Uol

Líder do campeonato por oito rodadas – 21ª, 23ª e 25ª a 30ª – e apontado por muitos como time que jogava o melhor futebol do país no final de 2020, o São Paulo não será lembrado no prêmio “Craque do Brasileirão”, da CBF, marcado para a próxima sexta-feira (25). O time do Morumbi não terá nenhum jogador na seleção de melhores do torneio – eleita por capitães, treinadores da série A e jornalistas.

A De Primeira apurou que a lista será composta por Weverton (Palmeiras); Fagner (Corinthians), Gustavo Gómez (Palmeiras), Cuesta (Inter) e Guilherme Arana (Atlético-MG); Edenílson (Inter), Gerson (Flamengo), Claudinho (Red Bull Bragantino) e Vina (Ceará); Marinho (Santos) e Gabigol (Flamengo).

O jogador do São Paulo que esteve mais perto de marcar presença na seleção do Brasileirão foi o atacante Luciano. Na reta final da apuração dos votos, no entanto, ele acabou superado por Gabigol. O atacante do Flamengo ainda faturou o prêmio de “Craque da Galera” em votação realizada no site oficial do torneio.