WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte




vitoria da sorte

setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago   out »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  



drupal counter

:: 18/set/2021 . 9:18

Campeonato Paranaense feminino 2021 começa neste mês com três clubes

Globo Esportes

O Campeonato Paranaense feminino de 2021 terá início neste mês, com três clubes envolvidos: Athletico, Imperial FC e Toledo. A competição durará pouco mais de um mês: começa em 19 de setembro e termina em 24 de outubro.

A fórmula de disputa é em turno e returno, e a equipe que tiver o maior número de pontos se consagra campeã da edição. Se houver empate nos critérios, a FPF fará uma partida extra para definir quem leva a taça.

Todos os jogos serão aos domingos, a partir das 15h30.
O time campeão garante vaga para a Série A3 do Campeonato Brasileiro feminino. Vale lembrar que o Athletico já está no Brasileiro A-2.

O Athletico é o atual campeão estadual, em título conquistado em maio deste ano, diante do Imperial FC, com vitórias por 6 a 0 e 2 a 0. Apenas os dois clubes disputaram o torneio anterior após ida e vindas. O Toledo, que estava inscrito inicialmente, desistiu por motivos internos, segundo a FPF.

Times

Athletico
Imperial FC
Toledo
Jogos

Imperial FC x Athletico – 19/09, 15h30, Octávio Silvio Nicco
Toledo x Imperial FC – 26/09, 15h30, 14 de Dezembro
Athletico x Toledo – 03/10, 15h30, CT do Caju
Athletico x Imperial FC – 10/09, 15h30, CT do Caju
Imperial FC x Toledo -17/10, 15h30, Octávio Silvio Nicco
Toledo x Athletico – 24/10, 15h30, 14 de Dezembro

Série B: CBF aprova retorno do público aos estádios a partir da 25ª rodada

Futebol Interior

Em Conselho Técnico realizado nesta sexta-feira com a presença de representantes dos 20 clubes, ficou definido que o retorno do público no Campeonato Brasileiro Série B acontecerá a partir da 25ª rodada.

Das 20 equipes, 14 votaram a favor e seis contra, prevalecendo a vontade da maioria. As equipes que poderão ter torcida e qual o percentual de torcedores liberados para entrada no estádio dependerá da decisão dos municípios.

“A grande maioria das cidades envolvidas no campeonato já liberaram ou têm o compromisso de liberar a volta dos torcedores às arquibancadas até o início da referida rodada”, disse o relato da Diretoria de Competições apresentada aos clubes participantes.

“O retorno obedecerá ao porcentual de ocupação definido por cada autoridade local e estará condicionado ao cumprimento de um rígido protocolo sanitário desenvolvido pela Comissão Médica Especial da CBF.”

A reunião desta sexta-feira foi conduzida pelo Presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, e contou com a presença dos Vice-presidentes da CBF, Antônio Aquino, Gustavo Feijó, Antônio Carlos Nunes e Fernando Sarney, do Vice-Presidente Jurídico, Carlos Eugênio Lopes, dos Presidentes das Federações com clubes integrantes na Série B, além de integrantes da Diretoria da entidade.

Representantes da Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (FENAPAF), da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF) e da Federação Brasileira dos Treinadores de Futebol (FBTF) também fizeram parte do O Conselho Técnico.

Durante o Conselho Técnico Extraordinário os clubes também analisaram a implantação do árbitro de vídeo na Série B. Ednaldo Rodrigues anunciou que a CBF garantirá, quando necessário, a contratação de mais duas câmeras por partida.

Com liminar da prefeitura de Belo Horizonte-MG, o Cruzeiro foi a única equipe que jogou com a presença de torcida na Série B até agora. Nos jogos contra Confiança-SE e Ponte Preta, a Raposa contou com o apoio dos torcedores e venceu os jogos pelo placar de 1 a 0.

Antes da decisão desta sexta, Goiás-GO, Confiança-SE e Vila Nova-GO também já haviam recebido a liberação para ter público nas próximas partidas. O Vasco também já buscava junto à prefeitura do Rio de Janeiro-RJ a liberação.

A 25ª rodada da Série B tem início no próximo domingo (19), com o jogo entre Vasco e Cruzeiro. A partida, em São Januário, deve contar com a presença da torcida.

VAR

Em volta à Arena Fonte Nova, Bahia enfrenta o Red Bull Bragantino pelo Brasileirão

Bahia Notícias

Após sete meses de distância, o Bahia volta neste sábado (18) à Arena Fonte Nova. Às 21h, a bola rola para o jogo contra o Red Bull Bragantino, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe de Diego Dabove entra em campo com a missão de vencer para se afastar da zona de rebaixamento.

O time vem de um empate em 0 a 0 com o Santos, na Vila Belmiro. Para sair do gramado com o resultado diferente, a equipe conta com o poder ofensivo de Gilberto, vice-artilheiro da Fonte reformada, com 25 gols.

“Muito importante voltar. A Fonte Nova é minha casa, e assim que a vejo desde que cheguei. Estamos trabalhando muito forte para buscar o triunfo e estarmos bem com o grupo, e nada mais justo voltarmos para cá e pegar um time forte como o Bragantino”, disse o camisa 9.

Para a partida, o Tricolor ainda não vai ter o atacante Rossi, que se recupera de um estiramento na coxa. Além dele, o zagueiro Conti, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Por outro lado, o goleiro Matheus Teixeira volta após suspensão.

Na parte de cima da tabela, o Massa Bruta tenta se recuperar da derrota para a Chapecoense na última rodada. A equipe de Bragança Paulista não vai ter o atacante Artur e o meia Praxedes, suspensos, o meia Lucas Evangelista, que segue lesionado, e o zagueiro Fabrício Bruno, liberado para acompanhar o nascimento da filha.

Protestos, pressão e fragilidade como visitante desafiam reabilitação do Santos

Isto É

Em queda livre no Brasileiro, eliminado na Copa do Brasil, sem vencer há seis jogos no torneio de pontos corridos e acuado pela torcida. É diante desse cenário que o Santos vai buscar forças para voltar a somar três pontos, neste sábado, às 21h, contra o Ceará, na Arena Castelão, para minimizar a crise que tomou conta do clube nos últimos tempos.

Em meio a esse ambiente conturbado está o recém-chegado Fábio Carille, que substitui o técnico Fernando Diniz e faz apenas o seu terceiro jogo à frente da equipe.

Além dos problemas relacionados ao time, a falta de paciência da torcida virou caso de polícia após a eliminação na Copa do Brasil na última terça-feira.

O atacante Diego Tardelli teve o carro depredado quando estava a caminho do hotel e ainda sofreu ameaças de morte. Ele fez um boletim de ocorrência e postou um vídeo nas redes sociais falando sobre o episódio.

Para a partida, Carille não poderá contar com o lateral-direito Madson e os zagueiros Luiz Felipe e Robson Reis. Com uma entorse no tornozelo direito, o meia Carlos Sánchez aumenta a lista de desfalques.

Assim, o treinador deve escalar o time com três zagueiros e três atacantes. Com a estreia do uruguaio Emiliano Velázques, o trio defensivo terá também Danilo Boza e Wagner Leonardo. Na frente, Marinho, Léo Baptistão e Marcos Guilherme formam o ataque santista.

“Estamos trabalhando e procurando ajustar o time para que possamos buscar novamente o caminho das vitórias. O campeonato é competitivo, mas sabemos das nossas possibilidades”, afirmou o comandante santista Fábio Carille.

Pelo lado do Ceará, o técnico Tiago Nunes também vive um momento de instabilidade. A equipe tem apenas um ponto a mais do que o Santos e vem de duas derrotas. Um novo tropeço em casa complica ainda mais situação da equipe no campeonato.

Com apenas dois gols marcados nos últimos cinco jogos, Nunes intensificou os trabalhos de finalização dos atacantes e aposta numa marcação por pressão para forçar o erro do adversário na saída de bola.

Atlético recebe Sport para manter folga na ponta e embalo até Libertadores

Super Esportes

O Atlético sonha grande. Muito grande. Campeão mineiro, o time segue na luta por mais três títulos – e com reais condições de vencê-los. Por isso, o técnico Cuca não tem priorizado nenhuma das competições. Escala os titulares no Campeonato Brasileiro, na Copa do Brasil e na Libertadores. Neste sábado, porém, isso pode mudar. A equipe alvinegra recebe o Sport, a partir das 19h, no Mineirão, em jogo válido pela 21ª rodada da Série A. Mas, na terça-feira, já tem decisão contra o Palmeiras na semifinal do torneio continental…

Por isso, não há como negar: o foco atleticano está dividido, embora o discurso na Cidade do Galo seja o de pensar jogo a jogo. Em meio à “maratona” de partidas importantes daqui em diante, é provável que a comissão técnica resolva poupar os jogadores mais desgastados contra o Sport, vice-lanterna do Brasileirão e em péssima fase. Tudo para tê-los nas melhores condições físicas para enfrentar o Palmeiras, no Allianz Parque, na partida de ida da semifinal.

E o Atlético tem certa margem de segurança para realizar modificações na equipe. Afinal, o time alvinegro lidera o Brasileiro após 19 jogos disputados, com 42 pontos ganhos – sete à frente do segundo colocado Palmeiras. O terceiro é o Flamengo, com 34 e duas partidas a menos que os rivais mineiro e paulista.

Vice-lanterna do Campeonato Brasileiro, o Sport tem apenas 17 pontos ganhos – cinco a menos que o São Paulo, o primeiro time fora da zona de rebaixamento. A equipe pernambucana não vence há seis jogos e tenta encontrar sobrevida após a chegada do técnico paraguaio Gustavo Florentín. Para isso, aposta na defesa, a segunda menos vazada do Brasileirão (15 gols sofridos, mais apenas que os 13 do Atlético).

Athletico e Juventude duelam em busca da recuperação no Brasileirão

Globo Esportes

Athletico e Juventude duelam em busca da recuperação no Brasileirão em jogo marcado para 18h45 deste sábado, na Arena da Baixada, pela 21ª rodada. O Furacão é o 11º colocado, com 24 pontos; o Juve está na 14ª posição, com 23.

O Athletico vem de derrota por 2 a 0 para o América-MG, fora de casa, e saiu no top-10 pela primeira vez no Brasileirão. A equipe rubro-negra não vence há sete rodadas na competição, com seis derrotas e um empate. Por outro lado, o Furacão venceu o Santos na terça-feira, na Vila Belmiro, e se classificou para as semifinais da Copa do Brasil.

O Juventude, por sua vez, vem de derrota no Alfredo Jaconi para o Cuiabá e tenta se recuperar fora de casa. O resultado interrompeu uma sequência invicta de cinco partidas e deixou o time de Caxias do Sul perto da zona de rebaixamento, em 14º, com 23 pontos, apenas dois a mais que o América-MG, o 17º colocado.

Palmeiras busca reação contra lanterna para se manter na vice-liderança

Isto É

Estagnado no campeonato, o Palmeiras viaja até Santa Catarina disposto a acordar no Brasileiro para se recolocar na briga pela liderança da competição. O time do técnico Abel Ferreira enfrenta a Chapecoense neste sábado, às 17h, na Arena Condá, com a extrema necessidade de voltar a vencer para não tornar o clima ainda mais tenso no seu departamento de futebol.

Com apenas uma vitória nos últimos cinco confrontos, a equipe do técnico Abel Ferreira viu o Atlético abrir uma frente de sete pontos na liderança (42 a 35). Para piorar, o Flamengo, que tem duas partidas a menos, aparece em terceiro lugar com 34 pontos e pode tirar a segunda colocação da equipe palmeirense no caso de mais um tropeço em Chapecó.

A ausência de bons resultados trouxe consequências para o futebol. Com o técnico questionado e o elenco exposto às críticas, principalmente pelas redes sociais, a diretoria decidiu agir. Além de manifestar publicamente respaldo ao trabalho de Abel, o presidente Maurício Galiotte esteve na Academia para assistir aos treinamentos e apoiar seu treinador.

No pensamento da cúpula palmeirense, o time já deu sinais de potencial neste mesmo campeonato quando engatou oito vitórias seguidas e um empate. Essa fase vitoriosa teve início nos 3 a 2 sobre o Bahia, no dia 27 de junho, e se estendeu até o empate de 0 a 0 diante do São Paulo, em 31 de julho. Neste recorte, o Palmeiras foi quase perfeito e teve um aproveitamento de 91,6%.

Considerada por muitos como equipe já condenada ao rebaixamento, a lanterna Chapecoense entra em campo inspirada na única vitória que conseguiu no Brasileiro até aqui. “O futebol é momento. Considerando as últimas seis rodadas, hoje a Chapecoense seria a 12ª colocada”, afirmou o técnico Pintado.

Dos dez pontos que o time catarinense tem no torneio, seis foram conquistados nos últimos cinco jogos. Nesse período, o time obteve três empates, uma derrota e o resultado positivo no último final de semana.

SÉRIE B: Goiás e Botafogo brigam pela vice-liderança; Brasil-RS e Londrina lutam contra o rebaixamento

Futebol Interior

Três jogos vão encerrar, neste sábado, a 24.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Se Goiás e Botafogo, no G4 – zona de acesso – vão brigar pela vice-liderança, Brasil-RS e Londrina vão brigar pela sobrevivência, uma vez que se encontram na zona de rebaixamento.

Sem perder há nove jogos e vindo de vitória sobre o CRB, por 1 a 0, o Goiás receberá o Brasil-RS, em Goiânia, às 19 horas. Os donos da casa acumulam 42 pontos, enquanto os gaúchos não passam de 16 pontos. Ao empatar com o Confiança por 1 a 1, o Brasil-RS chegou a 11 partidas sem vitória, sendo seis derrotas e cinco empates.

No estádio do Café, às 16h30, o Londrina receberá o CSA para tentar voltar a vencer. São quatro partidas sem vitória, sendo duas derrotas seguidas. Após apanhar de 4 a 0 do Botafogo, o Londrina parou nos 21 pontos. O CSA, enquanto isso, perdeu do Guarani, por 1 a 0, e completou quatro rodadas sem vitória. Os alagoanos registram 29 pontos.

Vindo de quatro vitórias seguidas e sem perder há seis rodadas, o Botafogo receberá o Náutico, às 16h30, no Rio de Janeiro. Os cariocas somam 41 pontos e também lutam pela vice-liderança. Já o Náutico, derrotado pelo Vila Nova, por 1 a 0, está na seca há três rodadas e acumula 35 pontos.

A rodada começou na quinta-feira. O Vasco tropeçou na estreia do técnico Fernando Diniz ao ficar no 1 a 1 com o CRB, que se manteve no G4. Em Sete Lagoas, o Cruzeiro, em jogo polêmico, também não conseguiu vencer e não saiu do 1 a 1 com o Operário. Já o Avaí perdeu a chance de encostar no pelotão da frente ao ser derrotado pelo Remo por 2 a 1, em Belém.

SÉRIE B: Dérbi zerado, Coxa dominante, pé d’água e novo lanterna são os destaques da sexta-feira

Futebol Interior

A segunda parte da 24ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B chegou ao fim nesta sexta-feira. O grande duelo deveria ser o Dérbi 201 entre Ponte Preta e Guarani, mas as redes não balançaram. O Coritiba, mais líder do que nunca, venceu o Vila Nova e abriu vantagem.

O dia ainda contou com o empate sem gols entre Brusque e Vitória debaixo de forte chuva, em Santa Catarina, e o grande triunfo do Confiança sobre o Sampaio Corrêa, no Batistão, por 2 a 0. O Dragão, enfim, ganhou e deixou a lanterna.

O Brusque entrou no Augusto Bauer com um retrospecto de nove partidas sem triunfos e a ameaça da zona de rebaixamento cada vez mais próxima. O Vitória, quem deveria assustar, queria se recuperar, após o Remo atrapalhar a boa fase.

A chuva, porém, interferiu nos planos e o duelo, bastante comprometido, não teve gols. O Vitória segue na 17ª colocação com 24 pontos, a um dos dois primeiros times fora da degola, Vila Nova e Ponte Preta. O Brusque soma 28, na 14ª.

O líder Coritiba recebeu o Vila Nova, no Couto Pereira, e precisou de apenas uma bola na rede para conquistar a terceira vitória consecutiva. Léo Gamalho foi o nome do gol, ainda no primeiro tempo.

O Coxa chega aos 48 pontos e abre seis de vantagem para o segundo Goiás, que ainda entra em campo neste sábado com o Brasil-RS. O Vila Nova estaciona nos 26 e fica na porta da zona de rebaixamento, em 16º lugar.

Os bares de Aracaju, apesar de todos os cuidados que deveriam ser tomados, devem estar lotados. O Confiança triunfou depois de sete rodadas sem vencer e deixou a lanterna. O Dragão bateu o Confiança, no Batistão, por 2 a 0 com dois gols de Jhemerson.

O Confiança, na 19ª colocação, tem 17 pontos, um acima do Brasil-RS e pode estar prestes a uma nova fase sob o comando de Luizinho Lopes. O Brusque se afasta do quarto colocado CRB, que tem 41, e aparece na sétima com 37 pontos.

O jogo mais aguardado ficou para o final do dia, porém, não entregou o que se esperava. No Dérbi 201, no Moisés Lucarelli, Ponte Preta e Guarani não saíram do zero e apenas empataram.

O Burge se distancia um pouco do CRB e fica na quinta posição com 38 pontos. A Alvinegra, ainda na parte de baixo, ultrapassa o Vila Nova e chega à 15ª colocação com 26. A distância para a degola é de dois pontos.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia