comandou a vitória do Ceará sobre o Flamengo, pelo placar de 2 a 0.

Confira os jogos
Sábado
19:00
Bragantino x Ceará
Fortaleza x Internacional
21:00
Atlético-GO x Atlético-MG
Domingo
16:00
Grêmio x Palmeiras
Coritiba x Vasco
18:15
Botafogo x Santos
20:30
Sport x Fluminense

Globo planeja dar espaço ao futebol feminino e vôlei para substituir Fórmula 1 em 2021

Super Esportes

A Globo já pensa no futuro da sua programação esportiva nas manhãs de domingo. A emissora planeja colocar o futebol femininino como atração principal, ao lado de jogos de vôlei e corridas da StockCar.

Em apuração do UOL Esporte, a rede pensa em adquirir os direitos de transmissão do Brasileirão Feminino. Dessa forma, seria exibido um jogo por rodada nas manhãs de domingo, enquanto os outros estariam disponíveis no pay-per-view.

A aquisição dos direitos do campeonato deve acostumar o público a acompanhar as partidas da modalidade não só durante a Copa do Mundo. Ainda segundo a reportagem, a Globo quer ajudar na profissionalização do futebol feminino.

A emissora também pensa na transmissão de jogos de vôlei. A modalidade sempre deu retorno positivo à Globo e pode “aquecer” a audiência para os Jogos Olímpicos de Tóquio, previstos para o próximo ano.

A Globo e o grupo Liberty Media, dono da Fórmula 1, não chegaram a um acordo sobre a renovação do contrato, válido até este ano. Por isso, a última etapa com presença na grade do canal será o GP de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, dia 13 de dezembro.

“Como parte da revisão de seu portfólio de direitos, um dos maiores entre emissoras de TV do mundo, a Globo optou por não renovar os direitos de transmissão da Fórmula 1 a partir de 2021 Mesmo sem a transmissão das corridas, a Globo continuará a fazer a cobertura da categoria em suas diversas plataformas”, informou a emissora.

A Fórmula 1 fazia parte da grade de programação da Globo desde a década de 1970. A emissora acompanhou e transmitiu ao vivo títulos e vitórias de Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e Ayrton Senna. Nos últimos anos, a Rede Globo abriu mão de transmitir os treinos classificatórios de sábado e optou por colocá-los no canal fechado SporTV. As corridas, no entanto, foram mantidas pela emissora na TV aberta.

CBF envia estudo de retorno do público para Governo Federal

Globo Esportes

A CBF enviou para o Governo Federal estudo com proposta de retorno do público aos estádios de futebol. Nesta semana, chegou às mãos do general Eduardo Pazuello, que foi empossado como novo Ministro da Saúde depois de quatro meses como interino na pasta, documento sobre o retorno gradual dos torcedores em jogos de futebol, o que está proibido desde o início da pandemia de Covid-19.

Em paralelo à iniciativa da CBF com o Governo Federal, a Federação Estadual de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), depois do primeiro encontro no Rio de Janeiro para discutir o retorno do futebol com público, promove nova reunião com a Prefeitura e o Governo do Rio com a mesma intenção. A fase 6, no Rio, já prevê menos restrições na cidade.

Nem o Ministério da Saúde nem a CBF se manifestam sobre o assunto.

Mas a proposta engloba as seguintes diretrizes iniciais:

Como? Premissa número 1: Com estádio liberado para até 30% da capacidade de público. A número 2: sem torcida visitante, apenas com o público do mandante.
Quando? A proposta que o Ministério da Saúde analisa não trata de data específica, mas a estimativa é em meados de outubro.

Alguns clubes ouvidos pelo ge reforçaram que existe desejo pelo retorno do público, pela necessidade de arrecadação. Aguardam também os primeiros resultados de retorno às aulas em alguns lugares no país e ressaltam também a abertura de diversas atividades da economia.

A CBF evita se manifestar, mas defende uniformidade da decisão para ter equilíbrio técnico. Ou seja, se voltar o público no Rio de Janeiro, o ideal seria que todos clubes pudessem receber torcedores também em seus estádios.

Ainda não há protocolo montado sobre esse retorno. A intenção do Ministério da Saúde é ter novos elementos de estudo da CBF, auxílio dos clubes e mais informações para embasar a iminente liberação de público.

O Ministério da Saúde não deu prazo de resposta. O presidente Jair Bolsonaro é entusiasta da ideia.

SÉRIE B: Guarani quer se afastar da degola e Chapecoense buscará o líder

Futebol Interior

A décima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro seguirá nesta sexta-feira com dois jogos. O Guarani tentará se afastar da zona de rebaixamento, enquanto a Chapecoense buscará seguir na cola do líder. Todos os jogos seguem com portões fechados por conta da pandemia de Covid-19.

Sem perder há três jogos, uma vitória e dois empates, sendo o último sem gols contra o Brasil-RS, o Guarani visitará o Confiança às 19h15, em Aracaju, para abrir vantagem para a degola. Os paulistas aparecem no 15º lugar com oito pontos, mesma pontuação do Confiança, 16º colocado.

Vindo de duas vitórias seguidas e animada pelo título catarinense, a Chapecoense enfrentará o Náutico às 21h30, em Recife, para não perder o líder de vista. A Chapecoense está em quinto lugar com 16 pontos, quatro a menos do que o Paraná. O Náutico, por sua vez, soma 13 pontos, na nona colocação. Os pernambucanos vêm de vitória sobre o Botafogo por 3 a 1.

A rodada começou na segunda-feira com o empate entre Juventude e Vitória (1 a 1) e a vitória do Paraná sobre o CRB por 2 a 0. No sábado serão quatro jogos. Destaque para a Ponte Preta que enfrentará o Operário em busca da liderança e o Cruzeiro desafiante do lanterna CSA. No domingo, o Avaí receberá o Sampaio Corrêa e, na segunda, no encerramento da décima rodada, o Botafogo vai encarar o Brasil.

Próximos Jogos
Hoje
19:15
Confiança x Guarani
21:30
Náutico x Chapecoense
Sábado
16:30
América-MG x Figueirense
19:00
Ponte Preta x Operário-PR
21:00
CSA x Cruzeiro
Cuiabá-MTxOeste
Domingo
11:00
Avaí x Sampaio Corrêa-MA
Segunda
20:00
Botafogo x Brasil-RS

Botafogo sai em vantagem no clássico contra o Vasco na Copa do Brasil

Super Esportes

Em um clássico morno, o Botafogo contou com a estrela do jovem Matheus Babi para vencer o Vasco por 1 a 0, na noite desta quinta-feira, no Estádio Nilton Santos (Engenhão), pela partida de ida da quarta fase da Copa do Brasil.

O jogo de volta acontece na próxima quarta-feira, às 21h30, em São Januário. O Botafogo joga pelo empate para chegar às oitavas de final, enquanto o Vasco precisa ganhar por pelo menos dois gols de vantagem. Vitória mínima cruzmaltina leva a decisão da vaga para os pênaltis.

BOTAFOGO
Gatito Fernández; Marcelo Benevenuto, Rafael Forster e Kanu; Kevin (Fernando), Caio Alexandre (Rentería), Honda e Bruno Nazário (Rhuan) e Victor Luis; Kalou e Matheus Babi
Técnico: Paulo Autuori

VASCO
Fernando Miguel; Yago Pikachu, Miranda, Leandro Castan e Henrique; Fellipe Bastos (Bruno Gomes), Marcos Júnior e Benítez (Bruno César); Ygor Catatau (Gabriel Pec), Cano (Ribamar) e Talles Magno
Técnico: Ramon Menezes

Goleada sofrida expõe todos os problemas de um Flamengo sem identidade

Globo Esportes

Qual foi a última vez que o Flamengo teve 37% de posse de bola num jogo? E quando sofreu 21 finalizações, só conseguindo concluir sete vezes?

Pois estes números são apenas um retrato do que foi a goleada de 5 a 0 sofrida para o Independiente del Valle, pela Libertadores. No primeiro grande teste da equipe comandada por Domènec Torrent, o estrago foi considerável e expôs muitos aspectos falhos num projeto ainda em construção, mas que sofre um forte golpe com tal resultado – é como se voltasse muitas casas no tabuleiro.

O Flamengo decepcionou sob muitos pontos de vista: tático, técnico e emocional. Não foi possível ver uma identidade na equipe, uma forma estabelecida de jogar, não importa o adversário. E o preço por isso foi cobrado de forma categórica, contra o primeiro oponente com trabalho mais consistente e qualificado que se teve pela frente.

A altitude sempre será lembrada como um fator que dificulta quem vai a Quito enfrentar os times locais. Comparações com trabalhos anteriores são frequentemente rasas, mas é preciso ressaltar: no começo do ano, o Flamengo empatou com o Del Valle na mesma cidade, sob as mesmas condições, mas com uma atuação completamente diferente.

Não é exigir o nível de maturidade similar ao alcançado à época com Jorge Jesus, mas espera-se um certo nível de competitividade, em qualquer estágio do trabalho.

O Flamengo de Domènec esteve completamente exposto. Começou e terminou o jogo em marcha lenta. Com a bola, não sabia o que fazer. Sem ela, a estratégia proposta funcionou razoavelmente até o primeiro gol. Depois disso, foi por água abaixo. :: LEIA MAIS »

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia