WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte




vitoria da sorte

novembro 2021
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  



drupal counter

:: 5/nov/2021 . 17:59

Definida arbitragem para os jogos da Copa Ceci Aguiar de Futebol de Base

Da Redação

Foi definida na tarde desta sexta-feira (5), a escala de árbitros dos jogos da 2ª rodada da Copa Ceci Aguiar (foto), da categoria Pré-Mirim, 09 e 10 anos, que acontecem na manhã deste sábado (6), no estádio Edvaldo Flores.

Confira
08h30
Planeta Boça x Moriá

Árbitro: Glauber Santos
Assistentes: Alcione Silva e Lucas Pereira
Reserva: Geeno Andrade
09h30
Periquito x Unisoccer

Árbitro: Lucas Pereira
Assistentes: Glauber Santos e Alcione Silva
Reserva: Geeno Andrade
10h30
JEP x Brasil

Árbitro: Glauber Santos
Assistentes: Alcione Silva e Lucas Pereira
Reserva: Geeno Andrade

Copa do Brasil: CBF define palco e datas da grande final

Galáticos Online

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou na tarde desta quinta-feira (4), o palco da final da Copa do Brasil 2021, entre Athletico-PR x Atlético-MG.

Por meio de sorteio, o órgão definiu a Arena da Baixada, em Curitiba, como palco da grande decisão entre os clubes. As partidas serão realizadas nos dias 12 e 15 de dezembro.

Campeão em 2014, diante do Cruzeiro, o Atlético-MG tenta repetir o feito após seis anos, em uma temporada que pode também marcar o fim do jejum de 50 anos sem conquistar o Campeonato Brasileiro.

Já um Furacão também pode faturar a Copa do Brasil pela segunda vez seguida, assim como foi em 2019, quando bateu o Internacional, em Porto Alegre.

Brasileirão de 2021 tem a menor troca de treinadores desde 2012

Futebol Interior

A atual edição do Brasileirão tem até o momento o menor número de trocas de técnico dos últimos dez anos, igualando a temporada de 2012. Foram 19 alterações de comando, bem abaixo das 27 registradas na última disputa. A queda pode estar diretamente relacionada à regra implementada pela CBF para esta edição que limita a troca de treinadores, apesar da utilização do comum acordo ter facilitado o caminho para mudanças no comando. Outra explicação pode ser a falta de dinheiro dos clubes durante a pandemia, assim como a safra ruim de ‘professores’ no mercado.

Segundo a nova regulamentação, o clube que demitir o técnico poderá inscrever apenas mais um treinador durante a competição. Em caso de segunda demissão, o substituto precisará ter pelo menos seis meses no clube. Caso o próprio técnico peça para deixar o comando do time, o clube em questão não sofre com limitação para trocar de comando e escolher outro profissional para o cargo. No caso dos treinadores, eles só poderão se demitir em uma oportunidade. Se pedir demissão mais uma vez, ele fica impossibilitado de treinar outra agremiação durante a disputa daquela competição.

A regra que limita o troca-troca de técnicos também está em vigor na Série B do Campeonato Brasileiro, que já registrou 23 mudanças no comando, menor marca desde 2016. Na última temporada, foram 30 alternâncias durante a disputa. Tanto na Série A quanto a Série B contam com 20 clubes cada.

O técnico Eduardo Barroca, que deixou o comando do Atlético-GO no fim de setembro em comum acordo com a diretoria, defendeu a implementação da regra no futebol brasileiro, mas ressaltou a importância dos critérios de treinadores e clubes na hora de escolherem um novo trabalho.

“Ela obriga o empregador a fazer um processo seletivo mais coerente para definir o seu profissional e vice-versa, mas eu também defendo a liberdade de escolha, desde que se cumpram os compromissos. Agora no Atlético-GO, debatemos em alto nível e conversamos realmente em comum acordo que o trabalho não deveria seguir porque não prosperaria dessa forma”.

Apesar da experiência de Barroca em Goiás, alguns clubes e técnicos têm se utilizado do “comum acordo” para driblar a regra e escapar das limitações de troca impostas pela CBF. Estão se valendo de um ‘jeitinho’ brasileiro. O técnico Jair Ventura, demitido da Chapecoense em agosto após dois meses no cargo e agora treinador do Juventude, disse ser favorável à nova regra, mas destaca que apresenta falhas e brechas.

“Tive a possibilidade de sair em comum acordo da Chapecoense e não aceitei. Estamos no primeiro ano (da regra). Pode haver coisas a ajustar. Quando há a limitação da troca de técnico, há mais tempo para ele trabalhar e para os jogadores assimilarem suas ideias”, contou ao Estadão no início de outubro

O presidente da Federação Brasileira de Treinadores de Futebol (FBTF), Zé Mário Barros, acredita que o futebol brasileiro ainda vai se adaptar à nova determinação.

“A continuidade é muito importante no futebol. Chegamos à conclusão de que se puder evitar o ‘comum acordo’ é muito bom, mas tem alguns casos que abrimos mão e tentamos entender a situação de cada um. No futuro bem próximo, as coisas vão se acomodar. Os dirigentes vão escolher melhor os treinadores, pensando nas características do time que ele tem no clube”, avalia.

SÉRIE B: Avaí tenta se aproximar do acesso, CSA pode entrar no G-4 e Cruzeiro tem ‘decisão’ contra a degola

Futebol Interior

A 34.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro será aberta nesta sexta-feira com três partidas. O Avaí pode dar mais um passo rumo ao acesso, com chance de igualar a pontuação do vice-líder Botafogo. O CSA, por sua vez, tem a possibilidade de ‘roubar’ a posição do Goiás dentro do G-4. Há ainda o duelo contra a degola entre Londrina e Cruzeiro.

Na Ressacada, às 19 horas, o Avaí terá mais um duelo contra clubes da zona do rebaixamento. Depois de vencer por 1 a 0 e rebaixar o lanterna Brasil-RS, o Avaí, terceiro colocado com 56 pontos, pegará o Vitória, 18.º colocado com 33 pontos. Derrotados pelo CSA por 1 a 0, os baianos não vencem há dois jogos.

Embalado por duas vitórias seguidas, o CSA receberá o Remo em Maceió, às 17 horas. O CSA acumula 51 pontos, três a menos do que o Goiás, quarto colocado. O Remo, enquanto isso, foi surpreendido pelo Londrina (1 a 0) e parou no 11.º lugar com 41 pontos.

No estádio do Café, Londrina e Cruzeiro fazem confronto direto contra o rebaixamento. Vindo de duas vitórias seguidas e quatro jogos sem derrota, o Londrina abre a zona de rebaixamento, na 17.ª posição com 38 pontos, a dois do Cruzeiro, 14.º colocado. Os mineiros não vencem há quatro rodadas e empataram por 1 a 1 com o Vila Nova na partida passada.

A rodada seguirá no sábado com três partidas. O líder Coritiba visitará o Náutico, em Recife, com chances de acesso. O mesmo vale para o Botafogo, que fará o clássico contra o Vasco, em São Januário, no domingo, no encerramento da rodada.

Cuiabá pressiona, mas fica no empate sem gols em casa com a Chapecoense

Terra

O Cuiabá perdeu uma grande chance de aumentar ainda mais sua distância para o Z4 nesta quinta-feira. Mesmo jogando em casa, a equipe ficou no empate em 0 a 0 com a lanterna Chapecoense, em partida adiantada da 31ª rodada do Brasileirão. O resultado deixa o time mato-grossense na nona colocação, com 39 pontos.

O Dourado foi superior na etapa inicial e pressionou a Chape desde o princípio. A primeira oportunidade veio aos 15 minutos, em chute de fora da área de Yuri Lima defendido por Keiller. Os visitantes deram resposta aos 25 com finalização de Mike agarrada por Walter, mas o Cuiabá seguiu controlando as principais ações de ataque da partida.

Os mandantes tentaram ameaçar o goleiro adversário com jogadas envolvendo Elton e Felipe Marques, porém o Verdão do Oeste se manteve bem postado no campo defensivo. A chance mais perigosa veio aos 38, quando Max bateu da entrada da área e a bola desviou na marcação. A sobra ficou nos pés de Elton, que tentou chutar rápido para o gol, mas acabou sendo travado por Busanello.

No segundo tempo, o Cuiabá voltou aumentando a pressão sobre os catarinenses e construiu duas boas chances nos instantes iniciais, com Max e Rafael Gava, mas a dupla acabou pecando nas finalizações. A Chape foi ao ataque e ameaçou aos 12 em arremate de Henrique Almeida, que passou perto da trave direita de Walter. No entanto, no minuto seguinte, Rafael Gava bateu aproveitou toque de Elton e bateu forte de dentro da área para Keiller fazer bela defesa e manter o empate.

A partida ficou mais aberta nos minutos finais e as duas equipes se lançaram mais ao ataque em busca do gol da vitória. Aos 35, Lima aproveitou escanteio cobrado por Marquinho e chutou com perigo. O Cuiabá respondeu aos 40, quando Uendel cobrou escanteio para Jenison, que mandou de cabeça pelo lado do gol.

A Chapecoense construiu mais duas boas oportunidades com Mike e Marquinho, mas os dois pararam no goleiro Walter. Depois, aos 46, João Lucas cruzou para trás para Osman cabecear sozinho, porém o atacante mandou por cima e perdeu uma grande chance para o Dourado, mantendo o placar zerado até o apito final.

SÉRIE B: Guarani vence duelo de campeões contra o Vasco e cola no G4; CRB também segue na briga

Futebol Interior

Duas partidas fecharam as disputas da 33ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B na noite desta quinta-feira (04). Destaque para o Guarani, que em um jogo cheio de emoções, conseguiu vencer o Vasco para seguir na cola do G4. O CRB também venceu e segue no páreo.

Jogando no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, o Guarani fez jus ao fator casa para vencer o Vasco por 1 a 0. Depois de um primeiro tempo bastante equilibrado, o time alvinegro teve a chance de sair na frente já nos minutos finais da segunda etapa, mas Cano perdeu um pênalti defendido pelo goleiro Rafael Martins.

No minuto seguinte, em jogada de velocidade, Pablo chutou invadiu a área e chutou forte para marcar o gol da vitória do Bugre. Com o triunfo, o Bugre assume a sexta colocação, com 52 pontos e agora está há dois pontos do G4, já que o Goiás quarto colocado tem 54. O Gigante da Colina ficou para trás, em oitavo lugar, com 47 pontos.

Um pouco mais tarde, o CRB também conseguiu um bom resultado sobre seus mandos para também continuar na briga pela parte de cima da tabela. Jogando no Estádio Rei Pelé, o Galo recebeu e venceu o Sampaio Corrêa, por 1 a 0, com gol de Emerson Negueba no segundo tempo. O time alagoano é quinto colocado com 54 e os maranhenses seguem estacionados em 13º com 40 pontos.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia