WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

março 2021
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  



drupal counter

:: mar/2021

Estabilidade contratual, a demanda invisível do futebol feminino brasileiro

Globo Esportes

O Campeonato Brasileiro terminou na última semana, e agora começa o trabalho de renovação dos elencos, já que quase a totalidade dos jogadores estão encerrando seus contratos com os clubes, válidos por apenas uma temporada. Este é, naturalmente, um cenário fictício. Mas só no futebol masculino. No feminino, ainda é uma realidade para mais da metade dos times da primeira divisão, e quase 90% das jogadoras da elite nacional.

Se a briga por melhores pagamentos para as mulheres, o famoso Equal Pay, já ganhou notoriedade internacional, outras desigualdades invisíveis seguem asfixiando o desenvolvimento da modalidade. Entre elas, a falta de estabilidade contratual. Levantamento feito pelo ge com 15 dos 16 times da Série A do Brasileiro Feminino 2021, que começará no dia 28 de março, mostra que apenas 46 jogadoras de seis clubes têm contrato acima de um ano.

Considerando um elenco médio de 25 atletas por equipe, as jogadoras com vínculo profissional de no máximo uma temporada representariam 87,8% de toda a primeira divisão brasileira. O Flamengo/Marinha foi o único que não informou à reportagem quantas atletas do elenco têm compromisso superior a um ano.

– A maior parte da minha carreira foi contrato por temporada, quando chegava o final do ano sempre rolava aquela ansiedade por não saber o que seria do próximo, era tudo muito incerto. Hoje, tenho mais tranquilidade pra poder seguir minha carreira – afirma a lateral-direita Daiane da Ferroviária.

Campeã paulista, da Copa do Brasil, do Brasileiro e da Libertadores na década passada com o clube de Araraquara, a jogadora de 34 anos passou as últimas quatro temporadas no futebol português. Em 2020, retornou ao Brasil e assinou contrato por três anos com a Ferroviária, único clube da elite nacional que tem mais da metade do elenco com vínculos mais extensos.

– Em Portugal, os contratos longos são feitos pelos clubes maiores, clubes menores têm mais dificuldade nessa questão. O Sporting e o Braga já fazem isso faz tempo. O Benfica estreou em 2018, já fazendo contratos de no mínimo dois anos, como foi meu caso. Hoje o clube já faz contratos de cinco anos. No Brasil, acredito que falta mais organização e comprometimento dos clubes, para fazer com que a modalidade cresça mais e seja mais atrativa também – observa Daiane.

A Ferroviária se destaca entre os clubes da primeira divisão: 27 jogadoras do elenco atual têm vínculo superior a uma temporada, sendo 11 delas com três anos de compromisso. O Internacional vem em seguida, com nove jogadoras com contrato de dois anos. Uma delas é a zagueira Isa Haas, que aprova o projeto colorado.

Outros times que também fazem vínculos mais longos, embora com poucas jogadoras, são o Avaí/Kindermann (cinco atletas), São Paulo e Santos (duas em cada) e Grêmio (uma). Procurado através da assessoria do time feminino, o Flamengo, que forma sua equipe em parceria com a Marinha, disse apenas que há jogadoras no elenco com mais de um ano de contrato, sem revelar a quantidade.

Confira todos os resultados deste domingo pelo Brasil

Futebol Interior

O domingo foi bem movimentada no futebol com vários estaduais pelo Brasil, incluindo as duas principais divisões do Campeonato Paulista. Em termos nacionais, houve também a Copa do Nordeste e o primeiro jogo da final da Copa do Brasil, com vitória do Palmeiras, por 1 a 0, diante do Grêmio.

COPA DO BRASIL
Grêmio 0 x 1 Palmeiras
COPA DO NORDESTE
CSA 1 x 1 Treze-PB
Salgueiro-PE 2 x 3 Bahia
Sport 1 x 1 Sampaio Corrêa-MA
PAULISTÃO
Red Bull Bragantino 0 x 0 Corinthians
Ferroviária 1 x 0 Inter de Limeira
Santo André 2 x 2 Santos
São Paulo 1 x 1 Botafogo
ALAGOANO
Aliança 1 x 0 CSE
BAIANO
Fluminense-BA 1 x 0 Vitória da Conquista-BA
CAPIXABA
Rio Branco-VN 2 x 0 Serra-ES
Desportiva-ES 4 x 1 Vilavelhense
CATARINENSE
Hercílio Luz-SC 2 x 3 Próspera
Figueirense 3 x 0 Concórdia
Brusque-SC 1 x 0 Metropolitano-SC
GOIANO
Vila Nova-GO 1 x 0 Jaraguá
Grêmio Anápolis 3 x 1 Anápolis-GO
Itumbiara-GO 1 x 1 Crac-GO
MATO-GROSSENSE
Cuiabá-MT 6 x 1 Poconé
Nova Mutum 1 x 0 Ação
MINEIRO
Pouso Alegre 0 x 0 Coimbra
Patrocinense-MG 0 x 2 Athletic
Atlético-MG 3 x 0 URT-MG
PARAENSE
Carajás 0 x 2 Bragantino-PA
Paysandu-PA 1 x 1 Castanhal
Águia-PA 3 x 2 Tuna Luso
Independente-PA 1 x 0 Tapajós
PARANAENSE
Operário-PR 1 x 1 Azuriz
PERNAMBUCANO
Retrô Brasil 3 x 2 Sete de Setembro-PE
PIAUIENSE
River-PI 0 x 2 Flamengo
Parnahyba-PI 1 x 1 Fluminense
POTIGUAR
Globo-RN 3 x 1 Palmeira
América-RN 2 x 1 Santa Cruz
Assu 4 x 0 Potiguar de Mossoró-RN
SERGIPANO
Boca Júnior-SE 3 x 0 Freipaulistano-SE
SUL-MATO-GROSSENSE
Comercial-MS 1 x 1 União ABC
Costa Rica 3 x 0 Três Lagoas
Dourados 1 x 0 Aquidauanense-MS
Águia Negra-MS 1 x 1 Novo FC-MS
TOCANTINENSE
Capital-TO 0 x 0 Tocantinópolis-TO
Tocantins-TO 0 x 3 Palmas-TO
Gurupi-TO 1 x 3 NC/Paraíso

Reforços, joias da base e poucos titulares: como chegam os grandes do Rio para início do Carioca

O Globo

Mal deu tempo de respirar. O Campeonato Brasileiro chegou ao fim e os Estaduais já estão prontos para começar. No Rio de Janeiro, o grupo principal tem bola rolando já nesta terça-feira, com a partida entre Flamengo e Nova Iguaçu, às 21h30, no Maracanã. Mas os grandes do Estado tratarão as rodadas iniciais como preparatório para os atletas da base e descanso para os profissionais.

Após a conquista do Campeonato Brasileiro, o Flamengo marcou a reapresentação do elenco profissional para 15 de março, mas a estreia no Carioca acontece na próxima terça, diante do Nova Iguaçu, às 21h30. Devido a isso, a delegação que disputará o Estadual será formada basicamente por jovens da base e algumas peças do elenco principal.

A grande novidade do Fluminense está na beira do gramado. Marcão voltou a ocupar o cargo de auxiliar permanente e Roger Machado será o comandante na estreia do Campeonato Carioca — diante do Resende, na próxima quinta, às 18h. O Tricolor aguarda a decisão da Copa do Brasil e torce por um título do Palmeiras, que enfrenta o Grêmio, para garantir vaga direta à fase de grupos da Libertadores.

O Vasco é outro que iniciará o Carioca com vários pratas da casa. Onze atletas que já estavam no elenco profissional estão participando da preparação, iniciada na última sexta, e outros 20 da categoria sub-20 foram promovidos. O meia MT, de 19 anos, é um dos destaques. O Cruz-Maltino estreia diante da Portuguesa, no dia 3, às 21h, em São Januário.

Já o Botafogo vai na contramão dos outros três rivais e não colocará uma equipe inteiramente formada por atletas da base nas rodadas inciais. Como o Alvinegro foi rebaixado com rodadas de antecedência, o planeamento para a Série B começou a ser tocado ainda na primeira divisão.

Alguns dos clubes de menor investimento apostaram em reforços, no mínimo, curiosos. O Macaé, por exemplo, tem esperança no meia boliviano Ricardo Román, que chegou a jogar no Lille, da França, aos 16 anos. Já o Madureira contratou Jean Richard, nascido no Haiti. Volta Redonda e Boavista são cotados a surpreender.

Copa do Brasil: Competição 2021 começa dia 10

Tribuna da Bahia

Palmeiras x Grêmio ainda estão decidindo o título da Copa do Brasil 2020, o jogo final será domingo, dia 7, em Porto Alegre, mas a CBF deve sortear amanhã, dia dois, os jogos da primeira fase da 33ª Copa do Brasil em 2021, que começa na quarta-feira, dia 10 de março. O número de equipes participantes aumentou de 91 para 92 e serão disputadas sete fases. O futebol baiano tem a participação de quatro clubes na competição nacional da CBF: Bahia, Vitória, Atlético de Alagoinhas e Juazeirense.

As 12 equipes que chegarão da Taça Libertadores e de outras competições nacionais, os campeões da Copa Verde, Brasiliense, Copa do Nordeste, Ceará, e Série B, Chapecoense, já entrarão na terceira fase, em vez de entrarem nas oitavas de final.

As vagas do futebol baiano são do Bahia, campeão baiano, o Atlético vice-campeão, e a Juazeirense como terceira colocada. O Vitória entra pelo seu posicionamento de 23º no ranking nacional da CBF.

Flu quebra jejum e volta a vencer em casa depois de dois anos

Diplomata News

O gol do atacante Bruno Veiga, aos 11 minutos do 2º tempo em cobrança de penalidade máxima foi o suficiente para que o Fluminense vencesse o Vitória da Conquista por 1 x 0 e assim conhecesse a sua primeira vitória no Campeonato Baiano 2021, em partida realizada na tarde hoje no Estádio Joia da Princesa e acabasse com um jejum de mais de dois anos sem vencer jogos em casa.

Depois de iniciar a competição perdendo duas partidas para Atlético e Juazeirense, o Fluminense, tinha a necessidade de vencer o Vitória da Conquista para estancar a possibilidade de uma crise com uma possível derrota para o time do sudoeste que estava estreando na competição, O técnico Thiago Santa Bárbara promoveu as entradas de Marlon na zaga e Catarina começou a partida no meio-campo no lugar de Kariri.

Com a bola rolando, o primeiro tempo não foi muito bom com poucos lances de emoção que ficaram reservadas para o final quando dos goleiros Ronaldo e Weide tiveram maior trabalho. O Fluminense teve mais posse de bola, porém não se impunha em campo e o Vitória da Conquista, que visivelmente sentiu o ritmo de jogo, cresceu no final do primeiro tempo a ponto de assustar o Fluminense em duas oportunidades.

No segundo tempo a partida começou equilibrada, porém aos 11 minutos depois de uma investida, o meia Catarina foi derrubado na área e o juiz marcou o pênalti. Bruno Veiga cobrou e marcou o único gol da partida. Pouco tempo depois, o volante Moisés foi expulso por estar fazendo “cera” no entendimento da arbitragem ao estar deixando o campo para ser substituído. Com um homem a menos, o Fluminense passou sufoco, mas o goleiro Weide apareceu na partida e com importantes defesas ajudou o Fluminense a garantir o triunfo, que marcou a quebra de um jejum de dois anos sem ganhar em casa pelo Campeonato Baiano.

A última vez que o time venceu foi no dia 6 de fevereiro de 2019, quando bateu o Atlético de Alagoinhas por 1 x 0. No passado em jogos no Joia pelo estadual foram duas derrotas e dois empates. O triunfo deixou o Fluminense na 5ª posição na classificação geral do Campeonato Baiano 2021. O time voltará a campo no próximo domingo (7), quando enfrenta o Bahia de Feira na Arena Cajueiro.

Palmeiras faz jogo quase perfeito, mas final segue aberta

Globo Esportes

O Palmeiras fez um jogo quase perfeito em sua primeira exibição na final da Copa do Brasil de 2020. Fora de casa, o Verdão venceu o Grêmio por 1 a 0 em grande atuação do time de Abel Ferreira. E é justamente o “quase” que impede de considerar o time como o provável campeão.

Em um jogo controlado em grande parte dos 90 minutos, o Verdão abriu o placar em um lance de bola parada e por erros de finalização desperdiçou grandes oportunidades para aumentar uma vantagem que, se concretizada, poderia ser praticamente irreversível.

Mas não foi. Além dos erros de Luiz Adriano e Rony, depois de ótimas jogadas de Raphael Veiga, os palmeirenses perderam espaço após a expulsão infantil de Luan.

É só lembrar a Libertadores de 2019, quando o Palmeiras venceu em Porto Alegre e foi eliminado no Pacaembu no jogo de volta, para imaginar que o Grêmio de Renato Gaúcho pode causar problemas. No Allianz Parque, por exemplo, o retrospecto favorece o time gaúcho, que se acostumou com disputas importantes nos últimos anos.

Ou seja, vale o alerta do lado paulista, como disse Abel Ferreira na coletiva. Mas vale a confiança também. É a hora de Weverton, Gustavo Gómez e companhia fazerem valer o hino do clube. Se ninguém passar pela defesa alviverde, desta vez com uma atuação perfeita por completo, o título será palmeirense.

Copa do Nordeste: Bahia estreia na competição com triunfo sobre o Salgueiro

Bahia Notícias

O time de aspirantes do Bahia venceu em sua estreia na Copa do Nordeste de 2012. Neste domingo (28), o Tricolor jogou contra o Salgueiro, no Estádio Cornélio de Barros, e garantiu o triunfo de 3 a 2 na primeira rodada com gols de Ronaldo, Bruno Camilo e Marcelo para o time de transição e de Leozão e Thomas Anderson para a equipe da casa.

Com o resultado, o Bahia garantiu três pontos e está na liderança do Grupo A da competição.

O Tricolor volta aos gramados na próxima quarta-feira (3) contra o UNIRB pela terceira rodada do Campeonato Baiano. O jogo acontece na Arena Fonte Nova, às 21h30.

Pelo Nordestão, o próximo compromisso da equipe será no sábado (6) contra o Botafogo-PB, também jogando em casa, às 18h15.

Outros resultados
CSA 1 x 1 Treze-PB
Sport 1 x 1 Sampaio Corrêa-MA

Corinthians e RB Bragantino empatam na estreia do Paulistão

R7

O Corinthians, com um time misto — formado por jovens da base e reservas — empatou com o RB Bragantino em 0 a 0, neste domingo (28), no estádio Nabi Abi Chedi, em Bragança Paulista, na estreia das equipes no Paulistão 2021. O time do interior teve um gol anulado pelo VAR — uma novidade no estadual desde o início da competição — aos 43 minutos do 2º tempo.

Os corintianos estão no Grupo A do estadual (ao lado de Santo André, Botafogo e Inter de Limeira), enquanto a equipe do interior integra o Grupo C (junto com Novorizontino, Ituano e Palmeiras).

O time da casa começou a partida buscando o ataque e pressinando o adversário.

O goleiro corintiano Cássio foi obrigado a fazer duas boas defesas antes de a partida completar 5 minutos, em finalizações de Claudinho, artilheiro do Brasileirão, e Lucas Evangelista.

O time alvinegro finalizou pela primeira vez aos 18 minutos, quando o atacante Léo Natel chutou. Mas a bola saiu pela linha de fundo.

Depois, aos 25, o jovem Rodrigo Varanda, que foi promovido das categorias de base do clube, finalizou com perigo para fora do gol de Cleiton.

O jogo ficou mais equilibrado depois dos 20 minutos, mas o RB Bragantino ainda teve as melhores chances de abrir o placar, novamente com Lucas Evangelista e Claudinho.

Na segunda etapa, o Bragantino voltou a chegar à frente primeiro. Aos 10 minutos, Claudinho disparou para uma defesa em dois tempos de Cássio.

O técnico Vagner Mancini fez algumas substituições para melhorar o desempenho ofensivo, mas a equipe do interior teve outros dois ataques com chutes perigosos que pararam nas mãos de Cássio com Helinho, aos 28, e Ytalo, aos 29 minutos.

Com o time reserva, Santos empata com o Santo André na estreia do Paulistão

Super Esportes

O Santos subiu a serra neste domingo para estrear pelo Campeonato Paulista. Jogando no Canindé e com o time reserva, o Peixe enfrentou a equipe do Santo André. Em jogo movimentado e de muitos gols, as duas equipes ficaram no empate por 2 a 2.

Ainda sem Ariel Holan, que acompanhou a partida da arquibancada, Marcelo Fernandes comandou o Peixe e mandou o time reserva ao campo, dando oportunidade para muitos meninos da Vila.

O jogo começou quente no Canindé! O Santo André abriu o marcador logo no primeiro ataque, com dois minutos de bola rolando. Após cobrança de escanteio, a bola seguiu viva na grande área e Vitinho aproveitou a sobra para balançar a rede.

A reposta do Peixe foi imediata e, aos quatro minutos, o setor ofensivo rodou a bola até a ponta direita e cruzou para Jean Mota infiltrar e deixar o marcador igualado.

O jogo continuou aberto e movimentado, e foi na velocidade que o Santos conseguiu a virada ainda no primeiro tempo. Aos 24 minutos, o jovem Gabriel Pirani conduziu pelo meio e apenas deslocou o goleiro para anotar seu primeiro gol com a camisa alvinegra.

A vantagem santista durou até o início do segundo tempo, quando o Ramalhão surpreendeu mais uma vez. Com cinco minutos, Marino tocou por cima do goleiro Vladimir e Ramon completou para o fundo da rede.

Após o gol de empate, o Santo André se fechou e apostou no contra-ataque para buscar a vitória. Ramon apareceu mais uma vez no ataque do Ramalhão para marcar, mas a bandeira levantou e o gol foi anulado.

O jogo seguiu aberto – enquanto os donos da casa pararam em Vladimir, o Santos não conseguiu ser eficiente e o empate seguiu até o apito final.

São Paulo fica no 1 a 1 com Botafogo-SP na estreia de Crespo

R7

O técnico argentino Hernan Crespo percebeu em seu primeiro jogo no comando do São Paulo que terá muito trabalho pela frente. Jogando em casa, o São Paulo empatou com o Botafogo de Ribeirão Preto por 1 a 1 na noite deste domingo (28) em jogo de estréia das equipes no Campeonato Paulsita.

Jogando com três zagueiros, o São Paulo dominou o meio-de-campo no primeiro tempo, mas teve poucas chances mais claras de gol. A melhor oportunidade foi um chute de Luciano da pequena área, chutando por cima do gol, aos 38 minutos de jogo.

Logo aos dois minutos do segundo tempo, o Botafogo abriu o placar em uma jogada de contra-ataque. O lateral-direito Marlon cruzou para Dudu tocar de primeira no canto do goleiro Volpi.

O São Paulo tentou buscar o empate, mas sem muita coordenação. Crespo então colocou Casemiro e promoveu a estreia do atacante Bruno Rodrigues, tirando o lateral-direito Igor Vinicius e o zagueiro Léo.

A mudança surtiu efeito e o São Paulo empatou. Aos 29 minutos, Daniel Alves, na esquerda, cruzou para Pablo que ajeitou de cabeça para o zagueiro Arboleda, também de cabeça, mandar para o gol.

Aos 41 minutos, o São Paulo teve um gol de Pablo anulado por impedimento em Daniel Alves. Aos 54, Galeano quase marcou o gol da vitória. O chute acabou batendo na trave.

Tardelli marca e diz que quer ficar no Atlético: ‘Estou fazendo por onde’

Super Esportes

No último dia de contrato com o Atlético, Diego Tardelli marcou o primeiro gol desde que voltou ao clube, em fevereiro de 2020. Neste domingo, o atacante – que sofreu grave lesão no ano passado – abriu o placar na vitória por 3 a 0 sobre a URT, no Mineirão, pela estreia do Campeonato Mineiro, em jogo que marcou a despedida do goleiro Victor.

No intervalo da partida, quando já havia marcado, Tardelli fez coro à ‘campanha’ de torcedores para que ele permaneça no Atlético. Jogador e diretoria discutem a possibilidade da ampliação do vínculo pelo menos até o término do Campeonato Mineiro.

“Primeiramente, quero agradecer a Deus, minha esposa e meus filhos. Eles sabem o quanto eu batalhei, o quanto eu trabalhei para estar vivendo este momento, para estar jogando, para voltar a jogar, que era meu objetivo depois de quase um ano parado. É uma sensação incrível poder estar voltando a marcar pelo clube que eu tenho o maior carinho e respeito”, iniciou, em entrevista ao Premiere.

“Hoje é meu último dia de contrato, então estou correndo muito, fazendo por onde, para poder dar continuidade ao meu trabalho. Eu, mais que nunca, sei do meu potencial, independentemente de idade. O importante é o que estou sentindo, e estou sentindo que estou bem, confiante. Então, é dar sequência, esperar o que vai acontecer depois do jogo. Acho que o mais importante é que a promessa de Deus se cumpriu hoje aqui”, completou.

Nesta terceira passagem pelo clube, Tardelli fez apenas cinco jogos – dois como titular. Com ou sem ele, o Atlético volta a campo na próxima quarta-feira, a partir das 21h, contra o Tombense, em Tombos, pela segunda rodada do Estadual.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia