WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



drupal counter

:: ‘Cruzeiro’

Cruzeiro flerta com zebra, mas bate Campinense e classifica

Terra

cruzeiroarrascaetadanielteobaldofp

Nesta quinta-feira, o Cruzeiro chegou a flertar com a “zebra” no Mineirão, mas, mesmo jogando mal, venceu a equipe mista do Campinense por 3 a 2, no Mineirão, garantindo vaga na próxima fase da Copa do Brasil, quando pegará o Londrina. A classificação, contudo, não impediu que a torcida protestasse após o término da partida.

Na primeira partida sem o técnico Deivid, demitido há pouco mais de uma semana, o Cruzeiro mostrou pouca evolução e seguiu sofrendo com os mesmos problemas apresentados quando comandado pelo ex-treinador. Apesar de sair na frente no placar, o time celeste repetiu a inoperância ofensiva de partidas anteriores, irritando a torcida com trocas de passes infrutíferas e poucas finalizações a gol. O futebol burocrático do Cruzeiro acabou propiciando o gol de empate do Campinense, no final do primeiro tempo, o que deixou a equipe mista com uma surpreendente classificação no intervalo.

Muito pressionado na etapa complementar, o Cruzeiro conseguiu o segundo gol logo nos primeiros minutos, porém o futebol ruim da equipe permaneceu, gerando fortes vaias da torcida. Apesar de não mostrar um bom desempenho em campo, o time celeste confirmou a vitória com Willian, amenizando as críticas das arquibancadas. No final, o Campinense ainda diminuiu, porém, apesar de certo sufoco, a Raposa mineira conseguiu segurar a classificação.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

América-MG segura o Cruzeiro, vai à final e deixa Deivid sob perigo

Gazeta Esportiva

apv5102-1024x681

A defesa venceu o ataque neste domingo, no Mineirão. Podendo perder por até um gol de diferença para se classificar, o América-MG não teve vergonha nenhuma de armar um verdadeiro ferrolho no Gigante de Pampulha e soube segurar o Cruzeiro, que dominou, mas pouco finalizou com perigo, mantendo o empate por 0 a 0, que devolve o Coelho à decisão do Campeonato Mineiro após quatro anos de ausência.

Agora, o América-MG pega o Atlético-MG, que eliminou a URT no sábado. Pelo lado do Cruzeiro, fora pelo segundo ano seguido da decisão do Campeonato Mineiro, fica a expectativa quanto à continuidade ou não de Deivid no cargo. Durante a semana, a diretoria deu a entender que o treinador não permaneceria na Toca da Raposa em caso de eliminação no Estadual e a tendência é que o jovem técnico deixe o clube celeste.

Cruzeiro fica no 0 a 0 com o Campinense

Ogol

imgS620I173616T20160421035424

O Cruzeiro estreou sem brilho na Copa do Brasil. No estádio Amigão, em Campina Grande, o clube celeste ficou no 0 a 0 com o Campinense.

Apesar de jogar em casa, o Campinense não deu muito valor ao jogo. Em meio a partidas decisivas na temporada pelo Paraibano e pela Copa do Nordeste, o time local preferiu escalar uma equipe mista, poupando titulares.

Mesmo contra reservas, o Cruzeiro não conseguiu impor seu jogo. Ainda viu Magno acertar bola no travessão em chute de longe pouco antes do intervalo.

No início do segundo tempo, o time mineiro perdeu Léo expulso. Élber e Lucas Romero ainda tiveram chances de colocar o Cruzeiro, com 10 em campo, em vantagem, porém o 0 a 0 persistiu até o final.

América-MG vence Cruzeiro e sai na frente em semifinal do Campeonato Mineiro

Gazeta Esportiva

pv_20160416_0002-1024x682

O América Mineiro recebeu o Cruzeiro em primeira partida das semifinais do Campeonato Mineiro, no Independência. O Coelho apostou na forte marcação para neutralizar o time celeste e garantir a vitória por 2 a 0.

Na primeira fase do Mineiro, América e Cruzeiro ficaram no empate de 1 a 1. Já neste sábado, o resultado foi diferente. Contando com o apoio de sua torcida, o América foi implacável. Na primeira etapa, o time apostou na forte marcação e contou com uma bola parada para abrir o placar com o zagueiro Adalberto. Já no segundo tempo, a boa marcação persistiu, e em contra-ataque fatal, Victor Rangel anotou o segundo gol do Coelho.

Com o resultado, o América-MG leva vantagem para a próxima partida, que acontece no domingo, dia 24/04, às 16h00, no Mineirão.

Com invencibilidades e vaga em jogo, América-MG e Cruzeiro iniciam a semi

Globo Esportes

20160327_085835_resized

Vai começar a fase decisiva do Campeonato Mineiro! E o pontapé inicial será dado por América-MG e Cruzeiro, que se enfrentam no Independência, neste sábado, às 16h20 (de Brasília), no primeiro jogo do confronto das semifinais. O Cruzeiro defende a posição de melhor da primeira fase e a invencibilidade do torneio, enquanto o Coelho tenta adotar uma postura ofensiva e manter a sequência sem derrotas como mandante, que dura desde setembro do ano passado.

Em desvantagem por ter terminado atrás na primeira fase do estadual, o América-MG quer usar o fator casa ao seu lado para reverter a situação e poder jogar pelo empate na partida do Mineirão. Além do apoio da torcida, o Coelho terá um importante reforço. O atacante Borges, que entre 2012 e 2014 defendeu o Cruzeiro, fará sua estreia pelo time americano, justamente contra a ex-equipe. Mas o técnico Givanildo Oliveira fez mistério durante toda a semana.

Deivid também não ficou atrás e também não deu pistas de quem irá escalar no clássico. O treinador é o segundo melhor em termos de aproveitamento dentre os treinadores da Série A e tentará manter esse bom momento. Com vantagem no confronto – com a possibilidade de se classificar com dois empates ou com uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols – o time tenta aumentar mais ainda a vantagem, caso vença no Independência.

Igor Junio Benevenuto será o árbitro da partida no Horto. Ele será auxiliado por Marcus Vinícius Gomes e Magno Arantes Lira, todos da Federação Mineira de Futebol.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Cruzeiro vence Guarani, garante liderança e avança para a semifinal do Mineiro

Ogol

imgS620I172633T20160403221049

No Mineirão, o Cruzeiro teve bons momentos, abriu vantagem sobre o Guarani e conseguiu três pontos para se manter na liderança do Campeonato Mineiro e garantir vaga na semifinal.

O Guarani até começou o jogo assustando o rival. Apostando nos contra-ataques, a equipe visitante quase marcou aos sete minutos, mas Marcus Vinícius perdeu chance na pequena área.

Apesar do susto, o Cruzeiro era melhor no jogo, pressionava o rival e conseguiu, aos 18 minutos, abrir o placar. Após jogada entre De Arrascaeta e Elber, Alisson mandou para a rede. Melhor em campo, a Raposa chegou ao segundo tento com um belo gol. Sánchez Niño cobrou falta com categoria e colocou mais um na conta.

No segundo tempo, o jogo perdeu em emoção. O time celeste não teve a mesma intensidade da primeira metade, e não apertava para ampliar o marcador. Ainda assim, as chances de mais gols apareceram. Após boa jogada de Pisano, Elber quase marcou o terceiro tento, mas viu a bola acertar o poste. Alisson também acertou o travessão, após bola desviada. O placar ficou mesmo no 2 a 0.

Confira os resultados
Vila Nova-MG 2 x 7 Atlético-MG
Caldense 2 x 0 Tombense
Tricordiano 0 x 1 Tupi
Uberlância 0 x 1 URT
Cruzeiro 2 x 0 Guarani
América-MG 2 x 0 Boa Esporte

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Convenceu! Cruzeiro faz três no Uberlândia e dispara na liderança

Gazeta Esportiva

apv0137-1024x682

Demorou, mas o Cruzeiro finalmente convenceu sob o comando de Deivid. Nesta terça-feira, o futebol do time celeste desabrochou, e a Raposa venceu o Uberlândia por 3 a 0, no Mineirão, abrindo três pontos na liderança do Estadual. Bruno Rodrigo, Lucas Romero e Ariel Cabral marcaram os gols da partida.

Foram dez jogos de um futebol burocrático e pouco empolgante, que acabou cercando o técnico Deivid de críticas. No entanto, diante do Uberlândia, o Cruzeiro foi diferente. Ofensivo, veloz e muito intenso, o time celeste foi envolvente no ataque e bastante seguro na defesa, se apresentando em alto nível contra um adversário que vinha muito bem na competição.

Superior durante toda a partida, o time celeste, diferentemente de outras partidas, soube conciliar muito bem um futebol voltado para a posse de bola e eficiente no ataque. Mantendo um ritmo veloz durante toda a partida, o Cruzeiro administrou a vantagem, obtida ainda no primeiro tempo, atuando no campo ofensivo, merecendo uma vitória por um placar ainda mais amplo.

Com a bela atuação, o Cruzeiro chega ao quinto triunfo em sete jogos pelo Campeonato Mineiro, mantendo a invencibilidade na competição e disparando na liderança com 17 pontos somados. O Uberlândia, apesar da derrota, segue no G4 do Estadual, na quarta colocação, com 12 pontos.

Sem chances na Primeira Liga, Deivid deve fazer testes no Cruzeiro

Lancenet

56a95397d6c24

O duelo do Cruzeiro com o Atlético-PR, pela terceira rodada do Grupo A da Primeira Liga, servirá como teste para o técnico Deivid. Já sem chances de avançar às semifinais, o treinador usará o jogo para utilizar novos jogadores e continuar a busca pela formação ideal de sua equipe.

– A gente está tentando achar a melhor formação para que a equipe se sinta melhor em campo. Nós temos que ter tranquilidade nas mudanças. Dos oito contratados eu coloquei cinco e falaram que eu mexi muito. E se eu não mexo, falam que eu não coloco.

Apesar de não ter mais pretensões na Primeira Liga, Deivid reforçou a importância de vencer o duelo que será disputado no Mineirão nesta quarta-feira, às 19h30.

– Nós temos de entrar para ganhar, é a camisa do Cruzeiro que estará em campo. Vamos estar em casa e precisamos da vitória – declarou o treinador.

Com duas vitórias em dois jogos, o Atlético-PR lidera o Grupo A e precisa de um empate para garantir o primeiro lugar e a classificação para as semifinais. O Cruzeiro tem um ponto na competição.

unimarc-modelo-4

Cruzeiro joga mal de novo, mas bate Tombense com gol no fim

Terra

728x455

Nesta quarta, o Cruzeiro mais uma vez foi mal, mas contou com grandes atuações de Fábio e Marcos Vinícius para vencer, de virada, a Tombense por 2 a 1, em Muriaé (MG), e conquistar a sua primeira vitória no Campeonato Mineiro deste ano.

Rafael Silva, com um gol no final da partida, e Alisson marcaram para a Raposa, enquanto que Paulo Otávio anotou o gol da equipe do interior.

Mais aliviado após a primeira vitória, o Cruzeiro voltar a entrar em campo no próximo dia 14 de fevereiro (domingo), às 17h (de Brasília), quando enfrenta o Tupi, no Mineirão, pela terceira rodada do Estadual. No dia anterior, também às 17h, a Tombense, ainda sem vencer, recebe o Tricordiano em jogo a ser realizado na cidade Tombos (MG)

Hoje
16:00
Guarani x América

unimarc-modelo-4

Cruzeiro perde invencibilidade e classificação para River, no Mineirão

Globo Esportes

2015-05-28t020246z_523731771_gf10000109554_rtrmadp_3_soccer-libertadores

Nem mesmo a fama de carrasco serviu para o Cruzeiro conquistar a classificação, sobre o River Plate, para a semifinal da Taça Libertadores. Com uma atuação abaixo do esperado, a Raposa acabou sendo derrotada pela equipe argentina, nesta quarta-feira, por 3 a 0, em pleno Mineirão, e adiou o sonho do tricampeonato continental. O time argentino aguarda o adversário na próxima fase, que sai do confronto entre Racing e Guarani, do Paraguai, nesta quinta-feira, em Buenos Aires.

Antes do duelo desta quarta-feira, o clube celeste mantinha uma invencibilidade de cinco jogos contra o Rival portenho. No retrospecto geral, o Cruzeiro também detinha ótimos números. Em 13 partidas, o Cruzeiro havia vencido dez jogos, enquanto que o River, passa a somar quatro vitórias no confronto, com o resultado conquistado em Belo Horizonte.

A eliminação diante do River reforça, por outro lado, a sina negativa da Raposa quando decide vagas, no Mineirão, pela competição internacional. Somado o duelo desta quarta-feira, o clube celeste, em 13 oportunidades que jogou a partida de volta dentro de casa, já acumula nove desclassificações. Dessas, quatro, foram para clubes argentinos.

Em 2008, o Boca Juniors eliminou a Raposa, com uma vitória por 2 a 1, no Mineirão. Na temporada seguinte, a equipe do Estudiantes de La Plata alcançou o mesmo placar, e se sagrou campeão continental, no Gigante da Pampulha. Já em 2014, o San Lorenzo empatou com o Cruzeiro por 1 a 1, na capital mineira, e seguiu em frente no torneio.

Cruzeiro mostra maturidade fora de casa e derrota o River Plate por 1 a 0

Globo Esportes

635678686004724098

Os quase 60 mil torcedores do River Plate não conseguiram fazer a esperada pressão no Monumental de Nuñez. Apáticos, assim como seus jogadores em campo, os argentinos se depararam com um Cruzeiro maduro e tranquilo, que acabou merecidamente vitorioso na noite desta quinta-feira. Marquinhos se tornou o herói do jogo ao marcar, aos 36 minutos do segundo tempo, mas Marcelo Oliveira também teve papel importante. Ele sacou Arrascaeta, muito mal, para a entrada de Gabriel Xavier, que acabou se mostrando o mais lúcido em campo. Foi ele quem acreditou na jogada que culminou no gol. Sem força ofensiva e nada inspirado, o River parou em Fábio e na má pontaria para decepcionar seu torcedor.

Agora, a vaga nas quartas de final será definida na próxima quarta-feira, às 22h (de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte. O Cruzeiro joga pelo empate para se garantir nas semifinais da competição. Vitória do River por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis, enquanto qualquer outro triunfo dá a classificação aos argentinos.

Quem avançar terá pela frente o classificado de Racing, da Argentina, e Guaraní, do Paraguai. Os paraguaios venceram em casa, nessa quinta, por 1 a 0, e têm vantagem igual à da Raposa no jogo de volta.

Cruzeiro e River Plate iniciam batalha por vaga nas semifinais da Libertadores

Gazeta Esportiva

t_151778_a-vitoria-nos-penaltis-sobre-o-sao-paulo-no-mineirao-manteve-vivo-o-sonho-do-titulo-para-o-cruzeiro

Conquistar a América pela terceira vez: este é o objetivo do Cruzeiro na temporada. A Raposa não esconde de ninguém que prioriza a Libertadores, e para ficar com a taça os celestes terão que superar os gigantes do River Plate, em jogo que será realizado nesta quinta-feira, às 22h, no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires.

Para se dar bem no jogo de ida das quartas de final da competição internacional, o Cruzeiro aposta no histórico dos confrontos contra o River Plate, que traz boas recordações para o time mineiro. Os celestes conquistaram a Libertadores em 1976 após vencer dois dos três jogos na final em cima dos argentinos.

Ao todo são 12 jogos contra o River Plate, com nove vitórias do Cruzeiro e apenas três vitórias dos ‘milionários’. Para deixar o cruzeirense ainda mais confiante, todas as cinco vezes em que Cruzeiro e River se enfrentaram em mata-mata, o time celeste levou a melhor, sendo três delas em finais: a Libertadores de 1976, a Supercopa de 1991 e a Recopa de 1998.

outdoor_pq

pmvc





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia