WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte




vitoria da sorte

janeiro 2022
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  



drupal counter

:: 15/jan/2022 . 20:25

De virada, Vitória da Conquista ê goleado pelo Atlético de Alagoinhas, na estreia no Baiano

Por Carol Barros

O Vitória da Conquista foi goleado pelo Atlético de Alagoinhas pelo placar de 4 a 1, na noite deste sábado (15), no estádio António Carneiro, na estreia no Campeonato Baiano.

Jil Bahia abriu o escore para o Bode, porém, Bremmer, Thiaguinho duas vezes e Miller cobrando pênalti viraram para o Carcará.

786 torcedores compareceram para prestigiar a partida.

O Bode volta a campo contra o Bahia de Feira, no próximo sábado (22), as 18h30, no estadio Lomanto Junior.

LCDT Lamenta morte de Fernando Marcos Sanches, ex-jogador da Ponte Preta

Por Carol Barros

A Liga Conquistense de Desportos Terrestres (LCDT) lamenta a morte. de Fernando Marcos Sanches (Marquinhos), que jogou o último Campeonato Municipal de Futebol defendendo as cores da equipe da Ponte Preta

Segundo os familiares, ele faleceu devido a complicações pós-cirurgia.

O Velório será na Comunidade Imaculada Conceição, na Rua da Corrente.

A Diretoria desta Entidade se solidariza com os familiares, amigos e colegas neste momento tão difícil.

FBF reúne árbitros antes da abertura do Baianão 2022

FBF

O Baianão 2022 será iniciado neste sábado (15). A largada será dada com os duelos Bahia de Feira x Bahia e Atlético x ECPP Vitória da Conquista.

Nesta sexta-feira (14), véspera da abertura, a Comissão Estadual de Árbitros de Futebol da Bahia entrou em campo. A Ceaf reuniu os árbitros que atuarão na competição.

Parte deles compareceu ao auditório da Federação Bahiana de Futebol. Os demais acompanharam a reunião por meio da plataforma Zoom.

No encontro, a Comissão orientou os profissionais com base nas regras e pilares da arbitragem. O objetivo é que o quadro de arbitragem possa desenvolver seu trabalho com tranquilidade, qualidade e ética.

A reunião foi comandada pelo presidente da Ceaf-BA, Jailson Macedo Freitas. Também compareceram os instrutores Kléber Moradillo, Ademilton Piedade Carigé, Arnaldo Menezes e Cláudio Aragão, e a psicóloga Thaíse Coutinho.

Confira a escala de arbitragem dos jogos dos clubes do interior da 1ª rodada do Baianão

Bahia Notícias

A Federação Bahiana de Futebol (FBF) definiu a escala das equipes de arbitragem dos jogos da primeira rodada do Campeonato Baiano 2022. O sorteio foi realizado nesta quinta-feira (13).

No sábado (15), às 16h, o duelo entre Jacuipense e Doce Mel, no Barradão, será apitado por Diego Pombo Lopez, ligado à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), e terá ao seu lado os assistentes Marcus Vinicius Ferreira de Souza (CBF) e Aleq Santana dos Santos Silva (FBF), enquanto Ricarle Gustavo Gonçalves Batista (CBF) será o quarto árbitro.

Também no sábado, o atual campeão Atlético de Alagoinhas recebe o Vitória da Conquista, no Carneirão, sob a mediação do árbitro José Lourenço Assis dos Santos Conceição, junto com os assistentes Mauricio Araújo da Mota e Gedson de Souza Reis, o trio é todo ligado à FBF, com Moisés Ferreira Simão (CBF) no papel de quarto árbitro.

Já no domingo (16), às 18h30, UNIRB e Barcelona de Ilhéus fecham a rodada no Carneirão. A partida será apitada pelo árbitro Emerson Souza Silva, da FBF, com o auxílio dos assistentes João Paulo de Souza Reis e Patrícia dos Reis do Nascimento, dupla da CBF. Enquanto Bruno Pereira Vasconcelos, que também é da CBF, será o quarto árbitro.

CBF: Ednaldo Rodrigues assina ordem de construção do Centro de Futebol do Amapá

Blog Waldemir Vidal

Presidente interino da Confederação Brasileiro de Futebol (CBF), o baiano Ednaldo Rodrigues, assinou, nesta quinta-feira (13), a ordem de serviço para o início da construção de um Centro de Desenvolvimento de Futebol no Amapá.

“Estou satisfeito, porque a união do poder político do Amapá, junto com o esporte, faz com que a gente fique satisfeito de saber que esse centro, que é um legado da Copa do Mundo da Fifa de 2014, será um divisor de águas para a inclusão social, para a formação de árbitros, atletas, gestores do esporte, não só do futebol”, afirmou o cartola, em entrevista à rádio Mais Macapá.

O Centro, de 24 mil metros quadrados, será construido no Bairo Marabaixo. As verbas utilizadas serão do “fundo de legado” da Copa do Mundo de 2014. Ao todo, 15 estados que não sediaram a competição receberão este equipamento.

“São estruturas físicas que contam com campo de grama de dimensões oficiais Fifa Quality, vestiários e prédio administrativo totalmente equipado. Como o próprio nome já diz, é um espaço para jovens desenvolverem suas habilidades e evoluírem com acompanhamentos de profissionais, norteados pela CBF e pela Federação Amapaense de Futebol”, diz o projeto da CBF.

A obra tem um prazo de seis meses para ter a sua construção concluída.

Bahia e Bahia de Feira ficam frente a frente ne estreia de 2022

Atarde

O Campeonato Baiano está de volta. A edição de 2022 da competição estadual começa neste sábado, 15, com Bahia de Feira x Bahia, na Arena Cajueiro, em Feira de Santana. A bola começa a rolar às 16h. A partida marca um reencontro entre os tricolores que fizeram uma das semifinais na última temporada.

Naquela ocasião, o Tremendão levou a melhor e colocou um ponto final no domínio do Esquadrão, que vinha de três títulos em sequência. Na decisão, no entanto, o time do interior terminou derrotado pelo Atlético de Alagoinhas e precisou se contentar com o vice-campeonato.

Para 2022, o Bahia de Feira manteve no elenco alguns dos jogadores que participaram da última campanha, e que já estão nos livros de história do futebol baiano. O zagueiro Paulo Paraíba, o lateral Alex Cazumbá, o volante Diones e o atacante Deon são figurinhas carimbadas na competição estadual e vão tentar levar o time a mais uma final.

Enquanto isso, o Tricolor de Salvador passou por mudanças que vão de jogadores a planejamento. Nesta temporada, o time de transição só entra em campo nas primeiras rodadas do Campeonato Baiano. Depois, será desfeito para cortar custos no clube que terminou 2021 rebaixado para a Série B do futebol nacional. Aí, os titulares entram em ação.

Neste sábado, 15, por sinal, vai ser a primeira vez que o torcedor vai ver o time jogando desde a partida que sacramentou a queda para a Segundona.

Além das mudanças por imposição financeira, o Bahia ainda precisa lidar com questões de saúde. O elenco passa por um surto de Covid-19, com 11 jogadores infectados.

A maioria deles faz parte do grupo que se reapresentou em janeiro e ainda não apresenta condições físicas de atuar por 90 minutos, mas há também alguns desfalques que estavam prontos para jogar. São eles: Luiz Henrique, Felipe Torres, Jeferson Douglas, Luizão e Oscar Ruiz.

Outro infectado é o treinador português Bruno Lopes, que iria comandar o time nas primeiras rodadas do Baianão. Dessa forma, quem vai estar à frente do Esquadrão é o auxiliar Vinícius Rovaris.

Revanche

Provável titular do Bahia, Marcelo Ryan também estava no time inicial na última vez que o Tricolor visitou o Tremendão. O 3 a 0 daquela semifinal não foi esquecido pelo atacante, que projetou um cenário diferente para estar tarde.

“Vamos com tudo para cima deles. Vamos tentar triunfar para somar três pontos e começar bem o Campeonato Baiano”, disse o atacante.

“Eu acho que eu amadureci bastante no tempo que passei no profissional. Quero chegar bem para ajudar a equipe”, completou o jogador em entrevista coletiva.

Atual campeão, Atlético de Alagoinhas chega com o dobro do investimento para o Baianão

Correio

O ano passado foi histórico para o Atlético de Alagoinhas. Pela primeira vez, o time soltou o grito de campeão estadual, após derrotar o Bahia de Feira na final do Campeonato Baiano. Foram 51 anos desde a fundação do clube até o título. Agora, é a hora de buscar outro feito inédito: o bi.

De olho em 2022, o Carcará iniciou a pré-temporada desde o fim de novembro. Ao longo desse tempo, disputou sete amistosos e, depois de quase dois meses, chega a estreia no Baianão: neste sábado (15), às 18h30, em casa, no Carneirão, contra o Vitória da Conquista.

Como atual campeão, o Atlético aparece com o status de time a ser batido. Mas o técnico Agnaldo Liz descarta favoritismo. Para ele, é preciso pensar no presente e esquecer um pouco o que ficou para trás.

“É bom ser campeão, mas é passado. O ano de 2021 já acabou para todo mundo. O bicampeonato vai ser algo que a gente vai buscar, mas sabemos que tem as outras equipes, principalmente Vitória e Bahia, que chegam muito forte, também vão tentar buscar o título. Creio que será uma briga legal, um campeonato bastante competitivo. Respeitamos todas as equipes”, afirma.

“Em 2020, participei do vice-campeonato. A gente manteve base, conseguiu faturar o título no ano seguinte. Vamos tentar novas conquistas, mas não vamos dizer que somos os favoritos. Não somos”, declara Agnaldo.

Em 2021, o Carcará fez uma campanha segura e chegou à última rodada da primeira fase já classificado. Nas semis, derrubou a Juazeirense, que era o time de melhor campanha na competição. Na final, empatou com o Bahia de Feira por 2×2 em Alagoinhas e venceu a volta por 3×2 em Feira de Santana e garantiu o título.

Alguns destaques daquele ano mágico já se despediram. O principal deles é Ronan. Herói da final, o atacante até voltou para o Atlético após passagem pelo Vitória, mas deixou a equipe para acertar com o Sampaio Corrêa.

O próprio treinador também mudou. No jogo do título, o Carcará era comandado por Sérgio Araújo – depois de passagens de Zé Carijé e Estevam Soares. Um mês depois, ele foi demitido e Agnaldo Liz contratado para a sequência da Série D. Por outro lado, boa parte do time campeão foi mantido, algo que o atual técnico valoriza.

“O importante é conseguir manter uma base. Principalmente porque, quando a equipe consegue o título, como foi o nosso caso, é muito assediada. O time passa a ser o alvo de buscas para fortalecer as outras equipes. Assim, a gente já trabalhou na Série D do Brasileiro de 2021 visando a possibilidade de trazer alguns atletas. Sabíamos aqueles que iriam ficar e a possibilidade de saída de outros. E começamos a trabalhar”, comenta Agnaldo.

O trabalho para contratar foi importante. Afinal, com o título do Baianão, o Atlético garantiu vaga também na Copa do Nordeste deste ano. Ainda disputará a Copa do Brasil e, mais uma vez, a Série D. Em meio a tantas competições, é difícil não perder jogadores – sejam poupados, lesionados ou até mesmo por covid-19.

Por isso, o clube praticamente dobrou o investimento. “Nossa folha, quando fomos campeões, era de R$ 150 mil – incluindo desde salários a hospedagem, remédios, alimentação… Foi quase um milagre. Mas, com três competições simultâneas, fora a Série D [que começa em abril], era preciso investir na capacidade de substituição. Agora, nossa folha é em torno de R$ 300 mil. Temos, inclusive, duas comissões técnicas. O treinador é o mesmo, mas contratamos auxiliares para, quando uma equipe viajar, a outra seguir trabalhando para estar apta a disputar os outros torneios”, explica o presidente do clube, Albino Leite.

“Antes, tínhamos 14, 15 atletas profissionais apenas. Quando precisávamos de reposição, recorríamos à base. Vamos manter a metodologia, afinal, a base é muito importante. Mas temos, neste momento, 27, 28 atletas profissionais e cinco da base. É um elenco robusto, como tem que ser. Esperamos fazer bons campeonatos no primeiro semestre e chegar para a Série D com gordura financeira”, detalha o diretor de futebol Luiz Matos Júnior.

Para Agnaldo Liz, há um equilíbrio entre os jogadores considerados titulares e os reservas.

“Uma coisa inédita para a gente é que vamos ter essas competições seguidas. Já tivemos Baiano e Copa do Brasil, que não conseguimos passar da primeira fase, e agora temos a Copa do Nordeste no meio. Isso requer um rodízio de atletas. Não há time que consiga jogar todas as competições com a mesma equipe. E ainda tem a questão da covid-19. Você tem que estar preparado – e nós estamos preparados, modelo de jogo definido. Trocar um ou outro não será de grande problema. Nós temos esse equilíbrio de atletas”, diz.

Em meio a tantos compromissos seguidos pela frente, há um objetivo principal 100% definido: o estadual.

“Todos os torneios são prioridade, claro, mas precisamos ter uma estratégia. E nossa estratégia foca no Baiano. É uma competição que abre portas, que nos leva a outros campeonatos. Em segundo lugar, a Copa do Brasil. Afinal, avançou, no dia seguinte tem o TED, é recurso imediato. E depois vem a Copa do Nordeste, que dá visibilidade, o que é sempre importante para um clube como o nosso, raiz, que vive de torcida e patrocinadores”, afirma Albino Leite.

COPA SP: Definidos os quatro jogos de domingo pelas oitavas

Futebol Interior

Copa SP 2022. O Departamento Técnico da Federação Paulista de Futebol (FPF) continua trabalhando sem parar. No início de sábado a entidade definiu os locais e horários dos quatro primeiros jogos das oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol. Todos serão disputados no no domingo e no sistema mata-mata, onde quem perder cai fora..

Os jogos divulgados fazem parte do lado direito do chaveamento onde será definido um finalista da Copinha.

A tabela do domingo ficou a seguinte:

11h00 – Mirassol x Bahia – Em Bálsamo – Youtube

15h00 – Resende x Botafogo-RJ – Em São Paulo no Nicolau Alayon – Sportv

17h15 – Novorizontino x América Mineiro – Em Jaú – Sportv

19h30 – Santos x Fluminense – Em Araraquara – Sportv

Presidente da FBF confirma que vai concorrer à reeleição: ‘Tenho 90% de aceitação’

Bahia Notícias

Presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ricardo Lima confirmou, nesta quinta-feira (13), que irá concorrer à reeleição. O mandatário avaliou que tem um índice de aprovação entre os filiados muito bom, e pontuou que isso o motiva a seguir trabalhando na gestão.

“Enquanto eu tiver 50% e mais um filiado, serei candidato. Eu diria que tenho 90% de aceitação, entre filiados, todos estão conosco. Não tenho a menor dúvida de que nos sairemos vitoriosos”, afirmou, em entrevista ao programa BN Na Bola, da Rádio Salvador FM 92,3, apresentado por Emídio Pinto, Glauber Guerra e Ulisses Gama.

Ricardo Lima foi eleito presidente da FBF em 2019. A próxima eleição ocorrerá em 2023, ainda sem data específica definida.

O Campeonato Baiano de 2022 está marcado para começar neste sábado (15). Ao todo, três partidas serão realizadas neste primeiro dia, enquanto outras duas acontecerão no domingo (16). O mandatário avaliou que a entidade está pronta para entregar o melhor produto possível. Uma das novidades será a relação com a arbitragem, que será bancada pela FBF.

“Se tratando de um período de retração da economia e de nossos clubes, com públicos limitados, fomos procurar parceiros, entidades privadas e governamentais, e conseguimos bancar a arbitragem na primeira fase, no valor de R$ 350 mil. Estamos mantendo também a premiação [de 2021], de R$ 400 mil do primeiro ao quarto. Serão R$ 750 mil aplicados diretamente ao Campeonato Baiano”, destacou.

A nova onda de Covid-19 pela qual o Brasil vem passando é outra preocupação. Ricardo Lima revelou que, caso haja adiamento de rodadas, a FBF não terá datas para realocar os jogos. Apesar disso, garante estar trabalhando “com todas as variáveis”.

“Sabíamos do risco. Avaliamos e colocamos o plano de vacinação para ser utilizado dentro do campeonato. Estamos trabalhando com as comissões médicas, e avaliado dia a dia esses casos. Temos um grande problema na região nordeste, porque disputamos Nordestão e Campeonato Baiano. Há uma engenharia para fazer a tabela que atenda. Um adiamento de data, hoje, não teríamos datas posteriormente ao adiamento de qualquer uma das partidas antes do dia 3 de abril. Precisamos entender que é um momento atípico, que ninguém quer que aconteça, mas precisamos estar aptos e dialogando, sempre preservando a vida humana”, ponderou.

Por fim, ele valorizou a força que os clubes do interior vêm demonstrando nos últimos anos. O Bahia de Feira foi vice-campeão em 2019 e em 2021. O Atlético de Alagoinhas, por sua vez, é o atual campeão e foi vice em 2020.

“O processo de gestão vem amadurecendo. Um projeto que contempla a boa gestão. Tivemos a Juazeirense chegando às oitavas da Copa do Brasil. O próprio Jacuipense vem fazendo um trabalho belíssimo, com um projeto de base belíssimo. Em 2022, nossos clubes voltarão aos lugares de onde nunca deviam ter saído”, elogiou.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia