Globo Esportes

A CBF reforçou, em ofício enviado às Federações, a data limite de 28 de março de 2021 para o término dos Estaduais femininos de 2020, adiados em razão da pandemia de Covid-19. No documento, a entidade comentou novamente a importância das disputas até mesmo como “importante instrumento de acesso às competições nacionais de 2021 mais especificamente ao Brasileiro feminino A2”.

No comunicado, e em caráter excepcional, a Confederação Brasileira de Futebol informou aos seus confederados que os estaduais 2020 poderão ser realizados com um mínimo de duas equipes e dois jogos disputados, preferencialmente entre os dois primeiros colocados do estadual 2019. A regra volta ao normal nos estaduais de 2021, que deverão ter no mínimo quatro clubes com seis jogos disputados.

O calendário nacional já foi anunciado pela CBF para a temporada 2021. O Brasileiro feminino A-1 tem início previsto para 28 de março e a final planejada para o dia 26 de setembro. As datas serão congeladas para a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que ocorrem a partir de julho de 2021. Dependente dos classificados dos estaduais 2020, o Brasileiro A2 feminino tem começo previsto para 16 de maio com final em 5 de setembro.