Isto É

Próximo da zona de rebaixamento no Brasileirão, o Santos aposta todas as suas fichas na Copa do Brasil. Nesta terça-feira, às 21h30, na Vila Belmiro, o time alvinegro revê o Athletico-PR no duelo que vale uma vaga na semifinal da competição e opõe rivais pressionados e em crise.

Como perdeu em Curitiba por 1 a 0, o Santos entra em campo com a obrigação de ganhar por dois gols de diferença para se classificar sem disputa de pênaltis. Não há gol fora. Por isso, vitória santista por um gol de diferença, seja por qualquer placar, leva a definição da vaga para as penalidades. O Athletico-PR joga pelo empate.

Além da chance de ganhar um título que salvaria o ano e garantiria um lugar na próxima edição da Libertadores, a Copa do Brasil é vista com bons olhos pela diretoria santista em razão da alta premiação. Se avançar para a semifinal, o Santos embolsa R$ 7,3 milhões.

O torcedor santista espera que a equipe dê uma resposta rápida sob o comando de Fábio Carille. O treinador fez sua estreia no último sábado no empate sem gols com o Bahia em um jogo ruim e de pouca produção ofensiva.

O Athletico-PR vê a Copa do Brasil da mesma maneira que o Santos, como uma chance de espantar a crise, se redimir, e encher os cofres com a premiação milionária – já recebeu R$ 7,85 milhões por ter disputado a terceira fase, oitavas e as quartas. O clube paranaense, campeão em 2019, tenta chegar à semifinal pela terceira vez.

O Athletico venceu apenas duas vezes nos últimos 13 jogos, daí o momento conturbado. Só no Brasileirão, são sete partidas de jejum. A crise foi ampliada com a saída do técnico António Oliveira e críticas a Paulo Autuori, Bruno Lazaroni e seus comandados.

Para a partida decisiva na Vila Belmiro, Autuori e Lazaroni têm a volta do meia-atacante Nikão, que estava suspenso no Brasileirão. O atacante Bissoli, porém, não joga por já ter defendido o Cruzeiro na Copa do Brasil deste ano, e Jader está fora por lesão. O jogador sofreu uma entorse de tornozelo contra o América-MG no último sábado e não há previsão de retorno.