WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



drupal counter

:: ‘Campeonato Baiano’

Vitória da Conquista faz os últimos ajustes para encarar o Santa Cruz

Da Redação

bodexnaut

O Vitória da Conquista faz os últimos ajustes para o confronto contra o Santa Cruz, que acontece nesta quarta (11), as 21h45, no estádio Lomanto Júnior, pela segunda fase da Copa do Brasil.

Na tarde desta segunda (9), o treinador Sérgio Araújo comanda na Toca do Bode um treino tático. Já na manhã desta terça (10), os jogadores folgam e a tarde será realizado no Lomantão, o coletivo apronto que define os onze que entrarão em campo.

A principio o comandante do Bode deverá mandar a campo a mesma formação que eliminou o Náutico: Carlos Roberto, Artur, Leandro Cardoso, Silvio e Thiaguinho, Edimar, Maicon Costa, Dimas, Kleber,  Tatu e Zé Paulo.

Os ingressos continuam a venda nas Farmacias Ultra Economica da Avª Lauro de Freitas e Avª Olivia Flores e em Falcão Calçados, pelo valor de R$ 40,00. Já a meia entrada está disponiveis nas bilheterias do estádio, ao preço de R$20,00.

Juazeirense arranca empate com o Flu de Feira e conquista o 3º lugar do Baianão

Bahia Notícias

RobertoCarlos-EvandroGuimaraes-trofeu-do-interior

Além do clássico Ba-Vi, mais um jogo agitou o Campeonato Baiano 2016 neste domingo (8). No estádio Adauto Moraes, a Juazeirense empatou em 1 a 1 com o Fluminense de Feira e conquistou a terceira posição no certame estadual.

Precisando do triunfo, o Touro do Sertão abriu o marcador com Kel aos 38 minutos do primeiro tempo. Entretanto, o atacante Nino Guerreiro, aos 19 minutos, deixou tudo igual e garantiu a vaga do Cancão de Fogo para a Copa do Nordeste 2017.

A Juazeirense volta a campo na próxima quinta-feira (12), quando enfrenta o Botafogo pela Copa do Brasil, às 19:15, no Adauto Moraes.

Vitória segura pressão do Bahia e é campeão

atarde

650x375_bavi_fonte-nova_1633659

Depois de bater o Bahia há uma semana por 2 a 0 no Barradão, o Vitória entrou em campo neste domingo, 8, com a vantagem de perder por 1 a 0 para o rival que, ainda assim, conquistaria o título estadual. E foi o que aconteceu. Em um duelo cercado de jogadas ríspidas e confusões, o Rubro-Negro perdeu na Fonte Nova, mas se sagrou campeão do Baianão 2016. O único gol da partida foi marcado por Feijão, aos 21 minutos do primeiro tempo.

A partida começou em um ritmo eletrizante, como sempre é esperado num Ba-Vi. Logo aos 30 segundos de partida, Feijão levou os marcadores na raça e tocou para João Paulo. O camisa 11 bateu cruzado, e a zaga rubro-negra afastou para escanteio. A jogada esquentou os ânimos da torcida tricolor na Fonte Nova.

Seguindo um esquema ofensivo, o Bahia seguiu pressionando o Vitória. Aos 17, Danilo Pires quase marcou após passe de João Paulo. A pressão continuou e o gol do Bahia ocorreu quatro minutos depois, quando Thiago Ribeiro fez bela jogada individual e tocou para Feijão. O volante apareceu como elemento surpresa e empurrou a bola para o fundo das redes.

Após Feijão abrir o placar, os reservas da dupla Ba-Vi trocaram empurrões na beirada do campo. Na ocasião, o árbitro Leandro Pedro Vuaden expulsou o goleiro Jean, do Bahia.
Como também era esperado, o clássico foi marcado por lances ríspidos. Até fim do primeiro, foram distribuídos oito cartões amarelos, sendo metade para cada lado: Tinga, Éder, Thiago Ribeiro e Hernane, pelo Tricolor; e José Welison, Marinho, Vander e Amaral, pelo Rubro-Negro.

No segundo tempo, o técnico Vagner Mancini fez ajustes táticos e o Vitória se acertou em campo. Aos quatro minutos, Kieza ficou cara a cara com Lomba, mas finalizou em cima do goleiro. A resposta tricolor veio com Danilo Pires, que arriscou chutaço de fora da área, mas Caíque espalmou para fora. Logo em seguida, o arqueiro do Leão fez outra ótima defesa após cabeçada de João Paulo Gomes.
A partir dos 26 minutos, Doriva também promoveu mudanças táticas ao colocar Henrique no lugar de Danilo Pires. Com três atacantes, o Bahia ganhou mais volume de jogo, mas não conseguiu ter a eficiência para furar a defesa adversária.

Jogadores e comissões técnicas de ambos os clubes voltaram a mostar os ânimos exaltados com troca de empurrões, já no final da partida. Por conta da confusão, o árbitro expulsou o zagueiro Lucas Fonseca e o lateral Diego Renan.

outdoor_pq

Na Fonte Nova, Bahia e Vitória voltam a se enfrentar para decidir o Campeonato Baiano

Bahia Notícias

IMAGEM_BAHIA_5

Uma semana depois, Bahia e Vitória voltam a se encontrar. Neste domingo (8), Dia das Mães, as equipes se enfrentam na Arena Fonte Nova, às 16h, para definir o título do Campeonato Baiano. No último domingo (1º), o rubro-negro foi superior e venceu por 2 a 0, no Barradão (relembre aqui).

Em desvantagem, o Bahia precisa vencer o Vitória por dois gols de diferença. O discurso da semana no Fazendão foi a de mudança de atitude. Um dos mais experientes da equipe comandada por Doriva, Thiago Ribeiro acredita que será preciso fazer o melhor jogo de 2016 para conquistar a taça.

“Para esse jogo, vamos ter que jogar mais do que estamos jogando. O time vai ter que render mais. Precisamos vencer por dois gols e, em um clássico, não podemos render o que estamos rendendo. Se pegar os jogos que vencemos bem na temporada, não vai dar. Precisamos fazer o melhor jogo da temporada até aqui. Se todo mundo render o que pode, temos condições de conseguir o título. Analisando friamente, o 2 a 0 não é um resultado fácil de fazer, ainda mais sabendo da necessidade. É altamente alcançavel esse objetivo”, afirmou.

O tricolor deve ir com algumas mudanças para a decisão. O volante Paulo Roberto deve entrar na vaga de Juninho, enquanto João Paulo Gomes deverá atuar no meio de campo substituindo o atacante Edigar Junio, que teve um estiramento muscular e provavelmente estará vetado do jogo. As alterações no time caracterizam uma mudança tática.

Pelo lado do Vitória, o técnico Vagner Mancini adotou a tática do mistério e só irá revelar a equipe minutos antes da partida. No entanto, a tendência é que ele não faça alteração no time em relação ao primeiro jogo da final. Para ficar com o título, o Leão pode até perder por um gol. Porém, o comandante Rubro-negro ignora essa vantagem.

Meia entrada para o jogo Vitória da Conquista e Santa Cruz serão vendidos a partir desta segunda

Da Redação
Foto Ascon ECVC

13179217_1103634889657678_8876538259839804500_n

Os ingressos para o jogo Vitória da Conquista e Santa Cruz, que acontece nesta quarta (11), as 21h45, no estádio Lomanto Júnior, pela segunda rodada da Copa do Brasil, continuam à venda.

O torcedor poderá adquirir a sua entrada nas Farmacias Ultra Economica da Avª Lauro de Freitas e Avª Olivia Flores e em Falcão Calçados, pelo valor de R$40,l00 Já a meia entrada será vendida nas bilheterias do estádio, a partir desta segunda (9), ao preço de R$ 20,00.

Segundo a diretoria do Bode, os ingressos possuem um moderno sistema de segurança que impedirá a entrada no estádio com ingressos falsificados, por isso a diretoria do alviverde orienta o torcedor a só comprar ingressos nos locais autorizados para evitar dores de cabeça no dia da partida.

A CBF já anunciou a escala de árbitros para o confronto. Apita o serginano Eduardo de Santana Nunes. Os assistentes serão os conterrâneos Vaneide Vieira de Goes e Ailton Farias da Silva. O 4º árbitro será o conquistense Marielson Alves Silva.

Diretoria ainda está com futuro indefinido no Flu de Feira

Site do Clube

04-05-2016_15_18_32_

Ainda falta o derradeiro jogo do Campeonato Baiano para o Fluminense diante da Juazeirense, no próximo domingo (8), que vale uma vaga na Copa Nordeste. Logo após o desfecho do estadual, a diretoria tricolor terá mais uma decisão: a permanência ou não a frente do clube, já que o mandato dos atuais dirigentes se encerra no final deste mês e ainda não existe uma definição sobre uma candidatura de Gerinaldo Costa à reeleição, ou se alguém do atual grupo se lançaria como candidato à presidência do Touro do Sertão.

Pelo estatuto do Fluminense, as eleições para a diretoria executiva devem ocorrer no final do mês de maio, quando encerra o mandato do presidente Gerinaldo Costa e dos vice-presidentes, Luiz Paolilo Filho e Everton Cerqueira. Até o momento não existe movimentação por parte do grupo que está no comando do clube, nem de nenhum oposicionista que esteja pleiteando o cargo executivo.

De acordo com o presidente Gerinaldo Costa, esta definição só deve se começar a “desenhar” a partir da próxima segunda-feira (9), após o encerramento do estadual. “Algumas conversas vêm acontecendo, porém não tão evidentes porque neste momento todos estão com as atenções voltadas para o desfecho do Fluminense no Campeonato Baiano. Temos feito algumas ponderações mesmo porque a Série D está em cima e será necessário se fazer um planejamento para esta competição e por enquanto não avançamos nestas tratativas, mesmo porque não podemos misturar as coisas neste momento”, argumentou.

O dirigente disse estar dividido entre a possibilidade de concorrer à reeleição ou deixar o comando da equipe. “O maior problema é o financeiro porque estamos debruçados sobre um prejuízo de R$ 300 mil aproximadamente e estamos buscando resolver. Não tivemos muitos patrocínios, tivemos muitas despesas para jogar fora sem ter o Joia da Princesa. Isso tudo reflete também na Série D porque temos que pelo menos manter uma base deste time atual e fazer contratações”, observou Gerinaldo Costa.

Por outro lado, Gerinaldo Costa não deixou de reconhecer que a boa campanha no estadual abriu boas perspectivas para o futuro. “Conseguimos com muito esforço colocar o Fluminense no lugar que ele merece e isso pode nos abrir portas para novos patrocínios, teremos o Joia para a Série D e isso tudo vamos analisar e ver qual a melhor solução para o nosso futuro, mas somente a partir do dia 9 de maio”, disse o presidente.

Evandro Guimarães mira triunfo no Adauto para a Juazeirense carimbar vaga na Copa do Nordeste

Esporte Total

Evandro-Guimaraes-treino-Juazeirense-chacara-05-05-2016

Exatos dois meses após a chegada do técnico Evandro Guimarães, a Juazeirense decide o terceiro lugar do Campeonato Baiano no domingo (08) diante do Fluminense de Feira, às 16h, no Adauto Moraes. Já garantido na Série D deste ano e também na segunda fase da Copa do Brasil, o Cancão precisa de um empate para confirmar a vaga na Copa do Nordeste 2017.

Mas nem por isso a equipe vai entrar pensando no regulamento. “O primeiro jogo foi difícil, mas tivemos oportunidades e não soubemos aproveitar. Nós estamos jogando em casa e vamos em busca da vitória assim como em Riachão. Queremos muito essa classificação para Copa do Nordeste”, ressalta o técnico Evandro Guimarães, que encerrou a preparação neste sábado (07) pela manhã, no Adauto.

Em relação ao 0x0 no jogo de ida em Riachão do Jacuípe, dessa vez Evandro tem a disposição o zagueiro e capitão Emerson, de fora dos dois últimos jogos por conta de uma lesão muscular na coxa direita. Com a equipe definida na cabeça, os onze titulares do Cancão só serão revelados minutos antes do jogo. O que não é mistério é a satisfação do treinador com a evolução da equipe, que vem de bons jogos diante do Cuiabá na Arena Pantanal, pela Copa do Brasil, e no duelo do domingo passado com o Flu de Feira.

“Eu consegui ver muito bem essa evolução nos dois últimos jogos. A compactação, as linhas jogando mais próximas e o encaixe da marcação. Quando estamos coma bola, espalhamos de um jeito e sem a bola encaixamos de uma forma diferente. É um resultado que demanda tempo de trabalho. É um time bem diferente de quando cheguei no clube”, entende Evandro.

A vaga na Copa do Nordeste também é um combustível a mais para a equipe começar a pensar a partir de segunda no Botafogo, adversário do dia 12, outra vez no Adauto Moraes, só que pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. “Será uma grande oportunidade para mostrarmos o nosso trabalho, mas qualquer conversa sobre o Botafogo só irá começar depois de domingo”, alerta Evandro, que quer o grupo totalmente focado na decisão estadual.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Reverter vantagem seria feito inédito para o Bahia

Atarde

650x375_bavi-barradao_1633262

No domingo, 8, às 16h, na Fonte Nova, os arquirrivais Bahia e Vitória fazem o 32º confronto decisivo de Campeonato Baiano entre eles. O Vitória, que venceu a partida de domingo passado por 2 a 0, no Barradão, joga podendo perder por até um gol de diferença para levar a taça.

Já o Bahia, dono da melhor campanha, será campeão com qualquer triunfo por dois gols de vantagem.

Só uma vez o time que chegou à ultima partida com a vantagem do empate não foi campeão. Foi em 1972, ano em que, pelo regulamento, o Vitória precisaria vencer as duas partidas. Fez 2 a 1, depois 3 a 1 e levantou a taça. O Bahia, por sua vez, nunca conseguiu o feito que necessita no domingo.

Árbitro da CBF apita decisão do 3º lugar em Juazeiro

Esporte Total

Arbitro-FBF-CBF-Gleidson-Santos-Oliveira

A Comissão de Arbitragem da Federação Bahiana de Futebol divulgou nesta quinta a escala dos árbitros que atuarão na partida entre Juazeirense e Fluminense, que decide o terceiro lugar da competição.

Gleidson Santos Oliveira, dos quadros da CBF, foi o sorteado para apitar o clássico, enquanto José Carlos Oliveira dos Santos e Claudio Antonio Dias Aragão, ambos da CBF, serão os assistentes 1 e 2, respectivamente.

A partida está marcada para o domingo 8, às 16 horas, no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro-BA.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Antônio Pena é eternizado com nome no troféu do Baianão 2016

FBF

pena (2)

Não há como falar da história do futebol baiano e não lembrar de Antônio Pena. Durante seus 86 anos de vida, o baiano de São Sebastião do Passé dedicou grande parte ao esporte mais amado pelos brasileiros.

Em 1º de janeiro de 1974, ele fundou a Associação Desportiva Catuense, um dos clubes mais tradicionais do estado, que mais tarde, em 2001, passou a se chamar Catuense Futebol S/A. Como presidente e presidente de honra. Pena ajudou o clube a conquistar uma Taça Estado da Bahia, em 2001; uma Taça Cidade de Salvador, em 1987, e um Campeonato Baiano do Interior, em 2004, e uma Segunda Divisão do Baianão, em 1980.

Ainda com a incansável luta do ex-dirigente, a Catuca, como é carinhosamente chamada por seus torcedores, ficou conhecida nacionalmente ao chegar ao 4º lugar de uma Série B de Campeonato Brasileiro, em 1989 e 1990, e um 4º lugar de Série C do Brasileiro, em 1994

Mas, a Catuense brilhou ainda mais e colaborou com o futebol ao formar atletas. De lá, saíram craques como Bobô, Sandro, Luiz Henrique, Vandick, Zanata, Naldinho e Renna.

Além do futebol, Pena também nutriu amor pela política. Ele foi prefeito de Catu em dois mandatos. Já como empresário, foi dono da empresa de transportes Viação Catuense.

Querido por todos no futebol baiano, Antônio Pena deixou um sentimento de saudade no coração de muitos dirigentes e torcedores, que se tornaram seus amigos, no dia 6 de fevereiro de 2016. Após 15 dias de internamento em um Hospital de Salvador, ele faleceu vítima de um acidente de carro.

A história de brilho e sucesso de Pena no futebol lhe rendeu algumas homenagens ainda em vida. A principal delas foi a inauguração do Estádio que levou seu nome, Antônio Pena, em Catu, em 1996. Na partida de inauguração, a Catuense venceu o Peñarol, do Uruguai, por 2 a 1.

Mas, chegou a hora de homenagear e eternizar Antônio Pena in memoriam, no maior campeonato Estadual do Norte/Nordeste do país. A diretoria da Federação Bahiana de Futebol decidiu dar à taça de Campeão Baiano de 2016 o nome de “Troféu Antônio Pena (in memoriam)”.

Uma homenagem simples, mas significativa para sua família, sua viúva, Maria Pena, os quatro filhos e nove netos, entre eles Roberto Pena, atual presidente da Catuense. “É o mínimo que poderíamos fazer para homenagear esse grande homem, político e desportista que foi Antônio Pena. Um grande amigo, que colaborou e muito com o futebol baiano. Ele merece todas as formas de homenagens”, disse o presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues.

Conquista prorroga contratos de jogadores até segunda partida contra o Santa Cruz

Bahia Notícias

IMAGEM_NOTICIA_5

O Vitória da Conquista irá jogar contra o Santa Cruz, pela segunda fase da Copa do Brasil. Como o contrato dos jogadores foi feito até o final do Campeonato Baiano, o Bode corria risco de ficar sem elenco para disputar as partidas contra a equipe pernambucana. No entanto, nesta quinta-feira (5), Ederlane Amorim, presidente do clube, revelou que já resolveu esse imbróglio com cerca de 80% dos atletas.

O mandatário atribuiu esses vínculos ao calendário reduzido. “Já resolvemos isso. Tínhamos feito contrato ate o final do baiano com os jogadores. Não queríamos correr o risco de fazermos contrato de um ano e ficarmos com vínculo empregatício com os atletas e não termos calendário. Então, fizemos um aditivo de contrato com 80% do elenco até o jogo segundo jogo contra o Santa Cruz”, disse Ederlane, em entrevista ao Bahia Notícias.

Caso consiga a classificação para a próxima fase, o Conquista corre risco de ter que fazer uma reformulação no elenco e na comissão técnica. “A próxima data da Copa do Brasil será em julho. Pode acontecer de não nos classificarmos, então praticamente voltaremos à estaca zero. Nossos jogadores estão sendo muito assediados. Infelizmente, não temos a possibilidade de fazermos contrato só para Copa do Brasil, pois ninguém quer ficar só treinando e esperando meses para um jogo acontecer. Isso pode acontecer também com a comissão técnica”, lamentou.

Se o Bode avançar para a terceira fase, o adversário sairá do confronto entre Vasco da Gama e CRB (AL). Para o dirigente alviverde, essa questão não está dando dor de cabeça à diretoria do clube. “Está sendo um problema prazeroso de se passar, porque estamos disputando um grande campeonato. Além disso, fizemos na Copa do Nordeste um bom trabalho e isso é a prova de que o elenco foi bem montado”, completou.

A primeira partida entre Conquista e Santa Cruz acontecerá na próxima quarta-feira (11), às 21h45, no Lomanto Júnior. O jogo de volta será realizado na semana seguinte, na quarta (18), no Arruda. Os baianos não podem perder por dois gols de diferença, que estarão automaticamente eliminados.

unimarc-modelo-4

Baianão sub-20: Bahia empata com o Vitória e conquista o título de forma invicta

Bahia Notícias

IMAGEM_BAHIA_5

O Bahia é o campeão do Campeonato Baiano sub-20. Na tarde desta quinta-feira (5), a equipe comandada por Aroldo Moreira empatou com o Vitória por 1 a 1 e conquistou o certame de forma invicta. O gol do Bahia foi marcado pelo volante Sávio, aos três minutos do primeiro tempo. Hebert descontou no final para o Leão.

A equipe tricolor atuou com a seguinte escalação: Deijair; Marlon, Rodrigo, Everson e Juninho; Wesley, Savio, Luis Fernando e Mayron (Marco Antônio); Hugo Freitas (Luan) e Jacó (Rodrigo Rodrigues). A equipe rubro negra atuou com Ronaldo; Álef, Bruno, Léo Xavier e Padilha; Hebert, Nickson e Jhemerson (Yan); Morbeck (Flávio), Eron e Rafaelson (Douglas).

O Esquadrãozinho encerrou a competição com dez triunfos e dois empate. A dupla Ba-Vi da categoria júnior volta a jogar no Brasileiro sub-20, que se inicia no dia 18 de maio.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia