Bahia Notícias

Por falta de unanimidade, os clubes decidiram manter a antiga tabela de distribuição da premiação do Campeonato Brasileiro. Com isso, os quatro rebaixados para a Série B seguem sem receber uma fatia da verba. De acordo com o jornal O Globo, o Athletico-PR não assinou o acordo inviabilizando o novo rateio, já que aceitação de todos os participantes era um dos pré-requisitos.

Antes da pandemia do coronavírus, a ideia inicial era elaborar uma nova tabela dando aos quatro últimos colocados, do 17º ao 20º, entre R$ 4,6 milhões a R$ 5,5 milhões para cada. Porém, a distribuição dos valores foi feita com base na quantia paga pela detentora dos direitos de transmissão, considerando que todos os clubes participantes tivessem fechado contrato de TV aberta, fechada e pay-per-view com a mesma emissora. E a tabela usada em 2019 permanece para a atual edição do Brasileirão.

Confira os valores da premiação que serão pagos:
Campeão – R$ 33 milhões
Vice-campeão – R$ 31,3 milhões
3º colocado – R$ 29,7 milhões
4º colocado – R$ 28 milhões
5º colocado – R$ 26,4 milhões
6º colocado – R$ 24,7 milhões
7º colocado – R$ 23,1 milhões
8º colocado – R$ 21,4 milhões
9º colocado – R$ 19,8 milhões
10º colocado – R$ 18,5 milhões
11º colocado – R$ 15,5 milhões
12º colocado – R$ 14,6 milhões
13º colocado – R$ 13,7 milhões
14º colocado – R$ 12,8 milhões
15º colocado – R$ 11,9 milhões
16º colocado – R$ 11 milhões