WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



drupal counter

:: ‘Vasco’

No sufoco, Vasco empata com time misto do Santa Cruz

Gazeta Esportiva

27679261724_17e20211a8_b

O Vasco se complicou na busca pela classificação às oitavas de final da Copa do Brasil ao empatar por 1 a 1 com o Santa Cruz, nesta quarta-feira, em São Januário. Com o resultado, os cruzmaltinos vão ter que fazer gols no Arruda, na próxima semana, para conseguir avançar na competição.

Mesmo poupando vários titulares, o Santa Cruz teve boa atuação e conseguiu fazer o gol logo no início da partida, com Bruno Moraes. O Vasco criou algumas oportunidades de empatar, principalmente no primeiro tempo, mas sofreu com o nervosismo. Somente no fim, em lance chorado, os donos da casa chegaram ao empate, com o zagueiro Luan.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, dia 20, às 21h45 (de Brasília), no Arruda. Para o Santa Cruz, basta um empate sem gols. Para o Vasco, será preciso uma vitória mínima ou um empate com dois gols ou mais.

Perto de recorde particular, Vasco mira top-10 de invictos no futebol brasileiro

Globo Esportes

26923452884_4b57609f26_b

Onde vai parar a série invicta do Vasco? Há 34 partidas sem saber o que é derrota, o time de Jorginho tem pulverizado marcas e quer mais. Único invicto das principais séries do futebol nacional, o Cruz-Maltino já estabeleceu o novo recorde em jogos oficiais do clube e empatará com o famoso Expresso da Vitória, da década de 40, na marca absoluta, caso não perca para o Atlético-GO, sábado, no Espírito Santo, pela oitava rodada da Série B. E depois, qual o próximo passo? Levando em conta dados históricos no Brasil, a boa fase terá que ser mantida pelo menos até o fim do mês para que os vascaínos alcancem o top-10 de todos os tempos.

Botafogo e Flamengo ostentam as maiores invencibilidades do futebol brasileiro, com 52 partidas na década de 70. O Glorioso foi derrotado pelo Grêmio, no Maracanã, no 53º jogo, em 1978, e foi responsável por impedir que o Rubro-Negro quebrasse sua marca ao vencê-lo no ano seguinte. O grupo dos maiores invictos do país conta ainda com a Desportiva Ferroviária, do Espírito Santos, Bahia, Grêmio, duas vezes, Santa Cruz, São Paulo, Palmeiras e Sport. Caso fique até o final do mês imbatível, o Vasco chegará a 40, empatando no décimo lugar.

Para alcançar os rivais cariocas na marca absoluta, será necessário seguir invicto até a 23ª rodada da Série B (sem contar uma possível oitavas de final da Copa do Brasil), diante do Bahia, em Salvador, no início de setembro. Até lá, o Vasco encara Atlético-GO (fora), Náutico (casa), Paysandu (c), Londrina (f), CRB (f), Paraná (c), Avaí (f), Brasil (c), Luverdense (f), Santa Cruz (c), Bragantino (c), Santa Cruz (f), Criciúma (c), Ceará (f) Sampaio (c), Tupi (f) e Vila Nova (c).

outdoor_pq

Vaz salva no fim e mantém invencibilidade do Vasco, que elimina CRB

Ogol

dsc_7169

Em São Januário, a estrela de Rafael Vaz brilhou novamente e, com um gol nos acréscimos, o zagueiro manteve a invencibilidade vascaína, e eliminou o CRB da Copa do Brasil, com um empate em 1 a 1.

Após ter vencido em Alagoas, o Cruz-Maltino saiu atrás em São Januário, e só foi conseguir a vaga com um gol do zagueiro Rafael Vaz, no finalzinho da partida.

Na terceira fase o Vasco vai enfrentar o Santa Cruz Cruz, No próximo dia 23, a CBF vai sortera as datas dos confrontos.

Em casa, Vasco busca confirmar vaga contra CRB na Copa do Brasil

Gazeta Esportiva

26798052170_f0f740d8ee_o

Depois de vencer o confronto de ida por 1 a 0 em Alagoas, o Vasco reencontra o CRB nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela rodada de volta da segunda fase da Copa do Brasil. O Cruz-Maltino é favorito absoluto para confirmar a classificação, pois joga inclusive pelo empate.

Os alagoanos precisam devolver o 1 a 0 para forçar a disputa de pênaltis ou ganhar por qualquer outro marcador para avançar diretamente, já que os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate. Quem avançar vai duelar na próxima etapa com o Santa Cruz, que despachou o Vitória da Conquista por 2 a 0, garantindo seu lugar na terceira etapa sem a necessidade de realização do confronto de volta.

Jorginho, técnico do Vasco, demonstrou preocupação com o cansaço do elenco, pois o time vem de uma sequência de partidas desgastantes. Depois de ter superado o Botafogo na final do Estadual e de vencer o CRB, o Cruz-Maltino estreou na Série B no Maranhão, goleando o Sampaio Corrêa por 4 a 0. A série de jogos faz Jorginho esperar problemas na partida desta quarta-feira, embora a eliminação não passe pela sua cabeça.

“Sabemos que a temporada está muito desgastante e isso faz de qualquer partida sempre um perigo. Ganhamos o jogo de ida, mas não nos classificamos e o CRB é um time muito perigoso, mostrou qualidade e é o atual campeão alagoano. Estreou com vitória na Série B fora de casa (1 a 0 sobre o Londrina). Além disso, o desgaste físico é grande. Mas não passa pela nossa cabeça nenhuma possibilidade de eliminação e vamos procurar nos impor”, disse Jorginho.

Vasco lidera seleção do Carioca, que ainda traz Ribamar e Willian Arão

Globo Esportes

nene_gol

A Federação de Futebol do Rio de Janeiro divulgou na tarde deste domingo a seleção do Campeonato Carioca, que foi escolhida por um corpo de jurados formados por jornalistas. O Bicampeão Vasco lidera a lista com seis jogadores e mais o técnico Jorginho. Outro finalista, o Botafogo foi representado por dois atletas: Ribamar e Diogo Barbosa. O Flamengo teve o mesmo número com Willian Arão e Rodinei. Gustavo Scarpa, do Fluminense, completa a equipe.

Nenê ainda foi escolhido o craque da competição, e Ribamar a revelação. O melhor árbitro ficou para Leonardo Garcia Cavaleiro, que apitou a decisão deste domingo. Os auxiliares premiados serão Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Luiz Cláudio Regazzone. O América acabou a competição como a equipe mais disciplinada.

Confira a lista completa:

Goleiro – Martin Silva (Vasco)
Lateral Direito – Rodinei (Flamengo)
Zagueiro – Rodrigo (Vasco)
Zagueiro – Luan (Vasco)
Lateral Esquerdo – Diogo Barbosa (Botafogo)
Meia – Andrezinho (Vasco)
Meia – Willian Arão (Flamengo)
Meia – Gustavo Scarpa (Fluminense)
Meia – Nenê (Vasco)
Atacante – Ribamar (Botafogo)
Atacante – Riascos (Vasco)
Técnico – Jorginho (Vasco)
Craque – Nenê (Vasco)
Revelação – Ribamar (Botafogo)
Árbitro – Leonardo Garcia Cavaleiro
Auxiliar – Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa
Auxiliar – Luiz Cláudio Regazzone
Ataque mais positivo – Vasco
Equipe mais disciplinada – América

Vasco empata contra Botafogo e confirma bicampeonato carioca invicto

Ogol

26831273901_ebc0aa82e4_o

O Vasco manteve sua invencibilidade de mais de seis meses e, com o empate em 1 a 1 contra o Botafogo, diante de 60 mil pessoas, no Maracanã, confirmou o bicampeonato carioca de forma invicta.

A equipe de São Januário ficou com a taça pela vitória no jogo da ida, e conseguiu dois feitos que não alcançava desde o início da década de 1990: um título invicto, e o bicampeonato do Carioca.

O jogo começou pegando fogo. Logo no primeiro minuto, uma chance para cada lado, uma defesa para cada goleiro. A tarefa de Jefferson foi mais tranquila, após o chute fraco de Riascos.

Já Martín Silva teve mais trabalho. Gegê recebeu na canhota da área e bateu com violência. O goleiro uruguaio se jogou e espalmou, para realizar grande defesa.

Ao passar do tempo, as defesas foram se acertando mais. O jogo foi ficando mais pegado também, com faltas e algumas discussões entre os atletas.

O Alvinegro, que precisava do resultado, só foi voltar a colocar Martín Silva para trabalhar aos 42. Bruno Silva pegou rebote na entrada da área e soltou a bomba. Atento, o goleiro uruguaio mais uma vez fez boa defesa.

Martín Silva nada pôde fazer quando, no início do segundo tempo, Leandrinho apareceu na pequena área para, de cabeça, completar cruzamento da direita e mandar para rede. Decisão igualada.

O Vasco respondeu na mesma moeda: bola na área. Madson cavou falta na direita, e Nenê colocou a bola na cabeça de Rafael Vaz, que deixou tudo igual.

O quadro, então, passou a ser o seguinte: o Glorioso partiu com tudo para o ataque, enquanto o Cruz-Maltino apostava nos contragolpes. A peleja ganhou em emoção.

A pressão botafoguense não durou muito tempo, e nem foi efetiva. O time de Jorginho soube segurar bem o resultado, e dar o primeiro título ao treinador. Vasco bicampeão, dessa vez de forma invicta.

Quem merece mais? Vasco e Botafogo decidem cheios de motivos por título

Globo Esportes

ribamar_e_rodrigo

Vamos falar de merecimento. Quem merece mais o título Carioca que será disputado neste domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã? Vascaínos e botafoguenses têm seus argumentos para justificar a coroação de uma trajetória com muitos pontos em comum, mas que terminará com o sorriso em apenas um dos lados. Foram eles os que renegaram a Primeira Liga em nome do estadual, foram eles que valorizaram a competição, foram eles que dividiram até o mesmo estádio de São Januário na caminhada até a finalíssima. Vasco e Botafogo têm seus motivos para acharem mais dignos do brasão de melhor do Rio de Janeiro até o verão do ano que vem e ninguém é capaz de negar isso

Pela campanha invicta que não acontecia desde 1992. Pelo bicampeonato que não acontece desde 1993. Pela escolha de Jorginho, que recusou o Cruzeiro pela estabilidade no clube. Pelo desempenho de Nenê, craque do campeonato. Pela vantagem do empate de quem venceu o primeiro jogo por 1 a 0. Pela volta por cima de Riascos, de vaiado a goleador. Pelo apoio do torcedor, que dormiu na fila e lotou aeroportos pelo Brasil. Pela recuperação após o rebaixamento, o Vasco merece, sim, esse troféu.

Motivos também não faltam para o título ir para General Severiano. Por Ricardo Gomes, que com um elenco limitado fez um trabalho extraordinário, deu nova cara ao time e pode se afirmar de vez com o segundo troféu em menos de um ano após retornar ao futebol. Por Jefferson, que renegado por Dunga fez do Botafogo sua seleção. Por Ribamar, jovem da Cidade de Deus que subiu em janeiro para completar os treinos e tornou-se uma das sensações do campeonato. Pela torcida, carente de ídolos e sofrida com um rebaixamento melancólico para a Série B há pouco mais de um ano. Pela juventude alvinegra, que provou ser capaz de suprir a ausência de medalhões e levou o time à decisão.

A finalíssima será comandada pelo árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Dibert Pedrosa Moisés.

Vasco faz o dever de casa, vence o Remo e encara o CRB na próxima fase

Globo Esportes

26659321596_428181fbeb_o

Mesmo com um time misto, o Vasco fez bem seu dever de casa e venceu o Remo por 2 a 1, nesta quarta-feira, em São Januário, e avançou para a Segunda Fase da Copa do Brasil. Os gols foram marcados por Caio Monteiro e Rafael Vaz. Max descontou para o Leão Azul. Na partida de ida, em Belém, a equipe da Colina já havia vencido por 1 a 0.

Depois de um primeiro tempo com muitos erros e chances desperdiçadas, a equipe do Vasco se acertou no segundo tempo e fez dois gols em sequência. O gols dos paraenses não chegou a desestabilizar os cruzmaltinos, já que a vantagem era grande.

Classificado, o Vasco enfrenta o CRB-AL, que eliminou o Ivinhema na Primeira Fase. As datas ainda não foram divulgadas. Neste domingo, às 16h, no Maracanã, os vascaínos enfrentam o Botafogo no primeiro jogo da final do Carioca.

Com time misto e de olho na final, Vasco recebe o Remo pela Copa

Globo Esportes

Esporte

De um lado, o Vasco, embalado pela vitória sobre o rival Flamengo e a classificação para a grande final do Campeonato Carioca, contra o Botafogo. De outro, o Remo, eliminado do Paraense e com a desvantagem de 1 a 0 no jogo de ida. As duas equipes se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em São Januário, pelo segundo confronto da primeira fase da Copa do Brasil. O Cruz-Maltino segue com sua invencibilidade de quase seis meses. Tarefa difícil para o Leão Azul.

Depois da euforia de eliminar o Flamengo na semifinal e avançar para a grande decisão do Campeonato Carioca, o Vasco dá uma pausa na animação para tentar garantir a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. Jorginho sabe da importância da partida, mas para não desgastar todos os seus jogadores poupará cinco deles: Madson, Julio Cesar, Julio dos Santos, Andrezinho e Jorge Henrique.

Eliminado na Copa Verde e no estadual, o elenco do Remo retornou aos trabalhos na manhã da última segunda, dia 25, no Baenão, sem o lateral-esquerdo João Victor, o volante Yuri, e os atacantes Silvio e Luiz Carlos, entregues ao departamento médico. Na atividade comandanda por Marcelo Veiga, a novidade foi o lateral-esquerdo Fabiano, último contratado e já regularizado. A equipe tenta surpreender o anfitrião em São Januário e marcar um gol fora de casa para igualar o placar anterior e levar o jogo para os pênaltis.

Vasco mantém freguesia do Flamengo, em Manaus, e se garante na final do Carioca

Ogol

26529165472_0d23dd493e_o

No Rio, em Manaus… Parece não importar muito o local. O Vasco manteve, na tarde deste domingo, na Arena Amazônia, a freguesia do rival Flamengo, venceu por 2 a 0 e se garantiu na final do Campeonato Carioca.

A equipe de São Januário completou o nono jogo sem derrota para o time da Gávea. A última derrota foi em 22 de março de 2015, na primeira fase do Carioca daquele ano.

Agora, o Cruz-Maltino aguarda o vencedor do duelo entre Botafogo e Fluminense para saber quem irá encarar nos jogos decisivos, marcados para o Maracanã.

Em menos de um dia, 30 mil ingressos são vendidos para Vasco x Flamengo

Globo Esportes

ihlojlj

Em menos de 24 horas, 30 mil ingressos foram vendidos para o jogo de domingo entre Vasco e Flamengo pela semifinal do Campeonato Carioca em Manaus, na Arena da Amazônia, às 16h (horário de Brasília). Destes, 13 mil foram vendidos pela internet e os outros 17 nos pontos físicos disponíveis para a venda. De um total de 44 mil disponíveis, a expectativa da empresa responsável pela venda é que os bilhetes esgotem até o fim desta quarta-feira.

De cara, o primeiro – e único – setor a esgotar, até a manhã desta quarta-feira, foi o de camarotes. Tanto as entradas de meia e inteira para as cabines superiores e exclusivas, disponíveis por R$ 230 e R$ 460, respectivamente, foram todas as vendidas.

Depois de tanta procura, o segundo dia de vendas iniciou com algumas mudanças. A primeira é o aumento no valor dos ingressos para os setores inferiores e superiores. A mudança foi de R$ 5. Os valores passaram de R$ 85 a R$ 90 e de R$ 95 a 100.

Outra mudança foi a restrição da venda dos bilhetes para apenas um ponto: na Arena Amadeu Teixeira, localizada ao lado do estádio que recebe o jogo no domingo. Os shoppings, que foram tomados por multidão nesta terça, não farão mais qualquer tipo de venda.

Confira os valores e opções de ingressos

Anel superior – meia entrada (estudante, 1kg de alimento ou doação de sangue) = R$ 80
Anel inferior – meia entrada (estudante, 1kg de alimento ou doação de sangue) = R$ 100
Anel inferior VIP – meia entrada (estudante, 1kg de alimento ou doação de sangue) =R$ 180
*Vendas no cartão podem ser parceladas em até 12 vezes no site meubilhete.com.

Vasco e Flamengo terão cota fixa de R$ 500 mil e voo fretado para Manaus

Globo Esportes

20160221_154446_1

Dona do mando de campo no clássico com o Flamengo, o Vasco levou aos rubro-negros proposta um pouco menor do que a do último encontro entre os times – pela Taça Guanabara, que terminou 1 a 1. O jogo da semifinal, no próximo domingo, em Manaus, foi vendido R$ 500 mil de cota fixa para cada clube. A empresa organizadora da partida também vai bancar os voos fretados de cada delegação.

Os vascaínos devem chegar antes em Manaus. O grupo do clube de São Januário planeja embarcar quinta-feira para o Amazonas. A ideia é, além de aumentar o tempo de concentração, treinar debaixo do forte calor de Manaus. O jogo está marcado para as 15h – horário local.

Na quarta-feira à noite, o Flamengo enfrenta o Confiança, em Volta Redonda, e só retorna ao Rio na madrugada de quinta-feira. O departamento de futebol ainda finaliza a programação, mas deve viajar na quinta à noite ou na sexta-feira após o treino pela manhã.

Campeão da Taça Guanabara, o Vasco se classifica com empate no clássico com o Flamengo, que precisa da vitória para voltar a final do Carioca. A última decisão do Rubro-Negro foi em 2014, quando superou o Vasco na final, após dois empates. Em 2015, o time de São Januário deu o troco e eliminou os rubro-negros na semifinal.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia