WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  



drupal counter

:: ‘Campeonato Brasileiro’

Flamengo perde do Fortaleza e dá vexame histórico

Terra

imgS620I175077T20160519033015

O Flamengo decepcionou mais uma vez sua torcida e foi derrotado por 2 a 1 pelo Fortaleza, nesta quarta-feira, no Raulino de Oliveira. Com o resultado, os rubro-negros foram eliminados na segunda fase da Copa do Brasil, tendo feito sua pior participação na história da competição.

Sem poder contar com o técnico Muricy Ramalho, que sofreu um problema no coração, a equipe foi comandada por Jayme de Almeida. Os rubro-negros sofreram com a marcação do Fortaleza durante os 90 minutos. Para piorar, viram os cearenses abrirem o placar no início do jogo. No segundo tempo, os visitantes ampliaram a vantagem. Os flamenguistas só marcaram no fim, com Alan Patrick.

Na próxima fase, o Fortaleza vai encarar o América-MG. Já o Flamengo vai se concentrar somente no Campeonato Brasileiro no restante da temporada.

São Paulo segura Atlético-MG, quebra tabu e avança na Libertadores

Gazeta Esportiva

000_AW42H-1024x631

“Caiu no Horto, tá morto”? Não para o São Paulo. O Tricolor segue mais vivo do que nunca na Libertadores. Nesta quarta-feira, os comandados de Bauza mostraram valentia para segurar o Galo no Independência e, mesmo com a derrota por 2 a 1, garantir vaga nas semifinais, que encerra o tabu de sete eliminações consecutivas da equipe paulista para clubes brasileiros na competição continental.

A classificação são-paulina na próxima fase da Libertadores, contudo, pareceu distante no começo da partida. Com dois gols sofridos em 11 minutos de jogo, o São Paulo parecia estar fadado à eliminação no Horto. Porém, assim como na primeira partida, o Tricolor fez a diferença no duelo com um gol em um lance de bola parada, desta vez com Maicon, três minutos depois.

Na sequência da partida, o confronto ficou imprevisível, no entanto, a boa disposição defensiva e certa dose de sorte permitiram à equipe paulista segurar o ímpeto do Atlético-MG, mantendo o resultado até o apito final.

Conquistense Marielson Alves apita Coritiba e São Paulo, pela 3ª rodada da Serie A

Da Redação

marielson-gazeta-press

O árbitro conquistense Marielson Alves Silva foi sorteado para comandar o jogo entre Coritiba e São Paulo, que será realizado na próxima quarta (25), as 21h45, no estádio Couto Pereira, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Serie A.

Ele será auxiliado por Cristhian Passos Sorence e Leone Carvalho Rocha, ambos de Goiás. O 4º árbitro será Rodrigo D Alonso Ferreira, de Santa Catarina.

Nesta sexta (20), Marielson será um dos escolhidos para conduzir a Tocha Olimpica.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n

CBF não cumpre lei, e Brasileiro pode até ser anulado

MSN

BBtci4A.img

O Campeonato Brasileiro começa sob risco de anulação por falhas na aplicação do Profut – lei que refinanciou as dívidas dos clubes em troca de medidas de responsabilidade. Isto porque a CBF deveria exigir de todos os clubes participantes que apresentassem os documentos exigidos pela lei: certidões negativas de débito com a União, certificado de regularidade do FGTS e comprovação de pagamento dos contratos de trabalho e imagem de todos os atletas. Segundo o Ministério do Esporte, caso a lei não seja cumprida, a CBF pode ser punida até com o afastamento do presidente, Marco Polo Del Nero.

“No mérito, não há dúvida quanto ao fato de que as disposições da lei são aplicáveis a todas as entidades esportivas que organizem ou participem de competições profissionais de futebol, independentemente de terem aderido ou não ao programa de refinanciamento de dívidas tributárias”, sustentou o Ministério do Esporte.

Clubes ouvidos pelo Blog afirmam que a entidade não exigiu os documentos. No entanto, no dia 11 de abril a entidade tomou ciência de que a lei 13.155 já deveria ser cumprida para este campeonato.

Em documento de quase 100 páginas, o Ministério do Esporte explicou em parecer à CBF todas as medidas a serem tomadas e as consequências do não cumprimento. O documento foi enviado em resposta ao ofício de número 26/16 enviado pela própria entidade, em que perguntava se já deveria fiscalizar o Profut este ano.

“O posicionamento deste Conselho se torna indispensável tendo em vista que os requisitos em questão têm gerado inúmeras e contraditórias situações de inclusão e exclusão (rebaixamento) de clubes em competições já em curso”, escreveu a CBF.

A resposta foi contundente. Os advogados do ministério ainda alertaram para o fato de que se a CBF não cumprisse o que manda a lei, qualquer torcedor ou cidadão comum poderia ingressar com ação questionando a validade do campeonato. O mesmo vale para o Ministério Público ou os próprios clubes.

“Gera uma situação de insegurança jurídica”, disseram em parecer, argumentando:

“Pode legitimar o interesse de clubes que se sintam prejudicados em seus interesses em virtude da omissão”.

O Blog perguntou à CBF se a lei estava sendo cumprida e não obteve resposta.

Fora, Rio Preto bate Flamengo e fica perto do bi no Brasileirão Feminino

Globo Esportes

imagem_fla_x_rio_preto_feminino

Aproveitar as chances é essencial em uma decisão de Campeonato Brasileiro. E foi assim que o Rio Preto derrotou o Flamengo, por 1 a 0, na partida de ida da final do nacional feminino, disputado na noite desta terça-feira, no estádio Los Larios, em Duque de Caxias-RJ. O Fla teve as melhores oportunidades, mas quem marcou foi Jéssica, com um golaço de cobertura, em uma das poucas chegadas do Jacaré. A diferença de um gol dá vantagem ao time paulista para o segundo jogo.

Com a vitória, o Rio Preto tem a vantagem de empatar para conquistar o bicampeonato do Brasileirão Feminino. Para o Fla, resta vencer o jogo anotando, ao menos, dois gols. Vitória Rubro-Negra por 1 a 0 leva o jogo para os pênaltis.

Rio Preto e Flamengo voltam a se enfrentar nesta sexta-feira, às 19h, no estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto.

Bauza reencontra Belo Horizonte após bater Atlético-MG na Copa Conmebol de 1998

r7

Índice

Diego Aguirre e Edgardo Bauza têm mais coincidências curiosas no passado do que aparentam. Além de estrangeiros, os técnicos de Atlético-MG e São Paulo, respectivamente, apresentam nas biografias capítulos ligados à equipe adversária nesta quarta-feira, quando, em Belo Horizonte, os dois clubes brasileiros se enfrentam para definir o primeiro semifinalista da Copa Libertadores.

Decidir na capital mineira uma vaga em competição sul-americana faz Bauza se lembrar logo do primeiro trabalho como treinador. Aos 40 anos, em 1998, aceitou o desafio de trabalhar no comando do time onde iniciou a carreira e do qual é torcedor, o Rosario Central. O argentino conseguiu logo na temporada de estreia levar a equipe até uma decisão de competição sul-americana, a extinta Copa Conmebol.

O time enfrentou na semifinal o atual campeão do torneio, o Atlético-MG, liderado pelo artilheiro Valdir. No primeiro jogo, empate em 1 a 1 na Argentina. Na volta, em pleno Mineirão, os argentinos surpreenderam ao ganhar por 1 a 0 e se garantirem na decisão. “Certamente o São Paulo jogará contra um estádio lotado na quarta, a torcida marcará presença, assim como foi no Morumbi. Mas, como sempre digo, a torcida não joga”, explicou nesta terça.

A primeira oportunidade de título escapou em seguida, na final contra o Santos nesta Copa Conmebol de 1998, quando o Rosario perdeu por 1 a 0 na Vila Belmiro e ficou no empate sem gols no estádio Gigante de Arroyito. E agora, 18 anos depois, Bauza reencontra em fase decisiva de Libertadores o adversário que precisou superar para chegar pela primeira vez à decisão de um título internacional como treinador.

Já a ligação do uruguaio Diego Aguirre com o São Paulo vem de 1990. O ex-atacante, que foi o autor do gol do título do Peñarol na Libertadores de 1987, vinha de passagem pelo Inter e em julho chegou ao clube do Morumbi. O reforço veio por indicação do técnico compatriota Pablo Forlán, que já tinha no elenco outro nascido no mesmo país, o atacante Juan Ramon Carrasco, atual técnico do River Plate, do Uruguai.

A passagem de Aguirre pelo Morumbi foi curta, com 17 jogos e sete gols. Depois de Forlán deixar o cargo, em outubro, o atacante não teve mais chances com o substituto, Telê Santana. O atacante uruguaio deixou o São Paulo no fim do ano para reforçar a Portuguesa na temporada seguinte.

Sem Muricy, Fla precisa do melhor de Mancuello para passar pelo Fortaleza

Globo Esportes

1

O impacto da perda de Muricy Ramalho na véspera da partida contra o Fortaleza foi sentido no Flamengo. O treinador sofreu uma arritmia cardíaca, foi internado e está sendo avaliado pelos médicos. Nesta noite de quarta-feira contra o Fortaleza, às 21h45, a equipe treinada por Muricy será dirigida pelo auxiliar Tata e por Jayme de Almeida, que deve ficar à beira do campo. O time carioca perdeu em Fortaleza por 2 a 1 e precisa de uma vitória simples para avançar – 1 a 0. Ao adversário, basta um empate ou vitória simples com pelo menos dois gols.

Dentro das quatro linhas, um jogador, fundamental em alguns momentos do ano, precisa voltar a aparecer: Mancuello. Vice-líder de assistências no ano, Mancu não faz uma boa partida exatamente desde a vitória por 3 a 0 sobre o Confiança.

Naquela partida, dia 20 do último mês, Mancuello, no esquema 4-3-3, com Fernandinho aberto pela esquerda e Cirino na direita, fez as vezes de centroavante e marcou o primeiro do time. Foi perigoso também em três cobranças de falta, finalizou na frente do goleiro e jogou bem mais avançado, próximo de Guerrero. O segundo gol, de Cirino, também veio da canhota do argentino – na terceira vez que o Flamengo foi a gol, o lindo passe foi de William Arão.

O Fortaleza terá força máxima para o duelo diante do Flamengo. Ainda sem estrear na Série C do Brasileiro, o Tricolor do Pici teve uma semana para treinar exclusivamente mirando o clube carioca. A novidade para o confronto desta quarta é Natan, Railan e Ronaldo, recém-contratados, integrando a lista dos relacionados. Este é o primeiro jogo do Fortaleza após a conquista do bicampeonato cearense. Depois da partida com o Flamengo, o time começará a preparação para a estreia na Série C, contra o River-PI, às 20 horas da segunda-feira (23).

unimarc-modelo-4

Em casa, Vasco busca confirmar vaga contra CRB na Copa do Brasil

Gazeta Esportiva

26798052170_f0f740d8ee_o

Depois de vencer o confronto de ida por 1 a 0 em Alagoas, o Vasco reencontra o CRB nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela rodada de volta da segunda fase da Copa do Brasil. O Cruz-Maltino é favorito absoluto para confirmar a classificação, pois joga inclusive pelo empate.

Os alagoanos precisam devolver o 1 a 0 para forçar a disputa de pênaltis ou ganhar por qualquer outro marcador para avançar diretamente, já que os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate. Quem avançar vai duelar na próxima etapa com o Santa Cruz, que despachou o Vitória da Conquista por 2 a 0, garantindo seu lugar na terceira etapa sem a necessidade de realização do confronto de volta.

Jorginho, técnico do Vasco, demonstrou preocupação com o cansaço do elenco, pois o time vem de uma sequência de partidas desgastantes. Depois de ter superado o Botafogo na final do Estadual e de vencer o CRB, o Cruz-Maltino estreou na Série B no Maranhão, goleando o Sampaio Corrêa por 4 a 0. A série de jogos faz Jorginho esperar problemas na partida desta quarta-feira, embora a eliminação não passe pela sua cabeça.

“Sabemos que a temporada está muito desgastante e isso faz de qualquer partida sempre um perigo. Ganhamos o jogo de ida, mas não nos classificamos e o CRB é um time muito perigoso, mostrou qualidade e é o atual campeão alagoano. Estreou com vitória na Série B fora de casa (1 a 0 sobre o Londrina). Além disso, o desgaste físico é grande. Mas não passa pela nossa cabeça nenhuma possibilidade de eliminação e vamos procurar nos impor”, disse Jorginho.

SÉRIE B: Luverdense assume ponta e Náutico derrota Vila Nova em jogão

Futebol Interior

0002050166123_img

O Luverdense assumiu de forma provisória a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B nesta segunda rodada. Na noite desta terça-feira, o clube de Lucas do Rio Verde surpreendeu ao bater o Bragantino pelo placar de 1 a 0, em pleno Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Já Náutico e Vila Nova fizeram uma partida digna de quem quer retornar à elite do futebol. O clube pernambucano levou ao melhor ao vencer, de virada, por 3 a 2, na Arena Pernambuco.

A rodada continua na sexta-feira, quando um dos favoritos ao título, o Goiás entra em campo para enfrentar o Londrina, em Itumbiara. No Serra Dourada, o Atlético-GO recebe o Brasil de Pelotas, enquanto o Joinville enfrenta o Criciúma, em casa.

Confira os resultados da 2ª rodada
Bragantino 0 x 1 Luverdense-MT
Náutico-PE 3 x 2 Vila Nova-GO
Sexta
19:15
Atlético-GO x Brasil-RS
20:30
Goiás-GO x Londrina-PR
21:30
Joinville-SC x Criciúma-SC
SáBADO
16:00
Vasco-RJ x Tupi-MG
Avaí-SC x Sampaio Corrêa-MA
Paysandu-PA x Oeste
16:30
CRB x Ceará-CE
Paraná-PR x Bahia-BA

Palmeiras não liderava Brasileiro desde 2009

Terra

561d45552a034

A goleada do Palmeiras por 4 a 0 sobre o Atlético-PR no Allianz Parque não só empolgou os torcedores como também quebrou um tabu. Desde o Brasileirão de 2009, o Verdão não liderava a competição.

Com a vitória, o Palmeiras completou 25 rodadas no ponto mais alto da tabela desde a criação dos pontos corridos, em 2003, sexto melhor desempenho.

O líder da lista é o Cruzeiro, bicampeão em 2013 e 2014. A Raposa ficou, no total, 109 rodadas em primeiro lugar, muito mais do que qualquer outro adversário.

No ano passado, o Corinthians superou o São Paulo e assumiu o segundo lugar. Com as 21 rodadas na liderança, o Timão alcançou 88 jogos na primeira posição desde 2003.

O São Paulo caiu para o terceiro lugar, com 69 rodadas no topo. Na campanha de 2015, o Tricolor liderou o torneio na sétima rodada, mas perdeu o posto para o Sport.

Vice-campeão, o Atlético-MG superou o Santos no ranking e completou 34 jogos na liderança do Brasileirão, duas a mais que o Peixe, que não atinge o primeiro lugar desde 2006.

A seguir, aparecem Botafogo (20 rodadas), Vasco (18 rodadas), Atlético-PR (15 rodadas) e Flamengo (13 rodadas).

Frio faz CBF evitar jogos do Brasileirão às 21h45 no RS

Terra

images

Apenas 22 mil pessoas assistiram à Seleção Brasileira na noite chuvosa do dia 10 de junho, no Beira-Rio, quando um gol solitário de Neymar deu a vitória sobre Honduras. O frio e a forte chuva afastaram a torcida gaúcha. O péssimo público serviu de exemplo para que Alexandre Limeira, vice de administração do Internacional, mostrasse à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) o quanto o horário é ruim para os torcedores no inverno.

“Não houve um pedido especial, através de ofício. Naquele jogo, conversamos com a CBF, através do Manuel Flores, dizendo que aquela situação prejudicou o jogo, assim como nos jogos do Inter. No início do ano, conversamos novamente com a CBF, pedindo para que fossem evitados os jogos no horário das 21h45. Foi uma conversa. Acreditamos que a CBF foi de alguma forma sensível ao rigor do inverno gaúcho”, afirmou Limeira.

Até setembro, Grêmio e Internacional não jogarão nenhuma partida no mesmo horário daquele fatídico Brasil x Honduras. Os jogos noturnos do inverno serão evitados – a partida contra o Atlético Paranaense no Beira-Rio, dia 1 de junho, será às 19h30, por exemplo. “Acho uma medida muito boa, a CBF está de parabéns”, afirma Limeira.

O pior público do Internacional no Campeonato Brasileiro de 2015 foi em um jogo disputado às 22h, na vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, com 9,2 mil pagantes. Já o menor número de presentes em uma partida do Grêmio foi em um duelo às 21h, contra o Figueirense – 8,3 mil pagantes.

SÉRIE B: Vila Nova joga por liderança e Bragantino pra sair da zona

Futebol Interior

0002050165817_img

A bola já volta a rolar nesta terça-feira, pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Ainda sem vencer e brigando contra a zona de rebaixamento, Náutico, Luverdense e Bragantino estarão em campo, enquanto o vice-líder Vila Nova quer manter a invencibilidade. Em caso de empate os goianos já assumem a liderança provisória da competição.

Depois de cair justamente para o Vila Nova fora de casa, por 3 a 1, o Bragantino volta ao estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, em busca do primeiro triunfo. O time recebe o Luverdense às 19h15, que vem de um empate dentro de casa com o Joinville por 1 a 1. O jogo conta com a promoção do Futebol Sustentável, onde o torcedor por trocar pneus ou garrafas pet por ingressos de arquibancada.

Na Arena Pernambuco, o Náutico faz seu primeiro jogo dentro de casa na competição. Às 21h30, o clube recebe o Vila Nova precisando da vitória para manter a torcida ao seu lado. Isso porque vem de revés para o Criciúma fora de casa, mas terminou o Campeonato Pernambucano na terceira posição, após vitória por 3 a 0 contra o Salgueiro também dentro de casa.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia