CBF

As Bragantinas são as grandes campeãs do Brasileiro Feminino A2! Nesta terça-feira (7), após novo 0 a 0 – mesmo placar da ida -, desta vez no Independência, o Red Bull Bragantino fez 4 a 2 nos pênaltis e garantiu o caneco do torneio de 2021. A goleira Karol Alves defendeu a cobrança de Ilana, enquanto Flávia Gil acertou o travessão. Na última batida, Ariel cobrou com maestria e correu para o abraço.

Assim como no primeiro jogo, as redes do Independência também não balançaram na etapa inicial do segundo e decisivo duelo. Jogando em casa, as Vingadoras do Atlético-MG, no entanto, começaram melhor.

Com mais volume de jogo e na maior parte do tempo frequentando o campo de ataque, a equipe atleticana criou ótima chance logo aos quatro minutos: após chute de fora da área, a goleira Karol Alves foi buscar no ângulo para salvar o Braga de levar o primeiro gol.

Com o passar do tempo, as Bragantinas passaram a equilibrar mais a partida. A melhor chance do time visitante aconteceu aos 34, quando Raquel pegou sobra de escanteio, bateu colocado e tirou tinta do travessão.

A partida seguiu equilibrada no segundo tempo, com o Braga ligeiramente encontrando mais espaços. Só que foi o Galo quem assustou primeiro, aos 24, quando Sofia pegou rebote após cobrança de falta e acertou o travessão.

Depois, aos 26, o Galo até conseguiu colocar a bola nas redes, mas a árbitra assistente indicou que a bola havia saído pela linha de fundo no momento do cruzamento.

Antes do apito final, o Atlético-MG ainda teve uma chance de ouro, no último minuto de jogo, quando Guedes chutou firme, dentro da pequena área, mas parou em grande defesa de Karol Alves.

Na disputa de pênaltis, Ray Coutinho, Lay, Mylena e Arial converteram as cobranças para o Braga. Karol Alves defendeu a bola de Ilana, enquanto Flávia Gil desperdiçou para o Galo ao acertar o travessão de Karol.