WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  



drupal counter

:: ‘Santos’

Oliveira quebra jejum, Santos segura pressão e leva o Bi Paulista

Gazeta Esportiva

santosfestaaleviannaagenciaelevengp

O Santos é Campeão Paulista pela 22ª vez em sua história. Em uma partida de amplo domínio do Osasco Audax na tarde deste domingo, na Vila Belmiro, o Peixe saiu de campo vencedor graças a gol isolado de Ricardo Oliveira, aos 44 minutos do primeiro tempo. O Camisa 9 não marcava desde 4 de abril, mas, em um rápido contra-ataque, o centroavante deu uma linda caneta em Bruno Silva e só tocou na saída de Sidão.

A vitória coloca o Peixe com o mesmo número de títulos Estaduais que o Palmeiras, apenas cinco taças atrás do Corinthians. É o quinto título Paulista do alvinegro praiano em oito finais seguidas, sendo o sétimo bicampeonato.

Ao Osasco Audax, fica a lição de que a equipe precisa ser mais efetiva com seu estilo de toque de bola que, neste domingo, deu ao time quase 70% de posse de bola em plena Vila Belmiro, mas não foi suficiente para garantir um título histórico da agremiação que tem apenas 11 anos desde sua fundação.

Agora, o Santos deve mais uma vez usar todos seus reservas na quarta-feira, quando a equipe viaja ao Acre para enfrentar o Algavez, na Arena da Floresta, em Rio Branco, às 19h30, pela segundo fase da Copa do Brasil. No sábado, provavelmente com os titulares de volta, o Peixe visita o Atlético-MG, no estádio Independência, em Belo Horizonte, às 18h30, pela estreia no Campeonato Brasileiro.

Enquanto isso, o Audax, que deve ter sua equipe toda desconfigurada, já que só dois jogadores têm contrato com o time de Osasco após o Paulista e tantos outros já se acertaram com grandes equipes do país, se prepara para a disputar a Série D no Nacional, que tem previsão para começar em junho.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Na Vila, Santos e Audax jogam pelo título e por história no Paulista

Terra

00865339-1024x682

Quando o árbitro Raphael Claus soar o apito às 16 horas (de Brasília) deste domingo, na Vila Belmiro, Santos e Grêmio Osasco Audax iniciarão o segundo e decisivo jogo pela final do Campeonato Paulista da temporada 2016. De um lado, estará um gigante acostumado a disputar e erguer troféus. Do outro, um jovem clube de apenas 11 anos de idade que buscará a glória: a inédita conquista da elite do estadual mais importante do Brasil.

É certo que o campeão de domingo escreverá história. Em caso de título alvinegro, o Santos, que defende o título de 2015, igualará o Palmeiras, com 22 taças do Paulista, tornando-se o segundo maior vencedor, atrás somente do Corinthians, que acumula 27. Já o Audax estará, de vez, na seleta lista de equipes consideradas menores que conseguiram desbancar os grandes do estado.

O ato final começou a ser escrito no último final de semana, em Osasco, onde as duas equipes empataram por 1 a 1. Caso a igualdade se repita em Santos, os dois times selecionarão seus cinco melhores batedores de pênaltis para definir o Paulista.

A promessa é de um grande duelo, com as duas agremiações buscando o gol a todo instante, segundo Dorival Júnior, técnico do Peixe, que faz mistério sobre sua principal estrela, o meia Lucas Lima, ainda em tratamento para se recuperar de uma lesão no tornozelo direito, deflagrada durante a primeira final. Ronaldo Mendes, autor do tento de empate no Estádio José Liberatti, assumirá a vaga caso o jogador da Seleção Brasileira não reúna condições de jogo.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Em jogo morno na Vila, Santos elimina xará e avança na Copa do Brasil

Gazeta Esportiva

fakepeixe2

O Santos esteve longe de dar uma grande exibição na noite desta quinta-feira, mas cumpriu sua obrigação. Com gols de Luiz Felipe, Ronaldo Mendes e Joel, os reservas de Dorival Júnior venceram o Peixe do Amapá por 3 a 0 e garantiram vaga na segunda fase da Copa do Brasil.

Agora, o alvinegro praiano encara o Galvez, do Acre, que eliminou o Rio Branco-AC. Os jogos da próxima fase têm as datas de 4, 11 e 18 de maio reservadas.

Sem ter usado nenhum titular, com exceção ao goleiro Vanderlei, o Santos mais famoso agora se concentra totalmente nas finais do Campeonato Paulista, que se iniciam neste domingo, em Osasco, contra o Audax.

Federação confirma Osasco e Vila como palcos das finais do Paulistão

Globo Esportes

s5ksgtk

A FPF (Federação Paulista de Futebol) confirmou o estádio José Liberatti, em Osasco, e a Vila Belmiro como palcos das finais do Campeonato Paulista, atendendo pedido do Audax e do Santos, que no final de semana se classificaram para a decisão do torneio. As partidas serão disputadas nos próximos dois domingos, 1 e 8 de maio, às 16h.

A definição, anunciada na manhã desta segunda-feira, durante Conselho Técnico na FPF, atende aos interesses dos dois finalistas, que queriam jogar em suas casas, ainda que elas tenham capacidade inferior a 20 mil pessoas – na Vila cabem 16.650 pessoas, no José Liberatti, 12.787.

Com melhor campanha, o Santos fará a segunda partida como mandante. Nas finais, o primeiro critério de desempate é o saldo de gols. Se persistir uma igualdade, o campeão é definido nos pênaltis. Antes da decisão, o time de Dorival Júnior enfrenta o Santos, do Amapá, pela partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil – na ida, com reservas, empatou em 1 a 1.

As duas partidas terão ingressos para visitantes, ao contrário da semifinal entre Santos e Palmeiras – a determinação de torcida única da Secretaria de Segurança Pública é válida apenas para clássicos e, a princípio, até o final desta temporada.

Veja como ficaram as finais do Paulista:

01/05, domingo – Audax x Santos, 16h, no estádio José Liberatti, em Osasco;
08/05, domingo – Santos x Audax, 16h, na Vila Belmiro, em Santos.

Santos bate Palmeiras na Vila e vai para oitava final consecutiva no Paulistão

r7

7d99bwo3fr_kd6jee3x8_file

Pela oitava vez consecutiva o Santos está na decisão do Campeonato Paulista. Neste domingo (24) a equipe derrotou o Palmeiras, nos pênaltis, e garantiu a vaga na decisão contra o Audax, de Osasco.

Empurrado por sua torcida, o Peixe começou melhor na partida e dominando a posse de bola. A primeira boa oportunidade de balançar a rede veio aos 8 minutos, em cobrança de falta de Lucas Lima, que bateu firme para boa defesa do goleiro Fernando Prass.

Pouco depois os jogadores do Santos reclamaram um pênalti. Gustavo Henrique foi atingido por um pé alto de Vitor Hugo dentro da área, mas o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza mandou o jogo seguir.

Pressionado, o Palmeiras passou a adiantar a marcação e dificultar a saída de bola do Santos. O duelo ficou mais equilibrado, mas, aos 39 minutos, o Peixe abriu ao marcador. Após receber ótimo passe de Lucas Lima, Gabriel invadiu a área, driblou dois marcadores e chutou no canto direito de Prass. 1 a 0 Santos na Vila Belmiro.

Na segunda etapa as equipes voltaram a campo sem nenhuma alteração. O Palmeiras se soltou mais e partiu para o campo de ataque. A chance do empate esteve nos pés de Gabriel Jesus aos 17 minutos. O atacante roubou a bola de David Braz, adiantou e ficou cara a cara com Vanderlei, mas, na finalização, chutou por cima da trave santista.

E como quem não faz, toma… Gabigol tratou de fazer jus ao ditado esportivo. O atacante do Peixe marcou o segundo gol na partida depois de boa jogada de Zeca na ponta esquerda. O lateral deixou um marcador do Palmeiras no chão e rolou fácil para Gabriel balançar a rede e aumentar a vantagem.

Tudo caminhava para a classificação santista até Rafael Marques roubar a cena. Aos 42 minutos, o atacante que havia entrado no lugar de Alecsandro, brigou com a zaga do Peixe e marcou o primeiro gol do Palmeiras. O segundo veio no lance seguinte, de cabeça, depois de cruzamento preciso de Cleiton Xavier.

Com o empate a semifinal do Campeonato Paulista foi decidida nos pênaltis. E deu Santos. Lucas Lima perdeu na primeira série, mas Lucas Barrios, Rafael Marques e Fernando Prass desperdiçaram pelo Palmeiras. Contagem final: 3 a 2 e o Santos em mais uma final.

COPA DO BRASIL: Santos tropeça em xará, Paraná avança e Avaí perde novamente

Futebol Interior

lucasilvestre

Com um time recheado de reservas, o Santos sofreu para buscar o empate diante de seu xará do Amapá pelo placar de 1 a 1, no Estádio Zerão. Nem Dorival Junior viajou para a partida, já que o Peixe está em concentração máxima para o confronto diante do Palmeiras, pela semifinal do Campeonato Paulista. A rivalidade entre os dois clubes ganhou muita proporção após a conquista do Verdão na Copa do Brasil no ano passado.

Rafinha abriu o placar para o Santos-AP, enquanto Joel deixou tudo igual nos minutos finais. Agora, o Peixe joga por um empate sem gols para avançar, enquanto que o time amapaense, que conquistou seu grande objetivo, tem que vencer para eliminar o rival. Um empate com dois gols ou mais também serve.

Vale lembrar que o jogo ficou parado por conta de uns 20 minutos devido as fortes chuvas que caíram na cidade.

Outro time classificado na rodada, o Paraná fez com que o Estanciano escapasse de uma goleada nesta quinta-feira. No Durival Britto, a equipe paranaense venceu o rival por 2 a 0, classificando assim para a próxima fase. O resultado poderia ser maior se não fosse a falta de pontaria dos jogadores na cobrança de pênalti. O jogo teve três tiros da marca do cal e todas desperdiçadas pelo time da casa. Lúcio Flávio, duas vezes, e Jean, no minuto final, perderam suas respectivas cobranças. Na última, o meia aproveitou o rebote para marcar.

Como empatou por 1 a 1 no Sergipe, o triunfo rendeu a classificação ao Paraná, que terá a Chapecoense na próxima fase. O time catarinense passou pelo Princesa de Solimões com duas vitórias, 2 a 1, no Acre, e 2 a 0, na Arena Condá. O Estanciano, por sua vez, fora da disputa do título no Estadual, acabou sendo também eliminado na Copa do Brasil.

O Avaí também esteve em campo nesta noite e novamente decepcionou. A equipe catarinense acabou derrotada pelo Operário pelo placar de 1 a 0, em partida na Arena Pantanal na partida de ida. O time do técnico Silas entrou na partida entusiasmado com a permanência na elite catarinense, mas não conseguiu parar o adversário e terá que reverter o resultado em Florianópolis.

Avaí e Operário voltam a se encontrar na quinta-feira, às 19h15, na Ressacada. A equipe catarinense avança com vitória por dois ou mais gols de diferença, enquanto o time de Mato Grosso joga pelo empate.Avaí e Operário voltam a se encontrar na quinta-feira, às 19h15, na Ressacada. A equipe catarinense avança com vitória por dois ou mais gols de diferença, enquanto o time de Mato Grosso joga pelo empate.

outdoor_pq

Com dois de Vítor Bueno, Santos vence São Bento e vai para a semifinal

Terra

00860831-1024x683

O Santos está na semifinal do Campeonato Paulista. Neste domingo, o Peixe avançou no Estadual ao vencer o São Bento por 2 a 0, na Vila Belmiro. Novo xodó de Dorival Júnior, Vítor Bueno foi o nome do jogo, marcando os dois gols da equipe e participando ativamente da partida.

Com o resultado, o Santos aumentou a sequência de invencibilidade na Vila Belmiro. Agora, o Peixe acumula 25 jogos sem perder em casa, sendo 22 vitórias e três empates. O Alvinegro Praiano segue na busca para chegar à oitava final consecutiva do Paulistão e levantar o caneco mais uma vez.

Classificado, o Santos espera a definição das quartas de final para conhecer seu adversário na briga por uma vaga na decisão do Campeonato Paulista. O rival santista sai do confronto entre Palmeiras e São Bernardo, que será realizado na próxima segunda-feira, às 21h (de Brasília), no Palestra Itália.

Santos encara o corajoso São Bento na Vila por vaga nas semifinais

Terra

rib0761

A Vila Belmiro será palco de mais um jogo decisivo de Campeonato Paulista. Neste sábado, às 18h30 (horário de Brasília), o Santos tenta se manter vivo na briga para chegar à oitava final seguida no Estadual mais forte do país. Para isso, terá pela frente o fenômeno São Bento.

Sem deixar de ser azarão, o time se Sorocaba chega credenciado por ter feito a terceira melhor campanha da competição, apenas cinco pontos atrás do Peixe (32 a 27).

Para deixar o clima ainda mais tenso, o empate não dá vantagem a nenhuma das equipes e leva a definição de quem avançará às semifinais para os pênaltis.

unimarc-modelo-4

Santos goleia a Ferroviária e ajuda o São Paulo

r7

6nk317h15p_5ebi6gorg2_file

O Santos fez um segundo tempo impecável na noite desta quinta-feira (31) na Vila Belmiro e virou para cima da Ferroviária. A vitória por 4 a 1 devolve a liderança do Grupo A do Paulistão ao Peixe, agora com 26 pontos e matematicamente classificado às quartas de final. Com a derrota, a Ferrinha perde a chance de ultrapassar o São Paulo no Grupo C.

Os santistas sentiram a ausência de Lucas Lima no primeiro tempo e tiveram muita dificuldade para fazer a bola chegar ao ataque. Bem na defesa e com mais posse de bola, a Ferroviária se aproveitou do mau rendimento santista e saiu na frente aos 32 minutos. No lance, Tiago Marques aproveitou cruzamento da esquerda e cabeceou por cima do goleiro Vanderlei.

No segundo tempo, o técnico Dorival Junior colocou Lucas Lima na vaga de Alison já na volta do intervalo. A mudança foi gigante, e o Santos pressionou desde o primeiro minuto, criando chances claras para chegar ao gol de empate, que saiu aos 17 minutos, quando Zeca fez boa jogada individual e finalizou de pé direito no cantinho.

A virada veio menos de dez minutos depois. Aos 26, Paulinho mostrou oportunismo e empurrou a bola para a rede. Aos 30, mais uma vez Paulinho marcou ao completar cruzamento rasteiro. Ainda teve tempo para Gabriel fechar a conta depênali aos 47 minutos.

Os dois times voltam a jogar pelo Estadual no próximo domingo (3), às 18h30. O Santos visita o Capivariano, enquanto o time de Araraquara pega o Botafogo-SP em casa.

Santos vence o XV em partida adiantada do Paulistão

r7

5sy5qsp59u_9rula0w0w7_file

O Santos chegou a levar pressão do XV de Piracicaba, mas venceu por 1 a 0 na noite desta terça-feira (15) em jogo adiantado da 11ª rodada do Paulistão.

Depois de ser acuado quase todo o primeiro tempo pelo time do interior, o Peixe conseguiu se segurar e chegou ao gol nos minutos finais, aos 40 minutos, com o zagueiro Gustavo Henrique. No lance, Lucas Lima cobrou escanteio curto para Zeca, recebeu de volta e cruzou na cabeça do grandalhão de 1,95m, que subiu mais alto que todo mundo e cabeceou para a rede.

O segundo tempo começou junto com a forte chuva em Piracicaba e o jogo ficou mais pesado, apesar da boa drenagem do gramado. Mesmo assim, o XV continuou a pressão em busca do gol, mas não conseguiu chegar ao empate.

Com a vitória, o Peixe chega a 21 pontos, segue folgado na liderança do Grupo A e assume provisoriamente também a ponta da classificação geral, com um jogo a mais que o Corinthians. Já o XV estaciona nos 11 pontos, fica na quarta posição do Grupo C e pode entrar na zona de rebaixamento com o complemento da rodada.

O Santos volta a campo pelo Campeonato Paulista no próximo domingo (20) às 19h30, contra o Rio Claro, mais uma vez fora de casa. Um dia antes, às 16h, o XV de Piracicaba visita o Novorizontino.

Santos não corre riscos e vence Água Santa no Pacaembu

Ogol

frm20160312054

O Santos venceu o Água Santa por 1 a 0, na noite de sábado, pelo Paulista. Apesar do placar apertado, o time de Dorival Júnior controlou o jogo e não correu riscos nos 90 minutos.

O primeiro tempo começou com o Santos impondo seu jogo sobre o Água Santa. Em nenhum momento o time visitante conseguiria se sentir confortável em campo.

Com a vitória, o Santos segue líder isolado no grupo A, com 18 pontos. O Água Santa é o terceiro do grupo D, com 11 pontos.

Sem Oliveira, Joel faz dois gols e Peixe goleia o Mogi no Pacaembu

Gazeta Esportiva

Joel-Djalma-VassãoGazetaPress-1024x683

O jovem camaronês Joel entrou em campo na noite desta quinta-feira com a missão de substituir Ricardo Oliveira. Artilheiro do Peixe em 2015, ídolo da torcida e capitão da equipe, o camisa 9 foi cortado na véspera do duelo contra o Mogi Mirim para negociar sua transferência para o futebol chinês. E logo em sua primeira apresentação como titular, Joel não sentiu a pressão e marcou dois gols no Pacaembu, já igualando a marca de Oliveira neste Campeonato Paulista.

Antes de Joel, Bruno Costa abriu o placar para o alvinegro praiano com gol contra. O Sapão ainda diminuiu com Wendell, mas, em cobrança de pênalti, já nos acréscimos, Lucas Lima decretou a goleada por 4 a 1 nesta 6ª rodada.

Os três pontos levam o Santos à liderança no Grupo A, agora com 12 pontos. Enquanto isso, o Mogi Mirim é o penúltimo colocado no Grupo D, com sete pontos, à frente do Rio Claro e atrás do Red Bull Brasil, que têm o mesmo número de pontos.

Na próxima rodada, o Santos joga como visitante contra o Red Bull Brasil, domingo, às 19h30, em São José dos Campos, no estádio Martins Fontes. Já o Mogi antecipou o duelo pela 7ª rodada para o dia 17, quando venceu o Linense por 3 a 1. Agora, o Sapão volta a campo no sábado da semana que vem, dia 5 de março, contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, no estádio Santa





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia