Diário do Nordeste

O Ceará entra em campo neste sábado (25), às 17 horas, contra o Chapecoense, no Castelão, pela 22ª rodada da Série A com a obsessão pela vitória. Afinal, voltar a vencer para o Vozão significa dar fim ao incômodo jejum de 6 jogos sem vencer e proporcionar a 1º vitória sob o comando do técnico Tiago Nunes.

Com o novo treinador, o Alvinegro perdeu por 2 a 0 para o Grêmio fora de casa e empatou com o Santos em 0 a 0. Diante do time paulista no Castelão, a atuação já foi melhor, mas uma vitória daria a tranquilidade que o time e o treinador precisaram para tocar o trabalho. Hoje o clube está em 13º com 25 pontos e a proximidade do Z4 assusta, já que são apenas dois para o Juventude, que abre a zona, mas o time já mostrou em outros momentos na Série A que pode brigar na parte de cima da tabela.

Uma vitória pode deixar o Ceará em 9º lugar e abrir vantagem para o Z4, iniciando uma série de melhores resultados no returno.

A Chapecoense é a última colocada da Série A com 10 pontos, mas vem reagindo, com uma vitória e dois empates nos últimos 5 jogos. O técnico da equipe catarinense, Pintado, vê o Ceará pressionado, mas que deve atacar seu time o tempo todo em busca da vitória.

“Vamos enfrentar uma equipe que perto da zona de rebaixamento, pressionada, que tem feito bons campeonatos e passa por um momento ruim. Tenho certeza que vamos ser pressionados desde o primeiro minuto. Temos que entrar muito ligados, sustentar a parte defensiva para em um momento do jogo construir o momento ofensivo”, disse ele.