WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  



drupal counter

:: ‘Vitória’

Alto salário de Leandro Domingues dificulta negociação com o Vitória

Galáticos Online

073dro9qujc9aabr60vfd8j6k

O meia Leandro Domingues não vai permanecer no Kashiwa Reysol, onde brigou com o treinador Nelsinho Baptista, mas o destino do jogador dificilmente vaio ser o Vitória. No Japão, ele tem salários que giram em torno de R$ 250 mil, que está fora da realidade do rubro-negro, e com isso o sonho de repatriar o atleta fica distante.

Além do alto custo, o Vitória ainda teria que disputar a contratação com outros clubes do Japão. Um dos principais jogadores da liga oriental, Domingues já teria sido procurado por quatro equipes japonesas, dentre eles, o Nagoya Grampus, que estão de olho na situação do craque do Reysol.

Os japoneses não são os únicos que querem o ex-rubro-negro. Maior rival do Vitória, o Bahia também acompanha a situação do atleta, e pode fazer uma proposta e repetir o que fez com Maxi Biancucchi, contratando mais um ídolo do Leão. O Esquadrão, no entanto, também negocia com o argentino Leandro Romagnoli, que é da mesma posição e também viria com um dos maiores salários do elenco.

Segundo site, Leandro Domingues pode voltar ao Leão

Futebol Bahiano

073dro9qujc9aabr60vfd8j6k

Segundo informações do Site Galáticos Online, o meia Leandro Domingues, velho conhecido da torcida do Rubro-Negra está em negociações avançadas e pode ser anunciado na próxima semana pelo Vitória.

O jogador teria brigado com o técnico Nelsinho Batista nos vestiários da equipe japonesa, e por conta disso já está em contato com o rubro-negro para acertar a volta ao Barradão.

A direção do Vitória estaria irredutível em alguns termos do contrato de Domingues, mas as conversas entre as partes estão avançando.

Após abrir 2 a 0, Leão frustra torcida

Atarde

340x650_campeonato-brasileiro-vitoria-atletico-pr-serie-a-atec_1409106

O que se encaminhava para uma reconciliação entre time e torcida acabou virando um agravamento da crise. E, ao contrário da neutralidade que é comum aos que torcem pelo sucesso de uma relação, desta vez dá para apontar o culpado da briga. Neste caso do Vitória, o time.

Foi ele que entregou uma partida praticamente ganha, em casa, diante do Atlético-PR. Após terminar o primeiro tempo vencendo por 2 a 0, permitiu a reação do adversário, que anotou seus dois tentos nos últimos 15 minutos do confronto.

Um desavisado que chegasse a Pituaçu no fim do jogo acharia normal o contexto encontrado. Estádio quase vazio, placar empatado, e torcida irritada e vaias imperando. Isso pelo que se passou nos últimos meses.

Em 2014, o Vitória tem colecionado fracassos: perda do Estadual, eliminação na Copa do Nordeste levando 5 a 1 do Ceará, estreia ruim no Brasileiro, perdendo por 1 a 0 para o Inter, e, por fim, o pior: eliminação, na quinta-feira, da Copa do Brasil pelo J. Malucelli, que nem sequer está na Série D.

unimarc-modelo-4

Vitória perde nos pênaltis e é eliminado da Copa do Brasil

Atarde

650x375_e.c.-vitoria-j.-malucelli-copa-do-brasil_1408510

A zebra apareceu na noite desta quinta-feira, 24, no Pituaçu e, mais uma vez, o Vitória foi eliminado da Copa do Brasil por uma equipe de pequeno porte. No tempo normal, o Rubro-negro voltou a ficar no 1 a 1 com o J. Malucelli e a decisão foi para os pênaltis. O Jotinha levou a melhor, venceu por 5 a 3 e agora vai pegar o gaúcho Novo Hamburgo na segunda fase.

No primeiro tempo as duas equipes fizeram uma partida morna e com poucas chances de gol. A primeira chance foi dos visitantes, com Baiano, que cabeceou e passou perto. Pelo Rubro-negro, Hugo respondeu da mesma forma e a bola passou por cima do travessão.

Aos 29 minutos, Marquinhos cruzou rasteiro e William Henrique, sem goleiro, desviou pra fora. Wellington arriscou de fora da praça e Wilson espalmou.

Gol só na segunda etapa. Aos 20, Leandro Silva aproveitou o cruzamento na área e pegou de primeira para fazer 1 a 0 para o Jotinha. Aos 40, o Leão chegou ao empate também com um lançamento na área que José Welison desviou de cabeça e Juan empurrou para a rede: 1 a 1.

Com o resultado, a partida foi decidida nos pênaltis. Thomas converteu o primeiro. Juan fez o dele. Evandro, também. Dinei mandou para a lua. Getterson brocou. José Welison fez igual. Lenadro Silva também estufou a rede. Caio repetiu a dose para o Vitória. Só que Dedoné fez o dele e carimbou a classificação do Jotinha.

Vitória perde na estreia do Brasileirão para o Internacional

Atarde

650x375_d-alessandro-internacional_1407228

O primeiro confronto pelo Brasileirão já foi um bom exemplo do que o Vitória pode esperar do restante do campeonato. Sem perdão, o Internacional, mais entrosado e que começou o ano com o título gaúcho, não perdoou e venceu por 1 a 0, neste sábado, 19, no reformado Estádio da Beira-Rio.

O único gol saiu logo no início do jogo, aos cinco minutos, com o chileno Aránguiz. O lance surgiu em uma falha de posicionamento da defesa, nas costas do lateral Mansur.

Ainda tentando superar a perda do Baianão, a equipe de Ney Franco mostrou que, além de reforços, precisará acabar com erros, como o que originou o gol, para evoluir na competição. Por outro lado, a zaga, antes tão criticada, mostrou mais segurança com Dão como titular.

Vitória tem jogo decisivo, mas depende de policiamento

Atarde

340x255_ney-franco_1406218

A perda do título baiano deixou o Leão abatido. No entanto, é hora de esquecer do passado e se ligar no presente. Nesta quarta-feira, 15, é dia de recuperar o moral com a torcida, diante do J.Malucelli, às 19h30, em Pituaçu, na partida de volta da Copa do Brasil. Mas tudo vai depender da greve da Polícia Militar, que foi deflagrada na noite de terça, 15, e, caso o policiamento não seja garantido, o jogo pode não ocorrer.

O Vitória pode até empatar por 0 a 0 para seguir adiante na competição. Igualdade por dois ou mais gols dá a vaga à equipe paranaense. ” Vamos em busca da vitória e garantir essa classificação”, disse o lateral Juan.

O triunfo não significará apenas a passagem para a segunda fase. Representará o renascimento de uma equipe que quer deixar para trás o vexame no Campeonato Baiano, competição a qual viu o rival Bahia faturar pela 45ª vez na história. “Temos o dever de fazermos um grande jogo e conseguirmos uma vitória com o máximo de gols possível”, falou Neto Coruja.

Quem passar no confronto vai encarar Novo Hamburgo-RS ou Joinville-SC – jogam na próxima terça, na Arena Joinville. O time gaúcho venceu na ida, por 1 a 0, e necessita só do empate para se classificar.

468x60_simonassi127

Vitória da Conquista conta com a primeira escolinha oficial de futebol do EC Vitória

Site Oficial do Clube

10151092_233000010237004_1315256330_n

A primeira escolinha oficial de futebol do EC Vitória já está em funcionamento na cidade de Vitória da Conquista, sudoeste do Estado. O professor Felipe Guedes, ex-preparador de goleiros do rubro-negro, é o responsável pelo projeto.

IMAGEM_NOTICIA_3

Por ocasião do jogo Vitória da Conquista x Vitória, quarta-feira, 26 de março, pelas semifinais do Campeonato Baiano, os garotos da escolinha entraram em campo com os atletas do time profissional do rubro-negro.

“Ação pioneira em Vitória da Conquista e região, a escolinha procura oferecer espaço para jovens atletas do interior que não têm oportunidade nem estrutura financeira para participar de peneiras na capital”, explica Felipe.

O endereço do blog e da pagina da escolinha no Facebook são: http://escolinhaoficialdovitoria.blogspot.com.br/; https://www.facebook.com/?ref=tn_tnmn

Mais três empates e o Vitória será bicampeão baiano

Futebol Bahiano

Untitled-1

Mais três empates e o Vitória será bicampeão baiano. Depois dos resultados da primeira rodada das semifinais, o rubro-negro garantiu, também, a vantagem de jogar por dois empates ou dois resultados com o mesmo placar – um triunfo por 1 a 0 e uma derrota por 1 a 0, por exemplo – nas finais para ser campeão.

Primeiro, no entanto, o time de Ney Franco vai ter que carimbar a classificação à final. Domingo, às 16 horas, o Vitória fará o jogo de volta contra o Vitória da Conquista e pode perder até por um gol de diferença, que estará garantido na decisão do título. No jogo de ida, o rubro-negro venceu de virada por 2 a 1 e ampliou a vantagem.

Como o embarque em Vitória da Conquista atrasou por conta do mau tempo, a delegação somente por volta das 11 horas desembarcou no Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães. Os jogadores, então, foram dispensados e quem jogou mais de 45 minutos foi liberado do treinamento às 16 horas.

Nesta sexta-feira, às 16 horas, Ney Franco entra em ação para aprontar o time que jogará domingo no Estádio Governador Roberto Santos. No sábado, a preparação será finalizada, pela manhã, e em seguida os jogadores iniciam a concentração na chácara Vidigal Guimarães.

Souza e Juan são relacionados para a partida contra o Vitória da Conquista

Bahia Notícias

xIMAGEM_VITORIA_5.jpg.pagespeed.ic._X7Nh5m-9h

O técnico Ney Franco divulgou nesta terça-feira (25) a lista de relacionados para o duelo contra o Vitória da Conquista, que será disputado quarta, às 20h30, no Estádio Lomanto Júnior, em jogo válido pela semifinais do Campeonato Baiano.

A principal novidade entre os convocados é o atacante Souza. O atleta chegou a ser incluído na lista inicial para o Ba-Vi, mas foi cortado logo depois para que pudesse aprimorar sua parte física.

Quem também também esteve presente entre os relacionados foi o lateral-esquerdo Juan. O camisa 6 Rubro-Negro se recuperou de uma inflamação no púbis e deve começar entre os titulares.

Confira a lista:

Goleiros: Wilson e Gustavo – Laterais: Ayrton, Juan, Nino Paraíba e Mansur – Zagueiros: Rodrigo Defendi, Matheus Salustiano e Dão – Volantes: Cáceres e Lucas Zen – Meias: Hugo e Mauri – Atacantes: Marquinhos, William Henrique, Souza, Dinei e Alan Pinheiro.

Ney vai finalizar preparação do time e convocar jogadores para viagem à tarde

Site Oficial do Clube

IMAGEM_NOTICIA_3

O elenco do Vitória se reapresentou nesta segunda-feira à tarde para revisão médica e treino regenerativo no CT Manoel Pontes Tanajura. O técnico Ney Franco volta a treinar o time nesta terça-feira, pela manhã, e à tarde segue para Conquista, local do primeiro jogo das semifinais contra o Vitrória da Conquista, nesta quarta-feira, às 20h30.

O lateral-esquerdo Juan voltou a treinar após desfalcar o time no clássico de domingo.

Ney perdeu o zagueiro Luiz Gustavo com uma fratura no nariz e aguarda definição sobre o volante José Welison, que sofreu uma falta violenta e o árbitro Manoel Lopo Garrido sequer advertiu o jogador adversário. A recuperação de Welison é boa e o médico Luís Filipe Fernandes aposta na sua liberação para o jogo.

Quem jogou mais de 45 minutos limitou-se as uma atividade na academia de musculação e crioterapia.

Os outros jogadores participaram de um coletivo no campo 1. Nesta terça-feira, 25, às 9h, o time encerra a preparação visando o jogo contra o Vitória da Conquista, no Estádio Lomanto Júnior.

unimarc-modelo-4

Sem definir equipe que começa o BaVi, Ney Franco explica ausência de Souza

Correio da Bahia

RTEmagicC_71635f51e6

De volta aos treinos, o elenco do Vitória iniciou nesta sexta-feira (21), a preparação para o clássico BaVi deste domingo (23), na Fonte Nova. O clima do duelo já provoca alterações na Toca do Leão. Durante o treino, o técnico Ney Franco fez uma atividade diferente e não definiu o time que iniciará a partida.

“Na realidade a equipe não está definida, a gente fez um treinamento de dez contra dez e o objetivo desse treino é de tirar o meia centralizado para provocar a saída do volante um pouco mais no ataque, e que os dois jogadores de beirada comecem a jogar mais nas costas do volante adversário. Em alguns momentos nossa equipe está muito dependente desse meia de ligação e quando o adversário coloca um volante pegando esse meia a equipe tem tido dificuldades”, explicou o treinador.

O treinador aproveitou e admitiu a possibilidade de entrar com o lateral-esquerdo Mansur na equipe titular. Ney não poderá contar com Juan, que está com uma tendinite no músculo adutor da coxa esquerda. Com isso, garoto Euller iria para o banco. “Hoje eu treinei com Mansur, amanhã vamos ver um pouco mais do Mansur, mas o Euller vai treinar também na posição. Mas se o jogo fosse hoje o Mansur jogaria. Digo que isso é uma tendência, porque eu não quero definir uma coisa e amanhã em treinamento mudar. Ainda tenho um material do Bahia para ver e amanhã a gente define o time”, disse o comandante.

Caveirão fora – Quem também não participará do clássico é o atacante Souza. O jogador que inicialmente foi convocado por Franco acabou sendo cortado da lista de relacionados por conta de problemas físicos. “O Souza não vai ser relacionado. A princípio a gente convocaria esse atleta, mas em uma conversa com o preparador físico, com o fisiologista, com o próprio atleta, a gente achou melhor segurar o jogador e deixar para usar na primeira partida da semifinal”, explicou Franco.

Vitória não consegue se impor e fica no empate com o JMalucelli

Correio

RTEmagicC_vitoriaXjmalucelli_1_HedesonAlvesVipcomm.jpg

Não foi o suficiente para empolgar. Assim pode-se dizer sobre a estreia rubro-negra na Copa do Brasil. O Vitória ficou no empate em 1 a 1 diante do JMalucelli, na noite desta quarta-feira (19), no EcoEstádio, em Curitiba. Mas pelo futebol apresentado, o resultado equilibrado teve cara de tropeço. O Leão mais se defendeu que atacou na maior parte do jogo, saiu atrás no placar depois do gol de pênalti marcado por Bruno Batata, ainda na primeira etapa, e arrancou o gol do empate já na parte final do segundo tempo, com Alan Pinheiro.

O resultado deixou a situação indefinida e a decisão de quem avança para a segunda fase acontecerá em Salvador. O jogo de volta está marcado para o dia 10 de abril, às 21h50, em Pituaçu. Em casa só interessarão ao Vitória para ficar com a vaga, um resultado positivo com qualquer placar ou o empate sem gols.

Enquanto não volta a pensar na Copa do Brasil, o Rubro-negro volta todas as atenções para a última rodada da segunda fase do Baianão 2014. No domingo (23) o Vitória tem pela frente o maior rival na realização do segundo clássico BaVi do ano. A partida acontece na Arena Fonte Nova, a partir das 16h.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia