WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc

março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  



drupal counter

:: ‘Palmeiras’

Sob vaias, Palmeiras empata com São Caetano, mas volta à Série A

Gazeta Esportiva

t_99035_vestido-de-amarelo-azul-e-branco-em-homenagem-a-selecao-brasileira-o-palmeiras-voltou-a-serie-a-com-um-empate

O Palmeiras não conseguiu derrotar o São Caetano, mas o empate por 0 a 0, na tarde deste sábado, foi suficiente para garantir seu retorno matematicamente à elite do futebol nacional. Em jogo nervoso, com arbitragem polêmica, o Verdão atuou com um uniforme semelhante ao da Seleção Brasileira e teve um desempenho que não agradou a uma parte da torcida, que vaiou no fim da partida, enquanto o time deixou o gramado sem comemorar, no estádio do Pacaembu.

Apesar do clima de festa de antes do confronto, com as presenças de ex-jogadores no gramado, a torcida se mostrou impaciente por não ter comemorado um gol durante os 90 minutos. O principal protesto partiu da organizada, mas pessoas presentes nas numeradas também criticaram Gilson Kleina. Já quando a uniformizada passou a xingar o time todo, o restante das arquibancadas defendeu o grupo.

Com o resultado, o time de Gilson Kleina chegou aos 69 pontos e já garantiu uma das quatro vagas, mesmo restando ainda seis rodadas para o término da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo ainda teve polêmicas no primeiro tempo, com reclamação dos palmeirenses por dois pênaltis que teriam acontecido. Wilson Luiz Seneme chegou a marcar um deles, mas desistiu depois de conversar com o assistente.

Nesta partida em que voltou ao Pacaembu depois de seis rodadas longe da capital paulista, o Palmeiras estreou a camisa verde e amarela, com calção azul e meião branco. O uniforme foi lançado em comemoração ao centenário, que será completado em 2014.

Palmeiras sucumbe ao Boa EC e volta a ser derrotado após 11 jogos

Terra

ananiastristeceliomessiasgp

Depois de uma sequência de 11 jogos sem derrotas, o Palmeiras voltou a ser superado neste sábado. Em Varginha, o Boa EC contou com gol marcado por Fernando Karanga logo no começo para garantir o placar de 1 a 0. O resultado é fundamental para as primeiras posições da Série B do Campeonato Brasileiro.

O Palmeiras continua líder com 40 pontos, a quatro pontos da Chapecoense, que está no segundo lugar e tem um jogo a menos. Já o Boa chegou a 29 pontos, está em quinto e segue sua luta para entrar no G-4. O Paraná, primeiro na zona de promoção à primeira divisão, tem apenas um ponto a mais.

A equipe do técnico Gilson Kleina volta a campo na próxima quarta-feira em partida pela Coap do Brasil contra o Atlético-PR. No primeiro jogo, disputado no Pacaembu, o Palmeiras saiu vitorioso por 1 a 0 e garantiu a vantagem do empate. Pela Série B, os alviverdes têm como próximo compromisso partida contra o Ceará no sábado, às 21h, em Fortaleza. Já o Boa vai visitar o Sport na Ilha do Retiro no mesmo horário.

Outros resultados:
Paraná Clube 1 x 0 Sport
Atlético-GO 1 x 1 América-MG
Bragantino 1 x 0 Chapecoense

banner1

Em jogo com socos, Verdão vira após levar 2 a 0 e vence 6ª seguida

Gazeta Esportiva

300x229_2013-08-17_a73c121277

O jogo deste sábado parecia só um compromisso despretensioso antes da estreia do Palmeiras na Copa do Brasil, na quarta-feira. Mas virou uma guerra e um exemplo de superação do líder da Série B do Brasileiro. Após estar perdendo por 2 a 0 e ter Wesley expulso em troca de socos com atletas do Paysandu, o Verdão conseguiu a virada com gol de Leandro aos 49 do segundo tempo e atingiu a sexta vitória seguida.

Três pontos comemorados intensamente pelos quase 17 mil presentes na fria tarde deste sábado no Pacaembu. Uma recuperação heroica após o Paysandu se aproveitar da sonolenta atuação dos anfitriões. Os paraenses, que perderam todas como visitante, fizeram 2 a 0 com Pablo, aos 14 minutos do primeiro tempo, e Yago Pikachu, aos 21 do segundo tempo.

Aos 28 da etapa final, Alan Kardec diminuiu e, três minutos depois, uma troca de socos envolvendo até reservas gerou as expulsões de Wesley e do zagueiro Fábio Sanches, do Paysandu. Aos 39, Mendieta empatou. E o jogo ainda teve chute do goleiro Marcelo em Alan Kardec e outra troca de agressões envolvendo, principalmente, Leandro. O atacante, porém, se destacou com gol aos 49 minutos.

Após a tensa partida, o Verdão atinge 40 pontos, ainda na liderança da segunda divisão nacional, e volta ao Pacaembu na quarta-feira para enfrentar o Atlético-PR, às 19h30 (de Brasília) pela Copa do Brasil. Já o Paysandu segue na zona de rebaixamento e joga no próximo sábado, recebendo o Icasa às 21 horas.

Outros resultados
América-MG 1 x 1 América-RN
Chapecoense 2 x 2 Paraná Clube
ABC 3 x 2 Figueirense

Palmeiras testa elenco, bate Joinville fora e aumenta gordura na liderança

Globo Esportes

mendieta_leandroferreirafuturapress_15

O elenco do Palmeiras passou no teste e superou o Joinville por 1 a 0, na noite desta terça-feira, na Arena Joinville, em Santa Catarina, pela 15ª rodada da Série B do Brasileirão. Sem Valdivia e Alan Kardec, suspensos, o Verdão teve nos reservas Mendieta e Ananias as suas principais figuras. O atacante sofreu a falta que originou o gol do paraguaio na quinta vitoria consecutiva do Verdão na campeonato.

Com o resultado, o time paulista aumenta a sua gordura na liderança da Segundona, agora com 37 pontos, cinco a mais do que a vice-líder Chapecoense, que tem dois jogos a menos, e 12 à frente do América-MG, primeira equipe fora do G-4. O Joinville, por sua vez, perdeu a chance de encostar no pelotão dos quatro mais bem classificados: com 21 pontos, está em décimo lugar.

O anfitrião fez primeiro tempo ruim e só cresceu na etapa final, junto com a chuva em Santa Catarina. Apesar da pressão no fim do jogo, não soube aproveitar as chances criadas, principalmente nas bolas paradas.

O JEC volta a campo na sexta-feira, quando enfrenta o Oeste, em Itápolis, às 21h50m. O Palmeiras recebe o Paysandu, sábado, às 16h20m, no Pacaembu.

Sem perder há nove jogos, Palmeiras se sente preparado para derrota

Gazeta Esportiva

300x300_2013-08-12_23e00a529e

A última derrota do Palmeiras foi há mais de dois meses e o time atingiu a liderança na Série B do Brasileiro com oito vitórias em nove jogos de invencibilidade. Mas existe no elenco a consciência de que a equipe não ficará imbatível até o final do ano, tanto que os jogadores se dizem preparados caso ocorra um revés nas próximas rodadas.

“Estamos preparados para, se vier a derrota, sabermos o que fazer”, disse Juninho. “Sempre procuramos nos manter vencendo e com o ambiente da melhor forma possível. Sabemos que a derrota virá uma hora, não tem como ficar o ano inteiro sem perder. Se conseguirmos, melhor, mas acho muito difícil”, prosseguiu o lateral esquerdo.

Obviamente, a equipe trabalha sempre para vencer, e espera a conquista de mais três pontos nesta terça-feira diante do Joinville, em Santa Catarina. Mas existe a preocupação de evitar empolgação com a campanha, embora até membros da comissão técnica admita que a preparação física superior faça os atletas ‘sobrarem’ após o intervalo mesmo contra adversários que equilibram o duelo no primeiro tempo.

Qualquer entrevistado, seja Gilson Kleina ou outro jogador, descarta mesmo o título como objetivo enquanto a volta para a primeira divisão não estiver assegurada. “Ainda pensamos primeiro no acesso. Claro que queremos ser campeões, temos que pensar assim no Palmeiras, mas primeiro vamos ter que garantir o acesso”, discursou Juninho.

Palmeiras supera gol contra, e Wesley garante virada sobre Paraná

Gazeta Esportiva

300x310_2013-08-10_ce6086de75

O Palmeiras superou gol contra de Charles no primeiro tempo para derrotar o Paraná por 2 a 1, na tarde deste sábado, em partida que pode ter sido a última de Wesley, alvo do Atlético-MG. O meio-campista, aliás, foi quem garantiu a virada do líder da Série B do Campeonato Brasileiro no Pacaembu, depois de Juninho ter empatado.

Além de ampliar para nove a sequência de partidas sem derrota (agora com oito vitórias e um empate), o time treinado por Gilson Kleina se sustenta na primeira colocação da competição, com 34 pontos ganhos. O próximo compromisso será na terça-feira, diante do Joinville, fora de casa. No mesmo dia, o Paraná (com 23 pontos) recebe o Boa Esporte.

Com golaço de Kardec, Palmeiras vira em quatro minutos e segue líder

Gazeta Esportiva

t_93117_alan-kardec-marcou-um-golaco-para-ajudar-o-palmeiras-a-se-manter-na-lideranca-da-serie-b

O São Caetano, na zona de rebaixamento da Série B do Brasileiro, deu trabalho, mas o Palmeiras voltou a impor sua superioridade. E rapidamente. Os anfitriões saíram na frente no ABC, mas o líder ratificou sua posição selando 2 a 1 com dois gols em quatro minutos, um deles em jogada na qual Alan Kardec driblou quatro adversários.

Antes de mais um golaço do centroavante, o Verdão, sem Valdivia, Geovane aproveitou falha de Vilson para fazer 1 a 0, aos 22 minutos do primeiro tempo. O intervalo, contudo, fez bem aos comandados de Gilson Kleina, que empataram aos dez minutos no quarto gol de Alan Kardec nos últimos três jogos e viraram com Henrique, aos 14.

A primeira posição da competição segue com o Palmeiras, ainda com dois pontos e uma partida a mais em relação à Chapecoense, vice-líder. O time volta a entrar em campo às 16h20 (de Brasília) de sábado, no Pacaembu, diante do Paraná. No mesmo dia e horário, o Azulão, ainda entre os últimos colocados, volta a atuar no estádio Anacleto Campanella, recebendo o Sport.

Palmeiras volta ao Pacaembu para se firmar no G-4 e almejar a ponta

Gazeta Esportiva

dddddddd

O empate com o Guaratinguetá no sábado impediu que o Palmeiras voltasse a atuar como anfitrião na liderança da Série B do Brasileiro. Mas nesta terça-feira, às 21h50 (de Brasília), o time retornará ao Pacaembu para enfrentar o Icasa, após dois jogos fora, com a missão de mostrar à sua torcida sua condição de manter uma campanha satisfatória na competição.

Com 22 pontos, um abaixo da Chapecoense, que também tem um jogo a menos, o Verdão pode terminar o dia na primeira posição caso some três pontos diante de sua torcida e o clube de Chapecó não passe de um empate em Fortaleza, diante do Ceará. O Palmeiras, no entanto, tenta minimizar a pressão sobre si descartando qualquer conta.

A comissão técnica, porém, trabalha olhando para o quinto colocado, visando se manter na faixa de acesso para a primeira divisão. Nesta meta inicial, triunfar no Pacaembu nesta terça-feira é fundamental para que o clube se mantenha no G-4, pois já iniciou a 11ª rodada a quatro pontos do Paraná, dono do quinto lugar.

Do outro lado, o Icasa chega a São Paulo embalado pela vitória sobre o Joinville, que manteve distância da zona de rebaixamento. Para encarar o vice-líder, o técnico Sidney Moraes cobra ousadia de seus comandados. Na escalação, terá o zagueiro Bruno Perone de volta de suspensão, e deve promover a estreia do volante Gilmak, aproveitando-se dos ganchos de Guto e Elanardo.

SÉRIE B: Palmeiras pode assumir a liderança pela primeira vez

Futebol Interior

0002048087603_img

O Palmeiras pode assumir a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro pela primeira vez na temporada. O time paulistano entra em campo neste sábado precisando vencer o Figueirense e torcendo por uma derrota da líder Chapecoense, na sequência da nona rodada da competição. O jogo da Chapecoense contra o América-MG foi transferido para domingo, porque o time mineiro não conseguiu embarcar a tempo para a cidade de Chapecó-SC, devido as condições meteorológicas.

O mau tempo na região Sul do país, impossibilitou a viagem do América-MG até Chapecó do Sul-SC. Por isso, Chapecoense recebe o América-MG, vão jogar na na Arena Condá, domingo, às 16h20. O adiamento foi confirmado só nesta sexta-feira à noite. O time catarinense é a única invicta do torneio e lidera com 20 pontos. Invicto há cinco jogos com quatro vitórias e um empate, os mineiros sonham com o G4, pois estão na sexta posição, com 14 pontos.

Confira os jogos da 9.ª rodada:

Sábado
16 horas
Figueirense x Palmeiras
16h20
Boa Esporte x Paysandu
Bragantino x Ceará
21 horas
ASA x Atlético-GO
ABC x Joinville
Domingo – 16h20
Chapecoense x América-MG

ccancer

Wesley faz gol, dá assistências e garante 4 a 1 na volta ao Pacaembu

Gazeta Esportiva

t_91264_o-volante-marcou-seu-primeiro-gol-pelo-palmeiras-e-homenageou-seu-filho-nascido-na-semana-passada

Desde 14 de maio, quando o time foi eliminado da Libertadores em derrota para o Tijuana, o torcedor palmeirense não via seu clube no Pacaembu. E nesta sexta-feira, na volta da equipe à capital, assistiu a algo inédito: diante do ABC, dono da pior campanha na Série B do Brasileiro, Wesley marcou seu primeiro gol pelo Verdão e participou de outros dois gols na vitória por 4 a 1 que faz o time terminar a noite na vice-liderança.

Wesley foi decisivo repetindo o que Charles fez nos 4 a 0 sobre o Oeste no sábado, aproveitando os espaços e as jogadas criadas com a movimentação do trio ofensivo formado por Valdivia, Leandro e Vinicius. O camisa 11 garantiu os três pontos à equipe ainda no primeiro tempo.

Aos 19 minutos, Valdivia executou desarme no campo de defesa e foi até a área adversária para tocar para Leandro que, da meia-lua, viu Wesley chegar de trás sem marcação de trás, com tranquilidade para desencantar no Verdão após 33 jogos. Quatro minutos depois, o volante recebeu e ajeitou para Luis Felipe ver seu cruzamento virar um golaço.
Depois do intervalo, Wesley ainda lançou para Charles entrar livre na área e só ser derrubado com falta, sofrendo pênalti que Vinicius converteu aos 17 minutos. Aos 30 minutos, Serginho também desencantou, e, com uma linda finalização para encobrir o goleiro, fez seu primeiro gol pela equipe e transformou o triunfo em goleada. O gol de honra do ABC de Gilcimar, no último lance, de nada adiantou.

O clube atingiu 18 pontos e fica em segundo lugar na Série B, ao menos, até este sábado. Se o Joinville, em casa, não vencer a líder Chapecoense, que tem um ponto a mais do que o Palmeiras, o Verdão termina a oitava rodada na vice-liderança.

No dia 20, o Palmeiras visita o Figueirense, às 16h20 (de Brasília). No mesmo dia, mas às 21 horas, o ABC recebe o Joinville no Frasqueirão, em Natal (RN), na tentativa de melhorar sua péssima campanha – em oito rodadas, foram seis derrotas e dois empates, sendo o clube o único participante do torneio a não ter vencido nenhum jogo até agora.

Comandado por Valdívia, Palmeiras faz 4 no Oeste e segue em 3º

Terra

leandrocomemorajoseluissilvafp

O Palmeiras voltou em grande estilo após período inativo pela disputa da Copa das Confederações no Brasil. Neste sábado, contra o Oeste, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, a equipe alviverde goleou por 4 a 0 e seguiu firme no G-4 do torneio, em confronto realizado no Estádio Prudentão, em Presidente Prudente.

O duelo contou com a volta do meio-campista Valdívia aos gramados após 114 dias afastado por lesões. E o chileno não decepcionou: participou de três dos quatro gols palmeirenses, com direito a um passe brilhante no primeiro de Charles, e deixou o campo aplaudido pela torcida alviverde.

Agora com 15 pontos, o Palmeiras segue na briga pelo topo, que é da Chapecoense, com 19. O próximo compromisso do time alviverde é na sexta, contra o ABC, no Pacaembu. O Oeste, por sua vez, parou nos oito pontos e encara o Boa Esporte na quinta, em Itápolis.

Outros resultados da 7ª rodada
Bragantino-SP 0 x 1 América-RN
Paysandu-PA 4 x 3 Guaratinguetá-SP
ASA-AL 0 x 2 Chapecoense-SC
América-MG 2 x 2 Paraná-PR
Joinville-SC 2 x3 Sport-PE
ABC-RN 0 x 1 Atlético-GO
São Caetano-SP 0 x 0 Avaí-SC
Icasa-CE 1 x O Ceará-CE
Figueirense-SC 3 x 0 Boa Esporte-MG

Palmeiras acerta com Eguren e aguarda uruguaio realizar exames no clube

Uol

sebastian-eguren-volante-do-uruguai-1274964796658_615x300

O Palmeiras já recebeu o sinal positivo do volante Sebastian Eguren. O volante uruguaio aceitou a proposta salarial do alviverde e marcou exames médicos no clube na quinta-feira.

Eguren está no Paraguai e nesta quarta-feira rescindiu contrato com o Libertad-PAR. A liberação do clube paraguaio era considerado o empecilho final antes do acerto. Dirigentes do Palmeiras não se pronunciam sobre a negociação até que o vínculo esteja assinado

O Palmeiras aguardou o desfecho da Copa das Confederações para concretizar o negócio, já que Eguren participou do torneio em defesa da seleção do Uruguai.

A vinda do uruguaio é considerada essencial pelo treinador Gilson Kleina. Ele sempre argumentou aos dirigentes ter apenas Márcio Araújo, João Denoni e Wendell para a função de primeiro volante.

O Palmeiras teve o acordo facilitado com a ajuda do empresário do volante, Régis Marques. Foi ele quem intermediou recentemente o acerto do alviverde com o meia Mendieta, contratado junto ao Libertad-PAR.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia